_Sem Categoria

Jaguar I-Pace SVR consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 1,8 segundo

Jaguar I-Pace SVR consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 1,8 segundo

A Jaguar Land Rover parece não estar para brincadeira quando o assunto é o desempenho de seus automóveis mais “apimentados”. Desta vez, o grupo britânico impressiona como o inédito Jaguar I-Pace SVR, projetado com a intenção de se posicionar como o SUV mais rápido do mundo, tanto é que ele dificilmente estará disponível para o consumidor final na rede de concessionárias da empresa.


A versão esportiva do utilitário-esportivo elétrico da Jaguar consegue acelerar de 0 a 100 quilômetros por hora em apenas 1,8 segundos. “É uma boa margem”, disse o chefe de produto da Jaguar Land Rover, Hanno Kirner. O atual automóvel elétrico (produzido em série) mais rápido do mundo é também um crossover, no caso o Tesla Model X P100D, que cumpre a mesma prova em 2,9 segundos.

Jaguar I-Pace SVR consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 1,8 segundo

Porém, ainda segundo o executivo, esse é um carro não muito adequado para condutores comuns. “Eu me preocupo se o torque instantâneo e o desempenho possam ser demais para pilotos inexperientes”, afirma Kirner.


Por outro lado, há a possibilidade de uma versão mais “mansa” do I-Pace SVR ser oferecida no mercado. Neste caso, a Jaguar precisaria limitar eletronicamente o desempenho do veículo. “Pode ser que tenhamos que impor algum tipo de restrição, de modo que o desempenho seja limitado até que eles tenham feito algum curso de direção ou algo do tipo”, comenta o executivo.

Jaguar I-Pace SVR consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 1,8 segundo

Na visão de Kirner, um I-Pace SVR faz sentido, bem como uma versão ultraluxuosa SVA e também uma off-road SVX. Vale lembrar que a versão convencional do Jaguar I-Pace sai de fábrica equipada com dois motores elétricos que desenvolvem 394 cavalos de potência e 71 kgfm de torque, com tração nas quatro rodas. Este aparato é suficiente para leva-lo aos 100 km/h em 4,8 s.

O I-Pace já é mostrado no site da Jaguar no Brasil. Entretanto, ainda não se sabe quando o modelo será comercializado por aqui.

[Fonte: Autocar]

Jaguar I-Pace SVR consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 1,8 segundo
Nota média 4.2 de 6 votos

  • Erivelton Freitas

    Que menino mimoso!

  • Júnior Nascimento

    A versão “comum” já está ótima. Carro pra jogador de futebol e político corrupto.

    • PEDAORM

      No brasil…

  • Emanuel

    Tem pneu pra isso?

  • Lucas

    Rapaz, eu duvido demais.

  • BillyTheKid

    “O atual automóvel elétrico (produzido em série) mais rápido do mundo é também um crossover, no caso o Tesla Model X P100D, que cumpre a mesma prova em 2,9 segundos.”

    Na verdade não é um crossover não; É o Model S P100D, que faz 0-100km/h em 2,5 segundos. Pelo jeito até os jornalistas já estão esquecendo que existe outro tipo de carro além de crossovers/SUVs, hehehe.

    • Ady Bastos

      Fiquei pensando nisso também…

    • PEDAORM

      De fato, digamos então que este é o crossover elétrico mais rápido do mundo, superando o model X.

  • João Holmes

    Eu truco essa aceleração. 1,8s dá 15 m/s2 de aceleração, portanto maior que g. Isso só é possível com downforce aerodinâmico, mas não vejo aerofólio suficiente para tal. Quem entende física sabe do que estou falando.

    • Daniel

      Não foi dito o tipo de pavimento e pneu utilizado. Se conseguirem um coeficiente de atrito entre o pneu e o pavimento suficiente, é possível.

      • PEDAORM

        Pois é, pneu é o principal problema em uma aceleração como essa, gostaria de mais informações sobre o mesmo.

    • Cláudio Modesto

      Faltou mencionar o mecanismo de lançamento de caça que foi utilizado no dia da aferição.
      Pq não faz esse carro com 200cv e autonomia de 1000km?
      Todo carro elétrico tem que ser mega esportivo?

      • Eduardo Forneck

        Pra ter 1000 km de autonomia precisa de uma bateria muito maior, portanto mais pesada e mais cara, a potência máxima não tem relação com a autonomia, durante velocidade constante ele não vai usar a potência máxima, apenas a potência necessaria para se manter nessa velocidade, por exemplo, um Tesla Model S P100D com 700 e tantos cavalos, andando a 100 km/h (velocidade constante), precisa menos de 25 CV.

    • Eduardo Forneck

      Não é necessário downforce, downforce só faz diferença em altas velocidades, downforce é gerado quando o ar é direcionado para cima, empurrando a carroceria para baixo e aumentando a forca que os pneus exercem sobre o chão, aumentando a tração. Mesmo colocando uma asa gigante não fará diferença na aceleração pois não terá velocidade suficiente para gerar downforce, a sustenção positiva (ou negativa, o downforce) porporcional ao quadrado da velocidade, e na faixa de 0 a 100 km/h não é uma velocidade grande suficiente para fazer qualquer diferença, downforce é usado em altíssimas velocidades para manter a tração, principalmente em curvas onde a tendência do carro, devido a inércia, é ir reto (sair pela tangente), assim é necessário maior tração para que os pneus não derrapem.

      Você pode entender de física, só esqueceu que downforce significativo para fazer qualquer diferença só é significante em altas velocidades, velocidades muito mais altas do que as atingidas num teste de 0 a 100.

      • João Holmes

        Havendo asa o downforce sempre existe, mas é claro que em baixa velocidade seu efeito é reduzido. E foi o que eu disse, não vejo asa para justificar downforce suficiente para ajudar no grip da aceleração. Mas já que você é o sabichão, responde então a pergunta que fiz, como é possível acelerar 1,5g se o coeficiente de atrito entre asfalto e borracha é 1,0?

        • Eduardo Forneck

          como já foi dito em outros comentários, não sabemos quais foram as circunstâncias de teste, pode ter sido em uma dragstrip, que aumenta o coeficiente de atrito para acima de 1, além disso ja ouvi que devido a natureza estrutural do pneu, durante fortes acelerações deformações no pneu também geram aumento do atrito.
          Também não sabemos a forma de medição, se o rollout foi ou não considerado durante o teste.

    • Léo Dalzochio

      E o baço de uma pessoa normal aguenta tal aceleração sem se romper? Pois em qualquer desaceleração mais elevada (acidente), é o primeiro órgão a ter hemorragia.

      • João Holmes

        Não dá para comparar as duas situações. No caso dessa aceleração aguenta sim. Essa aceleração de 1,5g vai ser desconfortável, mas não vai matar ninguém em 2 segundos. Já numa batida a desaceleração são de dezenas de g.

  • Maycon Farias

    Deve ser uma sensação impagável. Parabéns pelo feito! Fiquei surpreso por superar o já inacreditável 1,9s do Tesla Roadster.

  • Ricardo Blume

    Incrível. Sem palavras.

  • Gutemberg Ferreira

    Fico imaginando o milagre que a eletrônica é capaz de fazer para evitar que o carro destracione com essa aceleração absurda.

  • Calibra vermelho 95

    Que ironia! O carro de passeio mais rápido no 0-100 do mundo é um…SUV! Os tão criticados e odiados SUV.

    • PEDAORM

      Embalando essa plataforma e powertrain num pacote menor, mais baixo e leve e teremos um carro que não só acelera forte, mas com compartimento dinâmico certamente superior à sua versão crossover. Mas eles tem que mostrar o que o mercado quer…

    • BillyTheKid

      Isso ainda não me convenceu a pagar mais de R$ 100 mil num SUV compacto aspirado. Prefiro um hatch ou sedã médio mesmo…

  • anonbr666

    É um carro ou um dragster? Caramba

  • Marcio Souza

    Tem moto que vai mais rápido que isso??

  • Augusto

    Elon já ta providenciando um P120D pra competir

  • Osni Duarte

    Esses VW estão todos com a mesma cara e traseira…

  • Cromo

    Esse belíssimo Jaguar não é um SUV, é um grande hatch. Se esse carro é um SUV, o Kwid também é. Forçassão de barra.

  • Elinho Casagrande

    Acho difícil esse número. Não existem pneus civis pra isso!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email