*Destaque Chevrolet Esportivos Lançamentos

Insano, novo Chevrolet Corvette ZR1 2018 traz motor de 765 cv

Insano, novo Chevrolet Corvette ZR1 2018 traz motor de 765 cv

Eis o Corvette mais potente e tecnológico já produzido em série pela Chevrolet. O novo Corvette ZR1 2018 foi revelado nesta semana pela fabricante norte-americana e se destaca pelo motor V8 LT5 de 6.2 litros supercharged, que consegue desenvolver 765 cavalos de potência e pesados 98,7 kgfm de torque. O propulsor recebeu um intercooler otimizado e sistema de injeção dupla, com injeção direta e injeção multiponto.


E o melhor: há a opção de câmbio manual de sete marchas, além do automático de oito velocidades (algo inédito no modelo, que oferece trocas sequenciais por meio de borboletas atrás do volante). A Chevrolet ainda não deu muitos detalhes a respeito do conjunto mecânico do novo bólido, mas garante que ele consegue superar os 338 km/h de velocidade máxima.

Insano, novo Chevrolet Corvette ZR1 2018 traz motor de 765 cv

O novo motor do Chevrolet Corvette ZR1 2018 vem acompanhado de quatro novos radiadores, juntamente com tomadas de ar mais agressivas. O conjunto inclui modificações no chassi.


Como opcional, a Chevrolet vai oferecer dois pacotes aerodinâmicos: um com um aerofólio traseiro Low Wing, que consegue gerar até 70% mais downforce que o pacote base do Z06, e com um High Wing de duas vias, que oferece cerca de 60% mais downforce que o Z06 com o pacote de desempenho Z07 disponível. Este último pacote oferece também divisor frontal com inserções em fibra de carbono, suspensão Magnetic Ride Control e pneus Michelin Pilot Sport Cup 2.

Insano, novo Chevrolet Corvette ZR1 2018 traz motor de 765 cv

Por dentro, há bancos esportivos em couro Nappa aquecidos e ventilados, volante em fibra de carbono, gravador de dados de desempenho e sistema de som premium Bose, além de um pacote opcional Sebring Orange Design que inclui cintos de segurança e costuras laranjas, detalhes de acabamento em alumínio na cor bronze e pinças de freio e detalhe visuais em laranja.

O preço do novo Corvette ZR1 2018 ainda não foi divulgado pela Chevrolet.

Galeria de fotos do Chevrolet Corvette ZR1 2018

Insano, novo Chevrolet Corvette ZR1 2018 traz motor de 765 cv
Nota média 4 de 1 votos

41 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

      • De fato, o interior poderia transmitir mais esportividade.
        Mas de resto, esse carro é, na minha opinião, perfeito, meu sonho de consumo desde quando a 4R testou um preto em 1991 e o mesmo se manteve com o menor tempo de 0-100km/h por muito tempo!
        Como aqui no BR não dá pra ter um, o negócio é tentar pegar um preço bom para alugar um nos EUA por alguns dias! Ainda vou fazer isso!

        • Aqui dá pra ter sim ,só que tem que fazer importação direta.

          Nos eua, você a luga a versão básica de 460cv pelo mesma categoria de um suv de grande porte, pois é um carro bastante popular. Se você quiser as versões mais caras ou algum esportivo importado, somente nas locadoras premium (exotic cars).

          Eu já aluguei em Miami uma 911 GTS e uma Carrera S da nova geração, vale cada centavo!

  • É um monstrinho… não há dúvidas! Mas isso nos faz pensar nas “feitiçarias” que a Ferrari faz para o motor de mesmos 6.2L da F12 tirar 740cv, o da F12TDF tirar 780cv e o de 6,5L da 812 Superfast tirar 800cv….e TODOS ASPIRADOS….

    • são realmente números muito bons, mas da pra ver quase de cara pela diferença nos motores, na ferrari apesar de ser a mesma litragem 6,2 essa litragem está em um V12 ao invés de um v8… e os motores ferrari giram alto que dá o característico berro então são motores de alta cavalaria mas menor torque do que um motor que gire menos e tenha menos cilindros mas estes com diâmetro maior.
      não é feitiçaria é engenharia!
      ainda sim tem que ser de uma precisão absurda pra extrair tanto

      • n perai acho que errei feio no que é oque mas o resultado é isso kkkkkkkk
        pesquisei o V8 LT4 por exemplo agora e ele tem diametro de 103.25mm com curso de 95mm
        enquanto a F12 tem diametro de 94mm e curso de 74mm
        um curso muito menor mas tem mais cilindros então gira mais (se eu estiver enganado por favor corrijam)
        esse negócio de curso e diâmetro sempre me confunde kkkkkkk

        • Sim Pedro… eu usei só uma metáfora para a “feitiçaria”. E realmente o grande diâmetro e pequeno curso dos pistoes são um dos responsáveis para o motor subir bastante de giro e por consequencia produzir grande potencia final. O pequeno curso também mantém a velocidade do pistao dentro da faixa de 20m/s (tendo em vista o volume por cilindro unitário do motor), e que seria mais difícil – ou até impossível – com um V8 de mesmos 6.2L. A relação r/l também esta otimizada… ajudando nas vibrações e durabilidade do conjunto. Mas… o maior segredo….deve estar no cabeçote e na quantidade de ar que esse motor consegue admitir em cada faixa de rotação!!! O que a Ferrari deve ter de pesquisas e softwares proprios e especificos para projetar a admissao do motor deve ser coisa de outro mundo! E como diria o Engenheiro Aurelio Lampredi que trabalhou inclusive na Ferrari nos anos 50: “Os motores não bebem, eles respiram!”

        • É por ai mesmo. Esses motores menores, principalmente com pequeno curso.giram mais pra obter mais potência em troca de um torque menor. é o caso dos F1 e das motos: no F1 é um motor V6 turbo de 1.5L ou nos aspirados quando havia um 3.5L , mas eles assim como as motos giram a quase 18mil RPM.
          Ja no outro extremo, temos os famosos motores AP “biela longa” e AP 2000 que com curso maior tem mais torque em baixa rotação.
          Entre no site da bestcars ou no canal dela no YT que tem videos interessantes sobre curso, diâmetro, o porque dos 3 cilindros, e como se relacionam potência, torque e rpm e a diferença dos motores gasolina e diesel nesses aspectos. os videos são superdidáticos

      • Os V12 da Ferrari são lenda, mas o som dos V8 americanos sempre foi lindo. Será que preservaram nesse aí?

        Perdoem minha ignorância, mas “O propulsor recebeu um intercooler otimizado e sistema de injeção dupla, com injeção direta e injeção multiponto”. Se a injeção é direta, não é obrigatoriamente multiponto?

        • acredito que não pois a injeção multiponto os bicos injetores ficam fora da Câmara de combustão, já a injeção direta eles ficam dentro da Câmara…
          no caso da matéria falaram assim pois tem injeção direta, dentro da Câmara e indireta, fora da Câmara e essa fora da Câmara é multiponto(poderia ser monoponto)
          já injeção direta não tem como ser monoponto(ou tem????) então toda ela é multiponto a menos que seja um motor de 1 cilindro só mas dai qualquer injeção seria monoponto
          na imagem abaixo tem os 3 tipos de injeção, monoponto, multiponto e direta respectivamente A, B e C… a matéria quis dizer que o carro tem B e C juntas totalizando 8 injetores por bancada
          https://www.intechopen.com/source/html/42937/media/image1.png
          espero que tenha sido essa a duvida kkkkkk

          • É isso. rs.

            Minha dúvida surgiu porque acho que não faz sentido as duas juntas, com um bico jogando o combustível direto no cilindro e outro jogando fora.

            Tendo um fora, passa a ser necessária a válvula de admissão, e aí acaba a vantagem da injeção direta. Achei estranho…

            • O TFSI da VW/Audi faz quase a mesma coisa. E que a vantagem de vc ter a injeção direta e indireta e que a central ajusta o modo de injeção de acordo com a faixa de trabalho do motor, podendo até combinar as duas. Agora a válvula vai ser necessária pra admitir o ar. O que se pode fazer é colocar um sistema de comando de válvulas que ajusta a abertura em função de demanda de ar combustível, o que elimina a borboleta no corpo da injeção, como nos motores multiair da Fiat e nos formula 1.

            • não é bem necessário, claro que isso depende de cada marca, a injeção direta é muito eficiente e por tanto tem uma mistura pobre e serve mais pra rotações mais baixas(e economia) e a injeção indireta(multiponto) é uma mistura bem mais rica oque é melhor pra altas rotações e carros que buscam performance.
              isso é pelo que eu entendo né, acredito que deva ter bem mais coisa por trás do uso de ambas…
              num vídeo do ADG ele mostrou um carro que usa esse sistema e mencionou que desse modo aquela borra que fica na admissão de um carro com injeção direta se mostrou muito menor no sistema com as duas, pois o combustível passando ali pode ter um efeito autolimpante

    • É mais fácil pra Ferrari com seu V12 de 60 válvulas DOHC de alta rotação, do que para a Chevrolet com seu V8 supercharger de 16 válvulas com camando no bloco e virabrequim cruzado, essas duas últimas características do V8 atrapalham a subida de giro.

  • Só esse spoiler monstro aí que estragou parte do visual, na minha opinião.
    Há outras opções mais discretas, bonitas e tão eficazes quanto, acredito eu.

    • Acho e espero que seja só boato. Olha esse monstro ai!!! kkkkkk
      Não precisa de motor central, se o z06 ja dava pau em muito carro mais caro, esse zr1 vai ser um animal, tão potente quanto um hellcat e muito mais preciso estável e eficiente.

      Corvette com motor central é outro carro, não se poderia mais chamar corvette.

      Espero que ressuscitem o viper de forma fodastica tbm pra concorrer com o mostro ai

  • Esse corvette é um “one of a kind”. Carro único, sem ter o que tirar ou colocar.

    Uma pena que o viper tenha ido embora e não tem mais como fazer uma (bonita) briga com o verte.

    • Vette Viper e Ford GT,

      Um trio de super esportivos americanos baratos (baratos pro segmento) que dão pau em mto carro caro da Europa.

      Espero que ressuscitem o Viper, fazer uma nova geração (pq a antiga segundo o que li não tinha mais como continuar, até pela questão de normas de seguranças que ele não poderia cumprir, então talvez surja uma nova geração que honre a lenda)

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email