*Destaque *Featured Crossovers JAC Motors Lançamentos

JAC T5 estreia opção de câmbio automático CVT por R$ 69.990

jac-t5-cvt-2017-71 JAC T5 estreia opção de câmbio automático CVT por R$ 69.990

Introduzido no mercado brasileiro em março deste ano, o novo JAC T5 agora está sendo oferecido em uma nova versão. O crossover de entrada da montadora chinesa no País passa a dispor da opção de câmbio automático, que inclusive chega pelo mesmo preço da variante com transmissão manual, de R$ 69.990.



De acordo com o divulgado da JAC Motors, o novo T5 CVT “dá início a um novo capítulo de sua história no Brasil”. Devido às condições apresentadas pelo mercado automotivo, “houve a necessidade de renovar o portfólio de modelos para ingressar em 2017 com uma família de produtos competitiva e desejada para o atual momento”. Ainda segundo a empresa, no segmento de crossovers compactos, os modelos com câmbio automático respondem por mais de 75% das vendas.

“Para realizar esse lançamento, conseguimos posicionar o T5 CVT em uma faixa de preços em que competem apenas concorrentes de entrada e com câmbio manual. Numa comparação direta com um dos principais players do segmento, o T5 é mais equipado e custa R$ 20 mil a menos! Temos grandes expectativas de vendas com esse carro”, aposta Sergio Habib, presidente da JAC Motors.

O novo JAC T5 CVT chega às concessionárias após um período de teste de mais de 600 mil quilômetros realizado durante alguns meses.

jac-t5-cvt-2017-71 JAC T5 estreia opção de câmbio automático CVT por R$ 69.990

JAC T5 CVT – visual e interior

A nova versão do JAC T5 segue a mesma linha dos demais modelos. Na parte estética, o crossover compacto é marcado pela enorme grade com formato hexagonal, que exibe moldura e três filetes cromados, além do logotipo da estrela de cinco pontos da fabricante, ladeada pelos faróis espichados para as laterais, com direito a luzes diurnas de LED e projetores. Logo abaixo há a tomada de ar e faróis de neblina com um detalhe cromado na parte inferior.

Nas laterais, o JAC T5 conta com linha de cintura elevada, moldura plástica nas caixas de roda e na parte inferior das portas e retrovisores com repetidores de seta e fixado nas portas. O conjunto apresenta também maçanetas e friso dos vidros em cromado e rack de teto em alumínio. A traseira, por sua vez, conta com lanternas espichadas, que invadem as laterais e a tampa do porta-malas, esta com o suporte de placa na parte central e uma régua cromada. O para-choque traseiro do carro é quase todo em plástico preto, com friso cromado e dois detalhes que simulam saída de escape.

Já no interior, com exceção obviamente da alavanca de câmbio no console central, também não há alterações. Assim como nos demais modelos da categoria, o acabamento do T5 é predominantemente em plástico. Há ainda detalhes que imitam alumínio, como no painel, volante e puxadores das portas, além de cromados (nas maçanetas, detalhes no volante e envolto dos comandos) e preto piano (nos comandos do ar-condicionado e na alavanca de câmbio).

Nos demais destaques, o JAC apresenta volante multifuncional com revestimento em couro (e desenho bastante semelhante ao dos modelos da Chevrolet), painel de instrumentos com iluminação azulada e display digital do computador de bordo ao centro, bancos revestidos em couro e espaço para levar até cinco pessoas, todas com direito a cinto de três pontos e encosto de cabeça.

O JAC T5 mede 4.325 mm de comprimento, 1.765 mm de largura e 1.625 mm de altura, com distância entre-eixos de 2.560 mm. O porta-malas do carro tem capacidade para 600 litros. Já o peso, em ordem de marcha, é de 1.210 kg.

jac-t5-cvt-2017-71 JAC T5 estreia opção de câmbio automático CVT por R$ 69.990

JAC T5 CVT – equipamentos de série

Em relação ao modelo equipado com câmbio manual, o novo JAC T5 CVT tem como diferencial o controle de cruzeiro, também conhecido como piloto automático. O recurso é acionado por teclas no volante e consegue manter a velocidade constante, tanto em subidas como descidas, poupando a necessidade de pressionar o pedal do acelerador.

Outro item é o sistema multimídia, fornecido pela Foxconn, com tela sensível ao toque de oito polegadas, sistema Mirror Link para espelhamento da tela de smartphones ou tablets no display do veículo, conexões HDMI e Bluetooth, leitor de MP3 e entradas USB e SD card.

A lista inclui também airbag para o motorista e passageiro, freios com ABS (anti-travamento), EBD (distribuidor eletrônico de frenagem), BAS (assistente para frenagens de pânico) e BOS (pedal “inteligente” de freio, que anula a aceleração quando os dois pedais são pressionados simultaneamente), luzes diurnas de LED, TPMS (Tyre Pressure Monitoring System, sistema que identifica quando algum dos pneus está com calibragem 20% abaixo da recomendada e acusa no painel, evitando que o motorista seja surpreendido com um pneu furado em um local de difícil substituição pelo estepe), faróis de neblina, lanternas de neblina, banco traseiro com Isofix para fixação de duas cadeirinhas infantis, sensor de estacionamento traseiro, alarme antifurto, entre outros.

Há ainda ar-condicionado automático e digital, vidros elétricos nas quatro portas, travamento central das portas, retrovisores com acionamento elétrico, abertura interna do bocal do tanque de combustível, faróis de neblina dianteiros e traseiros, computador de bordo (com hodômetro parcial, consumo médio e instantâneo (km/l), autonomia, velocidade média e tempo de viagem), faróis com regulagem elétrica de altura, banco traseiro bipartido (60/40), banco do motorista com regulagem de altura, cintos de três pontos e encosto de cabeça para os cinco ocupantes, freio a disco nas quatro rodas e rodas de liga-leve de 16 polegadas calçadas com pneus 205/55 R16.

Nos demais equipamentos, há retrovisor interno antiofuscante, retrovisores externos com repetidor de direção e desembaçador, chave canivete com destravamento remoto das portas e do porta-malas, bancos revestidos em couro, rack de teto, para-sol com espelho iluminado, desembaçador do vidro traseiro, entre outros.

jac-t5-cvt-2017-71 JAC T5 estreia opção de câmbio automático CVT por R$ 69.990

JAC T5 CVT – mecânica

Sob o capô, a versão automática do JAC T5 esconde o mesmo motor 1.5 litro 16V JetFlex, com quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro e variador de fase no comando de admissão (VVT), que dispensa o uso do tanquinho de gasolina para partidas a frio, capaz de desenvolver 125 cavalos de potência com gasolina e 127 cv com etanol, a 6.000 rpm, e torque de 15,5 kgfm e 15,7 kgfm, respectivamente, a 4.000 rpm.

Junto a este propulsor está uma transmissão automática do tipo CVT, desenvolvida pela Punch Power Train, da Bélgica, que oferece três modos de operação: “D” (Drive, ou modo de condução normal, tendo como foco o conforto e a economia de combustível), “S” (Sport, ou modo esportivo, que conta com “trocas de marchas” em alta rotações, resultando num melhor desempenho) e “Sequencial ou Manual” (neste modo, o condutor comanda o instante em que quer realizar as trocas de marchas, com seis velocidades virtuais, que podem ser comandadas pela alavanca no console central identificada por “+” e “-”, ou trocas ascendentes e reduções, respectivamente).

O câmbio do JAC T5 oferece ainda a função WIN, que permite melhor rendimento nas arrancadas em pisos escorregadios, como lama, à medida que bloqueia o câmbio numa relação mais longa para evitar que as rodas patinem nas arrancadas.

Segundo dados divulgados pela JAC Motors, a nova variante da linha do crossover compacto é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 12,3 segundos e alcançar velocidade máxima de 192 km/h.

A versão com transmissão manual usa uma caixa de seis velocidades.

jac-t5-cvt-2017-71 JAC T5 estreia opção de câmbio automático CVT por R$ 69.990

JAC T5 CVT – preços

Confira abaixo os preços da linha do JAC T5 no mercado brasileiro:

JAC T5 MT Pack 2: R$ 69.990
JAC T5 MT Pack 3: R$ 73.990
JAC T5 CVT: R$ 69.990

A JAC oferece garantia de seis anos, sem limite de quilometragem, assistência técnica 24 horas e revisões com preço fixo (3.000 km, 10.000 km, 20.000 km, 30.000 km, 40.000 km, 50.000 km e 60.000 km).

A linha da JAC Motors dispõe ainda do hatch subcompacto J2 (que tem preço inicial de R$ 35.990), o hatch compacto J3S (a partir de R$ 38.990), o sedã compacto J3 Turin S (a partir de R$ 40.990), o sedã médio J5 (a partir de R$ 53.990), a minivan J6 (a partir de R$ 58.990), o crossover compacto T6 (a partir de R$ 77.990) e a minivan T8 (que custa a partir de R$ 95.990).

Vale lembrar que a JAC Motors havia prometido uma fábrica em Camaçari, na Bahia, que pelo visto vai demorar para sair do papel. Todavia, a marca planeja inaugurar um galpão, também na Bahia, para produzir o crossover compacto T5.

JAC T5 CVT – ficha técnica

ItensModeloJAC T5 CVT
Versão1.5 VVT 16V JetFlex
DimensõesComp./ Larg. / Alt.(mm)4.325 × 1.765 × 1.625
Entre eixos (mm)2.560
Bitola Diant. / Tras. (mm)1.480 / 1.475
Peso em ordem de marcha (kg)1.220
Capacidade do porta-malas (L)600
Capacidade do tanque de combustível (l)45
MotorizaçãoTipo de motor4 cilindros em linha
Deslocamento volumétrico (cm3)1.499
Diâmetro (mm)75
Curso (mm)84,8
Comando de válvulasDOHC 16V VVT
Potência Máxima (cv/rpm)125/6.000 (Gasolina)
127/6.000 (Etanol)
Torque Máximo (Nm/rpm)152/4.000 (Gasolina)
154/4.000 (Etanol)
Taxa de compressão10:1
TransmissãoTipo CVT, com 6 marchas virtuais
SuspensõesDianteiraIndependente, tipo McPherson, com molas helicoidais e barra estabilizadora
TraseiraSemi-independente, eixo de torção, com molas helicoidais e barra estabilizadora
FreiosDiscos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira
RodasPneus205/55 R16
RodasEm liga de alumínio 16″
PerformanceVelocidade máxima192 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h12,3 segundos

Galeria de fotos do JAC T5 CVT

COMPARTILHAR:
  • Kadu

    Como andam as vendas desse carro? Acho muuuuito dinheiro para o que oferece e para marca. Mas que é atééé bonitinho é! Não, é estranho mesmo hehehe

    • Tosca16

      Com 70 mil hoje vc compra o quê ?

      • Um CrossFox SEM opcionais.

        • Tosca16

          Automatizado ainda mais…

        • EJ

          Dia desses uma conhecida estava procurando carros (tem ambas as isenções pra PCD). Entrou na Volks e estavam oferecendo um FOX pra ela a preço de Corolla. Ela como não entende bulhufas de carro, teve a sensatez de buscar alguma orientação, e aí viu q no preço de FOX ela encontrava sedan turbo, SUV automático no mesmo preço ou mais barato. Se livrou de uma enrascada (não comercial, pq o modelo tem revenda), mas perderia muito em produto. Deixar de levar um C4 THP (só um dos exemplos) pra levar um Crossfox pelo mesmo preço ou mais caro é brincadeira sem graça. VW continua sem noção nos preços.

          • ViniciusVS

            O Fox tem o preço surreal mesmo, mas no geralmente quem compra esse tipo de veículo não levaria um C4 THP.

            É comparar abacaxi com tomate.

            Dependendo do uso nem precisa de um SW…

        • Joaquim Grillo

          Mas estamos falando de carro não VWraude

      • Bruno Alessandri

        70 mil num carro Chinês? É queimar dinheiro, além da absurda desvalorização na revenda, com mais 10 mil vc pega uma Tracker 1.4 Turbo.

        • Gran RS 78

          10 mil a mais é muito dinheiro.

          • tjbuenf

            Quem compra um carro de R$ 70 mil não pode achar R$ 10 mil tanto dinheiro assim, principalmente pela diferença entre os produtos em questão

            • Bruno Alessandri

              Concordo tjbuenf, e ainda por cima vc ganha essa diferença facilmente na hora da revenda.

            • Mr. On The Road 77

              Olha, até concordo que a diferença entre os produtos é algo relevante, mas 10K a mais é muito dinheiro sim. As vezes, a pessoa já está até passando de seus limites para chegar em 70K…

              • Bruno Alessandri

                Eu entendo sua colocação Mr., e tb concordo que é muito dinheiro e isso realmente acontece. Eu mesmo estou procurando um SUV pra minha esposa até 80 mil e poderia até me esforçar pra pegar um Compass, mas estabeleci esse teto e vai ser muito difícil ultrapassar.
                Porém, acho que pesa muito contra a desvalorização do carro chinês. Ou seja, se o cara usar a cabeça, é um dinheiro que ele ganha hj, mas perde amanhã. Pra valer a pena eu acho que a diferença precisaria ser mais relevante, na faixa dos R$ 20mil.

                • ALVIN_1982

                  Mas carro nenhum é investimento, e se você realmente quer perder pouco na revenda, procure um seminovo ano 2015/16 com baixo KM de montadora que não seja chinesa, tenho certeza que você vai achar carros muito bons. Agora, se você faz questão de ter que ser 0km, acho que esse T5 tá de bom tamanho, visto que a desvalorização será semelhante ao de todas as outras, com um pouquinho mais de pimenta…

                  • Bruno Alessandri

                    Tb não acho quisera investimento, mas não rasgo dinheiro. Vc realmente acha que um carro chinês vai desvalorizar igualmente aos outros? Até francês (que eu tenho) desvaloriza bem mais que os outros, imagina um chinês.

                  • Tosca16

                    Se o cara não quer perder $$$ vai num usado chinês, paga bem barato num carro com baixa quilometragem e mesmo que perca numa revenda posterior já o comprou bem baratinho. Tem um cara aqui que tá no 2° JAC J3, usa até abrir o bico e passa pra frente, e o cara poderia comprar um carro 0km, da marca que quisesse, é político e usa o carro para assistencialismo barato nos povoados e na cidade.

                    • ALVIN_1982

                      Se 0km chinês ainda não presta, imagina um usado! Cara, você ganha quanto pra defender essas porqueiras chinesas? Não digo daqui 10 anos, mas hoje ainda não dá pra ter carro de marca chinesa no Brasil. E nem carro nenhum, na situação de hoje…

                    • Tosca16

                      O mesmo que vc’s ganham para descer preconceito aqui nos fóruns .

                    • ALVIN_1982

                      Existe diferença entre preconceito e realidade. Pode até ter marca chinesa boa, mas aqui no Brasil não dá ainda… mesmo a Chery com CKD aqui não dá pra confiar… Enquanto não houver uma empresa estruturada para fornecer um pós-venda considerável, assim como fizeram as coreanas aqui, vai ser impossível qualquer marca se estabelecer com sucesso aqui no Brasil. Se até as grandes estão micando, imagina esses! Então não tem como defender algo impossível hoje.

                    • Tosca16

                      Não é CKD, porr* … e mesmo se fosse que diabos vc’s tem contra CKD ? Eu preferiria que fosse tudo importado mesmo, mas a marca preferiu gastar $$$ à toa e produzir nesse paisinho sem futuro…

                • Edson Fernandes

                  É por isso que esse aí eu teria interesse em ver hoje para comprar usado amanhã, porque certamente ele terá o preço bem depreciado. E ainda será um termometro para veriifcar a qualidade do mesmo ao decorrer dos anos.

                • Mas a diferença entre o T5 CVT e seus principais concorrentes em versão equivalente de configuração, fica na faixa dos R$ 20.000, vide Ford Ecosport Freestyle Plus (R$ 88.150), Nissan Kicks SL (R$ 89.990), Jeep Renegade Longitude (R$ 90.900) e Honda HR-V EX (R$ 93.000).

                  • oscar.fr

                    A Peugeot está vendendo 2008 Allure automática com preço promocional de R$70 mil, bem mais negócio que o JAC.

                    • Jurandir Filho

                      Eu também vi essa propaganda, muito mais jogo a 2008

                    • Gran RS 78

                      Na verdade está por 66 mil reais com cambio automático.

                    • oscar.fr

                      Por aqui é 70 mil, mas 66 mil é ainda melhor! Onde tu viu isso?

                    • Gran RS 78

                      Está sendo oferecido em Jundiaí, interior de SP concessionária Le Mans promoção Black Friday.

                    • oscar.fr

                      Le Mans é o nome da CSS que uso, mas em outra região do país hahahaaha Baita preço, se tivesse como pagar e interesse, deixaria meu 208 para levar esta 2008.

                    • Fanjos

                      de 4 marchas

                  • Thiago C

                    Tracker, 80. 10 mil de diferença. Com um motor que é um abismo em diferença.

                  • Ernesto

                    Em São Paulo tem Nissan Kicks SL por R$82.900,00, na Wei Motors Butantã.

                    • Gran RS 78

                      Iria fácil de Kicks se eu estivesse querendo um Suv/crossover compacto nesse preço.

                    • Exceções promocionais que existem em SP somente. O JAC T5 deverá ter preços menores em SP, como quase qualquer carro de qualquer montadora, comercializado por aí. Até o HR-V tem desconto aí.
                      Na comparação, o que vale é tabela por tabela.

                    • Ernesto

                      Depende, Dimithri. A principio o valor de tabela é a referência porém, se eu estou realmente interessado em determinados carros, irei em concessionárias de cada marca buscando as melhores propostas. Então a comparação não será mais o preço de tabela e sim as melhores negociações. E isso vale não só em São Paulo como em qualquer cidade que tenha concessionárias.

                • everton nogueira

                  Na minha opinião 65 mil está bem pago por ser bem completo. Os preços hoje em dia estão num patamar absurdo, e sim a desvalorização do chinês é maior, mas 65 mil vale pelo que ele entrega. Seria imbatível nesse preço.

            • Tosca16

              O mesmo falam de pagar uns 4 ou 5 mil reais a mais para ter um simples opcional, o cara que pagou 80 pode pagar 85 e levar uma central, ou por dois airbags a mais …

            • Danilo

              Cara há dois meses estava atrás de uma camionete 2010,2011 de preferência completa e com 70 mil existia uma infinidade de frontier, amarok e até s10 das novas a venda mas meu dinheiro não passava de 60mil, só achava abacaxi nesse preço. Até que achei uma amarok highline 2011 bi-turbo de um cara recém divorciado que precisava verder urgente a camionete pra passar o dinheiro a esposa. Foi minha chance e comprei a camionete. As vezes 10mil é muita diferença kkkkkkkk nese caso 4 – 5 mil a mais já não dava mais pra mim.

          • Elfo Safadão.

            Já foi muito dinheiro a uns 10 anos atrás, hoje em dia 10k qualquer peão pega de empréstimo do banco.
            Digo por experiência própria…

            • Tosca16

              Alardeiem isso que o carro que custa 70 passa pra 80, porque 10 conto é nada hoje.

              • Silvio Fabricio Oliveira

                Um Renegado comletinho com motor dodge da decada de 80 não sai por menos de 90K , um fiesta altinho ” ecosport” não sai por menos de 80K e um duste tambem 80K. esse carro esta barato considerando o que temos como opção !

              • Thiago C

                Não é bem assim. A questão é que muita gente está disposta a pagar 10k a mais para levar a Tracker no lugar do concorrente chinês pelo que o produto representa. Vou além: se o chinês custasse 59900 tendo a Tracker a 79900, ainda levaria o Chevrolet.

                • Tosca16

                  E se o JAC custassem 20 e o GM 200.000 vc’s ainda iriam no GM… e depois reclamam que não existe concorrência e que as novas marcas não crescem.

                  • Thiago C

                    Compra teu chinês aí, bonzão… eu estou fora.

                    • Tosca16

                      Não é necessário ter um chinês não defender, aliás, ainda estou para ver o New QQ ou outro carro, tô vendo alguns Celers nacional usados com bons preços…

          • Thiago C

            É muito mais carro. Vale a pena

      • Kadu

        Então você acha um bom preço? Por isso mesmo que vou continuar com meu carro 12/13 durante algum tempo. Pois para mim, NÃO VALE esse preço pedido. Pagar 70 mil em um chinês onde o diferencial é cromado não dá. Ou melhor, não tenho dinheiro!

        • Kadu

          Né nada! Pão duro tem dinheiro! Eu não tenho 70mil para jogar no lixo comprando um T5 não! hahaha Meu carro já foi UM dia esses 70, por isso que falo que continuo com ele. Bom para você que tem dinheiro para gastar num destes!

          • Dezen Seide

            Nesse teu cálculo o “rico” já teria gasto 20% de sua fortuna e já não seria tão rico
            Cara que tem dinheiro não fica queimando desse jeito
            A não ser q ganhe ilicitamente, aí não dá valor mesmo já q o dinheiro é fruto de roubo

            • Dezen Seide

              Pelo jeito vc tem
              Não seja ignorante, rico que ganha honestamente não torra desse jeito
              Conheço pessoas com dinheiro e sei q não ficam gastando com bobagem como vc mencionou
              A maioria q gasta assim é classe média querendo se aparecer
              Tem um baita carnezao do financiamento e fica dizendo q não se importa em pagar 70-80 mil nesses carros q valem 40

              • Ernesto

                Existem ricos e ricos. Alguns não querem demonstrar que tem dinheiro e outros, pelo contrário, gostam de esbanjar. Você conhece rico que não torra dinheiro assim. Eu também conheço rico assim, assim como conheço quem tem Maserati, Audi, Mercedes…e troca de carro todo ano. E uma observação: ganham dinheiro honestamente.

        • Fernando Miranda

          “Como dizem por aí, a melhor marca de carro é carro zero.” Pura ilusão!! Carro zero só é zero quando sai da CSS até chegar na sua casa. Depois já é carro usado como qualquer outro!! Experimenta fazer isso, compre zero, leve para casa, e no dia seguinte tente vender a preço de zero km…

        • O diferencial deste chinês é ter, além de um motor com até 127cv (mesmo 1.5), e o câmbio CVT (quando os principais concorrentes em preço tem o AT4, vide Tucson e 2008 Allure), ele tem toda a famosa sopa de letrinhas como ESP, ABS com EBD, BOS, BAS, TCS, HSA, TPMS.
          O que pega é ser da JAC, marca que ainda não se mexeu para se estabilizar no país, e com a recente saída da concorrente Geely, acendeu o alerta para a possível saída dela. Creio que esse modelo será o divisor de águas… se emplacar, a marca ressuscita e permanece no país, se não, deverá partir…

      • Lucas086

        qq coisa menos um Jac.

      • Thiago C

        Com 80 compro uma Tracker 2017 turbo. Vale cada centavo cobrado a mais.

      • Fernando S.

        Eu pego um Renegade 1.8 nesse valor

        • Tosca16

          70 ?

          • Felipe

            Promocionalmente sim, até menos!

            https://uploads.disquscdn.com/images/e0b47ad5c8e39dd78fc4744269afb7355ff077edd8fb633876402484a423862f.jpg

            Fora do valor promocional, o Jipinho custa R$72,990.
            Página oficial acessada em 21/11/16

            • Mas não tem nem comparação justa… o Renegade pode ser de uma marca consolidada, mas o modelo de entrada é franciscano demais para se comparar. O JAC T5 CVT é na versão topo de linha, bem mais recheado, tem porta malas (quase ausente no Jeep), e maior espaço interno, ante a versão mais simples do Uno Gourmet, que é até um bom carro, mas das versões intermediarias pra cima, sendo bem mais caro.

              Se fosse pra considerar a revenda, botaria em pauta o HB20X, hatch crossover que tem mais porta malas que o Renegade e bons itens de série, ou o Old Tucson, que mesmo tendo o câmbio AT4 e o visual datado, tem boa qualidade, e é um SUV Médio.

              Apesar da representação da JAC ser uma negação, esse modelo novo ficou interessante, bem precificado (em média R$ 20.000 mais em conta que os equivalentes na concorrência), e parece ser bom.
              Resta esperar ver se, a JAC vai reduzir o custo de manutenção, e se a soberba a lá Citröen já acabou no setor de vendas, com isso, melhorando o atendimento, que é deficiente.

              • Felipe

                Concordo em partes contigo, Dimithri… Mas, esta proposta de oferecer mais pelo preço dos concorrentes que oferecem menos, sempre foi da filosofia da JAC. A questão é que pro nosso mercado, o valor de revenda é ítem decisivo pra compra… Então nesse caso, considerar um Renegade não parece ser tão irracional. Tucson como você mesmo disse, é defasada e datada. HB20X é de outra categoria (Eu poderia incluir também o Lancer HL 16/17 por R$69,990 que você mencionou na matéria do Fluence, mas as categorias são bem distintas).
                Lembra dos J3 “completão” do Faustão com seis anos de garantia?
                Hoje são encontrados por valores bem inferiores aos dos concorrentes capados vendidos na mesma época… Justo pode não ser, mas esta é uma característica do mercado.

                • Se lembrares que os J3 “completão” custavam R$ 36.990 e passados quase cinco anos, são raros de se encontrar por menos de R$ 20.000, a depreciação não foi alta.

                  • Felipe

                    Quem vende um J3 com quase cinco anos de uso por mais de R$20mil… Não vende! Ou baixa, ou continua com ele!
                    Pode ser mais difícil vê-los por que como muitos ainda estão cobertos pela garantia, quem os tem, não abrem mão.
                    Já um outro motivo para essa raridade pode ser que… como dizem, esse é um tipo de carro que costuma ser considerado carro “de casamento”.

                    • Errado… desde a chegada do Uber, o J3 tem sido um modelo de alta liquidez em todas as capitais, por estar na casa dos R$ 21.000 a R$ 23.000, e ainda contar com garantia de fábrica.
                      Aqui em Porto Alegre, assim como no Rio de Janeiro, tem sido um modelo que não para nas lojas e a concessionária JAC tem adquiridos vários deles junto aos demais varejistas, faz a manutenção e oferece com extensão de mais um ano de garantia além da vigente.

                    • Felipe

                      Particularidades do mercado.
                      Não sei os preços dos combustíveis (etanol e gasolina) nem no RJ nem no RS, mas… Mas nas cidades onde o etanol for mais vantajoso (estudada a relação consumo/preço) o J3 dessa idade perde por não ser Flex. Falando por conhecimento de causa, BH e SP (uma onde moro e outra onde vou pelo menos uma vez ao mês) a incidência de JAC é bem pequena ante as demais marcas, sobretudo no Uber.
                      https://uploads.disquscdn.com/images/599945b148c6715090ff6cfc02d5376c19384317c0961b167d964a4a1a53b2fd.jpg

                    • Todos os preços que me mostraste para sua região são na casa dos R$ 20.000 (R$ 19.900 é isto), mesmo com cinco anos, e ao que parece, carros fora de concessionária JAC. Certamente os que possuem aval da JAC, com garantia estendida, estão na mesma faixa de preços daqui do RS e RJ.

                    • Felipe

                      P: Mas estes com o tal aval permanecem onde?
                      R: Lá, nos pátios das autorizadas da JAC!

                    • Por não muito tempo. A liquidez média de um JAC J3 é de pouco mais de 90 dias, melhor que a do Peugeot 207, que é superior a 110 dias.

                    • Felipe

                      E no mais, como em qualquer carro usado e de qualquer marca/modelo… Boa sorte ao novo dono!

            • Jurandir Filho

              Manual, o automático passa de 80k

              • Felipe

                Sim sim… Embora os valores sejam próximos, estamos falando aqui da versão de acesso do Renegade e que muitos o preferem, mesmo com câmbio mecânico, ao Jac T5 com câmbio CVT.

                • Jurandir Filho

                  Discordo, SUVs com cambio manual são mico na certa

                  • Felipe

                    Sendo ou não, as montadoras os oferecem e quem quer um mas não pode pagar pelo câmbio automático ou não o prefere, leva com câmbio mecânico.

          • Fernando S.

            Sim, 69.990,00. Tudo bem que são versões 16/16, mas até vc há de concordar q é mais negócio

            • Felipe

              Diminui R$1mil aí rapaz… Promocionalmente ele sai por R$68,990. ;-)

              • Não consigo achar mais negócio comprar um carro capado, sem sequer o câmbio automático, pelo mesmo preço de um completo e bem equipado.

                • Felipe

                  Uma coisa compensa a outra e no final de um ano de uso, quem vender o “capado” vende mais rápido e mais caro que o completo, bem equipado e pouco reconhecido.

                  • Mas andar de carro capado não me oferece o mesmo conforto.
                    Se continuassemos a comprar carro com este pensamento, não teriamos nada além das ex quatro grandes.
                    Outrossim, alta desvalorização é um mito. O maior problema de carros chineses atualmente não tem sido a desvalorização, mas a baixa liquidez, com poucos interessados. Basta ver os resultados do Lifan X60 e do modelo JAC T6 dentre os usados, e olha que ambos ainda não possuem câmbio automático como opção. A tabela Molicar confirma isto.

                    • Felipe

                      Por isso existem opções no mercado… E viva a concorrência! Quem compra um JAC “completo” obviamente tem razões pra não comprar um Jeep “capado”, e vice versa!

                    • Felipe

                      Uma coisa é consequência da outra. Um exemplo, é que mesmo a Chery erguendo uma fábrica aqui, o valor dos carros é inferior aos demais e a desvalorização é nitidamente mais alta. No caso da JAC, a coisa se agrava: Além de ter fechado várias autorizadas, como a Cher também fez, a JAC ainda não levantou uma parede sequer da fábrica prometida para o Brasil.
                      E sobre o carro “capado” e “completo”, as coisas vão além. O Renegade comparável em preço à esse T5 é o da versão de acesso, que tem bom acabamento interno, motor mais potente e pós venda mais estruturado. Por outro lado, o acabamento do T5 se assemelha ao dos J5, que é abaixo do padrão dos sedans médios da concorrência. Se o exemplo for seguido pelo T5 sua principal vantagem é mesmo só o câmbio CVT…

                    • O Renegade de entrada não oferece bancos em couro, nem central multimídia, nem sensor de estacionamento, nem câmera de ré, nem GPS, nem outros itens ofertados pelo T5, além do câmbio CVT.

                    • Felipe

                      O T5 continuaria com motor mais fraco e com uma rede assistencial menor e menos estruturada.

                  • Jurandir Filho

                    Só compensa se o cara for “marreteiro” compra o carro num ano e vende noutro… quem quer automático completo não vai se satisfazer com um carro manual e pelado

                    • Felipe

                      Calma Jurandir… A diferença de um Renegade versão de entrada e de um T5 CVT de entrada não é tão grande quanto à lista de equipamentos. Fora que estamos falando de um carro 5 estrelas no LatinNcap. E da mesma forma que existe uma legião de gente que não quer um SUV mecânico, tem duas legiões fugindo de um SUV chinês. Os números da Anfavea não me deixam mentir.

                • SDS SP

                  Nenhum dos dois vejo como bom negócio para a minha preferência. Contudo, duvido que esse chinês tenha o mesmo padrão de manufatura do Jeep. Além disso, essa JAC pode sair do país a qualquer momento. Não me passa confiança.

                  • A questão da JAC é justamente essa, a da possibilidade da marca sair do país, todavia, com o advento da internet, mais as obrigações legais da importadora, nem peças, nem suporte deverá faltar, caso isto ocorresse.

                    Mesmo a Geely tendo saído temporariamente do país, ainda vemos algumas vendas dela (olha que os carros são 2014) e os proprietários, em geral, são satisfeitos com a marca.

        • SDS SP

          Prefiro um Renegade também. Mesmo com o limitado EtorQ e com câmbio manual, é um carro com excelente padrão de manufatura que duvido que esse chinês tenha.

      • Pipo pipo

        Acho que dá pra levar o OLD OLD TUCSON.

        • Tosca16

          Beberrão e mancona, excelente compra… mas deve ser a escolha de 9 entre 10 brasileiros kkkkk.

      • oscar.fr

        Peugeot 2008 Allure automático, mas em promoção. Fora dela, manual. Ainda assim, uma melhor compra que a JAC.

    • Alberto

      Tive a oportunidade de testar no auto shopping aricanduva em SP, o
      nissan kicks, o Honda HRV, e agora por ultimo o jac t5 cvt,,Sou
      proprietario de uma captiva e minha esposa de um corola, e posso dizer
      que esse T5 me supreendeu em tudo, posição de dirigir excelente,em
      relação aos concorrentes sobretudo o kicks,por ser mais proximo mais
      proximo o preço.Ate o vendedor da nissan dizer que o t5 CVT e um otimo
      carro e é uma questao de tempo a marca se consolidar no mercado. O legal
      e engraçado foi ouvir de um colega proximo que com esse dinheiro
      compraria BMW,MERCEDEs e tal, o pior que a casa do casa do cara ta toda
      torta caindo,e morando de favor, BMW e sempre uma otima opção quando se
      pode manter sua manutenção e combustivel,visto que,quem compra um BMW
      nao ta muito preocupado com o posto de gasolina, Resumindo, e um otimo
      carro, otima opção e nao teria receio nenhum em adquirir.

    • yoni

      Comentário infeliz

  • Tosca16

    Sou mais esse que o X60, que ano que vem também será CVT; X60 que não me agradou na última reestilização e que se seguir os preços hoje praticados poderá ter preços iguais ou superiores ao JAC T5… enquanto isso a Chery, na sua morosidade não irá trazer a princípio o TIGGO5 ao mercado e vai empurrar uma versão do Celer, o TIGGO2 ainda somente no final do primeiro semestre de 2017. Cara não sei o que diabos eles tem na cabeça, querem falir só pode… sucesso para a JAC, tomara que emplaque umas 400 unidades mês.

    • Paulo Lustosa

      X60 pra mim se continuasse com o visual que tá e comprasse da Toyota o powertrain dos Corolla flex até 2012, seria um belo diferencial com 136 cv em relação ao T5 e o motor 1.5

      • Tosca16

        Nunca acontecerá isso, nem mesmo parceria …

        • Edson Fernandes

          E eu gostaria é ver um Celer CVT.

          • Tosca16

            Tomara que a Chery use o mesmo câmbio e faça as mesmas alterações mecânicas do TIGGO2 no Celer, o motor por exemplo foi bastante alterado. https://uploads.disquscdn.com/images/990ab5492c21f18452c6f93140fe03079c3b3354cb5dc4eb3dc8f15d90b43176.jpg

          • Tosca16

            Agora Edson, se o mesmo ficar entre 42 e 44 mil reais, sendo que por tabela o Celer custa 38 não vejo como reclamarmos se o mesmo vier com um AT de 4 velocidades, o Tiggo3x (Tiggo2) na China é equipado com tal opção, não tem CVT; CVT foi prometido para o nosso modelo, o modelo local não tem esta opção. Claro que uma transmissão CVT seria mais comercial, entretanto modelos como o Etios vem com um AT de 4 velocidades e só vejo elogios nos fóruns… Mas tem que fazer as alterações mecânicas para o Celer AT não ser um V6 no consumo kkkkk.

            • Edson Fernandes

              Olha…. não vejo essa alegria toda não. Na verdade dizem que o consumo do Etios AT é ruim.

              No Clube do Fluence há duas pessoas que compraram e falam em consumo na gasolina na casa dos 7km/l (mesmo que do Fluence e no meu tenho feito 8,5km/l). Ou seja… o que eu já tinha pesquisado sobre o HB20 AT4, dá na mesma… só que eu escolheria o HB20…rs

              Se o Celer vier com CVT(até para compartilhamento de peças com outros produtos) isso será benefico ao brasileiro e a empresa que vai se destacar pelo preço. E eu serei um forte interessado.

              • Tosca16

                Sim sim, por mim colocaria o mesmo câmbio CVT e motor do Tiggo2; e porque não alterações no visual e um interior com opções de acabamento diferenciado também, vamos “gourmetizar” o Celer, todas fazem isso, tem até Etios “Platinum” porque não um Celer ACT “Plus”; peguei esse nome do Conpet, onde tem 6 versões do New QQ testadas, e uma tem esse nome, as demais são as Smile, Smile Plus e Look Plus .

              • O consumo de um câmbio AT4 só é demasiadamente alto se o cidadão não sabe operar um carro com este equipamento. Digo com propriedade de quem tem um Renault Fluence (CVT 6) e um Hyundai HB20S (AT4). Com o brasileiro coreano, faço tranquilamente 10 km/l na cidade, a gasolina e 8 km/l com o argentino nipo-franco-coreano.

                • Vai nessa, tive um Sandero AT4 e quase fiquei sócio do posto de gasolina. E tive um mecânico, antes, que fazia o dobro por litro, absurdamente mais econômico.

                  • Eu tive dois Duster com AT4, e tenho um HB20S com AT4, e não tive nenhuma média de consumo absurda. Aliás, o Duster consumia igual ou menos que o meu atual Fluence CVT.

                • Edson Fernandes

                  Dimithri, o negocio é que muita gente veio de boca cheia dizer que o Etios era um carro mega economico e que nenhum outro de mesmo porte e até de mesmo tipo de cambio faz igual.

                  Mas a realidade é a mesma para todos eles. Por mais novidades que venham a ter os motores e o bom casamento do cambio de 4 marchas com o motor usado, ainda haverá buracos diante da quantidade de marchas.

                  Então chego a conclusão que ou todos são beberrões ou são economicos. Não dá para colocar apenas um deles como o melhor dos mundos com a mesma tecnologia. O mesmo vale para o Corolla com esse cambio.

                  Quando eu fui pesquisar sobre os compactos, o que eu vi principalmente em transito pesado é que a diferença como vc mesmo demonstrou é muito pequena para eu ter escolhido um compacto. Por isso parti para o Fluence.

                  Alias, outro carro que eu gostaria é o 208 AT. (griffe)

        • Paulo Lustosa

          Como não? O motor do X60 é Toyota, logo se comprasse o módulo e o kit de conversão para flex dos mesmos fornecedores da Toyota, seria um diferencial em relação ao T5, visto que o mesmo possui mais torque que o T5 pelo motor maior.

          • O motor do Lifan X60 não é da Toyota, mas um motor Lifan desenvolvido com tecnologia adquirida da Toyota, em parceria com a britânica Ricardo UK. Quase não há similaridade e/ou compatibilidade de peças entre motores da japonesa com os motores da chinesa.

  • Vanderley Almeida

    Carro bem equipado e com preço muito competitivo. Diante da concorrência, o que precisa para as vendas realmente decolarem? Com câmbio AT, não acha nada nessa faixa de preço, nem nos Hats pequenos, ainda assim será que vai vender? Qual o principal fator que leva a recusa desse produto? O fato de ser chinês, realmente é um dos principais fatores? Não ser fabricado no Brasil, é de fato relevante? Os carros da Cherry fabricados aqui também parece não decolar em vendas, mesmo mais baratos que alguns 1.0. Ou será o designe de gosto duvidoso?

    • ViniciusVS

      O emblema que tem na grade…

    • Bruno Alessandri

      A resposta vc vai conhecer aqui! No Globo Repórter.

      • Vanderley Almeida

        Gostei! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Gran RS 78

      Tem o Tucson que custa 66 mil reais e tbm o Tiggo automático que está por 58 mil reais.

      • Tosca16

        R$ 53.990,00

        • Gran RS 78

          Melhor ainda.

      • Jurandir Filho

        2008 allure AT por 69.990, preço promocional…

        • Gran RS 78

          Tinha me esquecido do 2008. Aqui na minha região a concessionária Le mans está oferecendo por 66 mil reais a versão automática, promoção black friday.

        • Esse carro é muito ruim em acabamento e dirigibilidade… o chinês eu já não sei.

          • Jurandir Filho

            Discordo, acabamento correto, meu irmão tem uma ix35 e é plastico pra todo lado num carro que custa quase 30 mil a mais que o 2008. Quanto ao desempenho anda mais que um renegade 1.8, por exemplo… Preconceito dos brasileiros aos carros franceses é ridículo

    • Cristiano França

      Eu acho que a única coisa que faz os chineses não emplacarem é a alta desvalorização do produto. Vc compra por 20 mil mais barato que o concorrente, mas na revenda perde os mesmos 20 mil. Ai não vale a pena. Creio que os chineses deveria trabalhar em cima disso.

      • Tosca16

        Deveriam abandonar o mercado e deixar os brasileiros com as boas “marcas” que temos, depois de alguns anos vc veria gente pedindo para elas voltarem ao mercado… marcas como a JAC foram derrubadas pelo governo protecionista, que colocou o IPI nas alturas quando a pequena JAC chegou em pouco tempo a 1% de mercado, isso para defender Fiat, GM e VW…

  • Brasil_MG

    Esse carro merecia uma roda 17 ou 18″, e preço R$ 10.000 abaixo do valor pedido pela JAC

    • Tosca16

      R$ 59.990,00 hoje é um HB20X. *R$58.355,00 sendo mais específico.

      • ViniciusVS

        Se a Jac pedir R$ 50.000 nesse carro na versão completa vão falar que é caro e que 10 anos atrás com esse valor dava para comprar um Vectra e blablabla…

        Na real para a maioria o “justo” é quando ele leva vantagem, querem um carro popular com acabamento de alta qualidade, motor com turbo, injeção direta, 200cv, ar digital dual zone, ESP, 10AB, 5 anos de garantia, Design, e pagar 39.990 por isso. A unica exceção é quando tem o “T” ou o “H” na grade, ai pode vender um carro do nível do Palio pelo preço de Sentra que não tem problema.

        • Tosca16

          Se custa 69 querem 59, se viesse a 59 iriam querer 49; reclamar das tradicionais reclamam também mas na hora de dá 60 num Uno pagam sem pensar duas vezes.

          • Fanjos

            Eu já sou o contrario se custa 49, eu quero 59, se custa 59 eu quero 69 e se estiver por 69 eu quero 79…go go

            • Tosca16

              Se fosse um VW, FIAT ou GM da vida …

          • Brasil_MG

            tosca, vc é funcionário da Jac motors?

            • Tosca16

              Rapaz já falam isso da Chery, sou agora multimarca é ? rsrsrsrs

      • Brasil_MG

        hb20 tá caro, mas pelo menos a Hyundai conseguiu consolidar sua marca no Brasil, coisa que a JAC ainda não fez, se quiser vender, tem que abaixar o preço.

        • Tosca16

          Mais que isso não tem como, pior sendo importado… Vamos ser sinceros, o preço tá bom, a questão de consolidação da marca leva anos e depende da qualidade do produto, a alguns anos atrás comprar um Hyundai era tão criticado quanto hoje os chineses são, mas o tempo mudou… e esse preconceito somado a desconfiança do consumidor só aumentará o temṕo para que estas marcas se consolidem no mercado brasileiro, aí depois reclamam que não tem concorrência .

      • Fernando S.

        Entre os 2, Fico com o HB20X. Pelo menos qdo quiser vender, vou conseguir.

        • Tosca16

          O cara já compra pensando na revenda e esquece do produto em si e do seu respectivo uso diário…

          • Fernando S.

            Claro q penso na revenda. Não pretendo casar com um bem móvel. Não é o primeiro fator, mas faz sim parte de um dos fatores que é necessário ver na hora de comprar, assim como valor do seguro (coisa q poucos lembram tb)

  • Matheus Santos

    O volante é a copia dos Chevrolet´s atuais.

    • Tosca16

      Dizem que vem do mesmo fornecedor, por isso é tão copiado assim; claro que a JAC poderia alterar, mas de resto se elogiam o da GM tem que fazer o mesmo com os da JAC, particularmente acho feio, não combinando com o resto do design da marca.

    • Erick

      Fornecedor é o mesmo.

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    Até que enfim hein JAC ? Pessoal achava que você estava morta ! Além disso ficou bonito esse JAC

  • Hélio

    custo benefício bom, mas é para casar, revenda esquece

    • Fernando S.

      Então NÃO é bom custo x benefício.

      • Tosca16

        Custo benefício se resume a revenda é ?

  • Franco da Silva

    A matéria começa com manchete promissora (R$), vai perdendo atratividade quando se olha o conteúdo (só 2 airbags), mas ferra mesmo no final! Um galpão?! Como assim?! É uma fábrica ou um CTG?!?!

    • Jurandir Filho

      Pelo menos vem com ESP, a tracker também vem com dois airbags (e sem esp) e custa 10 mil a mais

      • Fernando S.

        Precisam parar com essa historinha do ESP como se fosse um item imprescindível.

        É bom ter? Claro. Mas não adianta nada ter ESP, ABS, EBD, TSC, AB2 e toda sopa de letrinhas. Se tiver um asno dirigindo, morre.

        • Jurandir Filho

          Ou um Alce na frente (Hilux que o diga) kkk

          • Fernando S.

            Fato kkkkk

    • Gran RS 78

      Dois air bags não são exclusividade dela, o Renegade, HRV, Ecosport, Tracker etc tbm tem só dois air bags, o Tracker nem esp tem e se vc quiser com mais itens de segurança, irá pagar quase 100 mil reais nesses concorrentes.

    • Marcos Villela

      Pois é, tb notei. Provavelmente vão importar CKD e aparafusar no “galpão” …

      • Tosca16

        A CAOA faz isso, ninguém fala mal dos seus Tucsons e IX35 …

        • Marcos Villela

          Eu volta e meia critico, da mesma forma que os Lifan feitos no Uruguai, não por ser CKD especificamente, mas pela imprensa dizer que “é mais um carro produzido no Brasil”. Não é a mesma coisa. O que não quer dizer que não possa ser feito, apenas acho que o consumidor devia ser avisado, afinal, normalmente isso significa que não tem facilidade de se encontrar peças de reposição. E, do ponto de vista macroeconômico, gera muito menos emprego no país do que um carro efetivamente produzido aqui.

        • A CAOA monta o Tucson com mais de 90% de peças nacionais (fabricadas por terceiros), e o ix35, com mais de 70% de conteúdo nacional também. Não são kits CKD mais, mas sim, peças locais.

          • Tosca16

            É, temos que ver isso também… índice de nacionalização, o Celer da última vez que ouvir falarem tava em 35% com previsão de chegar a mais de 70% na época até o fim do ano, pelo que vejo o modelo hoje deve ter algo entorno de 50% (especulação minha). CAOA tem muito tempo no mercado, conseguiu parceiros e monta a linha Hyundai não é de hoje, para muitos é a única montadora nacional, por mais que não tenhamos nenhum produtos legitimamente CAOA.

            • Pelo cronograma legal, para permanecer isento de custos adicionais de impostos, o Celer tem que fechar este ano com mais de 75% de conteúdo local (seja brasileiro ou mercosul), e o QQ ter ultrapassado 35%.
              Como grande parte dos fornecedores da Chery que não estavam no Brasil instalaram fábricas por aqui e estão fornecendo para a GM e para a Fiat (Mobi tem muitos fornecedores de peças de origem chinesa) também, creio que boa parte do conteúdo dos seus modelos já estejam em fabricação local.

  • Leonel

    Muito interessante, de verdade, só me preocupa a questão de reposição de peças. Se estregar/bater, espera o quê, 60 dias, 90 dias para virem as peças? No mais, o CxB (considerando apenas preço e produto) é, realmente, interessante. E parabéns por trazerem um CVT e não um ultrapassado AT4 (algo que Toyota, PSA, Renault…insistem).

    • Hélio

      Amigo meu esperou 60 dias da Ford por um retrovisor que um motoqueiro “levou embora”

  • Thiago Nagel Oliveira

    O carro parece legal, cambio moderno, porem a questão é que tu paga 69 por ele hoje e em 2 anos vai vender por quanto? 39? A desvalorização destas marcas no Brasil inviabiliza ainda compra desses chineses.

    • A desvalorização da JAC e da Lifan não chegam em níveis tão alarmantes, assim como a nova família da Chery. O problema nem é o preço de venda, mas a demora em achar interessados.

  • Darlon Anacleto

    Mas é feio demais e esse interior parece tão antigo.

  • cefaf

    Tá aí, gostei. O único senão seria o motor relativamente fraco para o tamanho do veículo, mas não chega a tirar os méritos. Vamos ver se cai no gosto popular.

    • Tosca16

      E o Kicks de incríveis 114cv ?

      • cefaf

        114 pôneis malditos :p

  • carloscomp

    Sem fábrica e atuando somente em 10 estados mais DF fica difícil. ( http://jacmotorsbrasil.com.br/concessionarias )

  • Mr. On The Road 77

    Não é feio, anda igual a concorrência, é mais bem equipado e ainda é mais barato. Pena que é JAC.

  • Filipo

    O cabra precisa ser muito corajoso para despender R$ 70.000,00 num chinês! Ainda mais tendo apenas 127 cv. Além disso, o Renegade manual 2016/2016 sendo “liquidado” a partir de R$ 68.990,00. Se fizer realmente questão de câmbio A/T, tem o Tracker, que já vem A/T e com motor turbo, por R$ 80.000,00. Ou seja, é preciso muita coragem!

    • Hélio

      Só por míseros 10 mil reais a mais

  • Elizangela Oliveira

    Talvez um motor um pouco melhor ajudasse a quebrar o preconceito!

  • Marcelo

    Agora vai hein……pro buraco de vez.

  • Erick

    Agora dona JAC, traga o T3 CVT e o T6 com CVT! Ainda acredito muito nas chinesas!!!
    Pra JAC só falta a fábrica (seja ela na Argentina, Mexico, Uruguai ou Paraguai) e mais concessionarias.
    Os carros da JAC já provaram ser melhores do que os das 4 grandes (GM, Ford, FiAT e VW) há muito tempo.

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    É triste ler comentário alguns comentários.. Pelo que entendi qualquer coisa é melhor que um Chines, mesmo sendo pior que o Chines em, acabamento, itens de serie e ate segurança, mas não sendo Chines ta valendo .. Parem com essa mentalidade infantil e vão testar a porra do carro, gostei muito do Manual e esse ai vai ter boas vendas, mas era pra Jac começar com 65 na versão básica e 70 na top e espero que o CVT venha para o T6 que pela mor de deus já passou da hora daquela SUV ter um Cambio AT

  • Phelipe

    👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽

  • marcosCAR

    Não dá para descartar! Boa opção

  • pedro rt

    pelo jeito enquanto essa fabrica nao sair do papel vai continuar assim… uma marca quase morta no mercado e q se sentiu ausencia no salao do automovel semana passada

    • Tosca16

      E a fábrica ajudou em quê marcas como a Chery ? Vende menos que a Lifan e JAC .

  • GC

    a mão deve até tremer na hora de assinar o cheque desse chinesão

  • Silvio Fabricio Oliveira

    O problema das chinesas é falta de agressividade, as japonesas e coreanas tambem começaram da mesma forma só que em epocas bem diferentes! Agora fala serio dona jac, um sedan com mais de 1.3T com motor 1.5 é muita mancada, se fosse pelo menos turbo.

    • Tosca16

      Acho que era pra ser um SUV mas tudo bem kkkkkkk; agora o pessoal é um mi mi mi danado com as motorizações, como se tudo no mercado fosse um “foguetinho”, como se tudo fosse turbo e etc… O Kicks de seus 90 pilas tem um potentíssimo 1.6 de incríveis 114cv, e nem por isso vende mal.

      • Ernesto

        O torque do kicks é praticamente o mesmo desse Jac e pesa menos que o chinês.

        • Tosca16

          O torque do Kicks é praticamente o mesmo do Celer no Etanol, mesmo com peso menor e tal o Kicks é a prova de que temos carros muito mais caros com desempenho pra lá de mediano.

  • Thiago André

    Entre um WRV(Honda Fit) CrossFox, EtiosCros, Spin, HB20x, Duster, Onix Aventureiro, fico nesse.
    Não duvido a gm lançar um sedam aventureiro com uma roda pendurada.

  • Nitrous

    Pessoalmente não gosto do design, o carro parece desproporcional para o tamanho das rodas que pelo visto é um mal geral dos chineses. Agora uma política mais agressiva com muito marketing e R$ 59,999.00 iniciais ia vender bem.

  • Eduardo Cabral

    Carrinho simpático esse. Gostei, mas passo. Por esse valor eu encararia um outro utilitário usado :)

  • Fernando

    Vi nas fotos que tem botao de desativação do ESP. Ele tem ESP? Por que a reportagem nao menciona? Tem ou nao tem?

    • Triton

      Tem!

    • Fernando

      Vi no site que tem ESP, controle de tração e Hill start assistence… muito bom.
      Só que tem uma pegadinha. Esta la em letras pequenininhas que frete e pintura nao estao inclusos.
      Malandrinha hein JAC?

  • Jurandir Filho

    Carrinho bacana, os similares custam ao menos 10 k a mais, mas quem não quer se arriscar num chinês há o 2008 com preço promocional de 69.990 Allure AT…

  • Bruno Silva

    Aqui no Rio essa semana mesmo veio anúncio da Ecosport 1.6 Automática por 69.990. Apesar de não ser um exemplo em confiabilidade, para muitos ser Ford pesa mais que JAC.

  • Falei com meu mecânico. Tinha um Jack lá arrumando o motor. Perguntei este carro é bom? Ele disse: Tão bom quanto um Lada!

  • Milton Quadros

    O câmbio CVT demorou demais, adquirimos um HB20 automático.

  • Thiago C

    O que significa revisar um carro pela primeira vez aos 3 mil km e levar de novo aos 10? Algo do tipo “o carro ficou muito tempo parado no pátio, traga aqui na concessionária o mais rápido possível pra gente verificar se tem óleo no motor”?

  • Alexandre Furtado

    O espanta são esses motores da JAC,,,,

    • Os motores da JAC são da austríaca AVL (empresa adquirida pela JAC e pela Chery em conjunto, também desenvolvedora dos motores Acteco), motores confiáveis e bons, mas que consomem um pouco além do esperado pela litragem.

  • Fanjos

    AB lateral? ESP?

    Joga ele na parede para ver quantas estrelas arranca esse treco ae

    • ESP tem, assim como uma imensa sopa de letrinhas. Deixou a desejar em não no mínimo 4 airbags, se não seis.

  • Alberto

    Tive a oportunidade de testar no auto shopping aricanduva em SP, o nissan kicks, o Honda HRV, e agora por ultimo o jac t5 cvt,,Sou proprietario de uma captiva e minha esposa de um corola, e posso dizer que esse T5 me supreendeu em tudo, posição de dirigir excelente,em relação aos concorrentes sobretudo o kicks,por ser mais proximo mais proximo o preço.Ate o vendedor da nissan dizer que o t5 CVT e um otimo carro e é uma questao de tempo a marca se consolidar no mercado. O legal e engraçado foi ouvir de um colega proximo que com esse dinheiro compraria BMW,MERCEDEs e tal, o pior que a casa do casa do cara ta toda torta caindo,e morando de favor, BMW e sempre uma otima opção quando se pode manter sua manutenção e combustivel,visto que,quem compra um BMW nao ta muito preocupado com o posto de gasolina, Resumindo, e um otimo carro, otima opção e nao teria receio nenhum em adquirir.

  • Andre Maruska

    Fui o primeiro a andar no automatico de Curitiba. O que posso dizer do carro. Acabamento muito bom, nao tem nada de acabamento chines. Muito pelo contrario, parece carro de categoria superior. Espaço interno otimo especialmente para que vem vai atras. O que achei estranho foi que com meus 1,92cm, o volante fica um pouco mais perto do que gostaria do corpo. Como fui o primeiro a dirigir, carro tinha meros 5kms no odometro, estava bem amarrado mas calculado relacao peso x potencia com o meu Versa, são similares. quase 10kgs/cv. Testei tanto o sport quanto a troca simulada de 6 marchas. O carro é firme no chão e gostoso de dirigir. A frente não é muito proeminente e fica facil de manobrar. O cambio demora um pouco para responder, mas nada que comprometa na cidade. Na Estrada terá que jogar o S e forcar um pouco mais. Porta mala daria certo para eu e minha familia com facilidade. O nivel de barulho mesmo com carro nos 5000 rpms qdo voce soca o pe no fundo esta acima da media. Tira o pé retorna rapidamente a 1500rpms ficando novamente aquele silencio dentro do carro. Ar condicionado nao consegui usar. Achei que gela demais, fica ate um pouco incomodo dentro do carro (alias as saidas de ar nao jogam o ar para o testo, apenas para pessoa ou para o chao). Talvez numa boa negociacao tirar um carro desses por uns 64k ou ate mesmo pegar um usado no futuro não seria mal negocio. No geral gostei do carro, especialmente no acabamento. Muito bem montado.

  • Adriano Cavalari

    Dahora, mas se o sentra cvt já era xoxo, imagina o cvt em um motor 1.5.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email