Crossovers Elétricos JAC Motors Preços

JAC iEV40: crossover elétrico ainda não chegou e já custa R$ 153.500

JAC iEV40: crossover elétrico ainda não chegou e já custa R$ 153.500

O JAC iEV40 será o primeiro carro elétrico da marca chinesa a ser vendido no mercado nacional, com vendas a serem iniciadas a partir de julho. Porém, o crossover compacto anda subindo de preço antes mesmo de chegar aos consumidores. No fim do ano passado, durante o lançamento do T50, Sérgio Habib, presidente da SHC, disse que a versão elétrica do utilitário esportivo custaria R$ 129.990.


Já em 2019, o produto foi oficializado e rebatizado de iEV40 – já que antes era conhecido como E40 – e estava sendo oferecido em pré-venda por R$ 139.990. Agora, o crossover eletrificado saltou para R$ 153.500, ou seja, um acréscimo de R$ 13.510! Isso porque ainda nem chegou ao mercado. Com essa alta, o modelo passa a ficar mais caro que o Renault Zoe, que custa R$ 149.990. Além disso, perde o título de elétrico mais barato do mercado.

JAC iEV40: crossover elétrico ainda não chegou e já custa R$ 153.500

O problema é a variação cambial que afeta diretamente os custos de aquisição do modelo, que será importado da China. Assim, com a alta do dólar, os valores tendem a subir. Para quem tem interesse no JAC iEV40, a marca agora passa a disponibilizar um carregador emergencial de maior potência por R$ 3.490. No final, o preço atual com este item será de R$ 156.990.


O JAC iEV40, contudo, mantém os atributos oferecidos anteriormente, como autonomia de 300 km, aceleração de 0 a 100 km/h em 11 segundos e motor elétrico de 115 cavalos e 27,5 kgfm. Com baterias da Samsung de 40 kWh, o crossover tem recarga rápida de 80% em apenas 60 minutos ou carga lenta e completa depois de 8 horas em tomada 220V. O modelo tem ainda o I-Pedal, um sistema de regeneração de energia e frenagem.

JAC iEV40: crossover elétrico ainda não chegou e já custa R$ 153.500

A SHC ainda oferece telemetria do veículo de forma remoto com possibilidade de rastreio do carro e também de alerta de carga baixa. O iEV40 também será oferecido com aplicativos dedicado para monitoramento do sistema e da bateria.

 

JAC iEV40: crossover elétrico ainda não chegou e já custa R$ 153.500
Nota média 3.5 de 6 votos

  • Marcelo Ecosta

    Tristes trópicos estes em que um produto tem o preço reajustado duas vezes antes mesmo de ser posto à venda. Nossa economia realmente está ao Deus dará.

  • Natán Barreto

    Tem que ter coragem de dar 150 paus nesse carro. Foi-se o tempo que as chineses brigavam no preço pra conquistarem o consumidor

    • CanalhaRS

      Eles entenderam que o brasileiro gosta de produto caro, para ostentar, pagar de “bem sucedido” para os outros (mesmo que estejam sendo iludidos).
      Só que esqueceram de um pequeno detalhe: a fórmula só funciona com marcas tradicionais, não com produtos desconhecidos, carentes de qualidades e uma rede de pós-venda minimamente eficiente e distribuída.

      • Jr

        Concordo com tudo que você disse, mas a parte de “carente de qualidades” vale para as tradicionais também

    • Junoba

      Mas é um carro elétrico, é diferente de tudo que tem no mercado. Acredito que Jac deveria focar as vendas em empresas e órgãos estatais, não no público comum.

      • Natán Barreto

        Os chineses já são vistos pelo mercado como uma compra não garantida. Elétrico então a situação piora. Quem paga 150 num JAC, paga 170 mil bum Bolt ou Leaf que são muito mais confiáveis

        • Eric PB

          exatamente, eu não colocaria meu suado dinheiro neste china de 153k (129k até poderia se pensar – seria preço de tcross porem elétrico) se eu posso pegar um zoe até mais em conta ou passar para um produto mais bem acabado e com maior autonomia como o bolt. Renault e GM com mais CSS, melhor revenda e pós venda se precisar.

  • Vinícius

    O Renault Zoe não é importado também? Duvido que não tenha sofrido ou sofrerá reajuste. Ainda acho esse chinês a melhor opção em elétricos no Brasil, é um dos mais baratos e é um carro familiar, os concorrentes são minúsculos ou muito mais caros.

  • vicegag

    Com o Real minguando e a situação do país, não foi muito inteligente informar o valor do veículo, cerca de seis meses antes do lançamento.

  • Louis

    Se barrarem a reforma da previdência, em 1 ano esse preço vai dobrar.

    • Junoba

      Exagero, tem muitos anos que tentam fazer a Reforma da Previdência, talvez não seja agora que vai. Disseram que com a reforma trabalhista iria se criar muitos empregos, e pelo visto não ajudou muita coisa. E se nada melhorar, quem será o culpado ?

      • Vitor

        Mas uma hora vamos ter que fazê-la, todos os países que tinham uma previdência parecida ou igual foram obrigados a fazer, o problema é que aqueles parlamentares safados querem ficar vendo pra ver quem pode mais

      • Gran RS 78

        Essa reforma já era para ter saído a muito tempo, inclusive existem vídeos do Lula na época que ele era presidente, falando que a reforma teria que ser feita o mais rápido possível. Faltou coragem de fazer isso sim.

    • Marcelo Ecosta

      A reforma trabalhista foi feita e os preços só aumentaram, o desemprego também. Você acredita mesmo que com essa reforma nós teremos algum benefício? Inocência.

      • Louis

        Inocência é achar que com mudanças pontuais já seria possível se tornar primeiro mundo. Vai ser preciso muitas outras reformas e anos de trabalho duro para tapar o rombo que nos colocaram. As crianças de hoje ainda estarão pagando pelo saqueamento da máquina pública que fizeram.

  • A JAC está lançando moda. Aumentar preço ANTES de começar a vender, eu nunca tinha visto. O Habib’s é vanguardista.

    • CanalhaRS

      Pior….kkkkkkkkk!!!
      Habib e JAC são uma piada.

    • vicegag

      China tentando ditar moda, e aqui é bem capaz que esta moda seja copiada.

      • Jr

        As tradicionais (vigaristas) já estão de olho, se colar, elas rapidamente vão começar a copiar esse modus operandi

  • Samluzbh

    Sucesso garantido, #SQN

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    JAC deveria se atentar aos modelos movidos á combustível fóssil mesmo no Brasil

    Nada contra os modelos elétricos ( sou á favor ) mas essa marca está ” perdidinha “

  • Aristarco Pederneiras

    O T40 atual é um produto muito bom, mas a JAC não está sendo tão agressiva quanto a Chery. Nunca vi tanto Tiggo na rua como hoje.

    • Gran RS 78

      Eu tbm estou vendo bastante, inclusive já vi vários Tiggo5 rodando, e vou te falar, é bem bonito o danado.

  • Junoba

    Focar as vendas em grandes empresas e órgãos estatais, será uma boa ideia. Algum Estado comprar viaturas deste iEV40 para a PM seria o começo, ou uma frota de uma empresa. O público comum não vai procurar veículos elétricos aqui no Brasil.

  • Gran RS 78

    Mas que papo furado essa história que os aumentos se deram por causa do cambio, pois fosse assim, os outros carros elétricos tbm teriam seus preços aumentados. Desse jeito a JAC logo irá sair do Brasil.

  • Ricardo Blume

    Duas palavras para aqueles que comprarem um: para-béns.

  • Eric PB

    Engraçado que o dólar alto é uma coisa proibitiva, porém quando ele baixa de valor os fabricantes não reduzem o preço dos carros para melhorar a oferta. sempre foi e sempre será assim e q se dane os brasileiros.

  • zeh

    ….pode dar quantos incentivos quiser…zerar impostos….eles vão meter a mão no preço…..isso é Brasil….

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email