Finanças Governamental/Legal Japão Tecnologia Tesla

Japão está oficialmente em busca de um Elon Musk nipônico

elon-musk

Parece que a atualização 7.0 do sistema Autopilot dos Model S e X colocou a marca Tesla Motors ainda mais em evidência no mercado automotivo mundial. No entanto, mais do que isso, coroou a figura de Elon Musk, o inovador empreendedor do Vale do Silício.

Co-fundador do Pay-Pal, criador da Tesla Motors, Space-X e Solar City Energy, Elon Musk é admirado por sua capacidade em inovar. Aos 44 anos, o visionário da Califórnia tornou-se referência na busca por jovens igualmente criativos, que ainda estão ocultos em universidades ou em startups.

O Japão oficialmente iniciou a busca por um Elon Musk nipônico tendo um fundo de US$ 10 bilhões para investir em quem possuir qualificações semelhantes às do executivo americano. O fundo do governo já investe em startups de outros segmentos, mas agora quer dar ênfase às tecnologias automotivas, especialmente condução autônoma.

shiga

Para isso, designou o vice-presidente da Nissan Toshiyuki Shiga, que tem a missão de encontrar esse Elon Musk de olhos puxados. A ideia é achar um projeto automotivo que combine inovações em software e hardware, assim como os carros da Tesla Motors.

A China já tem alguns projetos nesse sentido, mas o Japão agora é que está querendo ver nascer uma Tesla local. Recentemente Elon Musk abriu as patentes de seus sofisticados carros elétricos para quem queira investir no segmento. O governo nipônico também quer que a iniciativa privada aposte em projetos de novas tecnologias, já que o capital de risco doméstico somou apenas US$ 1,2 bilhão em 2014 contra US$ 48 bilhões dos EUA no mesmo período.

Shiga diz que após 39 anos na indústria japonesa, agora é hora de apostar em novos projetos tecnológicos, a fim de aumentar a competitividade do país em nível global. No entanto, com a dívida pública e os custos sociais aumentando, o Japão vê uma crise se desenhando no horizonte. Por isso, a chamada aos empresários é essencial para evitar algo pior.

[Fonte: Automotive News]





  • Filipe Machado

    Enquanto isso na terra ao Sul do Continente Americano, assistimos confronto entre partidos para permanecerem no poder.

    Nos dias atuais é impossível não colocar política num comentário sobre qualquer notícia de inovação e investimento de capital em pesquisa e desenvolvimento de tecnologia.

    Pra mim o Musk é tão ou mais revolucionário que o Jobs – ele não está desenvolvendo apenas 1 carro elétrico e sim todo um leque de tecnologias de energia (baterias, formas de geração, de carga, soluções para casas e para cidades inteiras)

    Aposto que daqui um tempo através da empresa Espacial dele teremos aviões mais eficientes e até exploração de recursos no espaço por exemplo. Tesla Model S e X são só a ponta do Iceberg e produtos já com escala industrial da empresa.

    • Bruno Souza

      Viva o capitalismo !

    • 1945_DE

      É isso ai. Já imaginou um avião de passageiro levantando vôo sem qualquer barulho e sem qualquer poluição. Cruzar o oceano no mais absoluto silêncio. Isso vai ser fantástico.

      • Deadlock

        A rigor já fizeram um avião a energia solar e ele deu a volta ao mundo. Mas, não comportava passageiros.

    • Rodrigo

      Eu ouso dizer que Elon Musk é o Thomas Edison dos dias atuais…

      • EuMeSmObYmYsElF

        o Tony Stark da vida real

      • Deadlock

        Ou o Nikolas Tesla dos tempos atuais… Ele venceu Edison ao defender a corrente alternada, que acabou prevalecendo.

      • Marcello Caetano

        Felizmente, não é.

  • Tosoobservando

    Se fosse no Brasil estariam oferecendo alguns bilhoes do BNDEs para o Musk vir aqui e fabricar um dos modelos a preços absurdos, em vez de procurar um equivalente brasileiro.

  • Garuda

    Tesla simboliza para mim um dos benefícios do sistema capitalista ( embora este sistema como um todo possua suas falhas )

  • kravmaga

    Os americanos ainda reinam sozinhos no mundo das inovações comerciais. Os europeus, especialmente os alemães, têm muita tecnologia em geral mas não conseguem inovar tanto quanto os americanos. Os japoneses têm muita disciplina e capacidade de fabricação mas conseguem inovar ainda menos. Os coreanos já estão pressionando muito as empresas japonesas na competição comercial e ainda estão conseguindo ser mais criativos.

    Os fabricantes tradicionais de carros que abram o olho, porque pode acontecer o mesmo que aconteceu com a Kodak e outros fabricantes de câmeras e filmes quando as empresas de eletrônicos começaram a vender as câmeras digitais. A Kodak bem que tentou pegar a onda mas foi tarde demais.

    No mundo dos carros elétricos e com direção autônoma especialmente, é muito mais fácil uma Google, Apple, Microsoft, etc conseguir fazer um bom produto do que uma montadora de carros tradicionais, porque a qualidade percebida pelo consumidor não dependerá apenas do “hardware” (o carro elétrico em si), mas dos softwares que o acompanham.

  • konnyaro

    Acho muito difícil aparecer algum nipônico com o perfil do Elon Musk, principalmente devido ao fato do sistema educacional japonês privilegiar a coletividade em vez da individualidade, ou seja, é uma educação massificada que mata a criatividade dos alunos e, se mesmo assim este aluno que conseguir se mostrar criativo (pois é o alvo preferido para se cometer bulling), ao chegar ao mercado de trabalho, verá que o sistema é rígido, prevalecendo o tempo de trabalho na companhia em vez de sua capacidade.
    Vivi de perto esta realidade ao trabalhar por 10 anos no Japão, pois o que mais encontrava nas fábricas era chefe burro e que foi promovido apenas por causa do seu tempo de serviço, e que é totalmente avesso às mudanças da forma de pensar ou trabalhar. Este é o resultado do sistema instaurado na maioria das empresas, onde a pessoa trabalha até aposentar no mesmo emprego, como os servidores públicos daqui.

    • Garuda

      konnyaro desculpe se eu estiver desvirtuando o tópico mas eu gostaria que você solucionasse uma dúvida minha

      Segundo pelo que li o povo japonês é muito nacionalista ( embora já tenha abraçado o ocidentalismo faz tempos por causa dos Estados Unidos) e é verdade que na hora de comprar carros eles preferem ( além da qualidade dos carros japoneses ) um carro japonês por questão nacionalista ?

      Você por ter vivido lá por todo esse tempo possui muito mais conhecimento do que eu sobre este país e gostaria de saber sua resposta

      • konnyaro

        O povo japonês era profundamente nacionalista até o fim da segunda guerra, onde o Imperador era considerado um Deus vivo, agora xenófobo eles são até agora, pois a maioria da população tem preconceito contra estrangeiros, principalmente por diferenças culturais e de comportamento. Os brasileiros que vivem lá sofrem ou sofreram algum tipo de preconceito, mas podemos dizer que neste caso eles não obedeceram a regra de “estando em Roma, Haja como os Romanos”, criando problemas quanto ao choque de culturas. Já a segunda geração que vive lá e estudou nas escolas Japonesas não sofre deste problema de adaptação cultural, pois agem como se fossem japoneses.
        Agora quanto a ser nacionalista na hora do consumo de produtos, não tem nada a ver, pois o que eles querem é qualidade. Já tive vários carros japoneses lá e nunca deram problema, mesmo comprados usados, enquanto que o único carro estrangeiro que comprei (um BMW 325i com 5 anos de uso) era fonte de problema e dor de cabeça.
        Nas fábricas que trabalhei na Sony, existiam 3 níveis de qualidade do produto: o melhor para o mercado interno japonês, o segundo para os EUA e o terceiro nível ia para a China.

        • Garuda

          ” O povo japonês era profundamente nacionalista até o fim da segunda guerra, onde o Imperador era considerado um Deus vivo, ”

          Foi por isso que a idéia inicial dos EUA de assassinarem o imperador japonês depois do fim da segunda guerra mundial não foi realizada porque ao perderem já estavam envergonhados, desmoralizados e enraivecidos imagina se matassem seu imperador ( além disso a China estava logo ali ) além da ajuda da reconstrução do Japão com o plano Colombo

          ” agora xenófobo eles são até agora, pois a maioria da população tem preconceito contra estrangeiros, principalmente por diferenças culturais e de comportamento ”

          Isso que mata a espécie humana ao invés de nos unirmos por um bem comum nos dividimos em vários aspectos ( orgulho nacional ou cultural não deve ser confundido com preconceito ou xenofobia ) e sinceramente acho que a espécie humana não tem futuro ( quando falo bem comum é algo filosófico e de bem estar, não estou falando de religião )

          ” Os brasileiros que vivem lá sofrem ou sofreram algum tipo de preconceito, mas podemos dizer que neste caso eles não obedeceram a regra de “estando em Roma, Haja como os Romanos”, criando problemas quanto ao choque de culturas ”

          Depois brasileiro reclama que sofre preconceito e se faz de vítima e já soube de vários casos de brasileiro furando fila nos Estados Unidos ( já não basta fazer merda aqui querem tumultuar outros locais )

          ” Já a segunda geração que vive lá e estudou nas escolas Japonesas não sofre deste problema de adaptação cultural, pois agem como se fossem japoneses. ”

          Eu acho interessante a cultura japonesa de ordem, disciplina e respeito mas existem aspectos que acho exagerado ( se você possui ascedencia japonesa ou é profundo admirador da cultura japonesa por favor me desculpe e não fique ofendido )

          ” Agora quanto a ser nacionalista na hora do consumo de produtos, não tem nada a ver, pois o que eles querem é qualidade. ”

          Entendi

          ” Nas fábricas que trabalhei na Sony, existiam 3 níveis de qualidade do produto: o melhor para o mercado interno japonês, o segundo para os EUA e o terceiro nível ia para a China. ”

          Caramba autorespeito até no aspecto mercadológico ( embora também exista o fator economia forte japonesa mesmo com sua crônica depressão )

          Muitissímo obrigado pela paciência e pela explicação

  • DiMais

    é hora de o Japão voltar a ser referência em tecnologia, afinal eles envelheceram e ficaram para trás em quase tudo que eram destaque.

  • AT87

    Vão procurar, procurar e não vão achar. Esse tipo de coisa acontece espontaneamente.

    • Poperon

      Vão encontrar sim…. nego doido de stress, por tentar forçar algo que provavelmente não tem, e vão acabar frustrados e sabe como são as coisas lá pro lado do oriente né… tudo termina em suicídio com nego se jogando de prédio…

      Essas coisas são espontâneas, como foi bem dito por você.



Send this to friend