Avaliações JAC Motors SUVs

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

O JAC T80 chegou como novo topo de linha da JAC no Brasil. Ele surfa em um segmento que tem bom retorno comercial, sim, é verdade, mas na sua faixa de preço a concorrência é bem pesada.


Já acumulando um aumento e custando R$ 142.490 (era R$ 139.990 no lançamento), o JAC T80 alcança R$ 149.480 com o pacote mais completo. O preço está na mesma faixa do VW Tiguan Comfortline e bem acima do rival Lifan X80, só para citar duas das propostas de sete lugares.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Com visual expressivo e acabamento bem melhor que os demais produtos da JAC, o JAC T80 carrega uma família grande com bom desempenho e economia mediana, ostentando um motor 2.0 Turbo de 210 cavalos e câmbio de dupla embreagem.


Fora isso, o pacote de equipamentos deixa o JAC T80 bem atrativo, porém, realmente é andando com ele que se pode ver e sentir além da estética pura e simples, algo que nos agradou no dia a dia.

Por fora…

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Como a maioria dos carros chineses, o JAC T80 tem uma cara expressiva. Seus faróis com projetores e LEDs diurnos se fundem com a grade devidamente cromada e hexagonal. A ideia é parecer imponente.

Os faróis de neblina também apresentam desenho elaborado, enquanto o capô se limita até parte da frente, ajudando a reforçar a musculatura lateral sobre as rodas. A linha de cintura elevada realça as janelas com frisos cromados.

No teto, vidro elétrico panorâmico (opcional), enquanto os retrovisores possuem rebatimento elétrico e duas das quatro câmeras do sistema de monitoramento em 360 graus. As rodas de liga leve aro 18 com pneus 235/60 R18 apresentam um visual interessante.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Já na traseira, o JAC T80 exibe um layout bem inspirado na linha Q da Audi, ostentando lanternas em LED integradas à tampa do bagageiro, que não tem abertura elétrica e cujo curso é um tanto limitado em altura, incomodando quem tem estatura alta.

O para-choque com refletores, luzes de neblina e ré, também lembram os quatro anéis alemães, enquanto as duas saídas de escape emolduradas são apenas cosméticas, tal como no Audi Q5 atual, por exemplo.

Defletor de ar e antena barbatana fecham o pacote exterior.

Por dentro…

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

No interior, o JAC T80 realmente quer impressionar, embora não surpreenda de modo geral. Os detalhes cromados chamam atenção pelo acabamento, mas o aplique imitando fibra de carbono destoa do conjunto. Poderia ser um material com aspecto e textura mais natural.

Mesmo assim, o painel é revestido com material soft na parte superior e central.

O cluster digital e configurável tem três temas, mas apenas o tradicional tem bom aspecto, ficando os outros dois com impressão de produto “xing ling”. Podia ter fica somente o comum, alterando-se as cores e grafismos. Além disso, a troca só pode ser feita com o carro parado e em “P”.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

O volante tem bons comandos e empunhadura razoável, mas parece desatualizado diante do ambiente do T80, em especial com o detalhe inferior, com espaço dedicado sem um badge. Isso sem contar que não tem ajuste de profundidade, algo que poderia ser revisto na China.

A multimídia tem tela de 10 polegadas, o que é muito bom, ainda mais que a instrumentação tem 12,3 polegadas. Ruim é que não tem navegação GPS nativa e muito menos aceita os sistemas Google Android Auto e Apple Car Play. O espelhamento é bem chato de fazer (quando funciona).

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Uma animação 3D do JAC T80 no sistema de monitoramento em 360 graus lembra o T50. Porém, não há câmera frontal para gravação. Falando nisso, podem-se ativar as câmeras e escolher a visualização.

Os quatro difusores de ar cromados e circulares lembram a Classe S da Mercedes, porém, o relógio analógico de aspecto antigo não cai muito bem no conjunto.

Abaixo, ajustes da direção elétrica (3), controle de descida, modo Eco e outros, se apresentam em comandos bem elaborados.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

No túnel, um console possui comandos do ar condicionado dual zone, que ainda traz ventilação e aquecimento dos bancos dianteiros, algo apreciável no primeiro caso.

O sistema de som pode ser Infinity, adquirido com teto panorâmico, custando R$ 6.990.

Ele dispõe de sistema Hi-Fi e 10 alto-falantes, entregando 280 watts de potência RMS. A alavanca de câmbio tem bom aspecto, tendo ainda mudanças manuais e modo Sport, além de botão de partida, Brake Hold e freio eletrônico de estacionamento.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Existem comandos ainda para ajuste dos faróis, painel e rebatimento dos espelhos, bem como retrovisor eletrocrômico e iluminação interna em LED.

Os bancos em couro são bem envolventes e ergonômicos, sendo que os dianteiros têm ajustes elétricos e o do motorista vem ainda com duas memórias e massagem.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Na traseira, mais saídas de ar e ajustes diversos para a segunda fileira, mas a terceira tem acesso limitado e banco com encosto único, não sendo assim tão versátil quanto em outros SUVs de sete lugares. O T80 tem 620 litros até o teto e dispõe de apenas 150 com lotação completa.

Por ruas e estradas…

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

O JAC T80 se mostra um carro bem mais acertado que outros modelos da marca chinesa, o que seria de se esperar, devido ao seu preço.

O SUV de sete lugares possui uma construção sólida e uma rigidez torcional parecida com as de modelos de marcas importantes no cenário mundial.

O conjunto vem com motor 2.0 16V, que possui turbocompressor e intercooler, mas não dispõe de injeção direta de combustível, o que realmente faz falta num carro desse porte e preço.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Não é apenas modismo, mas uma tecnologia que permite melhor rendimento e performance, reduzindo ainda as emissões de poluentes. Este propulsor tem em torno de 190 cavalos na China, mas aqui, a SHC tratou de dar um up nele, passando assim a entregar 210 cavalos a 5.000 rpm.

O torque fica em bons 30,6 kgfm a partir de 1.800 rpm, uma rotação realmente baixa. Entretanto, na prática, muito disso é polido de várias formas.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

A ausência da injeção direta contribui, assim como as relações de marcha bem longas na caixa automatizada de dupla embreagem e seis marchas. O foco no conforto – antes da economia – faz com que ele tenha saídas suaves, embora condizentes com um motor acima de 150 cavalos.

O conjunto permite até saídas animadoras, mas entre segunda e terceira, o câmbio parece aliviar bastante e a condução já não empolga tanto. Ainda assim, mesmo em retomadas e ultrapassagens, o JAC T80 não faz feio, só não vai mostrar que realmente tem 210 cavalos.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Na cidade, anda-se com desenvoltura e até nos esquecemos desse detalhe. Na estrada, especialmente em acelerações longas, dá para notar certa amortecida no impulso. No entanto, nada que deponha contra a proposta do T80, que não é ter pegada esportiva, diferente do Tiguan Comfortline.

Suavizado, o JAC T80 gira facilmente na casa de 2.000 rpm na cidade e fica na mesma durante rodagem na estrada a 110 km/h. Apenas pisando forte (e esperando um pouco…) é que o ponteiro virtual vai lá para a casa dos 5.000 rpm.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Nas mudanças, nenhum tranco e indicação de mudança, tudo muito suave. Nas reduções de velocidade, ajusta bem as marchas para um bom uso do freio motor.

No consumo, o propulsor 2.0 Turbo garantiu uma boa média de 9,1 km/l na cidade. Na estrada, contudo, fez apenas 10,4 km/l, o que é pouco, mesmo pesando 1.775 kg.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Ele só utiliza gasolina e assusta quando o nível de combustível começa a descer rápido. Fora isso, o conjunto motriz atua de forma aceitável. O mesmo em relação ao sistema de direção, que tem três ajustes de resistência: leve, normal e pesado. O último dá melhor sensação de controle e conforto.

Os freios atuam de forma moderada e cumprem seu papel, mas não surpreendem pela eficiência. Já a suspensão tem um ajuste realmente bom. O conjunto não deixa o T80 macio demais, como em alguns carros de origem chinesa, sendo bem acertado em firmeza e absorção de impactos.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

A ideia da JAC de trocar as rodas aro 20 por 18 polegadas parece ter sido bem acertada, pois, deu mais conforto ao dirigir e sem perder a estabilidade. Mesmo em pisos muito esburacados ou paralelepípedos, o conjunto filtra muito bem, assim como o acabamento justo evita ruídos indesejáveis.

Pelo conjunto apresentado, o melhor do JAC T80 é a dirigibilidade, que agradou. Mesmo com tração dianteira, o SUV de sete lugares se apresenta bem à mão. A suspensão traseira é do tipo multilink. Os pneus 235/60 R18 também ajudam.

Por você…

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

O JAC T80 nos pareceu um bom carro pelo tempo em que ficou conosco.

Deveria receber injeção direta, um câmbio melhor escalonado e algumas modificações, como coluna ajustável em profundidade e itens de segurança avançada, como alerta de faixa e colisão, piloto automático adaptativo, etc.

Não é pedir muito em um carro de R$ 150.000, mas infelizmente até a concorrência anda devendo muito nesse aspecto. Poderia ter um preço mais competitivo. Itens como Android Auto e Car Play fazem falta, mas, mimos como ventilação e massagem no banco também ajudam a mexer na balança.

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)

Sistema de som de qualidade e teto solar panorâmico contribui para realçar o pacote, embora o conjunto motriz não entregue tudo o que oferece.

Se não fosse pelo preço, o JAC T80 seria uma interessante opção no segmento de utilitários esportivos de sete lugares. Vale a pena experimentar para tirar a dúvida antes de comprar.

Medidas e números…

Ficha Técnica do JAC T80 2019

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 4 em linha, turbo

Cilindrada – 1.997 cm³

Potência – 210 cv a 5.000 rpm (gasolina)

Torque – 30,6 kgfm a 1.800 rpm (gasolina)

Transmissão – Automatizado de dupla embreagem de 6 marchas com mudanças manuais

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 9,2 segundos

Velocidade máxima – 217 km/h

Rotação a 110 km/h – 2.000 rpm

Consumo urbano – 10,4 km/litro

Consumo rodoviário – 9,1 km/litro

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Multilink

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 18 com pneus 235/60 R18

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.790 mm

Largura – 1.760 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.900 mm

Entre eixos – 2.750 mm

Peso em ordem de marcha – 1.775 kg

Tanque – 64 litros

Porta-malas – 620 litros

Preço: R$ 142.490 (preço básico) R$ 149.480 (versão avaliada)

JAC T80 2019 – Galeria de fotos

JAC T80 agrada pelo conjunto, mas preço é alto (diante da concorrência)
Nota média 4.5 de 6 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Bruno Alves

    Fiz test-drive nos dois utilitários chineses, o Lifan X80 e o JAC T80. O JAC é bem superior, impressiona bastante a qualidade dos materiais no geral e o conforto. Quando voltei pra Santa Fe até estranhei.
    A desvalorização provavelmente será bem alta. Mas isso é ótimo pra pensar em comprar um usado daqui um tempo. O carro tem 6 anos de garantia e o preço das revisões não é alto.

    • Junoba

      O futuro da Lifan é incerto por aqui, a fábrica no Uruguai fechou e as vendas despencaram, acho que os estoques nas lojas estão acabando.

      • Dick Buck

        Ela não devia de forma alguma deixar sinais aos clientes de que está passando por uma situação dessas. Isso acaba com a pouca confiabilidade que a marca tinha ganhado com o X60.

      • Marcus Fumagalli

        Você já repetiu 4 vezes a mesma coisa. Depois que são chamados de haters não gostam.

    • Fabio Assunção

      Realmente parece ser uma boa compra com 1 a 2 anos de uso.

      • Junoba

        Já se encontra o SUV T6 ano 2016 (concorrente do IX35 ), por 40k.

    • Ricardo Blume

      O que ferra é o pós-venda. Aonde fazer? E como faz para conseguir peças de reposição? Eu, por enquanto, não arriscaria carros china.

      • Bruno Alves

        Ué, não entendi? Onde fazer? Onde achar peças de reposição? Em uma das concessionária da JAC, se você mora perto das grandes capitais do país não vai ter problemas com isso…

        • Ricardo Blume

          E se você não mora, amigo? Na minha cidade todas as chinesas foram embora e se estas montadoras dependerem somente de seus mercados nas capitais, não sei como fica. Eu não sairia de minha cidade para ir a alguma capital fazer a revisão de um simples SUV, por exemplo.

  • Jr

    Bem que o T-Cross poderia ter um acabamento interno parecido com esse, veja bem, eu disse parecido, afinal cobrando o que a VW esta cobrando por ele, não acharia nenhum absurdo

    • Domenico Monteleone

      Poderia e deveria.

      • Fanjos

        Acho que não deveria não, a vida tem que punir quem compra esse tipo de carro pagando mais e levando menos, que venha tudo de plastico mesmo e que tenha aumento de valor em 10 mil por mês para ficar mais gostoso

    • Fanjos

      Tinha o Golf, com nível de acabamento tão bom quanto, mas o pessoal prefere sub-compacto de tamanco

      • Julio

        Verdade, deixar de comprar o Golf para optar por estes SUVs de shopping é pra matar.

        • Ric53

          Desculpa, eu sou louco por carros, leio bastante, me considero uma pessoa instruída. Entre um Golf 1.4 tsi ou Cruze LTZ e um Jeep Compass por exemplo, eu ficaria com o SUV de shopping sem dúvidas. Me parece menos anormal pagar R$120.000 em um suv do que em um hatch.

          • Ernesto

            Eu acho que cada um deve escolher o carro que mais lhe agrada ou que atenda melhor suas necessidades. Pessoal que critica quem compra HR-V, Renegade, Kicks entre outros acha que todos devem pensar como eles. Não é assim que funciona.

          • Edson Fernandes

            Depende, por R$120000 do golf com o Compass, qual dos dois lhe oferta mais itens de série, tecnologicos e de segurança?

            O Golf qdo veio para o Brasil foi a vitrine tecnologica para a Vw. Depois na minha opinião, ela se esqueceu disso e foi aí que ele veio a custar um absurdo. Entre o Compass de lançamento e golf no lançamento eu iria de Golf. Talvez na atualidade por tuido que o Golf perdeu, eu migrasse para outros carros. Mas com R$120000 eu tbm não iria de Compass.

      • Luis Burro

        Tbm acho,deveria ter ainda é a lista de equipamentos dos anos 90 (q todo o carro era descrito pra parecer q tinha equipamentos de série) e a partir de 100 mil,pro brasileiro se fuder já q quer ser o eterno bocó consumidor e paga pau de montadoras!

    • João

      Sabe o que é triste?
      O carro que resolve quase todas as críticas que fazem sobre a T-Cross acabou de sair de linha, e não vendia.

      • Benny Blanco

        Claro, com um preço daqueles.

        • Ric53

          Super normal pagar 120 mil reais em um hatch, po! Rsrs

        • João

          Como se os SUVs fossem baratos.

  • Eric PB

    Gostei do que eu li. É um bom carro, bem acabado, nível adequado de equipamentos perante os concorrentes e som premium; para mim, pai de família, já passei da fase de sair cantando pneu, ‘podando’ tudo e a todos. Seria uma opção de compra se viesse no valor de 125-129mil. Mas custando 149mil nao tem como deixar de pensar em uma tiguan, 3008 e equinox.

    • Junoba

      Pra valer a pena deveria custar 100k. Esses chineses são imprevisíveis, não da pra saber se continuarão no mercado. Veja a Lifan com o caríssimo X80, a marca fechou a fábrica no Uruguai e ninguém sabe o futuro da marca por aqui.

      • Eric PB

        Concordo com vc, mas convenhamos que por 100mil nao tem como. Ele é superior em tudo quando comparado ao kicks, captur, hrv, renegade, etc… e estes já custam os 100mangos. No mundo real e menos sobretaxado que o nosso, realmente estes ultimos custariam 70-80mil e o t80 poderia vir por bons 109k. quem dera…

        • Ernesto

          Em tudo, menos em algo super importante: a confiabilidade da marca!

          • Eric PB

            Com certeza! e é nisso que nós nos baseamos, tendo em vista fracasso da effa, lifan, geely. Assim o consumidor fica receoso em adquirir um produto china. Na minha humilde opiniao, a jac até tem bons carros para nosso mercado, porem falta agressividade no mkt e um pós vendas realmente decente. Lembro como bombou as vendas do j3 com propagandas no domingão do faustão antes da taxação… agora a bola da vez é a Chery com a consolidada caoa.

  • Junoba

    Por falar em carro chines, alguém sabe como vai ficar a Lifan aqui no Brasil, com o fechamento da fábrica no Uruguai?

    • Jr

      Eles vão começar a importar os carros da China, mas isso quando o dólar der uma aliviada, coisa que provavelmente só aconteça ano que vem se a reforma da previdência for aprovada

      • Junoba

        Então se o dólar não baixar eles não voltam ? Coitado de quem pagou quase 130k no X80…

        • Ric53

          Tipo umas 20 pessoas..

          • Junoba

            O X80 já vendeu 260 unidades…

    • Jorge Luiz C. Marinho

      Situação dramatica, x60 saiu de linha na china, fabrica no uruguai fechou, a css em brasilia está parecendo uma loja multi marca.Será que ela vai ficar importando apenas 1 carro com a venda de 10 unidades mes?

      • Junoba

        X60 saiu de linha ? Se puder, me manda a fonte. Se isso for verdade, não vejo futuro pra Lifan por aqui, tenho pena de quem comprou. E a marca estava indo bem, vendas estáveis, o problema foi a alta do Real.

  • Domenico Monteleone

    É complicado convencer alguém disposto a investir esse valor nesse carro, tendo a opção de Tiguan, Compass, New Tucson, Sportage, Equinox…

    • Gran RS 78

      Vc só esqueceu de mencionar que esse T80 é para sete passageiros, portanto quem precisa de espaço e tem família grande, ele seria mais indicado que esses modelos que vc mencionou, pois o Tiguan para sete passageiros custa bem mais que ele.

      • salvibr

        O Tiguan pra 7 pessoas gira por R$140mil!!! mas eh menor e menos potente!! porem nao eh aposta!!

        • Gran RS 78

          Na verdade está por 150 mil na versão confortline. Eu tbm iria de Tiguan nessas condições sem dúvidas.

          • salvibr

            tabela 150mil mercado 140mil

            • Gran RS 78

              Sim, mas temos que considerar nesse caso o valor de tabela, pois o T80 tbm terá descontos na negociação.

      • Eric PB

        149.900 o tiguan 7 lugares. Não é beeeemmm mais q o preço do jac.

  • Ric53

    Os coreanos foram os novos japoneses e agora os chineses são os novos coreanos.

    • Ⓜ️arcelo

      Menos, menos, Ainda não. Pode ser que um dia sim. Nem sinal de chineses rodando nos eua e muito menos de campanhas de recall´s em carros chineses e, isto pode significar duas coisas; Ou os carros chineses são perfeitos ao ponto de não se envolverem em recall´s ou eles não estão nem aí para quem compra carro chinês.

      • Henrique Gouveia

        Já houveram recall em marcas chinesas sim. A Chery teve no Face e agora recentemente no Tiggo 2.
        O Face era algo ligado ao escapamento e o Tiggo 2 ligado a posição dos cabos da bateria.

        • Ⓜ️arcelo

          Insignificante até aqui mas, a chery nas mãos da caoa, parece que estão se tornando mais responsáveis dando mais atenção a satisfação do consumidor, mas as demais que tem operações no brasil…

      • William Simon

        Considerando que os EUA estão em guerra econômica com a China. Vai ser difícil entrar chinês no mercado americano mesmo. O contrário também creio que não acontece.

        • Ⓜ️arcelo

          Sim, mas o fato é que mesmo antes da guerra recente não existia carro genuíno chinês rodando naquele país.

          O que deixou de ser importado pelos americanos, são os carros originais, que passaram a ser produzidos na china simplesmente pela mão de obra barata.

          A china produz de tudo, o produto original (mb, bmw, volvo, cadilacc etc), o genérico de baixo custo (jac, byd, geely, chery, lifan etc), e o pirata (landwind x7, Geely GE, Jiangling T7, Lifan 320, NATS GTK, Shuanghuang Noble, Zotye T700) e não há intenção de mudar isso, em todos os setores, ou seja, não há intenção deles em entrar no mercado americano com mercadoria genérica ou pirata pois seria dar um tiro no pé.

          No brasil, mesmo com a carga tributária alta, esses produtos genéricos deveriam ser vendidos pela metade do preço no máximo a 60% de um produto similar nacional, porém a ganancia das empresas brasileiras é tão grande que eles tentam reposicionar esses produtos no mesmo patamar dos demais visando altos lucros.

          Se você vai na farmácia e tem um remédio genérico 5% mais barato do que o original, você certamente vai optar pelo original. mesma coisa se você for na santa Efigênia e compra uma eletrônico pirata pelo preço da original, somente se for tapado. Isto que as importadoras que operam com carros chineses ainda não entenderam.

          • Jr

            o genérico de baixo custo (jac, byd, geely, chery, lifan etc) tiraria a geely e a byd desse grupo, os carros da geely já tem tempo que não são genéricos e a byd é a maior montadora de carros elétricos do mundo, a frente da tesla e ao contrario daquela que vive dando prejuízo a byd da lucro, não por nada que o Warrent Buffet tem um bom pedaço da empresa na sua mão

            • Ⓜ️arcelo

              De fato a indústria chinesa já produz caminhões a muito tempo e a byd tem Know-how, mas no ramo de veículos a JAC por exemplo não tem duas décadas que iniciou a produção.

      • Ric53

        Estou dizendo um fato, não precisa concordar, isso não depende da minha ou da sua opinião mas que um novo momento na industria e no mercado está acontecendo isso está!

    • Dod 2019 New Era

      Eu diria que os chineses de hoje são os coreanos da década de 80 e 90, não os coreanos atuais, que já se igualaram aos japoneses em qualidade.

      • Ric53

        Hoje em dia as coisas acontecem em uma velocidade muito mais rápida. Dá pra dizer que esse suv é equiparável em qualidade a um Jeep Compass, será?

  • SK15

    O cofre de motor todo coberto lembra um maleiro com uma mala dentro … bem é o que me veio a mente.

    • Paulo Lustosa

      lembra o porsche cayenne, que é exatamente assim

  • El Gato!

    Por esse preço, alguém cogitaria SERIAMENTE a compra desse carro? Sério, alguém pára e analisa a compra de um JAC por CENTO E CINQUENTA MIL REAIS? Inacreditável…

    • William Simon

      Não sei, tem gente que cogita comprar carro de 200 mil e nem é esportivo ou algo especial. Só que realmente, quem tem dinheiro vai na confiança de um vw ou GM ou BMW da vida.

    • Gran RS 78

      Concordo com vc, mas quando vc analisa que a VW cobra 125 mil reais por um T-Cross com todos os opcionais, acho que os preços estão completamente fora da realidade para todos as marcas.

      • Jr

        O pior é que o chinês pelo menos tem a desculpa de ser importado então tem a questão do dólar que tem subido, já o T-Cross nem tem como dar essa desculpa pelo preço praticado pela VW

  • Unknown

    Fadado ao fracasso! Apesar de algumas qualidades…

  • Fanjos

    JAC T80 2019
    Aceleração de 0 a 100 km/h – 9,2 segundos

    TIGUAN R-Line 2.0 TSI
    Aceleração de 0 a 100 km/h – 6,8 segundos

    Por 100k a maioria ainda iria pensar MUITO para comprar, por esse valor esquece, se vender meia duzia por ano é muito

    • lucas

      né possível que alguém vai na css comprar um JAC por 150k. meia duzia/ano acho muito otimista.

    • Ric53

      Meia dúzia por ano vai comprar usado de funcionário da marca rsrs

  • Edu

    A VW fazendo escola. Daqui a pouco todos vão rebatizar motores, acaba a litragem e entra em cena o torque.

  • PAULO ROBERTO

    Hj eu vi esse carro na marginal pinheiros, achei bem bonito, mas o preço realmente não é

  • Renato Alves

    Vai lá filhão, pague 150k num chinês gourmetizado!

  • Esses chineses estão cada vez melhores, quem conheceu sabe, me surpreendeu quando entrei num T-50

  • Esses chineses estão cada vez melhores, quem conheceu sabe, me surpreendeu quando entrei num T-50

  • afonso200

    vai vender 2un mes

  • RicLuthor

    Olhando o nosso mercado, o fato dele não ter injeção direta é até positivo, pois não sendo flex, se tivesse o sistema de injeção direta o motor sofreria carbonização ao usar nossa gasolina.

  • Miguel

    Falando nos concorrentes, eu NEM PISCARIA pra comprar é o 3008! Carro lindo!

    Vcs viram que a Peugeot está investindo em nova propaganda na tv e internet?
    Estão convidando pra conhecer os novos serviços, e se não gostar não paga!
    Espero que dê certo pra eles, acho os novos modelos deles perfeitos.

    • Marcus Fumagalli

      Eu ainda espero uma reviravolta da Peugeot, assim como aconteceu com o lançamento do 206 e 208.

    • Felippe2010

      Realmente é uma nave, entrei nele nesse final de semana e a minha opinião é que até Evoque passa apertado se forem comparados, só falta um motor mais potente

  • Fellipe Z

    Nao conheço o carro, mas falar que o efeito fibra de carbono destoa do conjunto é um absurdo. Roubou desenho de outras empresas sim, parece cópia sim, porém o conjunto interno esta totalmente harmonico. Queria saber se iriam fazer um comentário desses caso fosse de outra marca.

    • Junoba

      Painel parece com a da Mercedes, e as lanternas traseiras traseiras parecem com a da Audi.

      • Fellipe Z

        sim, esta correto. mas isso nao faz a fibra de carbono destoar do conjunto.

        • Ernesto

          Mas é opinião do redator! Imagina que chato ele não poder dar opinião? Ou só escrever o que as pessoas querem ler? Impossível, né?

  • Daniel dos Santos

    haahahahahahahahah…. Lifan e JAC… Duas marcas que por aqui não foram bem….esses carrinhos depois de 2 anos de uso, vão valer menos que a metade, e a manutenção vai dar dor de cabeça. essas marcas entrantes não possuem capilaridade no BR.

  • Supernescau

    Igual comprar um notebook top da Positivo por R$ 9000.

    • leomix leo

      Jogar dinheiro fora, tive a experiência de ter um positivo 15 anos atrás, hoje não recomendo a ninguém, pague mais caro em um Dell, mais esquece positivo, são descartáveis, e quando duram um pouco mais é milagre, sem falar que as peças de reposição que a própria positivo vende, elas não têm garanta, pois a mesma não confia no seu produto.

  • Baetatrip

    Dá para reparar como os carros chineses melhoraram muito recentemente em modo geral…!
    Acabamento decente do carro……
    Quando olha p/ o motor… Dá impressao que o carro e eletrico com montes de “capinha de plastico…”
    Só é caro do que oferece….!

  • Ric53

    A fabricante precisa fornecer um carro bom pra diretoria e traz isso, se vender uma unidade zero km é lucro, nem eles vão acreditar kkk

  • Hodney Fortuna

    O carro mistura elementos do Audi Q7 na tampa traseira, lateral de Hyundai Santa Fé e frente da mesma. Uma miscelânia de “inspirações”!

  • Luis Burro

    Realmente por este valor aí ñ é interessante,tlvz até uns 125 tava bom!

  • Danilo

    Não é possível KAKAKAKAK, esse interior de classe S da china kkkkkkkkkkkkkk, AI MEU CHESSUS, esse chineses kkkkkkkkkkk.

  • Ricardo

    Loucura o preço , essas marcas chinesas devem ser geridas por diretores / presidente com o perfil malandro/jeitinho brasileiro , só pode . Não vendem nada e mesmo assim não fazem uma estratégia de marketing , preço pra colocar a marca no mercado , pensam que podem chegar já competindo com wolks , Chevrolet , Ford , Honda , FCA , Renault …
    Esse T80 até parece um bom veículo , mas o preço o mata , dado a falta de mercado e confiabilidade da marca , deveria custar no máximo 99 mil , versão completa de tudo , pra chamar a atenção e balançar a concorrência , de quebra ainda ganharia muito marketing , apesar , que conhecendo nosso mercado , não sei se o Cartel permitiria algo assim , parece que todas montadoras são obrigadas a seguir uma tabela de preços , com pouquíssima variação entre marcas , modelos de carro .

  • Jackson

    A Lifan está em colapso parece que até algumas concessionarias já estão fechando e olha que ia tudo bem após o sucesso do X60 eles deviam fazer um acordo com a karmann gua e montar seus carros na fabrica de sbc aliás alguns carros já foram montados lá como o jeep defender seria ate uma forma da Karmann tentar se reerguer pois já teve a falência decretada e cancelada 3 vezes

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email