Crossovers EUA Infiniti

Infiniti QX30 desembarca nos EUA a partir de US$ 30.945

infiniti-qx30-eua-1

Primo do Mercedes-Benz GLA, o Infiniti QX30 chega ao mercado americano em setembro com preços a partir de US$ 30.945. O crossover que compartilha a plataforma MFA da Daimler, desembarca por lá nas versões 2.0, Luxe, Premium e Sport.

infiniti-qx30-eua-2

Equipado com motor 2.0 Turbo de 211 cv e câmbio de dupla embreagem com sete marchas, o Infiniti QX30 tem tração dianteira ou integral, esta última apenas nas versões Luxe e Premium. Alertas de colisão, mudança de faixa e ponto cego estão presentes, assim como frenagem automática de emergência.

infiniti-qx30-eua-6

Além disso, o Infiniti QX30 tem uma série de opcionais, entre eles câmera GoPro integrada, fones de ouvido sem fio da Bose. Ar-condicionado automático, controle de cruzeiro adaptativo, estacionamento automático, acabamento em couro e detalhes em alumínio são outros equipamentos que podem ser encontrados no crossover.

Galeria de fotos do Infiniti QX30:





  • vicegag

    A Go Pro é para monitorar o tráfego na frente do veículo, como nos carros da Rússia?

  • Louis

    Beeem mais belo que o GLA.

    • Pacheco

      Concordo que ficou lindo.

  • Wall André

    Vão falar que sempre é o mesmo mimimi, mas me entristece muito ver que a nossa realidade é completamente diferente, eu gostaria muito de ter acesso a um carro desse 0KM um dia, mas do jeito que as coisas vão, esse sonho se torna cada vez mais distante.

    • Caio

      Exatamente, o nosso modelo de 30 mil é Mobi e Up, pobre povo brasileiro.

    • Antonio_Brust

      De acordo com as correntes de pensamento predominantes de nossos constituintes e da aplicabilidade das leis e costumes sociais, esse é um tipo de produto considerado dispensável para uma pessoa viver, ou seja, seria apenas para satisfazer uma vaidade de ter um bem luxuoso. Logo, possui incidência de uma imensa alíquota de tributos, sob o pretexto de proteger a indústria nacional quanto para que a arrecadação seja, em tese, investida em outros segmentos sociais carentes. O mesmo se aplica a bebidas, cigarros, produtos eletrônicos e qualquer coisa que seja mais voltado para uma satisfação individual. O argumento é a desigualdade social em que vivemos. Acho que isso nunca irá mudar.

      • Tosoobservando

        Nao tem nada disso, é pq nosso sistema de impostos é injusto, imposto sobre grandes fortunas nao tem, imposto de renda nao é maior pra quem tem mais grana (apos 27 mil reais ele fica igual) e o imposto sobre herança é baixo (aqui nao chega a 8% nos Eua é 30% da herança, por isso la tem tanta doação de heranças, pois deduz). Entao o erro é que aqui se taxa fortemente o consumo, e pouco a renda, la fora é o contrario. Isso so vai mudar se algum dia o sistema for revisado.

  • Duh

    Esse carro é lindo, mais bonito que seus concorrentes alemães.

  • Schlatter70

    Nem parece que é da Nissan do tanto que esses carros da Infiniti são bonitos. Pessoalmente então eles se destacam no trânsito.

  • amarelonãotemcota

    SUV

  • Bruno Silva

    Muito acertado, quando a linha estiver completa, a Infiniti poderia vir para o Brasil.

  • Carrera

    No Brasil nem um Fiat Mobi se compra com 30 mil reais, nos EUA com 30 mil doletas se compra um Infiniti, lembrando que o salário minimo de lá gira em torno de 1600 dolares e aqui 900 reais, quanta diferença de realidade.

    • vicegag

      Acho que na média, deva ser em torno de 1400 doletas, apesar que em alguns estados o valor seja maior.

      • Tosoobservando

        Apenas 5% da população americana ganha o minimo, a media é muito maior que isso ae.

      • paulo sergio berezovski

        E ainda temos que levar em conta os custos adicionais,quanto sairiabo ipva desse carro no huezil?nos eua seja de luxo ou não se paga pelo peso do carro

  • Leonardo Pinheiro de Sousa

    Lindo veículo. Mais saudades do 3.5 V6 da Infiniti. Acabamento parece que continua em outro patamar.

  • Paulo Eduardo

    Coideloko! Uma grande pena a Nissan ter desistido de trazer a marca para o país devido a crise.



Send this to friend