Japão Mercado Montadoras/Fábricas

Japão: escândalo envolvendo alumínio adulterado afeta vários fabricantes de automóveis

lexus-fabrica Japão: escândalo envolvendo alumínio adulterado afeta vários fabricantes de automóveis

Mais um escândalo atinge o mundo automotivo e, desta vez, vai muito além dos airbags da Takata. Coincidência ou não, a empresa envolvida neste caso também é japonesa, a Kobe Steel Ltd. A companhia é um dos maiores fornecedores de metais do país e agora é alvo de uma grande investigação, por enquanto interna.



O motivo é que a equipe de qualidade teria falsificado dados de tensão e durabilidade de chapas de alumínio fornecidas para mais de 200 empresas, entre elas Honda, Toyota, Nissan, Subaru, Mazda, Mitsubishi, Ford e General Motors. E o pior, também estão listados entre os clientes fabricantes da indústrias aeronáutica e espacial.

A prática ilegal foi cometida em quatro plantas de produção de alumínio da Kobe Steel no Japão, que falsificaram os dados para que as chapas do metal atendessem aos padrões de qualidade. Mas, o círculo vicioso é tão grande que, em alguns casos, o nível de qualidade real é o mesmo de 10 anos atrás.

A Kobe Steel minimiza a situação alegando que até o momento não há preocupações quanto a segurança. A empresa diz estar investigando para descobrir a origem das fraudes no processo de qualidade. Dos fabricantes de veículos mencionados acima, Toyota e Honda confirmaram o uso do alumínio com resistência diferente da alegada pelo fornecedor em portas, capôs e outras partes externas de carrocerias. Já as marcas Mazda e Mitsubishi investigam quais modelos foram afetados.

Com mais esse escândalo, as indústrias automotiva e metalúrgica do Japão tem suas imagens arranhadas por conta do comprometimento com a qualidade e a segurança. A Takata desenvolveu um airbag muito barato, utilizando um gás inflável que, no acionamento com carga acima do necessário, projeta estilhaços potencialmente mortais, já sendo responsável por quase duas dezenas de vítimas fatais em todo o mundo. O recall envolve dezenas de milhões de carros de várias marcas.

Além disso, a Mitsubishi confessou ter falsificado os resultados de consumo de seus carros desde 1991 com uma calibração aumentada nos pneus dos veículos, a fim de garantir médias melhores. A descoberta foi feita pela Nissan, quando percebeu discrepâncias de eficiência entre seus kei cars e os da rival, que fornece os veículos para ela. No fim, a Nissan adquiriu o controle da rival, após esta entrar em declínio com a comprovação da prática ilegal e ver suas ações despencarem a ponto do presidente pedir perdão e demissão.

Atualmente,muitos carros utilizam o alumínio para reduzir peso, sendo que a maioria aplica o metal em partes externas da estrutura ou componentes específicos, mas existem modelos que utilizam o material em 80% ou mais de sua estrutura. Teremos um novo recall global, desta vez para peças e chapas de alumínio fornecidos pela Kobe?

[Fonte: Auto Express]

COMPARTILHAR:
  • E olha que o NA ainda nem postou sobre a fraude do controle de qualidade de producao da Nissan que foi descoberta semana passada, e estah sob investigacao policial no Japao. kkkkk.

    • Aristeu Junior

      para trás inditoso esquerdista!

  • Ah vah, descobriu isso agora? Agora de um pulo no seu banheiro e olhe a composicao da sua pasta de dente, shampoo, e sabonete. Achou um tal de Lauryl? Isso sem mencionar nos que vao en zoologico (vulgo holocausto a ceu aberto com guia sinico). Ninguem eh santo, e a culpa nao eh do dinheiro, mas sim da ignorancia.
    https://youtu.be/QzU8Jx4q4Q0

    • carroair30

      O Executivo da siderurgica se matou??? Nao ? Entao nao foi escandalo.!

    • Marcos

      O que ele comentou antes de apagar?

    • HENRY ME

      Do creme dental,conheço.

  • PedroGolzinho

    É incrível como alguns espertalhões conseguem transformar a sessão de comentários de um site automotivo em um conflito direita/esquerda!

    • SDS SP

      É a hora de tirar à carapuça kkk

    • Raul Pereira

      Transformam até o site de jogo que eu sigo, aqui não seria surpreendente

    • Daniel

      Eu acho que as chapas de esquerda são melhores que as de direita!!!!… pelo menos nos países com direção à esquerda, que é o lado testado nos crash tests… :P

      • PedroGolzinho

        Tudo bem amigo, todos podem ter sua opinião, sem problemas. F*da é quando nego compra briga pra enaltecer um lado. #paznoscomments.

      • Djalma

        Esse negócio de direita e esquerda me fez lembrar a seguinte situação. Será que as chapas da direita dos carros são mais fortes. ou reforçadas que as da esquerda? Não podemos esquecer que é lá que sofre os impactos do teste de impacto lateral e do poste.

        • Daniel

          Então, o LatinNCAP está fazendo testes laterais e de poste no lado do passageiro em alguns carros…

          Até mesmo nos EUA já mostraram que alguns fabricantes reforçam apenas o lado do motorista para o temido Small Overlap. O Kwid indiano tbm tinha reforço lateral apenas no lado do motorista…
          O Onix foi testado do lado do passageiro… talvez se fosse do lado do motorista o fiasco teria sido menor…

          O palio, que ganhou 1 estrela, foi testado do lado do motorista…. se fosse do outro lado, será que seria o mesmo resultado????

  • Gutto Morais

    Eu acho que não será possível trocar chapas, isso é estrutura do carro, não tem como mexer sem condenar o produto. Se já ta uma novela trocar os airbags, imagina isto aí agora. Realmente a ganancia e a concorrência desenfreada está causando diversas aberrações. Diesel Gate, airbags mortais, alumínio falsificado. Pelo jeito ainda vai aparecer mais coisas por aí, e enquanto isso continuo rodando todos dias com meu velho Chevette 1975. Poluidor, inseguro, beberrão porém divertido, nostálgico e causador de muitas amizades.

    • carroair30

      Alem do seu CHEVETE ter o mesmo motor do ONIX olha ai que beleza !

      • Edson Fernandes

        Qual motor tem origem no Chevette? Porque até onde eu sei, nenhum deles, inclusive o 1.4 é dessa origem.

      • Eduardo

        HAHAHA, quase isso. na verdade é o motor do Monza 1.6 ano 1982. ali sugiu o motor, só que agora com I.E. e cabeçote acho que em alumínio.

        • Benino Brites

          O motor do Monza, o Família II (1.6 a 2.4 cc) foi desde o hatch, sedã, passando pelo Kadett e Ipanema, pelo Omega e Suprema, no primeiro Vectra, sendo exportado para a Europa e vir montado no Astra belga, na S10 e Blazer, no segundo Vectra, no segundo Astra (no BR), na Zafira, no terceiro Vectra e GT/GTX, sendo definitivamente aposentado na atual S10 pré reestilização.

          Os motores usados no Onix, Prisma, Cobalt, Spin e Montana são derivados do Família I (1.0 a 1.8 cc) montado pela primeira vez no Corsa (e sua família dos anos 90), no Celta, no Corsa II (no BR) hatch e sedã, Montana I, Meriva, Prisma I. Além de ter equipado modelos Fiat como linha Palio, Punto e Stilo.

          Portanto não são Monzatec mas sim Corsatec, o que não esconde serem datados e merecendo acompanhar o Família II na aposentadoria.

    • T1000

      “concorência desenfreada” kkk
      2 exemplos de concorrência freada são Cuba e Coréia do Norte.
      O que é melhor?

      • Fedido

        E Brasil, de certa forma. Aliás, em muitas formas…

    • Luis Burro

      Pronto,agora a GM já pode explicar o mau resultado do onix no crash lateral!

    • DinhoRoxxx

      Eu achava que essas empresas testavam os lotes de produtos que recebiam por amostragem antes de colocar nos carros

  • Ygor Soares

    Kobe para mim é só a carne mesmo!

    • Cesar

      Não seria kibe?

      • gregorioalan

        você tá zoando né? haha

        • Ygor Soares

          Acho que muita gente não tem acesso a esse nível de gastronomia, pois infelizmente é muito inviável no Brasil.

          • Luis Burro

            Não tem muito a ver com ter acesso a gastronomia.Eu nunca comi,mas sei q ele se refere ao bife.As pessoas ainda lêem muito pouco na média.

        • ViniciusVS

          HAHAHAHAHAHAHA, chorei aqui com o Kobe beef e o Kibe

          • Mr. Pennybags

            kkkkk! Agora veio a dúvida: Kibe feito de kobe seria melhor que o kibe normal ou não chegaria a fazer muita diferença?

            • João Cagnoni

              Se hamburger de picanha faz diferença, kibe de kobe também faz.

              • Retrato do Papai

                se for hambúrguer artesanal feito com picanha até vale… agora, praticamente todos esses de supermercado são somente sabor de picanha (aromatizante), a carne mesmo é aquela mistureba braba de sempre haha

                • João Cagnoni

                  Sim, com certeza rsrsrs… Os supermercados me surpreendem cada dia mais. Esses dias fui comprar um suco de laranja e na caixa vinha escrito “100% natural” e do lado “agite antes de usar”. Também não entendo como esses sucos são 100% naturais e cada um tem um gosto diferente.

                  • Pedro Henrique

                    de laranja geralmente os gominhos ficam no fundo ai é bom agirar porq em cima fica aguado, a dif do sabor na caixa eles explicam que é por causa da safra que pode mudar né
                    tem uns sucos naturais 100% que vendem aqui no mercado e a embalagem é transparente, vida bem curta do suco e quase nunca param no mercado porque saí tudo kkkk
                    os de caixinha infelizmente raros os que se salvam e quando é 100% suco é fruta+agua dai né

                  • Ygor Soares

                    Qualquer coisa em caixa não é natural, por mais que o fabricante escreva na caixa não tem como ser 100% natural.

                    Em casa nem molho de tomate compramos para ter uma ideia, refrigerante então não bebo há uns 18 anos.

                    Compro 10Kg de tomate na CADEG que sai uns 20 reais a caixa (quem é do RJ conhece), e faço um panelão. Depois congelo e guardo para até uns 6 meses.

                    Quando você bota na ponta do lápis, sai absurdamente mais barato, isso sem contar que a sua saúde agradece.

                    Macarrão então, com 1kg de farinha dar para fazer macarrão para umas 30 pessoas e isso somado ao custo de 10 ovos e 1 kg da farinha então…..

                    A questão da praticidade pesa muito, porém hoje em dia eu prefiro fazer isso como um exercício mental, pois ajuda a limpar minha mente e ter uma vida mais saudável!

                    Abs

                • João Cagnoni

                  Está difícil achar picanha de verdade até no açougue.

                  • leomix leo

                    Aqui em minha região graças a Deus 😅 ainda acha. Muito gorda e boa por sinal.

                    • João Cagnoni

                      Aqui em SP é bem difícil, só conheço na Swift que custa R$50 o kilo (eles tem uma versão mais barata com coxão duro), mas boa mesmo é a Black que custa mais de R$100 o kg. Tenho feito muito churrasco com bife ancho, acho mais saboroso.

                    • leomix leo

                      Aqui usamos muito o cupim Grill, picanha, capa de filet(o pessoal chama de Fraldinha), contra filet, o velho coração de galinha, lombo suíno, costelinha de cordeiro, bode ou de suíno.

                    • Sato Trebzonte

                      E maminha?Dependendo do corte até que engana….

                • ViniciusVS

                  Tem uns que só tem gordura, da para patinar na cozinha depois de fritar, sem contar que o hamburguer que já é pequeno e fino consegue ficar metade do tamanho original depois de pronto.

                • Ygor Soares

                  Uma vez comprei 1kg de picanha e mandei moer justamente para isso e açougueiro ficou louco! Kkkk

                  Falei ainda para moer com 500gr de bacon junto!

                  Coisa de outro mundo o sabor! As artérias piram na mistura! Kkkk

              • Ygor Soares

                Já comi hambúrguer de Kobe na Hamburgeria Nacional em SP.

                Comi para ver qual era e posso falar: Não vale, é dinheiro jogado fora!

                Agora o stake de Kobe é outra história!

      • Ygor Soares

        Não, seria Kobe beef

      • Rodrigo Staliano

        ahhh…
        que burro !!!!
        Dá zero pra ele….

    • Pedro Henrique

      putz em, q sonho, chego a babar só de pensar
      mas um simplório angus já ta bom, wagyu é quase impossível achar aqui no br, ainda mais num preço “honesto”

      • Edson Fernandes

        Preço honesto para Wagyu não existe. Quem distribui, mesmo na maior das condições, o custo não baixa muito mais de R$80 o kg.

        E eles vendem de R$100 para cima o kg para clientes.

        Então não vai encontrar mesmo. Olha, eu já provei e tudo mais… mas não acho que seria um tipo de produto para custar oque custa. É tipo cobrar o que o sal do himalaia diz ser. Aí vc vai ver a realidade do produto, e ele não é tudo isso.

      • leomix leo

        Grande Pedro, moro em Feira de Santana na Bahia, e acho Wagyu aqui sim. Agora a depender do corte, chega a R$ 300,00 o quilo. 😋😋😋😋😋

        • Pedro Henrique

          credo, 300 reais o kg n da não, moro em floripa e até agora não conheço nenhum local que venda wagyu (não que eu tenha buscado muito também) só conheço um lugar que vende angus e o preço é pouco mais que o dobro da convencional

          • Augusto

            Na rede Angeloni estavam vendendo, e nos Açougues Boutiques sempre se encontra. Agora o preço…

            • Pedro Henrique

              como todo produto no angeloni…
              geralmente passo lá a procura de importados e produtos japoneses que são raríssimos de achar, mas só de pisar la dentro eu sinto uma facada no rim

            • Ygor Soares

              Essas “boutiques” de carne são um verdadeiro assalto!

      • Ygor Soares

        Olha, eu comprei há R$ 110 o Kg, porém foi aquilo: uma vez para ver se era tudo isso que falam e na boa, não compensa mesmo!

        Posso dizer que prefiro um bom contra filé alto, de uns 2/3 dedos de altura e tá ótimo, bem selado e finalizado no forno por 2 minutos com um bom vinho fecho a noite feliz da vida que nem pinto no lixo!

    • Paulo
    • ObservadorCWB

      Está podendo..kkkkk MAs será que não “falsificam” a peça também ? Esses japoneses…kkkk Abraço

      • Ygor Soares

        Kkkkk não duvido nada!

  • SDS SP

    Nem às ligas para aplicações aeronáuticas (extremamente solicitadas) perdoaram.

    • carroair30

      Nossa , é dificil japones da “uma mijada fora do pinico” dessas ,Estamos no fim dos tempos mesmo!

      • thi

        Todas dao

  • Maycon Farias

    Teremos um novo recall global, desta vez para peças e chapas de alumínio fornecidos pela Kobe?

    A probabilidade será grande. Realmente um grande escândalo sem precedentes. Vai ter muito pano pra manga nessa historia ainda

    • th!nk.t4nk

      Recall de bobina pode até ser. Mas recall de carro não tem como. Uma vez soldadas as chapas, já era.

      • Daniel

        Exato… se a VW teve que recomprar os carros por causa do motor… Recall por causa das chapas deveria ser recolher todos os carros e reciclar pra virar latinha de refrigerante!… Ia ser excelente para renovação da frota! hehehe

      • Djalma

        É mandar para a sucata mesmo.

  • Leonardo

    Dica para o redator: a expressão “vítima fatal” é errada.
    Fatal é a característica daquilo que mata. Veneno fatal, arma fatal, acidente fatal.
    A pessoa é a vítima e ainda está sendo acusada, tadinho do sujeito.

    • nbj

      É verdade, mas é uma expressão tão usada que se torna um erro compreensível.

  • konnyaro

    Trabalhei no Japão no controle de qualidade de uma pequena fábrica que fazia o tratamento térmico por indução dos cubos de roda que iam para a NSK.
    Me contrataram só porque o controle de qualidade passou a ser mais rígido, pois um caminhão da Mitsubishi tinha perdido a roda e matado um japonês e a NSK exigiu uma análise de qualidade de todos os lotes tratados termicamente nos últimos 5 anos, mas a única japa que fazia isso não daria conta, pois existia uma pilha imensa de cubos para serem analisados dos anos anteriores.
    Analisava a dureza rockwell, assim como a que profundidade chegava o tratamento e tudo deveria estar de acordo com um perfil padrão fornecido pela NSK.
    O problema era que nas raras vezes que achava uma amostra fora do padrão, meu chefe mandava pegar outra amostra até que o teste desse OK, ou seja, gambiarra existe em qualquer lugar, mesmo nos países dito de 1º mundo.
    Já em outro emprego, na fábrica de circuitos impressos da Sony, existia a primeira linha que ia pro mercado doméstico Japonês, a segunda linha que ia pros EUA e a terceira linha que ia para a China, portanto essa ideia de produtos de qualidade também depende do mercado a que é destinado.
    No caso da Takata eu não presenciei, mas amigos que trabalhavam lá contavam que no turno noturno como não havia chefe, a brasileirada fazia tudo meio nas coxas em ritmo acelerado para fazer a produção do turno, paravam a linha e tiravam um cochilo de algumas horas e só começavam a trabalhar em ritmo normal depois das 5 da matina, pois era o horário em que algum chefe poderia chegar ao serviço.
    Se for para contar tudo que eu vi de errado nos 10 anos que trabalhei lá no Japão, o relato ia ser bem longo…

    • th!nk.t4nk

      O Japão por incrível que pareça é mais corrupto que muito país ocidental. Têm problemas sérios com a máfia, infiltrada seriamente no governo, e com a cultura de não poder dizer “não” (é preferível mentir do que falhar). Infelizmente malandragem existe no planeta todo, o que muda é apenas a escala do problema (no Brasil pode multiplicar por 1000x as safadezas).

      • carroair30

        Sera que o MITO (ou nao) de carro japones ser inquebravel e de boa qualidade vai ressistir a isso??????

      • Leonardo

        Fora de que entre os países desenvolvidos, é um dos mais ineficientes em produção, apesar das longas horas de trabalho.

        • No_Name

          Eles precisam compensar de algum jeito…

    • Edson Fernandes

      Só truco que eram “brasileiros” nessa linha de produção. Quer dizer que no Japão, na linha de produção somente peões brasileiros? Já acho exagero extremo.

      • Diego G. de Lima

        Pensei e ia comentar a mesma coisa.

        • th!nk.t4nk

          Hum mas ele nao disse que só tinham brasileiros. O que ele disse é que tinham brasileiros (e isso tem mesmo, aos milhares, trabalhando nas linhas de montagem da Sony e afins). Tenho um par de conhecidos (descendentes de japoneses) que já fizeram isso. É aquela história, dá pra fazer uma graninha boa, mas é bem sofrido e te jogam pros piores trabalhos/turnos.

      • konnyaro

        Existem várias linhas de produção em que trabalham apenas brasileiros, principalmente no turno noturno, pois a japonesada não é chegado a trabalhar de noite ou em turnos de revezamento. Como falei, de noite não existem chefes e no máximo existiria um Japonês que seja Hancho (supervisor de turno), e caso ele seja jovem (geração atual de japoneses que não quer nada com nada) é bem provável que aceite a situação, pois a sua tarefa de garantir a produção do turno estaria garantida.
        A ideia que no Japão só existem grandes fábricas é errônea, pois a grande maioria é de pequenas fábricas que são apenas fornecedoras.

        • Ernesto

          Meu irmão mora no Japão e recentemente ele veio nos visitar aqui no Brasil. Conversando com ele sobre o trabalho lá, ele disse exatamente isso, que a nova geração de japoneses não quer nada com nada. Chegam achando que sabem tudo pois se formaram em Universidades e menosprezam o conhecimento dos dekasseguis em relação ao trabalho.

        • Edson Fernandes

          Tá… vamos ver…

          Há diversas fabricas de fabricação de carros, vc quer me convencer que o turno da noite no japão é feita por brasileiros? Então deveria pensar que aqui no Brasil o mesmo acontece só que são apenas chineses?

          Me desculpa, mas isso é um absurdo. Por mais que possa ser cultura ou o que for, um país iria preferir colocar seu pessoal além de estrangeiros. Aí se atribui a falha por ser brasileiro? Ah não… o vira latismo está muito exarcebado.

  • Pedro Henrique

    olha, se os testes de colisão se mostram seguros, a falsificação não muda os fatos do comportamento testado do material então é palhaçadinha…
    mas pra industria aeroespacial o negócio é grave, não há testes, uma falha pode ser um problemão, mas como até agora nada aconteceu então a folga que eles deixam nos materiais cobriu bem isso.
    claro tem que retirar do mercado, oque já foi usado foi usado nada a fazer

    • th!nk.t4nk

      Todo material que entra na montadora é testado. Em outras palavras, eles sabiam que o material não estava bom, e aceitavam mesmo assim (idem na indústria aeronáutica). O que ocorreu agora é que isso veio à público e pegaram um bode expiatório, mas o importante é dimensionar o problema. Estava 5% fora do padrão? 10%? Essa é a questão. Pra que essas empresas tenham aceito o material não-conforme, chuto que o desvio era baixo. Segredo: no Brasil praticamente todos os aços são fora do padrão, em um aspecto ou outro.

      • Pedro Henrique

        e mesmo assim os carros com o metal fora do padrão devem ter feito testes de impacto e em nada significante mudaram o resultado então tudo tranquilo, mais é bafafa mesmo pra criar discórdia
        se duvidar foi a yakuza que vazou a informação nos famosos blackmail deles

        • th!nk.t4nk

          É, pra mim a matéria só conta metade da história. Há interesses por trás e utilizaram essa empresa como bode expiatório, pois como disse as montadoras sabiam o tempo todo a real qualidade do material que recebiam (absolutamente todos os lotes têm propriedades mecânicas testadas). Ou tá rolando alguma caça às bruxas por lá, com motivação política.

          • Pedro Henrique

            o pior é que deve estar mesmo, se formos ver os acontecimentos esse ano…
            o mais fácil de notar mesmo é o caso da mitsubishi em que a nissan vazou informação dos teste lá, a mitsubishi quebrou as pernas com isso e a nissan foi lá e comprou ela.
            isso que é mercado selvagem em kkkkkkkk
            nissan deve ta bem entranhada com o “pessoal local”

    • D136O

      Depende de que resultado foi adulterado e a que níveis foi, “tensão” e “durabilidade” são muito vagos ainda mais vindo de uma tradução, níveis de 10 anos atrás também é vago. O que eles vão investigar é justamente isso a que nível foi a adulteração e em que afeta o comportamento do material, imaginem se afetar o comportamento da vida em fadiga de estruturas de aeronaves?! certamente poderia derrubar um avião. Mas também pode ser a mídia aumentando o escândalo.
      Crash teste não é parâmetro neste caso, o simples fato de não ser feito em todos os lotes do produto já o descarta.

      • Pedro Henrique

        se ela for um fornecedor regular oque deve ser o caso, pode ser que as peças adulteradas devam ser frequentes, talvez no turno de algum subchefe de setor

    • thi

      A vw por omitir numeros ,miseros numeros ficou com um preju de 30 bilhoes. Imagine

      • Pedro Henrique

        a vw não omitiu números num papel, ela usava um software de adulteração do motor durante testes de gases.

        • th!nk.t4nk

          A VW foi o verdadeiro “gênio do mal” mesmo. Nao foi por incompetência, como é mais comum ocorrer.

  • Seriam os chineses e os russos fazendo estas empresas destes países sofrerem tais problemas de qualidade??? Talvez seja espionagem industrial.

    • João Cagnoni

      O mercado chinês não é mais de baixa qualidade.

      • Por isso mesmo, eles querem denegrir os japoneses, alemaes e americanos, pra destacar os deles.

      • Djalma

        Depende, tem baixa qualidade e tem boa qualidade. Ao contrário do Japão, que deixa o melhor para consumo interno, na China é o contrário; o melhor vai para os países ocidentais mais avançados, Para cá não tem jeito, vem muita porcaria; já cansei de receber componentes falsificados.

        • Sato Trebzonte

          Isso é fato, China exporta o filé para os ricos e osso para nós.

  • D136O

    Só uma duvida as empresas que recebiam o material não tem procedimentos de qualidade, testes próprios para verificar a qualidade do que lhes é fornecido?

    • th!nk.t4nk

      Tem sim, em todos os lotes. Eles sabiam de tudo, obviamente, e estavam aceitando o material abaixo da standard. Possivelmente negociando bons descontos, enfim. Mas chuto que o desvio da norma deveria ser bem pequeno, caso contrário o risco seria alto. É importante lembrar que em engenharia há sempre um coeficiente de segurança em estruturas, entao possivelmente esse material levemente fora do range nao represente risco de fato.

  • Leonel

    É, está difícil confiar nesta indústria, hein? Dieselgate, airbags, agora isso…lucro acima de tudo, pelo visto.

    • Outros já falariam o seguinte. Esse capitalismo não dá pra confiar kkkk.

  • octavio cesar godoy

    Vou montar uma fabrica de carros, de papel

    • Louis

      A GM já montou, com o Onix

      • Alexandre TRE

        kkkkkkk Ótimo Louis

      • Robinho

        kkkkkkkkkkkkkk

  • carroair30

    O JAPAO olha bem o que vc esta fazendo com nosso aluminio tupiniquim,depois vai “saobra” pra nos!! e convenhamos ja temos muito problema por aqui!!!

    • th!nk.t4nk

      Do Brasil só vem a pedra (minério) mesmo, infelizmente. E a troco de banana ainda por cima.

  • Juarez Veras

    Em primeiro lugar por se tratar de material usa na estrutura de veículos um recall é praticamente impossível. Por acaso alguém consegue imaginar uma simples troca de portas? Se for estrutura então nem se fala. Talvez em aviões em que boa parte da estrutura permite desmonte e substituição. E mesmo assim, não fazem, como é o caso do airbus a380, em que a fabricante assumiu um erro de projeto justo na fixação das asas, e até agora não substituiu, apenas passou a exigir inspeções especificas dos componentes.
    Em segundo, e mais grave. As duas indústrias mais respeitadas do setor automotivo são Alemanha e Japão. Mas quando suas caixas de pandora abrem a coisa não é bem assim. É fraude pra todo lado. Não é mr. Igor?

  • João Cagnoni

    Esperta foi a Honda que usou plástico no interior do carro inteiro.

  • Retrato do Papai

    só falta agora a sony começar a vender polystation

  • thi

    Novidade. Todas fraudam !… Tem tb Nissan ,fca e Renault que ja ja estou ..ja esta na midia la fora

  • No_Name

    O negócio na Ásia anda meio feio, hein…
    Chassis de Audi numerados iguais em centenas de carros, fraude Nissan, alumínio adulterado…

  • Paulo Reis

    A velha máxima do capitalismo perfeito. Basicamente o discurso do mundo é “faça o que eu falo, mas nunca faça o que eu faço!” Corrupção é a alma do captalismo, aceitamos e culpamos outro pobre coitado pelos males do mundo. Ninguém vai deixar de comprar o Iphone, hipervalorizado no brasil, diga-se de passagem, sabendo que o funcionário que o montou ganha 2 dólares por dia.

    • th!nk.t4nk

      Tem muita corrupçao no capitalismo, mas nao chega aos pés da corrupçao no socialismo. Basta dizer que a pessoa mais rica da Venezuela é a filha de Hugo Chaves. E adivinha, a fortuna nem sequer no país está. Se for pegar as histórias de corrupçao na antiga Uniao Soviética entao, humilha até a corrupçao brasileira. E a antiga Alemanha oriental, comunista? Dificil era achar alguém que nao fosse corrupto em seu governo, era uma loucura total. Dá uma pesquisada, é assustador.

      • Paulo Reis

        Claro, levando em conta que 1% detem mais de 50% da riquesa do mundo, esta claro que os ricos estão no tal de comunismo. Veja bem, minha observação não azul contra vermelho. É um fato, aceitam comprar iphone sabendo que o trabalhador ganha 2 dollar por dia na fábrica da foxxcom. Não como defender um, ou o outro. Agora, quer dizer um ladrão que rouba mais que o outro é menos ladrão? Ainda o mais intrigante, vivemos no lado do ocidente, capacho dos países ricos do norte, pergunta: a função da mídia dominante (entede por aquelas que estão na ponta da sua lingua) é dizer pra vc que o comunismo, socialismo, é do bem, ou é do mal? Se você fosse um dos 5 caras que mexem nas peças de Xadrez do mundo, iria fazer com que sua mídia falasse bem de algo que é contra o seu ideal de lucro, ou falasse mal, demonizar, pro assim dizer?

        • Djalma

          Que nada, trabalhador da Foxcomm China não ganha menos de 250 dólares por mês. Ganhar 25 dólares por mês só em Cuba, na China isso já acabou a muito tempo. O que havia nessas fábricas era muito suicídio, pois os trabalhadores eram trazidos do interior da China e ficavam em grandes alojamentos, longe da família e sem nenhuma outra atividade fora do horário de trabalho. A situação era tão grave,que a Foxcomm passou a investir pesado em recreação e parece que conseguiu diminuir esse alto índice de suicídios.

    • Pedro Henrique

      não gosto de iphone e não acho que vale a pena com aquele preço absurdo.
      é mais pra trousha fica se pagando de rico do que pra ter um celular realmente bom.

  • Luis Burro

    Se for só a chapa da carroceria nem tanto problema,acho q seria pior a estrutura.
    Bom,mas lá pra eles isto é inconcebível.No brasil seria comum,pois carro q zera no crash continua vendendo e as vzs até aumenta.

    • th!nk.t4nk

      Da carroceria nao tem como errar muito, é material de baixíssima resistência (interstitial-free normalmente e afins). No máximo o revestimento protetivo poderia estar ruim. Infelizmente é material estrutural mesmo de que fala a matéria, pode ter certeza.

      • Luis Burro

        Ah é,então manda pro Brasil pq se vier barato poder ser q diminua o valor final,a porcaria vai continuar a msma!

  • Rafael Fortini

    É o famoso jeitinho japonês …

    • Ernesto

      Fale-me mais sobre o seu conhecimento em relação ao famoso jeitinho japonês…

  • Pipo pipo

    Se fosse no Brasil …
    Picaretagem atinge o mundo todo.

  • ChalMust

    Mais um escândalo Japonês … não são perfeitos, são humanos, nunca acreditei neles. São racistas e prepotentes. Engole o choro agora japonesada do C A R A L H O !!!!

    • Ernesto

      @Ed@edsonfernandes:disqus , veja o nível do comentário desse cidadão.

  • ChalMust

    Bora pagar 250.000 wesleys na minha SW4 … massa, top, etc

  • Djalma

    Japonês pilantra no!

  • Alvarenga

    E tem gente que paga uma fortuna em Honda e Toyota so porque “tem fama” de bons. Vai saber o que tem por tras.

    • Djalma

      Nos últimos 5 anos teve vários “recall” da Toyota; um deles envolveu milhões de Corolla por problemas dos tapetes que enroscavam no pedal e provocavam acidentes.

    • Ernesto

      E você acha que esse material foi só para carros japoneses? Na matéria mesmo fala de GM e Ford. Quanto ao problema específico dessa adulteração, pelo jeito as próprias montadoras as aceitaram pois estão dentro do tolerável, ou seja, não afetará a qualidade do carro.

      • Alvarenga

        Ah sim, eu sei que não é exclusividade das japonesas mas o que eu digo é que não justifica o povo pagar mais caro achando que as japonesas são mais grarantidas, porque não são. Inclusive os fornecedores são quase sempre os mesmos, com pequenas diferenças. Não existe mais a particularidade de quando cada montadora fazia quase tudo internamente. Hoje em dia o tal “DNA” da montadora ficou restrito a “atributos desejados”……e nem sempre seguidos ou cumpridos.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email