JAC Motors Lançamentos SUVs Test Drive

JAC T80: Impressões ao dirigir

JAC T80: Impressões ao dirigir

A JAC Motors promoveu um test drive com seu novo utilitário esportivo, o SUV de sete lugares T80, que tem preço sugerido já anunciado de R$ 139.990, que sobe para R$ 145.990 com dois opcionais: teto solar panorâmico e sistema de som premium Infinity com 10 alto-falantes.


Topo de linha da marca chinesa no Brasil, o JAC T80 chega com a proposta de ser um produto premium dentro do portfólio, oferecendo um bom nível de conteúdo e um conjunto mecânico mais potente, suficiente para conferir ao SUV uma resposta adequada ao propósito do modelo.

JAC T80: Impressões ao dirigir

Apesar do preço alto, o JAC T80 quer ser uma alternativa mais completa e luxuosa no segmento onde, de acordo com a JAC, o modelo leva vantagem sobre alguns rivais, como Hyundai New Tucson, Mitsubishi Eclipse Cross, Jeep Compass e Kia Sportage.


Com 4,79 m de comprimento, 1,90 m de largura, 1,76 m de altura e 2,75 m de entre eixos, o SUV tem 620 litros no porta-malas, que podem ser ampliados até 1.550 litros com as duas fileiras rebatidas. Para mover seus 1.775 kg, a JAC modificou o propulsor 2.0 Turbo para alcançar 210 cavalos a 5.000 rpm e 30,6 kgfm entre 1.800 e 4.000 rpm.

JAC T80: Impressões ao dirigir

Compondo o conjunto mecânico, o JAC T80 vem com câmbio de dupla embreagem com seis marchas e modo Sport, além de opção de troca manual na alavanca. Na parte técnica, o utilitário dispõe de controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, controle de descida e outros sistemas auxiliares, incluindo medidor de pressão dos pneus.

Tendo seis airbags, o JAC T80 dispõe igualmente de cintos completos e Isofix. O pacote inclui ar condicionado dual zone com saídas para a segunda fileira, direção elétrica com três modos de atuação, rodas de liga leve aro 18 polegadas, faróis de neblina, faróis com LEDs diurnos e função curva, lanternas em LED, monitoramento em 360 graus, câmera frontal independente (a mesma do 360), entrada e partida sem chave e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro.

JAC T80: Impressões ao dirigir

Mas o recheio não para por aí. O JAC T80 tem bancos em couro, sendo que os dianteiros apresentam ajustes elétricos (com duas memórias e ajustes lombar e massagem para o condutor), refrigeração e aquecimento. O SUV chinês vem com multimídia com tela de 10 polegadas com espelhamento para smartphones, modo Eco de condução, volante multifuncional em couro (só com ajuste vertical) e revestimentos metalizados e em couro no acabamento interno.

E continua com retrovisores com basculamento elétrico, cluster digital com três temas, 2 entradas USB, conexão Bluetooth, fontes 12V, sistema de basculamento automático da terceira fileira, segunda fileira com ajustes de encosto e distância, iluminação interna em LED, suspensão traseira multilink, sensor de chuva, sensor crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico, discos nas quatro rodas, controle de cruzeiro, computador de bordo, pedais esportivos, ajuste elétrico dos faróis e relógio analógico.

Impressões gerais

JAC T80: Impressões ao dirigir

Com tudo isso, o JAC T80 quer oferecer luxo por um preço competitivo. Mas, como ele anda? A impressão inicial do SUV é de um carro bem acima da média da marca e evidentemente superior aos T40 e T50. Por fora, parece uma mescla de estilos já conhecidos, em especial a traseira com forte inspiração Audi.

Chama atenção nela, os piscas no para-choque e não nas lanternas. A frente é agressiva, mas não exagerada. As rodas de liga leve têm desenho adequado, calçadas com pneus 235/60 R18. Maçanetas cromadas, vidros escurecidos e barras longitudinais no teto fazem parte do pacote.

JAC T80: Impressões ao dirigir

Por dentro, o ambiente é amplo e escurecido pelo acabamento preto. O painel tem inspiração Mercedes-Benz, mas não é ruim em termos de acabamento, com peças metalizadas bem encaixadas e revestimento em couro costurado sem detalhes. A impressão visual é realmente muito boa, deixando a desejar um pouco a imitação de fibra de carbono no console, que destoa do conjunto. A base da alavanca também confere um ar mais luxuoso ao SUV.

Os bancos são confortáveis e ainda vêm com comodidades interessantes, em especial a refrigeração, embora o condutor ainda tenha um massageador no encosto. O volante poderia ser algo novo, para se distanciar dos irmãos menores. Peca por não ter ajuste de profundidade. Já o cluster digital tem no tema “Clássico” seu melhor visual, pois os outros dois são exagerados.

JAC T80: Impressões ao dirigir

A multimídia poderia ter Android Auto e Car Play, tendo pelo menos um espelhamento para Android e iOS. As imagens das câmeras do monitoramento e frontal (todas touchscreen) são bem escuras. Na traseira, a segunda fileira é espaçosa e tem os ajustes esperados, além de saídas de ar e conectores USB e 12V.

Na terceira fileira, porém, o espaço é bem reduzido – apesar do ajuste da segunda – e com assoalho alto, sendo ideal mesmo apenas para crianças. Os encostos da segunda fileira podem ser rebatidos a partir do porta-malas.

JAC T80: Impressões ao dirigir

O teto solar panorâmico realmente dá um plus na proposta do T80, tendo ainda cortina elétrica. O sistema de som Infinity tem boa sonoridade. Estes dois são os únicos opcionais.

O porta-malas tem bom tamanho, mas a tampa tem abertura muito pequena, fazendo com que pessoas altas encostem a cabeça no interior da tampa. Poderia subir mais. Por fim, o relógio analógico no centro do painel é um item bem alusivo à proposta de luxo e elegância do T80.

Impressões ao dirigir

JAC T80: Impressões ao dirigir

Ao volante, o JAC T80 tem um bom comportamento. A suspensão tem ajuste que confere mais conforto que firmeza, mas mesmo em curvas bem fechadas, o carro se comporta como deveria, mesmo em pisos ruins e esburacados. O curso é adequado o suficiente para não bater seco nem quando se passa rápido por uma lombada sem sinalização.

Os freios, no entanto, ficaram devendo um pouco em eficiência. Eles demoram a atuar e isso causa um certo incômodo, mas não ameaçam a segurança. Trata-se mais de uma questão de ajuste na calibração. No caso da direção, existem três modos: leve, normal e pesada. Todas elas podem ser escolhidas no painel e a última atende melhor em conforto e resposta.

JAC T80: Impressões ao dirigir

Mas e o motorzão? O 2.0 Turbo da JAC Motors não tem injeção direta e sua cavalaria tem bons números. O motor não é ruidoso, entretanto, durante a condução, nota-se que ele gosta de trabalhar em regimes altos, apesar do torque a partir de 1.800 rpm. A culpa está na relação do câmbio de dupla embreagem, que é longa, como os chineses gostam…

Assim, em retomadas ele demora um pouco para responder com tantos cavalos, tendo essa impressão reduzida com o modo Sport. Nota-se uma elevação de giro que seria característica de um câmbio CVT. No modo manual, dá para melhorar a resposta, mas não muito, pois o motor corta perto dos 6.000 rpm. Nas saídas, porém, ele responde melhor.

JAC T80: Impressões ao dirigir

Rodando a 110 km/h, ele marca 2.000 rpm, o que está bom para conforto e economia. A programação é claramente voltada para a redução de consumo e um rodar mais tranquilo, sem uma pegada esportiva, apesar da potência oferecida. Não fazem falta os paddle shifts, pois o JAC T80 não mostra aptidão para uma condução mais agressiva.

Algo que chama atenção é o pedal do acelerador com curso curto. Como o motor demora para responder, quando exigido imediatamente, ao afundar-se o pé, prontamente se alcança o final. Isso também contribui para a sensação de espera por uma reação do conjunto mecânico.

JAC T80: Impressões ao dirigir

No geral, o JAC T80 mostrou ser um carro adequado, com alguns pontos a melhorar e algumas ausências sentidas. Mesmo assim, o pacote de equipamentos é generoso e o acabamento interno é condizente com a proposta, agradando não só aos olhos, mas também ao toque. Feito para sete, ele é mais adequado para cinco, que viajam com conforto e boa medida de segurança.

JAC T80 – Galeria de fotos

JAC T80: Impressões ao dirigir
Nota média 3.3 de 7 votos

  • Tosca16

    Visual sem personalidade, interior com boa qualidade construtiva e seleção de materiais que visualmente agrada; powertrain dos JAC sempre achei “áspero”; analisando ficha técnica em si, vence o Tiggo7, mas dificilmente terá o mesmo acerto dinâmico do CAOA Chery, nisso a Caoa e Chery estão uns degraus acima. Apesar do bom motor, em ficha técnica, o peso maior poderá não dá esse desempenho tão superior ao conterrâneo Tiggo7. Entretanto pelo preço seria o Tiggo8 que ainda não desembarcou aqui o concorrente deste modelo. Se acreditam que pagar R$ 116.990,00 já será uma tarefa de poucos imagina pagar quase 150 num JAC que tem menor rede, pouco marketing e passava até recentemente por reestruturação no grupo SHC.

    • Filipo

      Exatamente, visual externo e interno sem personalidade! A não ser a frente, bem chinesa, o resto do carro tem muito de outros. A traseira é muito parecida com a do Audi Q5 e de perfil, se parece muito com o anterior Honda CRV, com a maior diferença no vinco bem pronunciado do JAC. Por dentro é uma inspiração clara no Mercedes Classe S. Até a posição do reloginho! Um verdadeiro Mercedes do camelô. Pelas fotos, nota-se que o velocímetro digital tem pouco brilho/contraste. Não sei porque, se é por não ser LED ou o que mais. Não é como o da Audi/VW, por exemplo. O motor, apesar de parecer um motorzão, é uma decepção. Atualmente quando se fala que o veículo tem motor 2L turbo a gasolina, espera-se por um bom desempenho, seja que tipo de veículo for, mas não é o caso.
      E para finalizar, o preço… O que pensa a JAC Motors do Brasil? Chega a custar 146k! Por que não vão lá na terra do tio Sam ou no velho mundo vender isso a preços elevados também? Brasileiro pode ser ignorante, mas não é trouxa.

    • Luconces

      Penso a mesma coisa!

  • Joãozinho

    Aparenta ser melhor que o Lifan X80.
    Tem porte de Audi Q5, preço de Compass Limited, e equipamentos de Q7.
    Motor de… ? Estou em dúvida, porque é turbo mas não é muito moderno nem tão eficiente. Mas parece ser melhor que um 2.7 Flex VVTI de 159 cv.
    As críticas ficam por conta da boa e velha desvalorização, que aqui no Brasil é um dos principais fatores que influenciam a compra.

    • SDS SP

      Se eu tivesse grana e necessidade de 7 lugares, olharia com carinho o PUG 5008.

      • Joãozinho

        Completão, e com ótimo acabamento interno. Aliás, é um dos poucos carros que também têm a câmera 360. Sua mulher iria amar…
        Eu acho que é uma das melhores opções do segmento.
        Por R$ 182 mil, eu / acho que não trocaria ele pela R-Line (R$ 190 mil). Talvez pela CR-V, mas teria que dispensar os dois banquinhos de criança no porta-malas…

        • Erasmo Artur

          Só não concordo com a parte da CRV, que nem f****** vale 180.
          5008 acho que consegue um desconto bom na negociação, o que faz parecer atrativo.
          Rline é o dilicinha da turma e também seria a minha escolha nessa categoria.

        • Edson Fernandes

          Rapaz, esse carro com tudo que possui, não possui ajuste de profundidade do volante… isso é algo bizarro!

  • Nicolas

    Pegadinha, turbo sem injeção direta (bebe e falta torque em baixa) tecnologia do seculo passado, potente mas não anda pois falta torque em baixa e pesa 225Kg mais uma Tiguan, mostra chassis defasado. Carro para desavisados.

    • Joãozinho

      A escolha é livre, mas tem desinformação aos montes aí para tentar defender a Tiguan. Parece que é o CalosDe4…

      O porte desse JAC aí é de Touareg, não de Tiguan.
      Agora vc vai me inventar que o Touareg é pior que a Tiguan porque não usa aços ultrarresistentes e o projeto é antigo?

      A resposta é óbvia. Um carro maior pesa mais. É de clareza solar…

      E tem outra. O crash test. Todos querem ver os carros chineses nesse teste.
      Mas, em tese, um carro mais pesado não é necessariamente pior. Se ele colidir contra um carro mais leve, leva vantagem. Jogue uma C-10 contra um Up! e espere o resultado… Os crash tests ainda não revogaram as leis da física.

      A única afirmação verdadeira possível é: “estou ciente que a Tiguan é menor e não são concorrentes, mas ainda assim prefiro ela pela qualidade consolidada da marca”. Aí não há queixa nenhuma

    • Tosca16

      Esses chinas são tudo 5 estrelas no C-NACP, tirariam o mesmo aqui no Latin-NCAP.

      • Joãozinho

        Bom é o Sandero/Logan 1 estrela, que todo mundo aqui – ainda que não tenha um – vive pegando no Uber.

  • Osni Duarte

    Ainda que tenham evoluído em tecnologias, montagem e acabamento, os chineses em geral pecam pela falta de personalidade. Mas creio que um dos maiores pecados seja manter uma calibração de motor, câmbio e rodagem ao gosto do consumidor chinês, não ao gosto do brasileiro. Este prefere acertos mais ao estilo europeu. Se aquele reloginho no painel tivesse o nome de alguma marca famosa (Breitling, Cartier, TAG, Bulova, sei lá!), em vez de JAC, traria um maior requinte à proposta. Interior é bem chupado da Mercedes-Benz, mas com recortes e detalhes antagônicos. Design exterior é melhor nem comentar….

    • Jorge Luiz C. Marinho

      Jac precisa melhorar muito isso. porem a Chery já tem sua propria identidade visual

    • Rafael Neves

      Concordo com vc com relação ao relógio… poderia ser um assinado pelo preço.. até mesmo Swatch ou outras marcas não tão Premium…

  • Peter Bishop

    125 e uma Tiguan

    • Leonardo

      Pena que não vem nem com a metade das coisas que esse tem

    • Joãozinho

      A Tiguan de entrada tá 129.000 Laranjas 🍊

      • Peter Bishop

        Paguei 125 na minha, mas tem um tempo isso já. Seja como for, muito mais negócio que esse trem aí.

        • Joãozinho

          É nada, peladão ao extremo e tem a suspensão dura demais.
          Mas cada um compra o que quer

    • Vinícius

      A de entrada é um carro pelado perto desse e não tem opção de 7 lugares. Fora o motor que é mais fraco.

      • Peter Bishop

        o motor “mais fraco” anda mais e bebe menos que esse aí e pelado é apenas em relação aos itens seguintes: faróis com LEDs diurnos e função curva, lanternas em LED, monitoramento em 360 graus, câmera frontal independente (a mesma do 360) nada que mate ninguém

      • Vitor Pamplona

        Prefiro Gol do que qualquer um Jac.

  • Guilherme Martins

    Tem um quê de Q7,Crv…
    Mas é o primeiro da marca que penso: Tá indo, tá evoluindo…

  • Eng Turbo

    “Mas e o motorzão? O 2.0 Turbo da JAC Motors não tem injeção direta”

    ok………………..PRÓXIMO por favor!!

    • Peter Bishop

      O Corolla não tem. O Civic aspirado não tem. O Fit não tem. O Yaris não tem. A HR-V não tem, por aí vai

      • Unknown

        Todos citados são de carros de categorias inferiores…

        • Peter Bishop

          kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Eng Turbo

        Os modelos que vc citou são aspirados e não turbo
        Por isso todos estão fora da minha lista ;)

  • Natán Barreto

    Quem vai ser o corajoso???? Motor defasado, lista de equipamentos mediana pra um chinês de 150 mil e um visuak medonho.

    Esse carro talvez valha alguma coisa daqui uns anos no mercado de usados. Atualmente é loucura.

  • Bruno Alves

    Parece bom, a vantagem para quem tem dinheiro de menos é que esses chineses desvalorizam muito. Quem sabe daqui uns 5 anos troco a Santa Fe em um Lifan X80 ou um JAC desses por uns R$ 40.000,00…

    • Peter Bishop

      E casa com ele? Chinês se compra usado com 1/2 anos no máximo. A garantia vai até 5.

    • Jorge Luiz C. Marinho

      vai ser um ótimo negocio pegar um carro desse com 2 anos de uso.

      • Vitor Pamplona

        Só rezar para não quebrar! JAC não tem pós venda.

  • Louis

    Podiam ter caprichado mais no desenho do volante, está horrível para um carro deste nível de preço.

  • Thiago

    Senhor Habib está usando dorgas.

    • Vitor Pamplona

      Ele não considera seus cliente e nem seus funcionários.

  • Zé Mundico

    Bem, é um carro que não se paga.

  • Jurandir Filho

    Pra quem não faz questão de 7 lugares, o 3008 é bem mais jogo

  • Piston head

    A proposta das chinesas era mais por menos no início, agora é ainda mais por muito mais.

  • FocusmanBA

    Interessante compara o nível de evoução da Chery e da JAC.

    O Tiggo 7 tem nível de qualidade igual a dos carros coreanos. Já esse JAC tem a mesma qualidade que os produtos Ali Express….

  • Vitor Pamplona

    Ótima opção para ficar 6 meses sem carro esperando peça quando der defeito.

    • Zé Mundico

      Um amigo meu passou por algo bem próximo disso. Tinha aquele JAC sedanzinho, bateu e esperou 2 mêses pela frente do carro.
      Outra colega de trabalho bateu o Sangyong Korando (ok, é coreano) e esperou quase 4 mêses por peças do radiador e lataria. Hoje os dois passam longe de carro chinês.

      • Paulo

        Eu tive um azera e fiquei quase 7 meses sem carro esperando uns pedaços de plastico.
        Detalhe que tinha comprado o carro 0km 4 dias antes de ficar sem ele esperando peças!

  • Abdallah

    Duvido que alguem tire quase 150 mil do bolso pra comprar isso.

  • Mr. On The Road 77

    Rapaz…

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

    Putz nem sabia que esta concessionária Citroên perto do Vila Lobos tinha se transformado em JAC, a coisa tá feia pros franceses.

  • Paulino Lino

    Por pouco mais eu vou de Peugeot 5008 heim

  • Deomar Costa

    Vale informa que esse carro não é nada prático em relação a quem senta na 3° fileira de assento, sempre precisará de uma segunda pessoa para destravar a 2° fileira de assento para sair do carro, pois a mesma e localizado na lateral do bando distante de quem senta na 3 fileira. Nota 0, e outra spin tem mais espaço na 3° fileira que este carro.

  • Dudu Gomes

    Na parte de baixo do painel, próximo à regulagem dos retrovisores, tá lá um monte de tampinha preta indicando ausência de algum equipamento. Pra variar, pra banânia vem sempre com menos. Seria uma controle de tração AWD, bloqueio de diferencial, etc? Pra um chinês de 150 pau, faltou algum item desse tipo pra diferenciar.

  • Cosi fan Tutti

    Ainda vou aguardar os carros da GAC, GWM Haval e da Geely, pra mim estão um patamar acima da JAC.

  • Mayck Colares

    Mais alguém reparou que o carro tá com 2 modelos fronteais? O preto parece mais antigo e anguloso e as outras cores mais modernas, mesmo assim no todo é um conjunto bem sem sal.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email