_Featured Avaliações JAC Motors SUVs zav-lateral

JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais

jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-1-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais

O JAC T6 2.0 JetFlex chegou no momento em que o mercado de utilitários esportivos na faixa entre R$ 65.000 e R$ 85.000 começou a despontar no cenário brasileiro. O SUV da marca chinesa da mesma forma se destaca por ser a única novidade de um segmento acima.



Custando entre R$ 69.900 e R$ 75.690, o Novo JAC T6 é um SUV médio no meio de utilitários esportivos de porte compacto. Ele não está sozinho, é claro, pois há também o velho Tucson e os também chineses X60 e Tiggo.

Mas, ao contrário destes, o SUV da JAC Motors tem projeto mais atual e é derivado do Hyundai ix35, que é o quarto SUV mais vendido em 2015. Mas em relação ao sul-coreano, a vantagem do chinês é o preço, praticamente R$ 25.000 mais em conta.

Avaliamos a versão mais completa do utilitário esportivo, que tem entre os destaques, multimídia com espelhamento de smartphone, câmera de ré, conexão HDMI, navegador GPS e retrovisores com rebatimento elétrico. Há também um acabamento melhor resolvido e muito espaço e conforto a bordo. Tem mais? Vamos ver.

jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-1-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-25-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais

Por fora…

Se você lembrar-se do JAC T6 2.0 Turbo “chinês” (confira nossa avaliação feita em março de 2014), então vai perceber que o JAC T6 2.0 “brasileiro” visualmente não mudou praticamente nada em relação ao modelo vendido na China. É atraente e se destaca pelos faróis com lentes complexas, grade inferior em “U” invertido e lanternas traseiras de LED.

De lado, ele é muito parecido com o ix35 e dá para confundir os dois em uma rápida olhada. O perfil é aerodinâmico e elegante até, passando a impressão de luxo antes de robustez. Cromados nas maçanetas, detalhes nos para-lamas dianteiros e barras no teto reforçam essa ideia. Os vidros filmados da JAC Motors ajudam no aspecto visual, embora atrapalhem a visibilidade a noite.

jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-1-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-25-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-22-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais

Por dentro…

O ambiente da versão chinesa não era de fato adequado ao padrão estabelecido pelo consumidor brasileiro e por isso, os bancos caramelo foram trocados por um tecido melhor e de bom aspecto visual.

O desenho do painel permanece o mesmo, mas agora com aplique que imita madeira (de boa aparência, por sinal), bem como detalhes em preto brilhante e tonalidade geral preta. A multimídia com espalhamento de smartphone (Mirror Link), navegador GPS e entrada HDMI também tem conexão Bluetooth e conexões USB e auxiliar, bem como reprodutor de CD e câmera de ré.

A novidade de colocar a tela do smartphone no display touchscreen é muito válida, mas nem todos os aparelhos conseguem conectar-se à essa funcionalidade, mesmo com uso do app GP Link, recomendado para essa integração. Aliás, o cabo HDMI fica instalado no porta-luvas junto com outra entrada USB.

jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-1-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-25-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-22-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-40-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais

Outro destaque do Novo T6 é o quadro de instrumentos de fácil leitura e iluminação branca, bem superior em visibilidade se comparado com o similar da minivan J6. O volante com comandos de áudio tem boa empunhadura, mas as hastes de faróis (sensor crepuscular incluso) e limpadores ficam distantes dos dedos.

Há basculamento elétrico dos retrovisores, mas não é acionado pela chave ao travar as portas, por exemplo. Precisa ser acionado por um botão sem iluminação na base do painel, junto ao ajuste dos espelhos. A iluminação ambiente é boa e não cansa, tendo regulagem de intensidade.

A ergonomia no geral é adequada e a posição de dirigir correta. O espaço para quem vai atrás é muito bom, assim como o porta-malas com 610 litros, cobertura retrátil e rede para bagagens na versão completa. O T6 JetFlex pode levar cinco adultos com conforto e mais grande quantidade de bagagem.

jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-1-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-25-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-22-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-40-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-5-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais

Por ruas e estradas…

Ele pesa 1.460 kg, sendo 45 kg mais leve que a versão turbinada. Com motor 2.0 16V Flex (pré-aquecimento do combustível para partida a frio), o utilitário esportivo da JAC entrega 155 cv com gasolina e 160 cv com etanol, ambos a 6.000 rpm. O torque fica entre 19,9 e 20,5 kgfm a 3.500 rpm.

Com câmbio de cinco marchas, o crossover chinês se comporta bem no dia a dia e deixou uma boa impressão. O propulsor tem boa disposição em baixa, apesar dos engates não muito macios e precisos.

Ele oferece retomadas adequadas para seu porte e proposta, assim como conforto ao rodar na estrada. Em 110 km/h, a rotação fica na casa dos 2.900 rpm. Falta um câmbio automático e também um piloto automático para deixar o pé direito mais descansado. O T6 Flex fez 7,9 km/litro na cidade e 11,3 km/litro na estrada, ambos com gasolina.

jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-1-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-25-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-22-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-40-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-5-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-8-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais

O nível de ruído ainda está acima do desejável. A direção elétrica é muito leve em manobras e também o é em velocidades mais altas. Poderia ser mais progressiva. Os freios são suficientes, mas a suspensão ainda reflete bem sua origem chinesa. Ela ainda é macia demais.

O conjunto com McPherson na frente e multilink atrás tem ajuste que privilegia muito o conforto, digamos, até demais. Passando por lombadas, depressões no asfalto, costelas de vaca e outras imperfeições do tipo, que estamos acostumados a ver em nossas ruas, o T6 pula bastante.

jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-1-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-25-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-22-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-40-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-5-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-8-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-7-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais

No entanto, a maioria dos buracos, pisos com pedras, paralelepípedos e asfaltos destruídos mal são percebidos pelo condutor e passageiros. Os pneus 225/65 R17 ajudam a filtrar muita coisa ruim do piso. Mas se o ajuste geral é muito macio, a estabilidade acaba sendo comprometida.

Não é o ideal para um carro desse porte, então é melhor não abusar em curvas muito fechadas e reagir rápido em desvios repentinos de trajetória. Os controles de estabilidade e tração da versão turbo fazem falta no modelo “brasileiro”, assim como o assistente de partida em rampa.

jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-1-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-25-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-22-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-40-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-5-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-8-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-7-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-51-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais

Por você…

O JAC T6 Flex não oferece apenas um porte maior que os utilitários compactos, mas também mais espaço e porta-malas. O conjunto geral entrega conforto e nível de equipamento razoável. Devemos lembrar que ele pode ter muito mais itens em segurança e conforto, mas isto fica apenas na China.

Ar condicionado automático, multimídia com GPS/HDMI/USB/Bluetooth/USB/Mirror Link, direção elétrica, trio elétrico, retrovisores com rebatimento elétrico, rodas de liga leve aro 17, ABS/EDB, airbag duplo, câmera de ré, sensor de estacionamento, detalhes cromados, faróis de neblina, rede no porta-malas, sensor crepuscular, entre outros, são oferecidos no pacote completo do T6 2.0.

jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-1-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-25-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-22-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-40-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-5-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-8-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-7-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-51-700x467 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais  jac-t6-20-jetflex-avaliação-NA-26-700x466 JAC T6 2.0 JetFlex anda bem no dia a dia, único problema é a suspensão macia demais

A garantia é de 6 anos e sem limite de quilometragem, o que é bom e garante revenda com cobertura do fabricante. O custo das revisões até 60.000 km é de R$ 2.932. O valor é bastante interessante para o segmento em que este JAC se encontra, mas é maior que o oferecido pelo ix35, por exemplo, que custa R$ 2.087. No entanto, até 40.000 km, os valores são equivalentes.

Com tamanho de médio e preço de compacto, o T6 JetFlex é uma opção interessante para quem quer mais espaço, conforto e porta-malas, tendo ainda algo inédito no segmento, que é o espelhamento de smartphones, assim como mais opções de entretenimento. Ele manda bem também no dia a dia e em viagens. Se vai comprar um SUV de R$ 75.000, vale a pena conferir também o “grandão” da JAC Motors.

Medidas e números…

Ficha Técnica do JAC T6 2.0 JetFlex

Motor/Transmissão
Número de cilindros – 4 em linha, flex
Cilindrada – 1997 cm³
Potência – 155/160 cv a 6.000 rpm (gasolina/etanol)
Torque – 19,9/20,5 kgfm a 3.500 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão – Manual de cinco marchas

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – 11,8 segundos
Velocidade máxima – 186 km/h
Rotação a 110 km/h – 2.900 rpm
Consumo urbano – 7,9 km/litro (gasolina)
Consumo rodoviário – 11,3 km/litro (gasolina)

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Multilink
Elétrica

Freios
Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 17 com pneus 225/60 R17

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 4.475 mm
Largura – 1.840 mm (sem retrovisores)
Altura – 1.670 mm
Entre-eixos – 2.645 mm
Peso em ordem de marcha – 1.460 kg
Tanque – 60 litros
Porta-malas – 610 litros
Preço (completo) – R$ 75.690

Galeria de fotos do JAC T6 2.0 JetFlex:

  • J. A TUNER

    Esse carro é muito bonito exteriormente, deveriam caprichar no visual e acabamento interno, perde feio para o HRV.

    • Gustavo

      Se bem que o HRVS dentro não eh essas coisas todas não… Carro honesto mas nem de longe luxuoso

      • Thales Sobral

        Verdade. É que o HRV é bem feito dentro, não tem luxo mas dá pra ver que é bem cuidado.. Os chineses normalmente tem uma proposta de design legal, mas que se perde na execução…

        • Gustavo

          Minha principal crítica ao interior da JAC eh que eles copiam por exemplo o volante do Cruze enquanto poderiam na verdade fazer um estilo próprio

          • Thales Sobral

            Realmente, isso desanima um pouco. Mas os japoneses (e sul coreanos) começaram copiando também, pra depois definirem seu estilo. É impressionante a velocidade da evolução dos chineses.
            Por enquanto também não compraria um chinês, mas é legal ver mais opções chegando ao mercado. Daqui uns 10 anos é bem possível que um JAC se torne “objeto de desejo” de alguns, assim como os Hyundai.

          • Petrucci

            Na verdade não é cópia: A GM vendeu para eles o direito de usar a mesma peça (baratearam custos do projeto de um novo comprando do mesmo fornecedor da GM).

            • Gustavo

              Até entendo mas o painel vira um Franskstein não pode pegar volante de um carro , mostrador de outro console de outro porque o resultado final fica estranho…

    • Evandro

      Ah sim claro, não dá para comparar com o melhor veículo do mundo, a HRV, nem tbm com vovôrolla, perdão, corolla.

  • Gustavo

    Chegou no momento errado e com preço errado. Com HRV e Renegade no mercado era para ocupar a faixa de R$55.000 a R$70.000 estourando senão vai encalhar

    Faltou dizer que o câmbio também está errado 99% das vendas do HRVS são câmbio automático http://www.autossegredos.com.br/2015/06/19/%EF%BB%BF99-dos-honda-hr-v-vendidos-sao-cvt/ parece que estas montadoras não conhecem o mercado local

    • Pedro Rocha

      75K com câmbio automático para se cogitar uma visita ao site da JAC.

      • J. A TUNER

        Deveriam oferecer a opção AT

      • Gustavo

        Concordo so pagaria 75k nesse carro com câmbio automatixo

      • cepereira2006

        E com o motor turbo. Se eles têm, por que não trouxeram?

      • Andre Maruska

        Entao pode se preparar por que o T5 que vai ser melhor que o T6 vira com CVT. :) Quero ver agora se vai visitar. hahahah

    • fschulz84

      Sim… Também concordo…

      Mas teoricamente, estas duas nem seriam concorrentes do T6, não? Só em preço.

      HR-V tem 4,29m de comprimento e a T6 tem 4,47m
      HR-V tem 1,77m de largura e a T6 tem 1,84m
      T6 tem quase 5 cms a mais de entre-eixos e quase 180L a mais de porta-malas.

      Eu não compraria este JAC (e nem qualquer outro crossover), mas para mim, fazer comparações com HR-V e Renegade não me soa correto.

      • Gustavo

        Brasileiro quer saber de statis e statis no momento são HRV e Renegade por isso mesmo de porte maior só vende se o preço for baixo afinal de contas Eh chines

        • Bruno_O

          não é status só amigo, é total confiabilidade – ou vc acha que esse JAC é tão bem montado e robusto quanto à HR-V? E quando bater, vai importar as peças da China? etc… etc…
          Pra valer a pena tem q ser muito mais barato mesmo.
          Agora, sem câmbio AT num SUV, pelamor, nem devia ser fabricado… se ainda fosse o 2.0T com MT6 e suspensão firme, ainda agradava alguns…

          • Junoba

            ´´ou vc acha que esse JAC é tão bem montado e robusto quanto à HR-V? E quando bater, vai importar as peças da China? etc… etc…´´

            Cara, deixa de ignorância. Você está comprando o veículos de um representante, eles são obrigados a fornecer peças. E você diz que o HRV é mais bem montado que o T6, mas nem onhece o modelo chnes de perto. Certamente disse isso simplesmente por ser um Honda.

            Deixa de ´´achismo“. Além disso, a os japoneses trabalharam o Merchandisign bem com o pessoa, pra endeusar a marca tanto assim.

            • Bruno_O

              Ignorância, ou melhor, inocência é acreditar que a Jac vai ter várias peças de reposição em estoque.
              Sobre a qualidade de construção, não é marketing da Honda ou achismo, é certeza absoluta.
              É uma empresa com mais de 70 anos fazendo carros e considerada uma das mais confiáveis e robustas do mundo, versus uma chinesa de 10 anos cujo “inesperado” J3 obteve 0 estrelas no crash-test, com airbags.

            • Fernando S.

              Junoba, sabemos do seu carinho por veículos chineses, entretanto ainda não dá, cara. Não tem peça mesmo, entre no reclame aqui e veja que tem carro parado há mais de 3 meses porque não tem peça. E outro fator vital, não dá pra investir 70 mil num carro que daqui 3 anos valerá metade disso. Nesse quesito, a Honda vai deitar e rolar, mesmo com o chinês tendo mais itens de série. Nosso mercado é conservador e dinheiro não é capim, dessa forma qualquer pessoa de bom sendo com seu suado dinheiro vai na marca japonesa. Esse carro deveria custar 10 mil a menos para valer o investimento.

              • Considerando a categoria a que ele compete, que seria contra Hyundai ix35, Kia Sportage e Mitsubishi ASX, ele já custa mais de 10.000 a menos, e tem preço semelhante ao Hyundai Tucson outro expoente concorrente da categoria, que é um ótimo carro, porém com 10 anos de mercado sem evoluções substanciais.

            • Roger Abdulack

              “achismo”????????????? um cliente bateu um caminhão JAC, que teria conserto, mas a seguradora deu PT pois não existia peças para arrumar!!!!!!!!!!!!!

            • Andre Maruska

              Papo de peças? Depois que vendi minha J6, peguei meu Versa. Preciso trocar a embreagem e e e e e?????? Ninguem tem. Terei que pegar na CSS ou peças de fabricantes desconhecidos. Do que adiantou? Meu amigo bateu o Sentra (tiozao) dele e ficou 90 dias sem o carro, por que voce me pergunta? Por que nao tem peça. Entao nao é a JAC por ser importada que nao tem peças e sim porque nenhuma montadora trabalha mais com peças a pronta entrega por conta do custo. Ahhhhh mas o Sentra era importado. Legal e o Corsa Classic que ficou mais de 60 dias parado pelo mesmo motivo? Nao adianta, qualquer marca, qualquer carro, bateu no Brasil se ferrou. Vai esperar, e esperar, e esperar!!

              • Junoba

                Sugiro que você escreva um post sobre o problema que você está passando, e explicando que tu ja teve um J6, e que não adianta mudar de montadora. Escreva um email e pede pro Eber postar aqui no N.A.

          • Carlos H. Ferreira

            Justamente , imagina vc ter que ir até a terceira rua a esquerda , após o cubo d’Água só pra conseguir um parabrisa que trincou !

            • Bruno_O

              Tem q comprar a peça 3 meses ANTES de estragar via AliExpress hehehe

          • cepereira2006

            Falou tudo, Bruno.

        • Rômulo M.

          Acredito que não só status, mas confiabilidade de marca tbm pesa muito na escolha, no caso da Honda ela pode cobrar o que quiser por um carro e ainda assim vão pagar e o Renegade tem a reputação e marketing da Jeep pra apoiar. Além do fator câmbio automático que o T6 não tem.
          Prova de que esses fatores são relevantes é que se formos analisar a lista de produtos disponíveis no segmento o Peugeot 2008 é um dos mais interessante, bom produto, bom custoxbeneficio, mas fica devendo câmbio automatico na versão THP (que seria a mais interessante pra quem pensa em comprar um HR-V ou Renegade) e tem o fato da falta de certa credibilidade na Peugeot. Imagine um carro chinês… pra vender realmente tem que trazer bem mais e custar bem menos pra compensar o “risco” e a desvalorização que será certamente alta.

        • Andre Maruska

          Tive um J6. Melhor carro que tive. Mas quer saber o problema? Primeiro, qdo comprei a J6 as revisoes ate os 60k custavam meros 1800 reais. 2 anos depois pularam para quase 3600 reais. Isto é dobraram valor de revisao. Qdo fui vender o carro, paguei por ele 53k na epoca e estavam oferecendo 18k. Passei para frente por 28k. Isto é perdi 50% em 2 anos. Infelizmente apesar de os carros serem muito bons, mercado nao aceita. Pelo menos ainda nao.

      • Thales Sobral

        Em porte não, mas acabam brigando em preço. Veja que boa parte desses carros acabam sendo usados com 1 pessoa somente…

    • Rafael Yashiro

      Quem precisa de mais espaço, não vai de HR-V nem de Renegade.
      Entendam, esse carro tem câmbio manual por que a maioria dos concorrentes programados, até então, só ofereciam manual ou o AT4 (Duster).
      O T6 nem de longe tem a missão de concorrer com o HR-V, pois quem compra HR-V vai de versão EX, de R$ 80 mil na tabela (claro que as concessionárias cobram o seu a mais por ser um lançamento), mas o HR-V EX é muito diferente da EXL, é um salto gigantesco em acabamento e equipamentos, por exemplo, a EX não tem rebatimento dos vidros, banco de couro, air bag lateral, ar digital e etc, ou seja, a EX é praticamente em equipamentos, um T6 com CVT e mais caro.
      A concorrência do T6 acho mais coerente com o Renegade Sport AT6, pois esbarram exatamente no mesmo preço, agora comparar com o HR-V não é muito sensato.

    • Junoba

      Mas o governo que está atrapahndo a Jac. Se não tivesse o elevado IPI de 30%, daria pra trazer. Mas por isso, eles estão tendo que utilizar somente uma cota de 4.800 veículos, pra não pagar o imposto. Talvez ano que vem chega com câmbio AUT, se o desgoverno der uma ´´flexibilizada“.

      • Gustavo

        Concordo o governo ferrou a Jac

    • Carlos H. Ferreira

      Tbm acho… Pra mim esse carro , com toda aquela sopa de letrinhas , mais um câmbio AT6 ou CVT por R$ 69.999,00 iria vender bastante!

      • Gustavo

        Eh isso que as montadoras não entendem quebram e fica aquele chororô brasileiro gosta de levar vantagem de colocar um carro desses com cambio automático por 69.990 vende como água mas se colocar por 75.000 não vende nada.

        • Alessandro Lagoeiro

          Sinceramente, não acho que essa diferença de preço iria seduzir o consumidor não.

  • PEDAORM

    cambio ruim é um inferno.

  • Leonardo

    Um amigo meu comprou a um tempo já esse carro, semana passada eu tive a oportunidade de andar nele. O carro é realmente muito bom estava com mais de 6 mil km rodados , até o momento não apresentou nenhum defeito, eu sempre acreditei nos carros da Jac principalmente no início quando eles faziam muitas propagandas, agora eu aprendi a gostar pelo menos desse modelo.

    • J. A TUNER

      Um colega meu tinha um JAC J3, nunca deu problema pra ele. Único problema foi o valor de revenda.

      • Leonardo

        Realmente esse é meu único medo, que eu até acho uma burrice pq se todos os que ligam pra revenda (estou me incluindo) comprassem os carros da Jac não haveria problema de desvalorização, quem cria a desvalorização somos nós mesmos.

      • Bruno_O

        tem o problema de série de 0 estrelas no crash-test, isso com airbags. Sandero sem airbags foi melhor…

  • Fanjos

    Que fofo Jaca…… mas não rola

    • Thiago C

      Kkkkkkkkkkk, boa…

  • everton nogueira

    Bom para ser sincero entraria nele numa boa se o mesmo fosse auto 6 e tivesse controles de tração e estabilidade que eu, muito prezo hoje num veículo ( é muito Diferente dirigir um veículo com e depois dirigir um sem) E o mais importante sem acréscimo de preço , R$ 75 mil tá de bom valor até porque a desvalorização dele vai ser absurda, então para compensar o preço tinha que ficar como está. No mais um bom veículo que veio capado de itens que poderiam deixá-lo vendendo 2500 a 3500 unidades mês!

    • Tiago

      Como assim diferente dirigir? Só vai ser diferente na hora que precisar dele. Meu carros têm, mas ainda bem que nunca precisaram ser testados.. Hahaha

      • Marcos Souza

        Concordo…vc só nota quando precisa…em situação de emergência ou se VC dirige igual um louco…

        • everton nogueira

          Experimente desligar o esp e veja se não existe diferença no comportamento do veículo em uma rodovia com curvas constantes. Não precisa estar voando com o veículo para sentir o dispositivo atuando.

          • Thiago Sz

            No meu carro também não faz diferença, claro dirigindo dentro dos limites. Se for abusar nem me arrisco a fazer sem o ESP. Té igual uns caras que falam que o carro dele tem ABS e freia melhor, como se o ABS fosse usado em todo instante das frenagens.

          • Thales Sobral

            Precisa… O ESP do meu carro só atuou uma vez até hoje, e mesmo assim porque eu forcei a barra pra ver se ele funcionava.

      • everton nogueira

        Dirija numa pista sinuosa como é rodovia rio/além Paraíba com um carro sem esp e depois dirija um com esp, ou faça melhor faça o mesmo trajeto com ele ligado a 100 km por hora e depois faça o mesmo trajeto nas mesmas condições com o mesmo carro, só que com o esp desligado e me diga se não há diferença.

      • Ricston

        Concordo. Tenho carros com ESP e controle de tração há mais de 05 anos e nunca vi e ele “apitar” na tela ao fazer alguma curva, só em algumas arrancadas mais “nervosas”.

        • everton nogueira

          Acho eu que há um equivoco aqui os controles de tração quase nunca atuam dirigido normalmente, agora os de estabilidade estão sempre operando “vigiando” erros de tangência em pistas sinuosas, o alarme que é sitado que acende no painel do veículo é de controle de tração (cruze)o de estabilidade não existe pelo ao menos no meu veículo.

          • Alessandro Lagoeiro

            De fato, há um equívoco. Todos os colegas aqui que possuem carro com os sistemas e já possuíram sem dizem que não faz diferença na condução normal, a não ser em situações de emergência. Eu ainda acrescentaria à palavra normal e conceito de condução RESPONSÁVEL. Junto-me a eles pois também já possui carro com e sem o sistema de segurança. Tem certeza que todos nós estamos equivocados e você certo?
            Mas de fato está acontecendo o que temia. A confiança cega nos sistemas de segurança está fazendo que nos descuidemos da condução responsável.

            • everton nogueira

              Olha Alessandro eu nem quero entrar no conceito de quem está certo, mas todos devem estar achando que eu sou algum louco que saio por ai testando os limites do meu carro, só para deixar bem claro sou um pai de família com 3 filhos sendo eles todos menores de idade e eu sou muito responsável com a condução do meu veículo, há 5 anos não sei o que é uma multa de qualquer tipo e o meu embasamento é que no período dos seis últimos anos passei a dirigir por uma rodovia que exige muito do comportamento dinâmico de qualquer veículo e digo que um veículo sem o aparato eletrônico sofre mais que um com os mesmos. Neste fim de semana mesmo percorri 364km onde 90% deste percurso é de serra sinuosa e dizer que um carro sem o aparato eletrônico faz o mesmo percurso que um com o auxílio dos mesmos sem levar menos sustos é um pouco demais. Tem um trilhão de vídeos no YouTube mostrando a eletrônica em ação pelo que eu vi em vários deles não precisa ousar demais para a maioria deles funcionar, mas se meus argumentos não te servirem ok tá tudo certo me dou por vencido.

              • Alessandro Lagoeiro

                Everton, é curioso que de alguma forma eu já previa que você é responsável. E relendo meu comentário, de fato você pode chegar a conclusão que estou insinuando que você é irresponsável. Peço desculpas por isso, não foi a intenção.
                Mas uma coisa do seu comentário chama a atenção. A questão do “susto”. Um carro com ESP tende a te dar menos sustos sim (Ou talvez faça que um susto não passe disso. Apenas um susto). Mas é questão e o estilo de condução que você tem que está fazendo que você dirija nessa tensão. Acha que aqui não pegamos estradas sinuosas, com ou sem ESP? Tem no Paraná, caminho para o litoral paulista, sul de Minas… Repare que no caminho que você faz, quantos carros piores que o seu sem um mísero ABS o fazem, e você se surpreenderia se eles falassem que em momento algum levaram sustos? Se a condição de surpresa é uma constante no seu caminho, ou você revê seu caminho, ou seu modo de condução.

                • everton nogueira

                  Desculpas aceitas, sei que vc é um cara do bem aqui do blog, pois sempre leio seus comentários sempre com muita coerência no que diz. Estamos ai mesmo para por nossas experiências do dia dia em questão a fim de trocarmos informações e debater sempre sobre o certo e o errado mesmo, não fico chateado por isso, cada um tem o direito de opinar sobre qualquer comentário aqui neste espaço, obrigado por sua réplica e tenha uma boa semana!

                  • Alessandro Lagoeiro

                    Pois é, podemos sempre aprender com os outros. Você mesmo me deu um dica valiosa de viagem. Eu procurei o trecho que você disse, e a despeito do perigo, parece um caminho muito bonito.

                    • everton nogueira

                      E é sim o trecho rio/além Paraíba tem paisagens muito bonitas vale como viagem.

                • Vinicius

                  Usei hoje o esp! Me cortaram a frente a 110km/h. Fiz uma minhoca na rodovia desviando de um caminhão. Fiz a manobra com velocidade brutal no volante. Estou Escrevendo agora porque comprei o carro com esp(cruze) ao invés de um civic.

                • Vinicius

                  Tremi por uma hora depois do susto. Quando o momento chegar não vai ter direção defensiva ou cuidadosa que te salve. Hoje. Fui salvo. Pelo esp.

                  • Alessandro Lagoeiro

                    E o conjunto mecânico do Cruze, não conta? Você falou do Civic? Ele é firme, multilink e as vezes parece um trem sob trilhos. Acha que o resultado não poderia ser diferente, mesmo o Civic sem esse item primordial? Pois eu já tive os dois opostos ao japonês/sumareense: Del Rey e Palio, que tem 4 travesseiros em vez de amortecedores. Esses carros estariam mais sujeitos a problemas assim.
                    Mas vamos pontuar as coisas, porque muita gente não entende. Em algum momento falei que o ESP era indispensável? Não. Falei que ele não era importante? Não. Apenas ressaltei que trata-se de um item de emergência, e seu depoimento só corrobora comigo. Você precisou em um emergência e ele te salvou? O acerto da GM no médio é detalhe, não é? Pois bem, ele te auxiliou em uma situação de emergência ou alterou sua forma de condução? Essa foi a questão aqui, não a importância desse item fundamental. Roda, largura de pneu, regulagem da assistência da direção, tipo de transmissão, e até a existência de alguns itens de conforto alteram a maneira que você dirige… Mas ESP? Acho relevante falar em “Dirige um carro com roda 18 e outro 15 e vê a diferença”. Ou até “Dirige um carro 1.0 ou 1.6 e vê a diferença” ou mesmo “Dirija um carro com ar condicionado e sem me diga a diferença”. Agora, você falaria “Dirija um carro com air bag e outro sem e veja a diferença”. Então, coloco a mesma questão para o ESP. E acredite: Todos os dias, Fuscas, Milles, Monzas e até o melhor carro de todos os tempos, o Lord Tempra são fechados por caminhões em alta velocidade… E sobrevivem.

    • Junoba

      Seria impossível vender tudo isso. Toda montadora só pode trazer até 4.800 carros importados, sem pagar o elevado IPI. E ainda, nenhum concorrente do seguimento de SUVS médios, chega a uma quantidade de vendas tão elevado como esse.

      • everton nogueira

        Olhando por esse prisma você tem razão, não tinha atentado para essa situação. Mas você não concorda que se o mesmo tivesse o pacote de itens citados por um preço módico, que no caso seria os já praticado pela jac o veículo não teria um destaque maior?

  • Minerius Valioso

    O carro só tem alguns pontos, que na minha opinião, a JAC pode melhorar, mas basta querer:

    – O desenho do volante deveria ser mais original, ou que pelo menos fizessem um padronizado exclusivamente da JAC;
    – Ajustes na direção e suspensão, criticados conforme a avaliação;
    – Mais itens de segurança e;
    – Opção de câmbio automático;

    Só falta ter boa vontade.

  • Rafael_Rec

    Prefiro o velho Tucson. O design é datado mas a confiabilidade é muito maior.

    • Tiago

      Verdade, o Tucson é do século passado, mas é bem melhor de andar que esse Jac. Hahaha

  • Agnaldo Gastaldi

    Suspensão macia é bom, é mais confortável. A proposta desse carro é o conforto, não esportividade

    • Thales Sobral

      Pois é, também acho. Mas tem que ver se realmente não passaram um pouco do ponto. A primeira S10, por exemplo, era muuuuito confortável de andar nas buraqueiras por ser bem macia. Mas na estrada ficava meio bamba. Tanto que na S10 atual, é meio que o contrário: É bem dura, mas na estrada essa suspensão mais rígida transmite mais segurança. É o típico caso de “cobertor curto”…

    • zeuslinux

      Não é só questão de esportividade, mas de segurança também. Tive um Corolla, cuja suspensão considero molenga demais, e o carro te deixava inseguro nas curvas em estradas de serra. Você fica com a impressão de que o carro não vai conseguir fazer a curva ou de que está balançando tanto que vai tombar.

      Já tive SUV com câmbio mais firme (Captiva) e o carro não te deixa inseguro.

  • trombadinha

    xingling!!!!!!

  • Gustavo73

    Já tenho visto um número razoável deles rodando aqui no Rio. O desenho é interessante, e os valores frente aos verdadeiros concorrentes não é ruim. Alguns ajustes e se tornaria muito interessante.

  • Gabriel Mazzi

    Sem câmbio automático… Pra que traz então?

    • Junoba

      Vai reclamar com o lula de saia. Culpa dela. O problema é ter alta procura, por causa do câmbio AUT, e não poder trazer mais, por causa das cotas que o desgoverno. Se importar mais que 4.800 veículos, eles pagam o elevado IPI de 30%. Então fica inviável.

  • Gio

    Nunca vi um nas ruas, pelo que lembro seria lançado juntamente com HR-V, até pouco antes de Renegade e 2008..

    Também não lembro de tê-lo visto nos rankings de vendas, alguem sabe como ele tem se saído? Só percebi que os JAC J3 e J5 não estão muito bem..

  • Felipe

    Sem os controles de estabilidade e tração inicialmente prometidos, nem pensar.

    E sem ter 6 airbags (de preferência mais o de joelho tb), igualmente nem pensar. Airbarg duplo hj em dia é feijão com arroz.

    Pra me aventurar num chinês teria que ser completão de verdade. ABS/EDB/TrioElétrico/AirbagDuplo são coisas que nem deveriam mais serem listadas como destaque, pois são o mínimo do mínimo que se espera de um carro desses, não sendo nenhum grande diferencial e muito menos o tornando completão por causa disso.

    O único diferencial é o porte e a aparência de ix35, que inclusive já está mudando lá fora.

    • Junoba

      Como se os concorrentes tivessem tais itens…haha… Se tiver, vai ser na versão topo. So pra ter uma ideia, a RAV4 custa 120k, e o T6 chega a ser mais equiapado que ele.

      • Felipe

        O problema é que a JAC quer dizer que o T6 tem o grande diferencial de ser “completão”, mas dizer que é “completão” tendo o que todos já têm (ABS/EDB/TrioElétrico/AirbagDuplo…) não é um diferencial. O diferencial acaba sendo o porte (se comparado ao Ecosport, Renegade e HRV) ou o preço (se comparado ao ix35 e etc).

        Eu sei que os controles de estabilidade e tração (inicialmentr prometidos pela JAC e agora não trazidos) não são qualquer carro que tem, mas é justamente aí que estaria um diferencial de verdade, que o tornaria “completão” de verdade. Ter seis ou sete airbags tb seria um grande diferencial.

        Esta lista de equipamentos do Jac t6 é apenas “mais do mesmo”. E não esqueça que ele ainda é um chinês. Os outros não o são.

      • Alessandro Lagoeiro

        Curioso, de fato alguns concorrentes dele só tem tais itens em suas versões mais caras (Mas isso é argumento de compra?). Mas no “andar de baixo”, só o Duster não tem múltiplos airbags e ESP. “Mas é um médio contra compacto”. Sim, e isso na prática se configura em vantagem? Em espaço interno acredito que o Duster faça frente. Mas em comportamento dinâmico, que deveria ser a grande vantagem de um médio para um compacto) ele perde para todos os outros, conforme esse próprio post.

  • Vitorugo V.

    Tem coisa errada aí. As revisoes da IX35 até os 60.000km custam só R$ 2.087,00?

    • ricmoriah

      está no site da própria Hyundai Motor CAOA, tem cálculo até 100.000 km

  • Higo Belchior

    Falhou em não trazer logo a versão com cambio automático (se não me engano, no final deste ano a JAC irá trazer) e com controle de estabilidade. No mais, parece ser um ótimo carro.

    Se eu tivesse grana sobrando, não descartaria.

  • Junoba

    Atualmente, uma RAV4 custa 120k. Ou seja, se você optar pelo T6, vai economizar R$50 mil. Só que o Toyota vem com cãmbio AUT.

  • Gustavogm

    “vai perceber que o JAC T6 2.0 “brasileiro” visualmente não mudou praticamente nada em relação ao modelo vendido na China.”

    Informação incorreta, o modelo “brasileiro” já chegou defasado, pois o T6 já tinha sofrido reestilização na China. Ou seja provavelmente os carros vendidos no Brasil é sobra de estoque chinês…

    • Junoba

      O reestilização do modelo na China matou o T6. Deixou muito feio.

      Além disso, eles estavam comparando o modelo chines, que eles testaram naquela época.

    • ricmoriah

      em relação ao que foi apresentado aqui. nós mesmos é que adiantamos a mudança na China.

  • Yago G.

    Um carro que eu realmente gostaria de ter.

    • Ricston

      Conselho: espera 01~02 anos e compra usado ainda na garantia. Depois dá uma olhada no preço dos J5 usados para você ver do que estou falando.

  • pedro rt

    aqui na minha cidade so tinha 1 css jac motors e esse mes ela fechou e estao fzendo uma reforma no predio, n sei e ela vai voltar ou nao. agora a chery e lifan continuam

  • GEISON TALADO

    Esse carro só tem um problema: a marca.

  • Diego Mello

    Jac T6 é muito TOP exelente carro, esta na frente de vários SUV nacionais.

  • zeuslinux

    Será um bom carro para comprar usado, pela grande depreciação que com certeza terá e pela garantia ser grande.

    A JAC deveria ter trazido a versão com turbo e câmbio AT por esse mesmo preço para ter alguma chance de vender.

  • Tiago

    Fala em consumo de 7,9 na cidade e poe uma foto do painel mostrando consumo de 5,5. estranho.

  • erick

    Da lhe JAC! Arrebenta os concorrentes!

    Pagar 48 mil num VW Gol 1.0 fraco, ou 52 mil num VW Voyage so porque tem ar e direcao???
    NUNCA! Sou mais Chery, JAC, Lifan!!!!

    Sou 1 milhao de vezes mais JAC, Chery, Lifan do que carros caros 1.0 da VW, GM, Hyundai…

    • Alessandro Lagoeiro

      Arrebentar os concorrentes? Solicitando permissão para rir.

      • erick

        Bem, pelo menos no Eixo Goiania – Anapolis – DF ta fazendo enorme sucesso os carros chineses (JAC, Chery e Lifan). Nao tenho o que reclamar.

        • Alessandro Lagoeiro

          Você não tem o que reclamar? Como assim? Você vende carros chineses?
          E curioso que eles vendem bem aí… Mas somando aí com outros lugares, eles vendem mal… Curioso, não? Acho que aí eles vendem 50 mil veículos, aí quando soma com São Paulo cai para 2 mil… Curioso a matemática de alguns…

          • erick

            Alessandro, como eu disse no Eixo Goiania – Anapolis – DF ta fazendo enorme sucesso os carros chineses (JAC, Chery e Lifan). Policiais, universitarios e a classe mais rica de Anapolis e Goiania tem gostado muito e quando a gente passa pelo DF tem carro dessas 3 marcas pra todo lado… estacionado, nas ruas…
            Quem tem nao troca mais por Gol, Palio, Onix todos custando de 45 a 50 mil e com motores fracos.
            E torco para que a Geely tambem construa uma fabrica no Brasil e se de bem na America do Sul.

            • Alessandro Lagoeiro

              Se tem tantos assim, imagino que você perguntou para todos eles se eles não trocam por carro de outros fabricantes, não é? heheheh
              Mas o “não tenho do que reclamar” me chamou atenção. Você trabalha na venda de carros chineses? Está vendendo seu peixe aqui no NA?

              Edit: Agora que eu li novamente, vi a palavra “torço”. Você torce por fabricantes de carro? Porque? Elas garantem seu sustento, como parece, ou marca de carro virou time de futebol agora?

              • Tosoobservando

                Qual seu problema com a China e os chineses? Aceita que dói menos.
                Foto: Suv mais vendido na China ano passado, que por acaso é chines, GWM Haval H3

                • Alessandro Lagoeiro

                  Ufa! Valeu pela informação! Não sei como pude viver sem isso até hoje! Acho que irá salvar minha vida essa informação quando voltar para lá para conhecer a muralha :)
                  E sinceramente, não entendi. Onde você leu que tenho problema com os chineses ou com os produtos de lá? HAHAAHA… Amigo, meu irmão é chinês. E desafio você encontrar no meu texto qualquer frase com menosprezo a qualquer tipo de pessoa pela localização geográfica de nascimento.
                  Eu tenho nojo, desprezo por simpatizantes de regimes de exploração… Essa sim é a escória, sub raça. Sorte que a parte da minha família chinesa não é assim.. Um dos motivos para terem fugido primeiro da Indonésia e depois de lá…
                  Só acho que é fácil ficar atrás de um teclado e covardemente elogiar regimes assim… E olha que conheço China e Cuba, e mesmo assim não generalizei… Mas faz o seguinte: Passa no banco chinês e pega sua grana correspondente ao prêmio por primeiro lugar no ranking de SUV da China…

                  • Tosoobservando

                    Kra eu vejo nos seus comentarios em geral, alias no ultimo que nós debatemos vc ficou desmerecendo a China, dizendo que esse crescimento e as marcas chinesas nao vao pra frente. Vc esquece que todo país hoje industrializado passou por isso, desde Inglaterra, Eua, França. Eles tiveram tudo que esta tendo na China e países em desenvolvimento. Estuda mais um pouco amigo.

              • erick

                Nao, eu nao trabalho com venda de carros, sou estudante. Apenas sofri muito, eu e meu pai com carro 1.0 na estrada, com 5, carregado… A proposta dos carros chineses é muito boa. Um VW Voyage pelado, 1.0 e caro custa 45 mil sem choro enquanto um Lifan 530 custa 41 mil, as vezes encontra promocao de 38 mil. A proposta dos carros chineses é tentadora, é relevante para pessoas que possuem carros 1.0 fracos e caros tipo Gol G6, Onix, Palio…

                • Alessandro Lagoeiro

                  Entendi, um adolescente… Bem, conheço u pouco da sua região, Anapolina de passagem… Ô lugar pra dar mulher! Quem fala de Rio Grande do Sul, Santa Catarina… Deveria conhecer Goiânia…

                  • erick

                    Kkkk…
                    Sim, concordo! Anapolinas sao bonitas mesmo, sao uma mistura de mineiras com gauchas…

  • Diggo

    Só faltou mesmo o câmbio automático.

  • Evandro

    achei bem bonito, não sou fã de carros chineses, mas esse carro me faz pensar que eles realmente estejam evoluindo, muito bonito.

  • Bikudin

    É bonito mas perdeu em tudo para o HR-V, até na economia.

  • Basket13

    Suspensão macia gostei, agora sem câmbio automático nem vira é o mais importante.

  • erick

    Torco muito para que JAC, Chery, Lifan e Geely facam muito sucesso no Brasil e na America do Sul.
    Estao fazendo muito sucesso no Eixo Goiania – Anapolis – Brasilia.
    Acabou a epoca de comprar VW Gol/Voyage G6 1.0 fraco e caro por 52 mil!
    Sou mais JAC, Chery, Lifan e Geely!

  • Vilmar B. de O.

    Lindo, lindo, lindo…espero que não seja ordinário… sigo de olho!!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Send this to a friend