*Destaque Crossovers Jeep

Jeep descarta crossover menor que o Renegade para o Brasil, segundo site

jeep-renegade-2017-37 Jeep descarta crossover menor que o Renegade para o Brasil, segundo site

A Jeep estava planejando fabricar um novo crossover compacto para se posicionar abaixo do Renegade a partir de meados de 2019 no Brasil. No entanto, o projeto “JR 515” que daria origem a este novo utilitário-esportivo foi engavetado, devido a impossibilidade de “fechar as contas”, segundo informou fontes ligadas ao fabricante. Por outro lado, o modelo poderá ser lançado posteriormente como um Fiat.



O novo crossover compacto da Jeep deveria ser lançado com cerca de quatro metros de comprimento e provavelmente com uma versão exclusiva da plataforma MP1 do Argo – o Renegade usa a base Small Wide. Esta novidade seria introduzida no mercado para fazer frente aos hatches aventureiros (leia-se Onix Activ e HB20X), além dos chineses JAC T5 e Chery Tiggo 2, por exemplo.

Pela possibilidade de usar a plataforma do Argo, o novo Jeep seria construído pela Fiat na planta de Betim (MG), deixando o Polo Automotivo Jeep em Goiana (PE) para os modelos Renegade, Compass e Fiat Toro, todos baseados na Small Wide.

Caso os planos se concretizem, o crossover pode chegar como um sucessor do velho Palio Weekend Adventure na linha da Fiat, que atualmente pode ser encontrado com preço inicial de R$ 75 mil.

[Fonte: Autoesporte]

  • Mario

    Na verdade, substituiria a Idea também. Vai custar entre 60 e 80k. Vai concorrer com duster, ecosport,

    • Ducar Carros

      Duster é maior que esses carros, ele compete, em espaço, com o irmão Captur e HRV, Creta e Kicks.

      Um Argo X concorreria com Onix Activ, HB20X, Ka Trail e, talvez, WRV e Ecosport. Discordo da reportagem em relação ao T5, que é do grupo anterior, o carro da JAC para esse grupo é o T3, a ser lançado aqui no Brasil em breve.

  • Yuri Radd

    Pô, como Fiat não.

    • Wellington Myph13

      Um aventureiro como querem fazer não é papel da Jeep… Se fosse pra criar algo abaixo do Renegade pra Jeep, tinha que ser algo exclusivo pra Trilhas e etc, como o Suzuki Jimny…

  • Pedro Evandro Montini

    Seria um erro lançá-lo como Fiat. A marca Jeep tem muito mais prestígio, além de ser característica de carros muito mais robustos que os da marca italiana. Enfim, acho que deveria ser um “jipinho” concorrente do Suzuki Jimny.

    • Gustavo73

      Jimny usa chassis e carroceria. Seria bem diferente de um carro usando monobloco.

      • Pedro Evandro Montini

        Mesmo assim! Seria interessante um jipinho nesse estilo, mais alto e compacto que os crossovers urbanos que temos agora.

        • Gustavo73

          Mas já temos o Kiwd…
          Desculpe não resisti.

        • Airplane

          E não se esqueçam também do Mobi Way e do Uno Way.

    • ViniciusVS

      “A marca Jeep tem muito mais prestígio”

      Talvez por não ter carro de entrada né? veja a Hyundai antes e depois do HB20…

      • Pedro Evandro Montini

        Depende do que seria esse “carro de entrada”. A Mercedes já teve o antigo Classe A e nunca perdeu o seu prestígio. O importante é não lançar um pé-de-boi de baixa qualidade.

        • ViniciusVS

          Carro de entrada no caso um pé de boi…

    • oscar.fr

      Prestígio e robustez no Brasil, talvez. Nos EUA a Jeep é conhecida por seus carros com baixa confiabilidade. Basta colocar no google Jeep Reliability.

    • Thiago Maia

      Erro é lanca-li como Jeep apenas para encarecer o Renegade

      Esse carro não seria concorrente do Jimny,mas um crossover pequeno

      O 500X é um dos mais vendidos da Europa e é Fiat

    • Roberto

      Acho que, se o carro for bom para o segmento que se destina, vai vingar de qualquer jeito.
      A Fiat “não tem prestígio” vende 4 mil Toro por mês, além das 3/4 mil Stradas.
      A Strada é um carro caro e ruim (projeto antigo) hoje, e mesmo assim vende bem.
      A Toro é de um segmento que a FIAT nunca se deu bem por aqui e vende pra caramba.
      A Toro tem um SUV sobre sua base que, sob a marca JEEP, tá vendendo pra caramba. E venderia igual se o nome fosse FIAT Freemont mas mantivesse a mesma qualidade do Compass.
      Acredito que tem espaço no mercado para um Mini-Renegade ou “FIAT Idea” ou “Fiat Adventure”, desde que seja possível aproveitar o espaço interno melhor do que no Renegade. Já tive um Idea e compraria outro se não tivesse saído de linha.
      +- 4 metros de comprimento, 350 a 400L de porta-malas (com espaço extra sobre a tampa). Pra mim, seria um excelente concorrente para os sedans compacto premium, que hoje são procurados para uso familiar: precisa levar um casal, 1/2 filhos e algumas tralhas.
      Eu mesmo tive que ir de Versa porque não achei nada melhor na faixa dos 50k. Pensei em ir de Aircross, mas as condições do grupo PSA eram péssimas.
      O Renegade era vendido a 70k em sua versão de entrada, se conseguirem chegar a algo como 60 ou um pouco menos, tem mercado.
      Complementando, o péssimo WR-V é vendido por 79k e vendeu 1600 veículos mês passado… Se tivesse versão de entrada e manual, seria vendido na faixa dos 70k… o que numa fabricante normal seria 60k…

    • VaeVictis

      Jeep é uma marca de prestígio, mas eu prefiro comprar um Fiat. Nem todo mundo ama Atenas, há aqueles que preferem a Esparta.

  • Dias

    Poderá até ser usado como nova geração do UNO! ou seja, tal projeto daria um bom novo UNO WAY! já que deixou a entender q a FIAT pode lança-lo.

    • VINÍCIUS FREITAS DE SOUZA

      Pois é, até mesmo como novo Panda.

  • Elfo Safadão.

    Sério que o Mobi Way vai sair de linha?

    • Bruno Gomes

      O Mobi não deveria nem ter sido lançado.

      • Elfo Safadão.

        Por que não?
        É um SUV, SUV compacto… Da Fiat.

    • Airplane

      E o Uno Way?

      • Elfo Safadão.

        É um semi-compacto.
        Já está acima do SUV compacto.

  • Maycon Farias

    Chega ser assustador saber que uma weekend aventureira custa 75k ou quase 23 mil dólares.

  • JAG

    Seria um mini Renegade com porta malas 0 litros?

  • Tosca16

    Pegando o Argo como base poderiam lançar dois modelos, um como Jeep e outro como Fiat.

    • Airplane

      Argo Way ?

      • Esquilo Tranquilo

        No way!

    • Ducar Carros

      Acho que não vale a pena lançar como Jeep, ficaria pouco mais barato que o Renegade e com espaço menor, e ainda o canibalizaria.

      O Argo X, ou Way, é a melhor opção, ainda mais que a Fiat não tem um Renegade genérico na sua linha.

      • Thiago Maia

        Exato. A Fiat pode lançar um equivalente ao Tcross sendo mais barato que o VW

        Só mesmo os “haters” da Fiat preferem um Jeep, jogando pro espaço o posicionamento que o mercado precisa : custo benefício

        A Jeep já está ocupada com lançamentos globais

        A única justificativa para um Jeep menor seria um veículo semelhante ao Jimny
        Simplesmente não venderia o suficiente.

  • Filipe

    Concorrer com Jac T5 e Cherry Tiggo 2!?? Tá de brincadeira né!? Esses veículos não concorrem com nenhum modelo aqui. Vendem em um ano o que seus “concorrentes” vendem em 15-30 dias!

    • Tiggo 2 sequer foi lançado, e o JAC T5, equivocadamente citado, haja vista ser do porte do HR-V, vende mal, pela baixa representatividade da marca.

  • Alexandre Maciel

    Deveria ter sido engavetado por inadequação de proposta; não pelo fato de o custo ser elevado. Só aqui nesta terra de ninguém para empurrarem essas tranqueiras sub-compactas como se fossem utilitários.

  • Fabio Marquez

    Levando em conta que a Palio Week ADV é vendida para frotas que precisam de porta malas grandes (cômodo de presos) não acho que um mini suv sirva como substituto a altura… Talvez para a Idea ADV de resto melhor deixar a velha Palio em paz…

    • Ducar Carros

      Poderia ter um Argo Week Adv, com opção de câmbio automático, para aposentar a jurássica Weekend (incluindo a Adv) e o Idea.

  • Dreidecker

    E a crise leva embora também nosso Panda 4×4.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend