Europa História Iveco

Iveco é o fabricante de veículos comerciais da Fiat

iveco_daily-700x525 Iveco é o fabricante de veículos comerciais da Fiat

Iveco Daily



Em 1 de janeiro de 1975, a Iveco (Industrial VEhicle COrporation) surgiu como fusão de cinco empresas europeias: Fiat Veicoli Industriali (Itália), OM (Itália), lancia Veicoli Speciali (Itália), Unic (França) e Magirus-Deutz (Alemanha). Inicialmente a nova empresa manteve as marcas anteriores, mas reestruturou a rede e as fábricas.

Até 1979, 200 novos modelos de caminhões, ônibus e motores foram inseridos no lineup. No entanto, um ano antes surgia o Daily, o best seller da marca e o primeiro a ostentar a bandeira. Na década de 80, a Iveco envolveu-se em várias ações que a tornaram mais conhecida mundialmente.

iveco_6600g-700x525 Iveco é o fabricante de veículos comerciais da Fiat

Iveco 6600G (Jacques Cousteau)

Jogos Olímpicos de Moscou (1980), Copa Davis (1982), Jacques Cousteau na Amazônia (1983) e a volta ao mundo no chamado Raid Pigafetta com um Iveco-Fiat 75 PC 4×4 tiveram presença da empresa. A Iveco também lançou em 1984 o modelo Turbo Star, que teve boa aceitação. Em 1986, a Iveco forma uma joint-venture com a Ford Europa, criando a Iveco Ford Truck Ltd e ficando com 52% da operação.

A empresa assumiu a produção do Ford Cargo, que havia sido lançado no Reino Unido em 1981. Já tendo lançado o primeiro motor diesel leve com injeção direta, a Iveco apresenta o primeiro em 1989 o primeiro propulsor com EGR, que é a recirculação dos gases de escape para redução das emissões. Nos anos 90, a Iveco ganhou vários prêmios com os modelos EuroCargo, EuroTech, EuroTrakker e EuroStar.

iveco_eurocargo-700x525 Iveco é o fabricante de veículos comerciais da Fiat

Iveco EuroCargo

Em 1991, começa a produzir na China o caminhão leve TurboDaily sob licença pela Nanjing. No ano seguinte, ela assume a International Trucks da Austrália em 1995, forma a joint-venture Naveco na China, também com a Nanjing, sendo este o principal braço de produção da empresa na Ásia.

Três anos depois, a Iveco lança o motor Cursor 8, o primeiro diesel para veículos pesados com turbina de geometria variável e injeção common rail. Em 1999 surge o Cursor 10. Em 2003, a Iribus foi adquirida pela empresa, que fez surgir a divisão de motores Iveco Motors. No entanto, essa passa a fazer parte da FPT (Fiat Powertrain Technologies) em 2004.

iveco_campagnola-700x525 Iveco é o fabricante de veículos comerciais da Fiat

Iveco Campagnola

Nos anos seguintes, a Iveco continuou a participar de ações esportivas, tais como as Olímpiadas de Inverno de Turim (2006), da equipe de rúgbi da Nova Zelândia (All Blacks) e fornecedor de veículos para o MotoGP e a equipe Ferrari de F1. Em 2012, a Iveco ganhou a 33ª edição do Rali Dakar. A empresa também produziu utilitários 4×4, entre eles o Iveco Campagnola, que foi fabricado de 2008 a 2011. Hoje a empresa é o principal braço de veículos comerciais da FCA.

iveco-190-700x597 Iveco é o fabricante de veículos comerciais da Fiat

Fiat-Iveco 190H

No Brasil

Depois da aquisição da FNM em 1977, surge a Fiat Diesel e esta passa a dispor de tecnologias produzidas pela Iveco, que assume a operação de 1982 até 1985. O destaque da época era o caminhão pesado 190H. Então, somente em 1997 a Iveco retorna ao mercado nacional com caminhões e chassis de ônibus.

iveco_vbtp_mr_6x6-700x525 Iveco é o fabricante de veículos comerciais da Fiat

Iveco VBTP MR 6×6 (Guarani)

A fábrica fica em Sete Lagoas/MG com sede administrativa em Nova Lima/MG. Modelos como Daily, Tector, Vertis, Stralis e Trakker são alguns dos produtos feitos na unidade. A empresa também passou a produzir o blindado Guarani para o Exército Brasileiro, bem como uma versão elétrica do Daily em conjunto com a Itaipu Binacional para operações internas.

  • Arthur Lima

    O nome desta empresa sempre me lembrou uma mistura de Ivete Sangalo com traveco.

    • Revoltado

      uahsuahsuahsuahsuahsuahsuahsuahsua

    • Marcelo SR

      Arthur Lima quis ser engraçado, mas a piadinha na realidade foi de extremo mal-gosto.

  • Marcus Vinicius

    Esse Iveco Campagnola parece que é um Land Rover Defender italiano !

  • Tosca16

    Pena que ficaram aqui no lugar da FNM mas olhando a linha atual deles se não fosse o fanatismo do pessoal estradeiro por marcas como Volvo (minha preferida ainda) e Scania teria bem mais vendas pelo que oferecem… agora as primeiras vans da Iveco eram ruins isso não podemos negar, tem umas aqui que dá medo só pelo barulho de batedeira kkkkkkkkkkk .

    • Gustavo Fontana

      E quanto aquela única porta no lado do passageiro que todo mundo entra por ali? A primeira vez que tive que entrar em uma dessas fiquei 5min procurando a porta no meio da van.

  • daniel germano

    Nossa ainda bem que a iveco melhorou os carros e van daily . Sempre quando vou pra casa da minha avó numa cidade próximo a sete lagoas -MG vejo cegonheiras que acabaram de sair da fabrica. Sempre fico reparando na evolução da daily , não é grandes coisas , mas bem melhor que a geração passada que ninguém merece !!!. E pra quem não sabe a fabrica da iveco aqui tbm fabrica a ducato, boxer da Peugeot ” a copia escrita da ducato” e anos atrás a fabrica da iveco fabricava a máster e jumper ” a copia escrita da ducato ” .

    • Luis Burro

      A Master eh da Renault,nada tem a ver com o projeto em conjunto da fiat e PSA.

      • Revoltado

        Tem a ver sim, quem fabrica o Master da Renault é a Fiat em Sete Lagoas e fabrica também o Citroen

        • Wilian

          Enganado. A Renault fabrica a Master em sua fábrica em São José dos Pinhais. Não tem nada a ver com a Boxer, Ducato e Jumper da PSA e da FIAT.

          • XXRS

            Verdade. Fiat Ducato, Peugeot Boxer e Citroën Jumper são o mesmo veículo com apenas detalhes diferentes já que são fabricados no mesmo local e fruto da parceria das francesas com a Fiat, que também ocorre na Europa. A Renault Master nada tem a ver com os três.

          • Economy

            Concordo! Sequer os modelos das três marcas compartilham o chassi com o Renault.

      • daniel germano

        Sim a máster não tem nada a ver, mas anos atrás a iveco fabricava a máster tbm .

        • Zetros1833

          A Master era fabricada aqui com o nome de Trafic em 1992. Em 1995, ela passou a ser vendida com a marca Chevrolet, mas, não teve ligação com a Iveco não.

          O que deve estar fazendo confusão é que a terceira geração da Iveco Daily, de 2000 a 2006, e a Renault Master possuíam peças estruturais (de funilaria, carroceria e de montagem) intercambiáveis, apesar de serem de fabricantes diferentes. Porém, esta versão não foi comercializada nem importada oficialmente para o Brasil.

  • Revoltado

    Acho bacana os caminhões da Iveco… Moro em Belo Horizonte e a fábrica fica em Sete Lagoas, bem próximo aqui, e muita coisa vem da Argentina.

    • Yuri Chaves Souza

      Os atuais deram um salto evolutivo imenso. Hoje peitam de igual o reinado de Scania e Volvo (que eu gosto muito também)

      Vide a Fórmula Truck, os Iveco adam muito bem.

      • Tosca16

        eu moro na capital nacional do caminhão, reconhecida pelo congresso e tudo mais … títulos a parte eu concordo em partes contigo mas faço uma ressalva que nossa Fórmula Truck não pode ser usada como comparação pois marcas como Scania e Volvo, especialmente Volvo estão se lixando e não tem equipes verdadeiramente com apoio da fábrica… por isso que MAN com a VW e IVECO tem tido bons resultados . Apoio e preparação é fundamental, infelizmente elas não olham a publicidade que seria vencer tais competições . Sobre a IVECO, não tiro nada do que falastes , a linha atual é super boa mas ainda preferem aqui um Volvo usado ou Scania que um Iveco por puro preconceito …

        • Zetros1833

          Não é bem preconceito, é uma questão de tradição. A Iveco é praticamente nova no país, ao contrário da Scania, Volvo e da Mercedes.

          Sobre os produtos, o Iveco que tem o mesmo nível de sofisticação dos FH e Scania R é o Strallis Hi-Way.

          Além disso, consta que os Iveco tem consumo de diesel alto e tem uma rede de assistência menor.

          • junior

            Só pra completar, a falta de estoque de peças também era terrível, pensa um caminhão parado na autorizada uma semana ou mais aguardando peça, não sei como está agora, mas até uns 5 anos atrás era assim…

        • DINEIROO

          Qual cidade?

          • Tosca16

            Itabaiana -SE

  • Cristiano Moura

    Qual o objetivo dessa matéria? Rsss

    • Pablo Lourenço

      Ver quantas pessoas vão perguntar qual o objetivo dela.

      UE. Contar a historia de uma marca. Eu gostei da matéria. Podiam fazer uma da lancia.

      • Cristiano Moura

        Não tô dizendo que a matéria é ruim. Mas faltou um título mais elucidativo ou um parágrafo introdutório para explicar justamente o objetivo, já que não é uma notícia atual, como comumente se veicula no site.

  • Diggo

    Hoje caminhões da Iveco tem muito no mercado, mas em questões de ônibus eles ainda são fracos, acho que nunca vi um feito sobre chassis da Iveco.

    • Marcelo SR

      Vai começar a ver então.

    • Zetros1833

      Em se tratando de ônibus, a Iveco só tinha o CityClass encarroçado pela Neobus. Mas, recentemente lançou o chassi com motor dianteiro 170S28, para os segmentos urbano e fretamento.

  • Marcelo SR

    Só um complemento para a matéria. A Iveco agora faz parte do grupo CNH Industrial, que é composto pelas marcas Iveco, Case (divisões agrícola e construção), New Holland (divisões agrícola e construção), FPT, Iveco Bus, Heuliez Bus, Astra, Steyr, Magirus e Iveco Defense.

    • Zetros1833

      Exatamente.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Conseguir um espaço entre Volvo, Scania e Mercedes não é fácil, mas a Iveco conseguiu seu espaço…

  • Economy

    Esso Iveco Campagnolo é muito parecido com a LR Defender.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend