China Elétricos JAC Motors Sedãs

JAC iEV7T: J5 elétrico ganha visual novo e autonomia de 330 km

jac-j5-eletrico-4 JAC iEV7T: J5 elétrico ganha visual novo e autonomia de 330 km

A JAC Motors continua ampliando sua gama de carros elétricos na China, a fim de atender a imposição de cotas determinada por Pequim para reduzir as emissões de poluentes no país. O mais novo elétrico da marca é o JAC J5, mas rebatizado de iEV7T, que adota também um visual atualizado em relação ao modelo com motor a gasolina.



No visual, o JAC iEV7T adota novo para-choque, que possui grandes entradas de ar laterais, dotadas de LEDs diurnos e faróis neblina. O aspecto é bem esportivo, tendo ainda entrada de ar central com spoiler em cor azul. Já a grade é apenas um aplique em tonalidade azul e alguma personalização, além da tampa para carregamento das baterias.

jac-j5-eletrico-1 JAC iEV7T: J5 elétrico ganha visual novo e autonomia de 330 km

O conjunto ótico frontal é o mesmo do JAC J5, ostentando dois projetores. O JAC iEV7T tem ainda retrovisores com repetidores de direção, teto solar elétrico e rodas de liga leve aro 17 polegadas com pneus 205/50 R17. Na traseira, no entanto, há mais novidades. As lanternas são novas, adotando um layout mais moderno e unidas por um friso em cor cinza. O visual é até interessante, mas o para-choque com grandes aberturas nas extremidades e spoiler em azul destoam do conjunto superior.

Mantendo os mesmos 4,59 m de comprimento, 1,76 m de largura, 1,49 m de altura e 2,71 m de entre-eixos, o JAC iEV7T tem motor elétrico de 150 cv, que confere velocidade máxima de 150 km/h. O modelo será oferecido no mercado chinês em três versões: compartilhamento/aluguel, curto alcance e longo alcance.

jac-j5-eletrico-2 JAC iEV7T: J5 elétrico ganha visual novo e autonomia de 330 km

Dessa forma, o J5 elétrico tem baterias de lítio em dois pacotes diferentes, sendo um com células de 47 kWh, que dão autonomia de 330 km para as duas primeiras opções, bem como um pacote com 60 kWh, que permite ao sedã rodar 400 km com apenas uma carga. Apesar disso, a recarga rápida do JAC iEV7T não é assim tão ligeira, necessitando de uma hora e meia para repor 80%.

Com o JAC iEV7T, a gama de carros elétricos da marca chinesa passa a contar com cinco modelos, sendo que o mais popular é o iEV4, derivado do J3 Turin – que deixou de ser vendido no Brasil – tendo ainda o pequenino iEV6E (J2 elétrico), o sedã compacto iEV7 (S20, que só existe na China) e o crossover iEV7S, que é o nosso conhecido T40.

jac-j5-eletrico-3 JAC iEV7T: J5 elétrico ganha visual novo e autonomia de 330 km

No Brasil, o JAC J5 continua no mercado após a saída dos compactos J2, J3 e J3 Turin. Aqui, ele só é vendido com motor 1.5 16V VVT JetFlex com 125 cv na gasolina e 127 cv no etanol, tendo ainda transmissão manual e preços entre R$ 60.990 e R$ 63.990.

 

 

  • Mr. Pennybags

    Para os designers responsáveis pelo novo design apenas: voltem às pranchetas!

    • jkpops

      Se o brasil tivesse uma montadora que fizesse um com a metade da beleza desse já estaria feliz meu caro. Até o Iran tem uma montadora vai tomar no c…. esse nosso paí só retrocede e a culpa não é só dos politicos nós a população também queremos levar vantagem em tudo sempre com o jeitinho brasileiro…

  • Yuri Lima

    Os para choques ficaram bonitos, mas não conversam com o carro. As linhas da carroceria são arredondadas, e os para choques, pontudos. Ficou parecendo aqueles “tuning” que faziam nos Corsa B aqui no Brasil.

    • FRANCISCO RONDON

      Só porque é chines criticam tudo. O para-choque traseiro do Cruze é parecido e é até mais esquisito… mas é da Chevrolet! Há, é da Chevrolet? Então é lindão e conversa com o carro…

  • Gusbar Kuati

    Melhor coisa desse lance de elétricos é que tanto faz se o motor sai da Toyota ou de dentro de uma fábrica do Paraguai, a qualidade será praticamente a mesma.
    Ou seja, poderemos comprar os xingling bem mais tranquilos, só ficar preocupado com a qualidade de coisas mais simples como suspensão, mimos, acabamento… maioria das coisas que num testdrive dá pra matar.

    • leitor

      O que me impressiona é que no Brasil não se tem a mínima visão pra isso. Com a promessa de uma imensa demanda na Europa e nos EUA, a China que não tinha quase nada de carro há 20 anos atrás chegando com relativa competitividade no mercado mundial. E o Brasil só olhando e olhando. Mas se fala que pro desenvolvimento pro país o que se precisa é privatizar. Mentira, o que precisa é de indústrias. A China cresce com indústrias e não com privatizações assim. Desculpe-me um pouco do desvio de foco.

      • Alexandre Viotto

        Não precisa se desculpar, sua análise foi perfeita! Enquanto os Chineses já são a segunda maior economia do mundo, o Brasil só anda para trás! E ainda tem gente que acha que as coisas melhoraram com este governo golpista!

    • carlos rodrigues

      Creio que o que vai diferenciar um elétrico do outro seja a sua autonomia e durabilidade da carga da bateria. Já em desempenho, creio que todos se equivalham, apesar de que quem compra um elétrico não pode esperar comportamento esportivo desse tipo de veículo.

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    Falando em elétricos a BYD possui um portifólio de carros elétricos/híbridos muito interessantes

    Entre eles destaco o Tang e o Qin além do Denza : este parceria da BYD com a Mercedes Benz

    • Louis

      E a BYD já monta ônibus elétricos aqui no Br.

    • Edu

      A BYD está à frente das demais, desenvolve e fabrica as próprias baterias e conversores. Tive esperança que viriam para cá com esse portfólio mas vieram só os ônibus.

      • jkpops

        só os ônibus pela metade pois se eles insistissem em montar todo conjunto aqui estariam f..didos pois Caio,Marcopolo mandaram a real só montam o chassi a carroceria é com a gente se quiserem bem se não caiam fora e assim está sendo teremos um ônibus BYD /Caio BYD/volare emesmo assim garanto que as concorrentes que produzem veículos movidos a Diesel fazem a maior pressão para os empres´rios de ônibus não adquirirem essa tecnologia e sob essa pressão escutei da própria boca de um Diretor da BYD na trans publico 2015 não foi de qualquer zé banana não…

  • Maycon Farias

    Muito bom.

  • Tosca16

    Chery recentemente lançou o TIGGO2 Elétrico… parece que as chinesas estão apostando alto nesse mercado, desde modelos novos e exclusivos à modelos já de rua com versões elétricas.
    https://car.autohome.com.cn/pic/series/4624.html#pvareaid=2042212

  • Edson Fernandes

    Puxa e pensar que o atual J5 é muito bonito (o vendido aqui).

    Nele poucas coisas poderiam melhorar a convivencia;
    – Banco mais anatômicos (eles são retos, não te seguram nada)
    – Grafia do painel (eles tem uma iluminação azul clara que incomoda a noite, mesmo reduzindo a intensidade, se fosse melhorar a grafia, poderiam colocar letras e numeros maiores além de mudar essa coloração azul. Poderiam repensar em colocar uma tonalidade branca).
    – Funcionamento do ar condicionado – Ele funciona bem, só que ele tem muitos niveis mas não é tão gradual. É 8 ou 80. Vamos dizer que ele tem uma escala de 10 “traços”. Do traço 1 até o 3 é fraco, do 4 ao 7 forte e do 8 ao 10 não tem diferença, fica no limite da velocidade do ventilador. Mas o ar gela muito bem.
    – Motorização: Péssima. Anda muito mal esse carro. Eu até era um pouco desconfiado que poderia ter um desempenho satisfatório mas não é.

    Ele anda igual 1.0 ou pior. As saidas de semaforo normais, ele sai quase sempre mais lento que os demais. E em subidas não muito ingremes vc se obriga a ter que reduzir mesmo estando embalado. Me chamou a atenção isso. E nas ingremes, pode rodar acima de 3000rpm, ele não sobe se não for assim. Por fim, ele ao menos em 4000rpm (ou trabalhando nessa faixa) tem rodar satisfatório, mas o consumo vai para o espaço.

    É um produto que com muito pouco poderia ser mais interessante, mas a variante 1.5 não funciona. Nele a introdução do motor 2.0 teria dado melhoras na venda. Aqui no Brasil o motor 2.0 é taxado igual ao 1.5 o que o gasto maior para colocar o motor 2.0 teria dado mais mercado a ele. É uma pena que esse carro hoje seja encontrado por preços ridiculamente baixos, mas o Habib não soube fazer a lição de casa com esse. Alias, um ponto sério que o Habib precisa pedir mudanças é no escalonamento de marchas: É muito longa! Pode ajudar a evitar ruidos do motor, mas prejudicam da forma que está, a performance do carro. Ele poderia ter um escalonamento mais fechado por mais que gerasse mais ruido no interior do carro.

    • Kaian Reis

      Então o T5 com esse motor deve ser a mesma coisa em desempenho?

      • Edu

        Andei lendo que o T5 pesa menos que o J5, será?! Se for verdade o T5 (1200kg e 15kgfm) deve ter um desempenho ligeiramente superior mas ainda assim sofrível.

        • Matuska

          Tem vídeos do YouTube de vários canais testando o T5 CVT. Eh moroso, mas até que consegue se virar bem, pelo menos no vídeo fiquei até surpreso.

          • Tosca16

            Chery Tiggo2 também tem um desempenho bem mediano, apesar do motor ter uma calibragem muito melhor que o do Celer, torque máximo já a 2750RPM contra 4500RPM do Celer… Peso na mesma faixa, 1215kg e 1245kg, manual e automático.

            • Alexandre Viotto

              Vc deve ter um Chery Tiggo, para defendê-lo tanto assim… rsrs

              • Tosca16

                kkkkkkkk

      • Edson Fernandes

        Não sei, esse eu nunca rodei. MAs no J5 foi uma bela decepção. Pois me lembro de testes e demonstrações para confirmar que era um sedan médio de peso e na pratica vi que ele é bem inferior a um sedan médio em diversos pontos.

        • Ernesto

          Edson, um carro que vi recentemente estacionado na rua foi o Jac T40. Olha, gostei bastante do design dele! Mas pelo que li, é o mesmo motor 1.5 e o câmbio também com péssimo escalonamento. Um CVT talvez ajude, mas o ideal seria um motor melhor também.
          Mas voltando ao design, achei bem bacana mesmo esse chinês.

  • Erick

    Das chinesas, a JAC parece ser a que vai incomodar primeiro a Toyota e Honda… E se a JAC já tivesse um J2 elétrico seria mais atrativo ainda para mercados emergentes e para a Europa.

    • Alexandre Viotto

      Na China já tem! “…tendo ainda o pequenino iEV6E (J2 elétrico)…”

  • rrodrigo ROOH

    nossa pra mim é um fiat linea misturado com um renault fluence versao chinesa no designer hein ,olha esses faróis

  • leitor

    Será que é tão difícil fazer o projeto das características estéticas de um carro pra ficar bonito? Não adianta ter um desenho legal e moderno se certos materiais são de qualidade duvidosa. Compromete.

    • jkpops

      vc vê o prius um hibrido horrível mas por ter onome toyota muita gente paga pau pra ele….

  • Carlos Eduardo

    a frente nestas cores, se parece com uma mistura do JIBAN com os stormtropers e a traseira, pegaram as extintas falsas entradas de ar do FIT!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend