JAC e-JS4 é a versão atualizada do IEV60 e parte de R$ 244.900

JAC e-JS4 é a versão atualizada do IEV60 e parte de R$ 244.900

A JAC Motors começa a vender a partir de agosto o JAC e-JS4, a versão atualizada do iEV60, portando assim o estilo empregado no T60 Plus. O SUV elétrico chega com preço sugerido de R$ 244.900.


Com visual importado da marca Sihao, que pertence à Volkswagen, o JAC e-JS4 se destaca pela frente expressiva, dotada de luzes diurnas em LED separadas do conjunto ótico, mais abaixo.

JAC e-JS4 é a versão atualizada do IEV60 e parte de R$ 244.900

Atrás, o conjunto tem lanternas em LED com design diferenciado em relação ao IEV60 e empregando guia de luz unindo as lanternas. Novas rodas de liga leve foram adicionadas ao produto.

Por dentro, o JAC e-JS4 tem climatização em tela touchscreen, multimídia com tela de 10 polegadas, cluster digital e botão seletor de marcha, além de teto solar panorâmico e elétrico.

Com acabamento em couro, o JAC e-JS4 terá um pacote de equipamentos bem generoso, mas o destaque mesmo é a propulsão elétrica com motor de 150 cavalos e 34,5 kgfm.

JAC e-JS4 é a versão atualizada do IEV60 e parte de R$ 244.900

Indo de 0 a 100 km/h em 7,5 segundos, o JAC e-JS4 apresenta bom desempenho e possui baterias de lítio de 63 kWh, que permitem autonomia de 420 km no modo NEDC, o que dá mais de 300 km de alcance real no ciclo WLTP.

Segundo a JAC Motors, o custo de recarga (16 kWh) para 100 km de alcance é de R$ 9,00. Isso dá menos de R$ 38,00 para ter autonomia completa. Além disso, o custo de revisão até 60.000 é de apenas R$ 649,00.

JAC e-JS4 é a versão atualizada do IEV60 e parte de R$ 244.900

Isso significa uma redução expressiva na manutenção a longo prazo, dado que os carros comuns geram adicionais entre R$ 3.000 e R$ 5.000 somente com as revisões comuns.

O JAC e-JS4 vem ainda com i-Pedal para regeneração de energia, que permite ampliar em até 20% a autonomia. A renovação do produto mantém, a linha de carros elétricos da JAC Motors no Brasil, agora novamente orientada com a China. Agora só resta o fastback elétrico derivado do Sihao E50A.

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.