Elétricos Governamental/Legal India Mercado

Índia reforça que só aceitará carros elétricos a partir de 2030

india-2 Índia reforça que só aceitará carros elétricos a partir de 2030

O governo indiano reforçou mais uma vez que o país não aceitará mais carros movidos a gasolina ou diesel a partir de 2030. O mercado de automóveis só terá veículos de propulsão elétrica.

O país asiático surpreendeu em 2016, quando anunciou uma meta ambiciosa: acabar com o mercado de veículos novos movidos por combustível, adotando apenas veículos elétricos em nível nacional.

A Índia pretende conceder incentivos fiscais para os fabricantes e o mercado apenas nos três primeiros anos de vigência da lei. A partir disso, o governo acredita que a demanda nacional seguirá seu curso sem precisar de ajuda de Nova Déli.

A proposta do governo é que a produção em larga escala deverá reduzir enormemente os custos de fabricação dos carros elétricos, reduzindo assim a necessidade de ajuda governamental.

A poluição na Índia é enorme e suas cidades estão entre as que sofrem com as emissões de gases tóxicos, especialmente de veículos diesel, que compõem uma enorme parcela da frota nacional. De acordo com o Greenpeace, 2,3 milhões de indianos morrem todos os anos em decorrência da contaminação atmosférica.

[Fonte: The Independent]

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Send this to a friend