*Destaque Crossovers JAC Motors Mercado Pickups SUVs

JAC Motors muda estratégia no Brasil focando em utilitários esportivos e picape

jac-s7-oficial-1 JAC Motors muda estratégia no Brasil focando em utilitários esportivos e picape

Presente no mercado brasileiro há seis anos, quando chegou assustando as montadoras com marketing agressivo e eficiente, centralizado na figura de Fausto Silva, a JAC Motors teve altos e baixos em sua trajetória brasileira até o momento. Do sucesso imediato com a abertura de 50 lojas ao mesmo tempo e carros chineses adaptados às condições de nossas estradas e preferência dos consumidores, a marca viu a imposição de IPI adicional de 30% para importados e cota de 4.800 carros por ano, limitando suas ações.



O projeto envolvia ainda a construção de uma fábrica em Camaçari-BA e uma gama de modelos bem diversificada, que passou a ter motorização flex bem mais potente que na China. Por trás dos bastidores, o grupo SHC – representante da JAC no país – elaborava seu melhor plano, um novo compacto a ser feito pela montadora chinesa e destinado ao Brasil. Agora, ele já está disponível na figura do crossover T40.

jac-s2-mini JAC Motors muda estratégia no Brasil focando em utilitários esportivos e picape

De vendas expressivas no começo aos baixos volumes vistos atualmente, sempre dentro da cota para não pagar o IPI majorado, a JAC Motors teve que adiar os planos de produção nacional, que caiu de 100.000 carros por ano para 20.000, cuja promessa agora é de iniciar-se em 2019. Por volta dessa época, o lineup da marca terá uma profunda mudança. Saem os carros mais antigos e entram produtos novos, mas o foco será nos utilitários esportivos e picapes.

Desde 2011, a JAC não tirou nenhum modelo de automóvel do mercado, a única exceção ficou para o caminhão leve T140, que em breve terá um sucessor, o VUC V260. O T40 é a primeira ação da empresa nessa nova mudança de estratégia, que envolverá ainda a nova geração do T5, que será chamado T50, bem como os modelos chamados T60 e T70, relacionados com os atuais T6 e S7 – este último vendido atualmente apenas na China.

jac-t6-china-1-1 JAC Motors muda estratégia no Brasil focando em utilitários esportivos e picape

Com a mudança no lineup, modelos como J2, J3, J3 Turin, J5 e J6 podem sair do mercado, segundo o site UOL. A JAC Motors vê a migração de seus clientes para os utilitários esportivos. De qualquer forma, a empresa não deve parar por aí. O chamado T20 será a versão brasileira do crossover S2 Mini, que é derivado do J2. Dessa forma, a marca emplaca um rival para os aventureiros subcompactos. Outra ação do grupo SHC é uma picape de porte médio com motorização diesel, que é chamada de T6 Pickup. O modelo já existe na China, mas aqui ainda não tem data certa para chegar.

[Fonte: UOL]

 

  • Alan

    Pretendo pegar um desses novos SUVs e manter as revisões.

    • Pipo pipo

      Depois conta sua experiência por aqui. Tudo de bom.

      • jkpops

        meu padrinho comprou um J5 no 2013 pagou 46K nunca teve problemas rodou 262 mil km com o carro somente a depreciação do carro que ele vendeu por 29.000 mas qualquer carro hoje só vale dentro da concessionaria ele também tinha uma S-10 2015 em 2 anos perdeu mais de 18.000 reais agora fez a besteira de pagar 60 mil em um hb20S muita grana pra pouco carro na minha opnião. Os modelos que depreciam menos são as pick-ups movidas a Diesel mas o valor de uma 0km é realmente uma paulada violenta no bolso….

        • Pipo pipo

          Fiquei surpreso, não achei ruim o valor do J5. Os chineses parecem estar no caminho certo, tomara que mantenham os preços por baixo. Valeu o comentário.

          • Ernesto

            Sinceramente? Difícil de acreditar que um carro com essa KM (262.000) tenha sido vendida no valor que ele falou. Fazendo uma pequena pesquisa na webmotors você acha J5 com KM bem menor por 26.000 ou até menos.

            • Pipo pipo

              Não tenho motivos para desconfiar da veracidade da informação, o que eu suspeito é que a Jac está pagando mais como estratégia de vendas, para alavancar a marca, então a própria marca sinaliza para o cliente e o mercado em geral que ela acredita nos seus produtos. Outras marcas fazem exatamente o oposto, pagam tão pouco ou até mesmo se recusam a comprar o veículo de volta que espantam os seus clientes para sempre. Falo por experiência própria.

              • Ernesto

                Pipo pipo, mas não ficou claro que o tio dele vendeu o J5 para a concessionária da Jac, pelo contrário, parece que ele pegou um carro de outra marca (HB20S).
                Pela KM do J5, acredito que ele tenha feito a troca a pouco tempo pelo HB20S.

                • Pipo pipo

                  É verdade, não está claro em qual marca o J5 foi vendido, na primeira leitura eu entendi que havia sido na própria Jac, agora estou em dúvida. Somente o Jkpops pode elucidar isso.

        • Eduardo

          Aqui em Porto Alegre tem um táxi J5. Não sei a KM dele, mas certamente está bem rodado. Ponto da rodoviária inclusive. Já fazem anos que ele o tem e não trocou o carro ainda, deve ser pq compensa. Manutenção é coisa primordial na vida de uma taxista.

  • KevinGR

    Se os proximos lançamentos forem bons e com preço razoavel que nem o T40 fará sucesso, essa picape ai com motor 2.5, AT e Central MM a 79.900 iria fazer um sucesso estrondoso, uma media de verdade, completa a preço de oroch e toro.

    • Edson Fernandes

      Não sendo como a Plutus da Effa blz…rs

      • KevinGR

        Acho difícil conseguirem fazer algo nesse nivel, eita carro ruim viu kkkk

        • Douglas

          Acho que se vi um Plutus até hoje foi muito.

          • jkpops

            só vi 2

      • Junoba

        Por falar nisso, a Effa sumiu do mercado…

    • Pipo pipo

      Não vejo essa picape com cambio automático e sim mais voltada ao trabalho, cambio manual com 6 marchas casa bem com motores diesel.

  • Eduardo

    Ótimo custo x benefício os carros da JAC!

    • J_Eduardo

      Meu pai está no segundo J6 a minivan, o carro surpreende positivamente pelas qualidades. Apresenta alguns pqnos defeitos de acabamento, mas a qualidade geral é muito boa. Este modelo atual é bem bonito e luxuoso. Macio no rodar e com certa disposição (lembrando q é uma barca). O q nao gosto são aspectos da marca, não defeitos, por exemplo falta iluminação nos controles de ajustar o retrovisor elétrico, mas a iluminação interna em azul tem ótimo aspecto.
      O motorista conta várias regulagens de posição e a excessao dos dois últimos lugares dos 7bancos, todos são bem confortáveis e dispõe de boa refrigeração do ar condicionado. Com os dois últimos bancos reclinados, a mala tem otimo espaço, em uso ela não tem porta malas.
      Ele nunca ficou na mão com nenhum dos dois carros e este segundo carro, Ele tem rodado bem, Ainda assim imagino q as peças sejam problemas, pois peças de acabamento não costumam ter em estoque não, ao menos aqui em Niteroi. (a coifa do câmbio em couro sintético esfarelou e eles demoraram a conseguir o item pra troca, por exemplo…)
      Agora, Uma coisa é fato, o carro perde preço na hora de vender, mas negociando na Jac por um novo vc não perde tanto.
      Mesmo me considerando um critico de detalhes em carros (reparo coisas que a maioria nem percebe) posso dar uma sinalização bem positiva do veículo…

    • Eduardo

      Não possuo, mas alguns amigos o tem e aprovam. Por sinal só trocam por outro JAC. Pq? Simplesmente pq o carro é bom, não dá galho. E a JAC paga bem na troca, diferente de outras marcas. J3 e J5 os carros de meus amigos. Ambos super satisfeitos com pós venda e tudo mais. E ambos rodados pra caramba já e, no caso do J3, não muito cuidado.
      Nunca ficaram na mão e a assistência em Porto alegre, ao menos, é considerada boa. AR gela muito, boa rigidez torcional, motor suficiente, consumo dentro do esperado, carro completo, enfim, nunca tive JAC mas defendo por saber que são bons carros. Uma pena o preconceito do brasileiro.

    • João Wilker

      Tenho um j6 2011/2012, está com 70mil rodados. Saí dá garantia com 40 mil e não tenho muito a reclamar, além dele beber mais que eu, e ter uma frente mto baixa, que requer um cuidado maior para dirigir. Já tive duas batidas, ficou na concessionária no máximo 15 dias para trocar as peças e fazer funilaria. Escolhi o J6 pq não achei um concorrente a altura. Pesquisando vi a livinia, Spin, Aircross e soul. Nenhum tinha o mesmo nível de equipamentos. Como freio a disco nas quatro rodas, ar digital, com saída no meio para os passageiros do fundo, inúmeras configurações dos banco entre outras coisa. O meu, já carregou sacos de cimento, areia entre outras coisas, estava fazendo uma reforma e maltratei o bicho. A tem outra coisa ruim, como tenho o carro grande, qualquer coisa grande os amigos já liga pra mim, pareço carreto kkkkkkkk. Enfim, vai ser difícil eu trocar de carro, e quando eu trocar quero Manter ele, pq é bom ter um carro grande. Só pensaria antes de comprar um outro Jac, pq eu quero um Hatch médio, pelo visto a Jac não tem intenção de fazer um.

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    Sucesso para JAC

  • Franco da Silva

    Faz anos que não vejo uma loja/autorizada JAC. Para início de conversa, isso precisa mudar.

  • Dreidecker

    “Com a mudança no lineup, modelos como J2, J3, J3 Turin, J5 e J6 podem sair do mercado, segundo o site UOL. A JAC Motors vê a migração de seus clientes para os utilitários esportivos.” –> Demorou para cair a ficha.

    • Esquilo Tranquilo

      É que demorou pra chegar na china a notícia da mudança no mercado.

  • Erick

    Os sedans da JAC são charmosos e com bom custo beneficio. Melhor que pagar 50 mil num Prisma/HB 20 1.0…

    • jkpops

      com certeza….

  • NaoFaloComBandeirantes

    Certeza que em 5 anos a percepção de marca da JAC será bem diferente no Brasil (será melhor).
    Não tenho e nunca tive, mas tenho observado o empenho em criar a marca por aqui.
    Acho que SUV é um bom caminho a ser percorrido para se estabelecer.

  • Edinei Meneses

    A JAC tem melhorado bastante os automóveis da marca, acredito que o IPI de 30% fez com que a marca , desse um freio no seu desenvolvimento no país, já sabe que isso acontece quando está tirando vendas da Volkswagen, Fiat, Ford , GM as queridinhas do governo

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend