*Destaque Crossovers Elétricos Europa Jaguar Lançamentos

Jaguar I-Pace é lançado oficialmente com 480 km de autonomia

Jaguar I-Pace é lançado oficialmente com 480 km de autonomia

Com transmissão ao vivo pela internet, a Jaguar revelou seu primeiro carro elétrico de produção seriada, algo realmente impensável há poucos anos, mas que agora é só o início de uma nova ordem mundial automotiva, que trocará a frota de carros convencionais movida por gasolina e diesel, passando a adotar automóveis dotado de enormes baterias de lítio e motores elétricos bem compactos.


O Jaguar I-Pace chega como um crossover, mas com foco totalmente no asfalto. Apesar do desenvolvimento no Reino Unido, o modelo é feito pela Magna Steyr em Graz, Áustria. Feito sobre uma nova plataforma e portando um pacote de baterias de lítio com 423 células que possuem densidade de 90 kWh, que garantem 480 km de alcance.

Jaguar I-Pace é lançado oficialmente com 480 km de autonomia

Com isso, o crossover vai de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos. Além disso, o Jaguar I-Pace dispõe ainda de dois motores elétricos que somam 400 cv e 71 kgfm, suficientes para uma performance de superesportivo. Com tração nas quatro rodas (um motor em cada eixo), o utilitário esportivo pode ter 80% da carga recomposta em 10 horas se for plugado em tomada doméstica ou em até 40 minutos, graças a um carregador rápido de 100 kW.


Inspirado no conceito C-X75, o Jaguar I-Pace mais parece um hatch esportivo do que um crossover. Ele reúne um dos elementos mais marcantes do Range Rover Velar, as maçanetas retráteis. O capô é curto e possui grande saída de ar, enquanto o conjunto frontal é baixo e bem aerodinâmico. As linhas são fluídas e a traseira incorpora um aspecto de carro compacto, esportivo. A frente é bem agressiva, contando com faróis full LED com LEDs diurnos em “duplo J”, além da grade característica da marca, bem como para-choque com spoilers e aberturas bem grandes.

Jaguar I-Pace é lançado oficialmente com 480 km de autonomia

 

A Jaguar não revelou as medidas do I-Pace, mas diz que o porta-malas tem 656 litros ou 1.453 litros com o banco traseiro rebatido. Mas, não se engane, ele não é pequeno. O crossover tem ainda opção de rodas de liga leve aro 22 polegadas, o mesmo limite do Velar, por exemplo. Além disso, conta com suspensão pneumática opcional, que reduz a altura do veículo em 10 mm acima de 105 km/h, melhorando a aerodinâmica, cujo coeficiente é de 0,29.

A plataforma possui uma estrutura própria para transportar o enorme pacote de baterias, que fica no assoalho, baixando assim o centro de gravidade e liberando o habitáculo para os ocupantes. Com distribuição de peso 50:50, o Jaguar I-Pace não tem túnel central, o que favoreceu a colocação de um porta-objetos de 10,5 litro.

Jaguar I-Pace é lançado oficialmente com 480 km de autonomia

Por dentro, mais semelhanças com o Velar, entre elas a tela sensível ao toque com dois botões circulares no console, que também possui elemento vazado. O cluster é digital e configurável, enquanto a multimídia InControl Touch Pro Duo tem ainda a tela principal na parte superior, ostentando os sistemas Android Auto e Car Play. O volante tem visual esportivo e um HUD colorido também está presente. O I-Pace tem ainda bancos esportivo tipo concha e teto solar panorâmico.

O Jaguar I-Pace ainda registra o estilo de condução e preferências do motorista, que pode ajustar todos os parâmetros de climatização, áudio assentos, volante, etc, através do smartphone antes de entrar no carro. Outra novidade é a integração com o dispositivo Alexa da Amazon, que possibilita acessar informações do veículo de forma remota. Ele também irá atualizar seu sistema ao longo do tempo de forma remota, melhorando as capacidades do veículo. Por fim, a Jaguar se apressa em dizer que não há previsão de chegada ao Brasil…

Jaguar I-Pace – Galeria de fotos

Jaguar I-Pace é lançado oficialmente com 480 km de autonomia
Este texto lhe foi útil??

  • André

    Nossa esse interior me surpreendeu!

  • Thiago Maia

    O melhor interior dos atuais jaguares e, creio, que dos carros elétricos de que me recordo.

  • Haggard

    Eis a prova de que o interior não precisa ser feio só por que o carro é elétrico!
    Uma pergunta de leigo… o pacote de baterias é devidamente vedado né? Tipo… se o cara se ver numa enrascada de passar por ruas alagadas (sei que não é o caso), ele não vai se dar mal né?

    • Edson Fernandes

      Depende.

      Tanto o motor como as baterias são blindadas para evitar qualquer problema.

      Mas acredito que se tiver um excesso, possivelmente ainda que não seja um carro a combustão, isso pode trazer algum tipo de problema devido ao excesso de agua.

      Agora, problema no sentido de rodar com o carro em chuva, ou pegar poças de agua acredito que seja até mais seguro que um carro a combustão.

  • 110anosimigraçaojapa

    qual preço?

    • Pepe Senra Jr.

      Boa pergunta!!

  • Lucas

    O exterior não é dos mais belos (porém longe de ser feio), mas o interior…simplesmente maravilhoso.

  • Razzo

    Design traseiro ousado.

  • Ander33x

    Parabéns Jaguar, que belíssimo carro.
    Esse interior branco é sem sombra de duvidas um dos mais lindos que já vi,
    digo que superou até o Tesla S que era o meu favorito.
    Caraca, o futuro será mesmo maravilhoso,
    gostaria de ter mais 90 anos pra frente só pra ver como será as “naves” que nos transportarão.

    Que belo carro.
    Tesla e Jaguar fazendo a diferença.

    • PEDAORM

      Tesla impressiona mais pelo design interno do que pelos materiais de acabamento.

  • Vitor Santos

    NÃO GOSTEI. PREFIRO MEU FIESTA 1.0 2003

  • Mauro Banqueiro

    O prius é o único carro que usa também energia alternativa com aparência duvidosa. Esses carros não precisam ser com aparência de carros dos filmes de fixação científica. Por isso sempre que imaginamos carro eletrico ou hibrido, nos vem a mente algo assustador, com aparência de carro conceito. Isso é horrível.

    Não me atreveria nem a lavar esse carro, vai ver da pane elétrica. 😀😀😀😀😀😀😀😀

    • Ubiratã Muniz Silva

      o sistema elétrico não deve ser da Lucas não… kkkkkkkk

      (como eram nos carros britânicos até os anos 80)

  • oloko

    Frente e interior excelentes, mas essa traseira cagou no carro pra mim, a jaguar com certeza consegue fazer algo mais bonito que isso

  • Léo Dalzochio

    Belíssimo. Exceto pela “moda” de usar rodas cada vez maiores com pneus de perfil cada vez menor. E no Brasil, um carregador doméstico de 100 kW capaz de dar apagão no condomínio, no bairro, cair os fusíveis do poste, derreter a fiação da rede BT…

    • Nicolas_RS

      Tu quer o que em um carro luxuoso? Liga Leve de 13 polegadas?

      • Edson Fernandes

        uma roda aro 18 em diante já seria o ideal. Para que umperfiltão baixo?

        • Nicolas_RS

          Acho que pesou um pouco o design, assim fica bem bonito e com cara de luxo, as linhas finas se combinam com o perfil baixo do pneu.

          • Edson Fernandes

            Entendo, mas dá a op~çao ao consumidor querer optar por isso. Pois deve assustar quem não quer uma roda tão grande.

  • Gusbar Kuati

    Pra quê uma grade tão grande?
    Tá certo, ficou bonita, mas fica sem função num carro elétrico, poderiam dizer q é para resfriar as baterias ou algo do gênero, e tomara q isso vire padrão pq carro sem grade frontal dificilmente fica bonito.

  • th!nk.t4nk

    Ficou show demais, até mesmo a traseira polêmica creio que dá pra acostumar! A Jaguar mandou bem pra caramba, entrou de pé direito na eletromobilidade! Ansioso pra testá-lo :)

    • Unknown

      Vc é jornalista automotivo?

  • Unknown

    Os veículos da jaguar tem um design bastante interessante, na minha opinião.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email