Crossovers Hatches JAC Motors Kia Mercado

Importados: Sem cotas ou sobretaxa, modelos mais baratos chegarão em 2018

Kia-Rio-Hatch-2018-13 Importados: Sem cotas ou sobretaxa, modelos mais baratos chegarão em 2018

Não haverá queda de preços. A sentença foi dada por José Luiz Gandini, presidente da Abeifa, associação que reúne importadores e algumas montadoras de veículos no Brasil. Com a ausência de cotas de importação e a sobretaxa de 30% no IPI, as empresas do setor até poderiam reduzir os preços, mas Gandini usou o Rota 2030 como motivo para manutenção dos valores, pois se as empresas não cumprissem com as exigências do programa, poderiam pagar até 10% a mais de IPI.



A questão agora é que o Rota 2030 ainda não saiu, como esperado pelo setor automotivo, e já se sabe que o governo não quer problemas com a OMC, ainda mais negociando um acordo de livre-comércio com a União Europeia. No projeto, elaborado em conjunto pelo MDIC e as montadoras, a nova sobretaxa de IPI foi criada para fazer com que importadores e fabricantes cumpram requisitos básicos em pesquisa, produção, engenharia, segurança e eficiência energética.

Kia-Rio-Hatch-2018-13 Importados: Sem cotas ou sobretaxa, modelos mais baratos chegarão em 2018

Mas, se Brasília não quer nem desoneração fiscal com descontos de IPI e muito menos uma sobretaxa do mesmo imposto, que também poderia ser questionada pela OMC, não se sabe agora como será definida as obrigações das empresas do setor sem mexer na questão tributária, o calcanhar-de-aquiles do Rota 2030.

 

O governo indicou uma definição sobre o assunto no mês de fevereiro. Apesar de no momento o país não ter regras sobre o setor, são as próprias empresas que querem uma definição como garantia e previsibilidade para futuros investimentos. Entre os importadores, a expectativa é a mesma, ainda mais após o duro golpe tomado com o programa que saiu de cena em 31 de dezembro. Mesmo sem saber o que acontecerá daqui para frente, a Abeifa já tem uma certeza para os próximos anos.

Kia-Rio-Hatch-2018-13 Importados: Sem cotas ou sobretaxa, modelos mais baratos chegarão em 2018

De acordo com a entidade, espera-se uma retomada nas vendas com o fim de cotas e super IPI. Nisso, a projeção de vendas para este ano é de 40 mil unidades contra as 27 mil esperadas para o ano passado. A recuperação será lenta, mas gradual, com ampliação da rede e o retorno de algumas marcas. Com o Rota 2030 reformulado, porém, não se sabe como estas empresas atuarão no mercado. No entanto, o fim do Inovar-Auto possibilitará outra mudança no cenário automotivo, esta ainda mais importante, a chegada de carros mais baratos.

Impossibilitadas pelas cotas, as importadoras agora podem trazer carros mais em conta. A própria alta nas vendas internas, calculadas em 9,4% para 2017, indica que 2018 será um ano mais promissor e a Anfavea até acredita em uma subida de dois dígitos. Com essa tendência de alta, as importadoras apostarão em produtos de menor valor agregado, tais como o Kia Rio, por exemplo. O hatch sul-coreano é esperado na faixa de R$ 55 mil. Esse é o mesmo nível de preço de Fiat Argo e VW Polo, por exemplo.

Kia-Rio-Hatch-2018-13 Importados: Sem cotas ou sobretaxa, modelos mais baratos chegarão em 2018

 

Só a Kia Motors – através de sua representante no Brasil – pretende investir R$ 165 milhões em 2018, gerando até 1.300 novos empregos. A marca quer emplacar pelo menos 20 mil carros em 2018. Ou seja, metade do volume esperado para o setor de importados da Abeifa. Outra que se move na mesma direção, mas também com foco no segmento que mais cresce, o de utilitários esportivos, é a JAC Motors.

A marca chinesa tem no crossover T20 seu novo modelo de entrada, que deverá custar menos que o atual T40, vendido a partir de R$ 57 mil. Há boa chance do pequenino, derivado do antigo J2, ser feito em Goiás junto com o JAC T40. A expectativa do mercado é que custe em torno de R$ 40 mil, um preço bem competitivo. Estas duas propostas refletem uma característica importante dos carros importados, que é a de aumentar a concorrência e forçar uma melhora nos produtos nacionais.

Kia Rio 2018 – Galeria de fotos

JAC T20 2018 – Galeria de fotos

[Fonte: Folha]

COMPARTILHAR:
  • Renato Duarte

    Num mercado “Sem Regras” pode esperar o governo agir SEM REGRAS e mantendo a taxação em 30% IPI, não duvido que eles façam isso por debaixo do pano. Impossível pro governo??? kkkkk

    • Marcos Silva

      Tem um reclamação na OMC por isso eles não vão prorrogar essa Lei da prostituta mãe.

      • Bandeira Branca

        Corrigindo: Tem uma condenação na OMC por isso.

    • Louis

      E sem regras definidas, é ruim até para o consumidor. A pessoa se empolga e compra um importado, logo depois entra o Rota2030 e muda tudo, a importadora desiludida pára de importar o modelo, e o consumidor fica com um micão nas mãos.

      • Leonardo Seixas

        No Brasil não ha regras, muda constantemente, nao me iludo mais.

  • Victor

    acho interessante esse kia rio, dependendo do valor q vier vai ser meu proximo carro

    • Eskarmory .

      Assista online Kia Rio no Brasil – S06E02 em breve!!

      • IPZ.4

        Fica até difícil dar spoiler nessa série

    • syfus

      VALOR? cara eu só compro um carro se souber tudo o que vem dentro, nunca penso no preço antes… rsss

      • Victor

        convenhamos, por 55mil não vejo muitas opções diferentes no mercado brasileiro. todos muito parecidos em tamanho e equipamentos. no questio segurança, pelo menos no EURONCAP, ele se saiu relativamente bem.

  • Jesse James

    Tinha eh que zerar IPI por um bom tempo pra ajudar nas vendas

    • Marcio Almeida

      Acho que deveria zerar o IPI para pequenos produtores de manufatura, maquinas etc, isso incentivaria um aumento de empregos, e vendas o que favoreceria a todos, mesmo com simples a carga de tributos é absurda. Carro não é prioridade em muitos países, povo com bons salarios compra; bens duraveis, servicos e movimenta a economia e isto sim enriquece um pais, atrai capital, e incentiva o investimento.

      • Cincinato

        Falou tudo, o que deveria ter incentivo não tem, agora para carro e arte existem muitas.

    • Marcelo Cordeiro

      Não há nenhuma razão lógica para um governo dar incentivos à indústria automobilística. Os entes estatais devem priorizar o transporte de massas, melhorando o conforto, diminuindo o tempo de espera e estimulando o uso do transporte coletivo. Ademais, não há que se usar a fundamentação da criação de empregos, pois este tipo de indústria é a mais sensível a variações econômicas, depende de crédito, emprega hoje e desemprega logo em seguida. Que caminhem com as próprias pernas e se estabeleçam com base na competitividade e não com ajuda governamental de qualquer natureza. Existem muitas outras prioridades a serem tratadas em nosso país, o mercado de veículos com absoluta certeza não figura como uma dessas prioridades.

      • Ulisses

        Ainda mais com as carroças que se vende a preço de ouro por aqui.

    • vicegag

      No Brasil, os preços dos carros só têm um sentido, para cima.

  • SK15

    Acha que o cartel vai deixar? vão falar algo como:
    “Montamos fabricas aqui não conseguimos concorrer com os de fora vamos ter que fechar e perder empregos!”

    Ai lá vai o governo socorrer esse pessoal e dificultar os importados, as próprias importadoras ficam inseguras com as “regras do jogo” e não trazem nada … ou ainda se os preços foram iguais aos “nacionais” não mudaria muito duvido que pessoal deixaria de pegar um Gol no mesmo preço de um chinês de entrada seja qual for mesmo que este fosse levemente melhor equipado por exemplo.

    • Rafael Lima

      Por 72k ja da pra levar o Polo com painel digital

      • ViniciusVS

        Sim, mas por 55k é o valor do Polo pé de boi e ai que entra o Kia Rio…

        • Rafael Lima

          Quem compra esses carros vai pra versões intermediárias onde o Comfortline tem melhor CxB do segmento e o Argo nas versões 1.3

          • ViniciusVS

            Tem gente comprando Onix LTZ e HB20 Premium, Kia na casa dos 50k ~60k seria mais uma opção para esse consumidor, ainda mais que tem o design agradável para boa parte dos Brasileiros que valorizam isso coisa que o Polo mesmo não tem.

            Polo é indiferente para a Kia que tem consumidores diferentes dos consumidores de Volkswagen, quem compra um Kia na grande maioria não liga para carros da Volkswagen, da mesma maneira que consumidor de Honda Fit não da a mínima para Polo com painel digital mais barato que o EXL ou os consumidores de Corolla Altis e Civic Touring que também não ligam se podem comprar Jetta 2.0 TSI por um valor menor afinal são consumidores diferentes que não colocam os pés em uma concessionária Volkswagen.

            As pessoas tem gostos diferentes e a Kia atende esse mercado específico, logo tem espaço para o Kia Rio sim e não é o Polo que vai afetar as vendas dele, pode até vender pouco mas tem o seu consumidor sim independente dos concorrentes.

            • Daniel Alves

              Falo isso há algum tempo lá no carblogVW, mas os fanáticos parecem cegos.
              Não é porque a VW lançou finalmente um bom produto que todo mundo vai naquilo. O seu exemplo acima eu também falei lá: por melhor que sejam Polo/Virtus tem uma AMPLA gama de consumidores que nem cogitariam deixar Fit e Corolla, por exemplo. Ou mais ainda, mesmo que o Golf seja relançado com bons preços, não vai fazer cócegas em carros como Creta, HR-V e Compass. Até pro T-Cross, mesmo que venha moderno e com bom custo x benefício, vai ser difícil competir com essas marcas.
              Enfim, bom saber que aqui no NA continuam as cabeças pensantes hehehe.

              • Luiz Oliveira

                Não entendo como ainda tenha gente que gaste tempo com aquela porcaria de car blog. Aquilo não tem credibilidade, não acrescenta conhecimento técnico algum, é restrito a duas/três marcas, é mal redigido, tem um tal de Carlos que é grosseiro com todo mundo… Nunca ouvi um único elogio sequer àquele blog.

                • Daniel Alves

                  Luiz, no início eu achava engraçado. Depois vi que eles passam desinformação com verdadeira má-fé. Parei de entrar pra não me estressar.

                  • Luiz Oliveira

                    Então estamos na mesma. Acompanhei aquela porcaria por um tempo só porque achava engraçado, mas não aguentei por muito tempo.

            • Racer

              A questão é que só o painel digital é pouco para uma decisão (pelo menos pra mim). Acredito que o Rio tenha a mesma qualidade do Polo, mas é bem mais bonito (de novo, na minha opinião). Então, para decidir pelo Polo (que já tive dois), ele teria que ter algo mais do que o painel digital.

    • Marcio Almeida

      ” Montamos fabricas aqui não conseguimos concorrer com os de fora vamos ter que fechar e perder empregos!”
      Mas é uma realidade em muitos mercados, você ja viu alguma industria de microeletronica no Brasil. Pq ? Não e competitiva ! Ja viu o número de tecelagens e fábricas de tecido no Brasil ? Deve ter diminuido uns 90 % pq? Não é competiva.!!! Acho que na econômia vc tem que jogar no que vc é melhor ? e nosso pais sucateia a industria a muito tempo. Eu se fosse empresário, só investiria se fosse me dar lucro!!! As montadoras são assim também, nosso produto não e competitivo, exportamos carros pra quem ? mas nem pra Bolivia, !Africa , pq ? Não somos competitivos !!1 Ser competitivo significa ter custos menores em transporte, logistica, sistema financeiro flexivel, mão de obra qualificada, aqui temos ate algumas coisas, mas falta muito e a grande verdade é que é culpa de todos, Países com industria forte se sobressaem por dois fatores : desenvolvimento tecnologico, alta produtividade, educação de ponta, e sistemas apoio como logistica, impostos flexíveis e dinamicos. E isso não temos aqui…

  • sigma7777777

    A Kia teimosa que não nacionaliza a produção estava só aguardando este momento, mas perdeu muito dinheiro por ficar fora do mercado, basta ver a irmã Hyundai.

    • Lord Saboteaur

      A KIA abriu fabricas no Mexico!!!

    • Ainnem Agon

      “Nacionalizar” a produção é a pior estratégia que alguém poderia fazer. Vide JAC, Chery, e até Mercedes e BMVê, que estão querendo sair. A Kia matriz tomou a decisão mais acertada e investiu no México, que é um mercado mais sério (ou menos palhaço no que tange à intervenção governamental).

      • sigma7777777

        Ah sim, a Hyundai errou em lançar o HB20 e Creta que estão vendendo super bem…

  • Pedro Cunha

    Entre as maiores boçalidades desse nosso (DES)governo é sobretaxar importações.
    Ao invés disso, deveriam haver maiores e melhores investimentos em desenvolvimento, educação e pesquisa á fim de modernizar nossas indústrias e qualificar nossos profissionais para que possamos produzir “em igualdade” ao que é feito fora.

  • Fanjos

    Ok ok… Mas cadê o resto dos aumentos? Já fui informado que haverá prosperidade para todas as marcas e modelos.
    Acabou o feriado e está na hora de trabalhar (aumentar) em cima das “novas correções veiculares”

    • leomix leo

      O primeiro dia útil e vc está atrás de prosperidade, fica complicado viu. Vai terminar de curtir e depois pensar em aumentos. Feliz 2018 para vc Fanjos, e todos do NA. ✌🏼✌🏼✌🏼✌🏼

    • Raul Pereira

      Prosperidade? Meu amigo, na Banânia, sódepois do carnaval. Brasil é um país feito e propositalmente mantido para não andar, tanto pelo governo (que ainda é o mesmo de 100 anos atrás, se tá vendendo soja e commodity, o resto que se lasque) quanto o povo (que adora ir pelo caminho mais fácil)

    • Higo Belchior

      Tava pensando hoje justamente nisso.
      Civic, Elantra, Etios e alguns outros há alguns meses estão com os mesmos valores.
      Estou surpreso.

  • Marcos Silva

    quando o mercado de automóvel eia deslanchar a prostituta vendeu uma lei para as montadoras nacionais. A prostituta mãe acabou com a Jac e a Kia que estava pra lançar o picanto completo por 36.000 reais. Espero que a prostituta mãe queime no inferno.

    • Aristarco Pederneiras

      Bem comum isso. Não lembra da Gurgel? Ao invés do governo incentivar a indústria nacional, sacaneou a empresa. Com a Engesa e outras empresas foram a mesma coisa. A Dafra(empresa nacional) só se mantém mesmo por conta das parcerias, senão acho que já teria fechado a tempos.

  • Leandro

    Há anos esse carro é prometido para o Brasil. Já não acredito mais.

    • FPC

      O foda que você vai ali no Chile e você encontra nas ruas todos esses automóveis “prometidos” e não prometidos para nosso mercado, é frustante ver o tanto que o mercado lá tem mais opções que o daqui.

      • Alexandre Maciel

        Chile? Eu vi vários no Paraguai. Basta cruzar a ponte.

        • Vattt

          E na Venezuela será que tem??? kkkkk :[

          • invalid_pilot

            Pior que a Venezuela no começo dos anos 2000 era próspero e vendia Toyota para um cacet…

            • Alvaro

              Estive em Caracas, em meados de 2010, realmente era incrível a ostentação devido ao petróleo barato, tinha aos montes, Lincoln Navigator, Land Cruiser, Pathfinder…. hoje em dia, deve estar a migalha. País vivendo no milagre econômico alçada num único produto suscetível a fortes variações, a fora um governo ditatorial que não possui oposição, estava previsto o colapso.

              • invalid_pilot

                Sim, os caras conseguiram acabar com tudo

          • fschulz84

            Até uns tempos atrás, tinha PUG 206 sendo vendido por algo próximo a 80000 dólares, se não me engano

            • Vattt

              Puuuuuuuutz!!!!

      • Leandro

        Verdade, no Chile a frota é muito mais diversificada, com um monte de carros que no Brasil não se vê.

        • Lord Saboteaur

          A frota dos paises do pacifico da America do Sul é semelhante

  • Iran Borges

    Caramba o argo é uma cópia descarada desse kia!

  • Schack Bauer

    Fim das cotas = aumento da oferta. Pela lei da oferta e da procura, como a demanda crescerá menos que o aumento da oferta, os preços só podem cair, como aliás era o que vinha ocorrendo até 2011, quando o tarifaço da Diuma despencou sobre nossas cabeças.

  • Luis Burro

    Taí o imposto!kkkkkkkkk.
    Quero ver aqueles q dizem q é culpa dos impostos.
    O Brasil tem impostos com ctza,mas eles não podem ser usados como desculpa pra tdo!Acorda consumidor!

  • Erick

    Espero que os importados perturbem muito Up, Onix, Prisma, HB 20 e cia. Carros caros e 1.0 custando quase 60 mil…

  • Erick

    Tomara que agora a JAC se empolgue e volte com os sedans (A20, J3, J5…). A JAC poderia ter pelo menos 1 sedam na linha…

  • Daniel Alves

    O design desse Kia deixa Polo e Argo no chinelo.
    Que voltem os importados!

    • Luis Burro

      Nossa,parece um HB 20! É mais ou menos,mas não é melhor do q os citados!

      • Racer

        HB20? Nunca….se o HB20 fosse parecido com o Rio, seria bonito….

        • Luis Burro

          Pois a mim parece um HB maior,a carroceria tem quase o msmo formato.

    • Ramon Oliveira

      quando vi a foto pensei que fosse um C3…

  • Vattt

    “Não haverá queda de preços. A sentença foi dada por José Luiz Gandini, presidente da Abeifa,” Em mercados onde há cartel não cai o preço mesmo. Comentário ridículo!!!
    O Brasil está fadado ao fracasso com essa sede por impostos, corrupção e essas montadoras e importadoras que estão no país querendo apenas mamata do governo sem repassar os descontos ao consumidor.

  • Cosi fan Tutti

    Tomara que o movimento de marcas importadas seja rápido, esse ano é de eleição e dependendo quem entrar em 2019 o populismo ira voltar, e sabemos que com ele veio o tal pseudo-nacionalismo que acha que resolve tudo com protecionismo e apenas uma canetada de uma lei. Esse ano teremos algumas marcas interessantes que devem voltar, torço pra vir forte a Kia, Mazda, Alfa Romeo, Seat e Skoda (não custa sonhar) e as chinesas Geely, GWM Haval, BYD, GAC e Changan (No Chile e alguns países latinos mais abertos tem todas estas e vendem muito bem)

  • Antonio

    Se a JAC fixar preço desse nenem T20, a 40 mil, a mulherada vai mudar esse nixo, pois e lindo e tecnológico, tudo que a mulherada pede.

  • invalid_pilot

    Eu duvido que o cartel vai deixar isso acontecer…

  • Ygor Soares

    “Não haverá queda de preços.” Kkkk então enfia tudo na rabeta meu amigo!

  • Thiago K. Galiza

    Esse J2 com estepe pode ficar por lá mesmo

  • fabricioaguirre

    O Rota 2030 ou qualquer programa do governo deve ter algum ponto que trate do automobilismo, como em outros países.

  • Gran RS 78

    Esse negócio que os preços altos dos carros são só por causa do alto imposto é papo furado, pois a maior prova foi dada nessa matéria, pois mesmo pagando menos 30% de IPI, eles não irão abaixar um centavo nos altos preços de seus modelos.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email