Crossovers Elétricos JAC Motors Pickups Sedãs Veículos Comerciais

JAC Motors terá mais quatro modelos elétricos em setembro no Brasil

JAC Motors terá mais quatro modelos elétricos em setembro no Brasil

Mesmo em recuperação judicial de dívidas que somam R$ 517,7 milhões, a SHC – representante brasileira da marca chinesa JAC Motors – pretende virar o jogo com um lançamento simultâneo de mais quatro modelos elétricos no mercado nacional, o que deve acontecer em setembro, de acordo com o jornal O Estado de São Paulo.


Esperado para julho, o crossover elétrico iEV40 será o primeiro do tipo dentro do portfólio de produtos da JAC Motors no Brasil. Versão elétrica do T40, o modelo teve seu preço elevado de R$ 139.990 para R$ 153.500 recentemente, reflexo da alta do dólar. Agora, a estratégia é ter uma gama eletrificada no país.

JAC Motors terá mais quatro modelos elétricos em setembro no Brasil

Os planos de Sérgio Habib, presidente da SHC, incluem um modelo compacto, um médio, uma picape média e um caminhão leve. No caso da picape, a JAC Motors já tinha revelado a chegada do modelo, que deve ter autonomia de 350 km e capacidade para uma tonelada de carga.


A novidade no quarteto é mesmo o subcompacto elétrico chamado iEV20 – iEV6 na China – que é um derivado do S2 Mini, que por sua vez é o aventureiro do antigo JAC J2, vendido aqui anteriormente. A estimativa é que o pequenino custe entre R$ 110 mil e R$ 120 mil. O modelo tem autonomia de 400 km no ciclo NEDC.

JAC Motors terá mais quatro modelos elétricos em setembro no Brasil

Não há menção sobre o modelo médio que estaria listado junto com os outros três produtos para setembro, mas a JAC Motors conta com o sedã médio iEVA50, que é uma versão elétrica do conhecido JAC J5. Ele tem baterias de lítio de 60 kWh e autonomia entre 520 e 530 km. No entanto, o mais provável é o iEVS4, um SUV de porte semelhante ao Jeep Compass e com baterias de até 66 kWh, provendo até 470 km de alcance (NEDC).

Já o caminhão elétrico é conhecido como i3. Trata-se de uma variante do JAC V260, modelo vendido aqui com motor diesel e preço sugerido de R$ 85.990. Feito para uso urbano, o veículo permite deslocamento sem ruídos de motor e nem emissão de poluentes.

[Fonte: Estadão via UOL]

 

JAC Motors terá mais quatro modelos elétricos em setembro no Brasil
Nota média 4.6 de 5 votos

  • Gilberto Mariani

    Tudo é uma questão de escolha e visão… A SHC se ferrando por causa das escolhas ruins enquanto a CAOA voando no mercado…

    • Unknown

      CAOA voando também é um exagero né…

      • Jurandir Filho

        Gostando ou não da CAOA, tudo que os caras metem a mão, vira ouro…

        • Cesar

          Principalmente quando compram medidas provisórias que lhe favorecem.

          • Edinaldo_Tapica

            Você só sobrevive no mercado brasileiro se for bom em falcatrua. E pra isso alguns são mestres, outros ingênuos demais

        • TchauQueridos

          Principalmente quando vendem gato por lebre.

      • Gilberto Mariani

        Olha na minha opinião voando sim, estão de relacionamento renovado com a Hyundai, com crescimento constante com a Chery, possibilidade de aquisição da planta da Ford e consequentemente aderindo um novo segmento de vendas, apenas a Subaru não vai lá tão bem assim…

        • Cesar

          Pararam de comprar MPs?

          • Gilberto Mariani

            Mas isso é política neh, todas as empresas sem exceção praticam lobby.

            • Cesar

              Lobby é uma coisa. O que eles fizeram é crime.

              “Em mais uma ação penal proposta no âmbito da Operação Zelotes, o Ministério Público Federal (MPF) denunciou à Justiça sete pessoas pelos crimes de corrupção ativa e passiva. De acordo com as investigações, as irregularidades foram praticadas no período de elaboração e edição (fase do Executivo) da Medida Provisória 471/09, que prorrogou por cinco anos benefícios tributários destinados a empresas do setor automobilístico. Entre os denunciados estão o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, o então chefe de gabinete Gilberto Carvalho, além dos empresários Carlos Alberto de Oliveira Andrade (Grupo Caoa) e Paulo Ferraz Arantes (MMC – Mitsubishi).”

              Isso foi retirado da página do mpf.

        • Unknown

          Mas em vendas ainda estão patinando, principalmente com a Chery.

          • A Chery tem crescido bastante com eles. Não é, e nem será líder de vendas, mas se seguir no ritmo atual, em uns 2 anos vai incomodar bastante.

            • Unknown

              Concordo, mas daí a dizer que a CAOA está voando, tem uma grande diferença…

      • Marcos Carvalho

        Cara em algumas concessionarias não tem amis o arrizo5 de entrada e algumas versões do QQ e tiggo2 tambem não tem…

        • Unknown

          Não tem porque vendeu tudo, ou você quis dizer que isso é uma falha?

          • Marcos Carvalho

            opção 1, ela tá bem, ouso dizer que é a melhor chinesa aqui no brasil, para encostar na PSA basta comprar logo aquela fabrica e continuar trazendo produtos bons como arrizo5 e o tiggo5x, QQ tem que virar eletrico com urgencia e não ganhar cambio AT e continuar frêxis…

            • Unknown

              Que é a melhor chinesa, isso sem dúvidas! Também, as concorrentes não ajudam né… rs

        • Eduardo 1981

          Tiggo 5 também tem vendido tudo o que produzem!

    • Deadlock

      A SHC estava bombando, abrindo um monte de concessionárias, até a Dilma criar o super-IPI, o que inviabilizou as operações da JAC ao encarecer as importações e o investimento alto foi tudo para o ralo. A maioria das concessionárias JAC fechou e só ficou a dívida. Agora ela está querendo retornar em um momento ruim (dólar nas alturas), isso não vai dar certo.

  • Jaderson

    Como é a tendencia do nosso futuro carros elétricos, eu infelizmente no momento não compraria um veiculo da JAC. Tanto pelo fato da limitação da quantidade de concessionaria e a reputação de qualidade dos veículos já lançados.

  • Jeremias Flores

    não da pra confiar nos modelos a combustão, imagina os elétricos.

    • Louis

      JAC é uma gigante na china, aqui é que quase ninguém conhece.

      • Jeremias Flores

        discordo, aqui conhecem e não confiam. empresa em recuperação judicial, com uma rede ínfima de concessionarias e claro, toda a repercussão negativa que teve os acontecimentos com o J3

        • Louis

          Do jeito que você tinha escrito, deu a entender que os carros a combustão não são confiáveis, e não sobre a empresa que os representa por aqui. Nisso eu concordo, não compraria um JAC por causa da representante. Se eu morasse na China, compraria um Jac tranquilamente.

      • TchauQueridos

        Muita gente conhece e esse é o problema.
        Quem comprou J3 ficou com um belo abacaxi.
        Garantia de era 6 anos, mas difícil achar alguma css que sobreviveu a crise.

        • Louis

          Sim, mas o problema é a representante. O carro mesmo não deve ser ruim, principalmente estes mais novos.

  • Louis

    Acho que o mais promissor é o caminhão, para integrar frotas. E seria o que mais benefício ambiental traria. Todos os dias me estresso andando atrás de caminhões soltando fumaça preta na minha cara.

  • CanalhaRS

    Quando eu vi a foto do pequeno iEV20 eu pensei: que bom, finalmente o Habib acordou e vai por um carrinho elétrico acessivel, na faixa de R$ 70/80 mil….kkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!

    • Edson Fernandes

      Sabe que eu pensei nisso? rs

      Mas perceba… se o carrinho da Renault custa R$150000, impossivel que ele iria baixar tanto o dele né….

      E eu compraria um hibrido nesses preços…

      • CanalhaRS

        Mas tem uma diferença fundamental aí.
        Um é feito na Europa e outro na China, e os custos caem gritantemente (não só pela mão-de-obra, mas pela qualidade em si do produto).
        Então eu vejo o JAC muito mais caro, proporcionalmente, que o Renault.

    • Mayck Colares

      Pensei q se chegasse a uns 90 mil poderia vender muito!

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    Como eu já havia dito ( ou melhor escrito ) antes ……………………………………………..

    JAC deveria se atentar aos modelos movidos á combustível fóssil mesmo no Brasil

    Nada contra os modelos elétricos ( sou á favor ) mas essa marca está ” perdidinha “

  • Natán Barreto

    A JAC tá querendo oferecer modelos adaptados a preço de elétrico nativo. Vender J2 elétrico sendo que a combustão já era ruim há anos atrás. Tem que ser maluco mesmo.

    O problema não é a JAC ser da China, afinal a Chery tá virando o jogo. O problema é a JAC querer explorar o consumidor em meio a própria crise que vive.

  • Tirei isso da fanpage da JAC no Facebook:

    “Olhem a simplicidade de um carro elétrico! Esse é um JAC com motor de
    180 cv e autonomia de 360 km. O motor tem apenas 18 partes móveis,
    contra mais de 200 num motor térmico. São apenas 3 mil peças na montagem
    do carro todo contra mais de 15 mil num carro térmico.

    Por isso a manutenção de um carro elétrico é MUITO mais barata, não tem nada que possa pifar!

    Entendeu porque a evolução para os elétricos é inevitável…? ⚡️ #novajac””

    Tem sentido isso?

    • Fabio Assunção

      Na teoria a manutenção do conjunto motor dos veículos elétricos é bem mais simples mesmo, afinal, não há radiador, bomba d’água, velas, bicos injetores, TBI, correia dentada, pistões, não há nenhum dos itens que costumam demandar manutenção nos carros a combustão.
      Agora afirmar que “não tem nada que possa pifar!” é um pouco presunçoso da parte deles.

      • Eduardo 1981

        Esse nada deveria estar entre aspas. Porque é quase nada mesmo. Ademais, vemos que motores elétricos duram muuuuuito. Mas muito mais do que a combustão. e, por serem simples, quando pifar troca por outro.

    • Mr Tony

      Uma vez o JN fez uma matéria legal sobre o carro elétrico, foram 5 dias. E lá falaram algo do gênero, que um motor a combustão tem 500 partes contra 50 de um elétrico.

    • Julio Alvarez

      Manutenção do Tesla:

      – rodizio de pneus a cada 15000km
      – teste de fluido de freio a cada 2 anos.
      –troca de filtro de ar condicionado a cada 2 anos.

      E SÓ.

      • CanalhaRS

        E as pastilhas/discos de freio?
        E buchas/amortecedores?
        E fluído de radiador (sim, os carros elétricos terão radiador!)?
        E ainda ítens normais que precisam ser trocados em algum momento: lâmpadas, palhetas, telas (elas tem vida útil), pneus, borrachas, partes dos motores elétricos, etc, etc, etc.

        Carros elétricos possuem menos ítens e, teoricamente, serão mais simples de manter, mas ainda assim terão diversas partes que darão problema, desgaste ou defeito, como qualquer carro.
        Não se iluda.

  • andinmoraes

    Tá com quase 600k em dívidas, vai trazer esses carros elétricos por esse valor?? Tá de sacanagem?! Quer vender, põe um preço justo que atraia o consumidor!
    Continuando nessa pegada aí não vai durar 1 ano… pode escrever

    • Alvarenga

      Sem problemas, devem ser dividas com BNDES, Estado, INSS….ai vai rolando, rolando…..paga nunca !

    • Edinaldo_Tapica

      K não… M! Quase 600 milhões!

  • Renato Alves

    Pra que?? JAC Brasil agonizando antes da morte

  • Cesar

    Vão vender sim.
    Aumentaram o preço do carro em mais de 13 mil entre o lançamento e a venda.

  • Bruno Alves

    Isso aí é papo. Até setembro eu duvido! Para lançarem o iEV40 ta sendo uma novela, imagina mais quatro carros diferentes.

  • SK15

    Até setembro? vai se igual o famoso “não vamos por meta, mas quando chegar na meta vamos dobrar a meta” …. nesse caso será em relação ao preço como o iEV40, isso se chegar esses produtos duvido ….

  • Alvarenga

    Se o vão com o solo for aquele da foto do VUC pode esquecer. Vai travar no primeiro obstaculo.

  • Bruno Silva

    Não estou sendo pessimista, mas é questão de tempo pra fechar as portas. A dívida é alta, e a JAC não vem acompanhando a Chery por exemplo na evolução dos lançamentos.

  • Vitor Pamplona

    SHC só poderia pagar o que me deve. Ficarei mais feliz!

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    J2 eletrico por 110 mil não rola.

  • Eduardo 1981

    Esse caminhão pode ser boa alternativa as empresas. Para quem tem painéis solares, se abastece “de graça”. Se paga o investimento. VW já inclusive lançou um caminhão elétrico.

  • afonso200

    e quem ganha 1 salario minimo, sobra a bike a pedal. kkkkkkkkkk

  • Ricardo Blume

    A JAC pode lançar o que for no Brasil que, caso ela não mude sua imagem, a coisa não vai decolar. De todos os apresentados, o caminhãozinho foi o que mais achei interessante.

  • Jackson

    IEvs4 cópia descarada do Nissan Kicks

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email