Honda Jeep Mercado

Jeep passa Honda na primeira metade de março

Jeep passa Honda na primeira metade de março

Com apenas dois modelos que realmente vendem em grande volume, a Jeep está ganhando terreno no mercado brasileiro. Já tendo deixado a Nissan para trás, mesmo com a japonesa oferecendo produtos mais baratos e até uma picape média, a marca americana agora passa a Honda nas vendas parciais de março, de acordo com o site Auto Informe.


Foram 4.328 unidades vendidas nos 15 primeiros dias do mês, a Jeep alcançou participação de 5,5% no mercado nacional. Em contrapartida, a Honda vendeu exatos 4.200 veículos, o que lhe rendeu 5,4% de market share. O Renegade, após atualização, está impulsionando as vendas da Jeep, tendo ficado em quinto nessa quinzena que passou.

O Compass também não ficou muito atrás e fechou em oitavo, superando o Kicks, da Nissan. Ele não ganhou atualização ainda e, assim como o Renegade mantém o fraco E.torQ, ele preserva o indesejado Tigershark. Espera-se que ganhe mais força em vendas com o Firefly 1.3 Turbo, que irá igualmente para o irmão menor.

Jeep passa Honda na primeira metade de março


Se continuar nesse ritmo, a Jeep deve saltar ainda mais com a chegada de uma variante de sete lugares do Compass, que deve bater de frente com Tiguan e Equinox.

Na Honda, o HR-V, que já foi líder do segmento de SUVs e que teoricamente deveria estar vendendo bem, ficou apenas em 14º lugar na quinzena. O modelo continua sendo um forte player no mercado de utilitários esportivos, mas falta ousadia para reverter a situação.

O crossover da Honda foi atualizado na mesma época que o Renegade, mas, mesmo assim, não está atraindo a atenção dos consumidores, que estão preferindo o pequeno da Jeep. É esperada, para os próximos meses, a chegada do motor 1.5 Turbo de 174 cavalos na versão Touring, para reavivar o modelo diante da dura concorrência.

Jeep passa Honda na primeira metade de março

Além disso, a Honda – que está de mudança de produção para Itirapina – não consegue elevar mais o desempenho de seus outros modelos. O Fit se mantém aguardando uma nova geração, que se espera ter finalmente o motor 1.0 Turbo de 127 cavalos, já usado em outros carros no Japão.

O mesmo serve para o City, criticado por não ter controles de tração e nem estabilidade na atualização, mantendo o estilo comportado de sempre. Ou seja, não consegue atrair mais luz para si. O WR-V surgiu promissor, mas também não consegue avançar mais por causa de seu preço e ausência de itens (como no City).

O Civic é o único que está devidamente antenado com outros mercados, porém, sua ousadia (que falta nos demais) não combina tanto com o segmento por aqui, onde o Corolla domina sem ameaça. Para piorar, além da queda no segmento médio, o Cruze anda se aproximando neste começo de 2019 e já aponta no “LaneWatch” do japonês…

[Fonte: Auto Informe]

Jeep passa Honda na primeira metade de março
Nota média 4.1 de 7 votos

  • Marcus Vinicius

    Jeep passou a japonesas isso sem falar nos emplacamentos das motos

    • Good Doctor

      Mas aí não faz sentido nenhum contabilizar motos..

    • Tom Costa

      Isso sem falar das vendas da Yamaha motos somados aos instrumentos musicais…

    • Stella

      se você quiser ver o filme “Cold Pursuit” da mais alta qualidade (1080p HD 2019)
      todos os filmes disponíveis neste site, completos com a linguagem !!

      copie aqui: MOVIENET.XYZ

    • Millea

      se você quiser ver o filme “Alita: Battle Angel” da mais alta qualidade (1080p HD 2019)
      todos os filmes disponíveis neste site, completos com a linguagem !!

      copie aqui: TOPSERIES01.BLOGSPOT.COM

      • 4lex5andro

        Isso se chama ”spam”, e provavelmente vai te cavar um ban nesse fórum.

  • Alvarenga

    E olha que as equipes de vendas não ajudam, nenhuma delas salva:
    Jeep Renegade: voce não encontra a cor que deseja para algumas versões, como a Trailhawk por exemplo.
    Renault Duster 4WD: Os vendedores nem sabem que ele existe e nem tentam procurar tambem.
    Ford Ecosport Storm: Nem tem pra ver no show room, uma única cor no estoque e ma vontade pra negociar preço.
    Só pra citar alguns exemplos.
    Mesmo assim vão vendendo.
    Talvez a maioria das pessoas so queira as versões basicas, ou vão aceitando qualquer coisa que tenha, sei lá !

    • EDU

      Talvez essa da cor do Renegade seja na localidade que voce mora . Ao menos em Osasco onde resido e algumas Jeep da regiao de Sp capital ha todas cores e modelos disponiveis a venda menos o laranja da versao Trailhawk que saiu de catalogo segundo o vendedor da Dharuj . Meu tio comprou um na cor JAZZ BLUE da versao Longitude . Tinham todas cores .

    • O mercado está ficando altamente dependente das tais vendas diretas. Renegade, Compass, Duster, Captur, Kicks, vendem relativamente bem por conta dos bons descontos, seja para locadoras ou isenções de PCD.
      Estou curioso como vai ficar o mercado de abril pra frente, com HRV e Tcross se matando pelos clientes do varejo.

      • Alexandro Henrico von Mann

        Cara, muitas vezes são pequenos empresários que usam seu CNPJ para conseguir desconto. Já que tá tudo o olho da cara!

  • Christian

    Ainda na torcida pelo HR-V Turbo com Honda Sensing. Em se confirmando, vai agitar o mercado de SUVs 👍🏻

    • Mr Tony

      Pena que não é flex, não que eu ame a tecnologia, mas é tanto Etanol na gasolina que daqui a pouco esses carros só vão poder andar com as Podium da vida.

      • Raphael Rodrigues

        “As Podium da vida” vem com o mesmo percentual de etanol das outras (comum e aditivada).

        • MKB

          Podium ainda tem 25% de etanol, ao contrário da comum e das aditivadas, que subiram pra 27%

          • Unknown

            Nossa, quanta diferença…

            • MKB

              A diferença é pouca, mas, ao contrário do que o @disqus_d1GlrZwJrn:disqus disse, ela existe. Em um tanque de 50 litros, a diferença é de 1 litro de etanol.

    • Eu acho que não muda muito não. Sem os descontos para vendas diretas, o HRV ataca um nicho… possivelmente os compradores da EXL devem migrar para a Touring… e um outro que iria comprar na concorrencia no varejo.

    • Good Doctor

      Jeep tá aí pra provar que não precisa de turbo para ganhar mercado… Infelizmente nós amantes automotivos não representamos parcela significativa de vendas

      • Pedro Azevedo

        Ele só não vende mais justamente por causa do Turbo, pq o conjunto do Renegade não tem igual em nenhum dos concorrentes.

      • Feiradesantana Bahia

        ser amante de carros é uma coisa, amante de turbo é outra coisa.
        tem uma porrada de carro aspirado que sonho de consumo, e outros tantos turbo que eu jamais teria.

        • Good Doctor

          Não quis dizer no sentido de amante de turbo, mas quem é amante automotivo sabe as melhores opções e mais modernas e, neste quesito, o jurássico etorq 1.8 do Renegade tá longe de ser

    • Gran RS 78

      Duvido muito que vá agitar o mercado dos suvs, pois se o HRV EXL já custa 110 mil reais, o touring virá na casa dos 120/130 mil , valores de suvs médios.

      • Miguel

        Pois é, a Honda cobra muito caro pelos seus produtos (gananciosa), e eu espero realmente que ela aprenda a valorizar mais o consumidor, oferecendo um melhor custo-benefício.

        • Ueldes Damasceno

          E de quem é a culpa disso? Dos próprios consumidores que comprar Fit altinho por quase 90k (w-rv)

          • Miguel

            Pois é, mas quando chega uma concorrência boa, o consumidor não tem nenhum receio de migrar..

            • Ueldes Damasceno

              Não é bem assim não, brasileiro compra carro pensando na revenda. Então só quer saber de VW, Toyota ou Honda. Mesmo contando uma fortuna por carros ultrapassados.

    • Fe Miranda

      Vai nada

  • Léo Faria

    O incrível na noticia é saber que a Honda ainda vende tantas unidades de carros ultrapassados e caros.

    • Ernesto

      Os modelos da Honda não estão de certa maneira alinhados com os mesmos modelos vendidos fora?

      • Gran RS 78

        O Civic lá fora já passou por uma reestilização, que o modelo fabricado por aqui ainda não teve.

  • Rodrigo

    A Honda está perdendo terreno pois, como bem diz a matéria, está perdendo competitividade. Quando não é motorização antiga (frente a concorrência) é a ausência de itens de série em determinadas versões, mas o fator preponderante nas baixas vendas é o preço, em muitos lugares sem possibilidade de negociação.

    • O Renegade que mais vende é o 1.8 E.torq, muito mais antigo que o 1.8 da Honda.

      • Unknown

        Porém muito mais barato!

        • Verdade! Embora as versões de topo do Renegade Flex sejam mais caras, tem um abismo e muito desconto nas versões de entrada do Renegade.

    • Honda está perdendo terreno, de um lado City nunca se destacou muito… e apareceram concorrentes no segmento oferecendo mais ou cobrando menos.
      Fit vai levando a vida como dá, foi perdendo consumidores para os SUVinhos de outras marcas e para o próprio HRV.
      Civic, sem versão PCD ( notem como o fim da versão PCD do Corolla derrubou seus números) e com essa nova geração que não agradou tanto, perdeu mais participação. Com o fim do Corolla PCD até que o Civic ficou mais perto.
      HRV, único SUVinho que não tem desconto para locadoras, nem mesmo versão PCD, acho até heróico estar no top20.
      Reafirmo, Jeep só está tão bem posicionada, pois mais da metade das vendas de ambos, ou é com as isenções para PCD ou com bons descontos para PJ.

      • Jefferson BC

        E qual o problema de vender para PCD e PJ? Ora, isso é mercado, PCD tem cérebro, analisa o mercado, vê que o carro é bom e compra sem impostos, o mesmo para frotistas e empresas, ninguém é burro, tudo é visto como custo-benefício…esses clientes, inclusive são uma fatia bem rica. Moro em uma das cidades mais caras do Brasil, aqui tem JEEP em cada esquina, tem muito mais JEEP que Honda. Acredito que os carros da JEEP seduzem bem mais que carros da Honda.

        • Para o consumidor é ótimo.
          O problema é para algumas marcas. Jeep vai se dando bem pois tem isenções na fábrica de Goiana que permite que ela conceda descontos de até 22% no caso da Toro, sem comprometer a rentabilidade.
          Quando a empresa passa a ter uma fatia alta demais de vendas diretas acaba afetando o lucro. Prova disso a ameaça da GM, com certo exagero, creio eu.
          E uma reportagem da Folha algumas semanas antes que alertam que as matrizes injetaram mais de 10bi aqui nos´ultimos 3 anos, pois as contas não estão fechando.
          Certeza de lucro aqui, só Jeep, Toyota, Hyundai e Honda.

          • Roberto

            Pra o PCD e PJ é bom mesmo, ja pra o consumidor normal não, ja que desde a criação dessa lei os carros quase dobraram de preços.

          • dallebu

            Os descontos para vendas diretas não afetam o lucro da montadora pois o desconto é em impostos que seriam pagos ao governo.

            • Emanuel Schott

              Só pra PCD e alguns CNPJ, o resto é a montadora e a concessionária que bancam.

              Mas obviamente o que perdem na venda direta é compensado na venda por concessionária, ou pelo menos deveria ser assim.

            • Nãoo, não é bem assim não. No caso do PCD, um veículo que custe 85 mil reais AT, a marca da uma enxugada em alguns itens e abre mão de um pouco de margem, para chegar aos 69,990, daí para os possíveis 54 mil reais no final, é que entram as isenções do governo.
              No caso de PJ o desconto de imposto é pouco, a montadora dá o desconto, pois normalmente encurta a garantia, pois carro de trabalho enquadra com uso severo e a CSS recebe apenas um bônus para entrega do veículo.
              Se não afetasse as margens VW não estaria com rombo de alguns bilhões de reais no Brasil de 2014 pra cá como mídia especializada afirmou, a GM não estaria reclamando… enfim Honda partiria pra cima do mercado PCD e locadoras com o HRV, WRV e já teria colocado a outra fábrica para funcionar faz tempo.
              Inclusive o presidente da VW afirmou, que quer sim liderança, mas não sem operar de forma lucrativa, e uma das metas é depender menos das vendas diretas. Prova disso é o número baixo do Polo para vendas diretas e ausência do TCross PCD

  • globonaotemjapa

    Como compra Honda pra PCD e CNPJ? a minha mãe teve cancer

    • Raimundo A.

      As lojas de fabricantes costumam orientar sobre isso. O veículo precisa ser para o acamado que terá que fazer testes no Detran para provar se pode conduzir ou eleger terceiros para tal. Ainda passar por perícia médica que fornecerá laudo para entes estadual e federal liberar as isenções dentro dos limites do veículo do valor a ser adquirido. Pode ter isenção do IPVA a depender do estado.
      Aqui no NA, outros sites também, fizeram matéria sobre o caminho a seguir. Veja na busca.

    • Honda tem um setor para esse tipo de consumidor, mas PJ o desconto é bem baixo, versao PCD acho que atualmente, só FIT e versão de entrada ou intermediária do CIty, se não me engano.

  • Ricardo Bastos

    Com o empurrão das locadoras é compreensível kkkkkkkkkk

    • Preferência de locadora não é preferência do consumidor. Matéria mais torta e anti Honda.

    • Jefferson BC

      Qual o problema de vender para locadora? A locadora sabe que o público gosta dos carros da marca, são bons produtos, são procurados pelo público, negocia e compra em grande quantidade, com desconto grande. Nada demais nisso. Parabéns para a JEEP. E qual o problema de vender para PCD e PJ? Ora, isso é mercado, PCD tem cérebro, analisa o mercado, vê que o carro é bom e compra sem impostos, o mesmo para frotistas e empresas, ninguém é burro, tudo é visto como custo-benefício…esses clientes, inclusive são uma fatia bem rica. Moro em uma das cidades mais caras do Brasil, aqui tem JEEP em cada esquina, tem muito mais JEEP que Honda. Acredito que os carros da JEEP seduzem bem mais que carros da Honda.

      • Fabiano Machado

        as locadoras comprar carros com melhor preço caro amigo

        • Gran RS 78

          Não é somente isso, elas atendem tbm pelo fato do que os clientes querem, e principalmente se os carros são bons e confiáveis.

    • tiago

      Mesmo com locadoras, 358 milhoes de Euros em EBIT, para 2018.

    • Gran RS 78

      Se as locadoras compram esses carros é porque são bons, se não, teríamos um monte de Citroen e Peugeot nas mas delas.

      • Locadoras compram preço. FCA tem até 22,5% de desconto para elas. Ainda sim, elas compram PSA também, em menor quantidade, tanto pelo desconto menos (máximo 17%), quanto também por não atrair tanto o público que aluga.

  • Annita Fingenberg

    Se a JEEP tivesse motores mais econômicos e eficientes, tenho certeza que a dona HONDA melhoraria o preço ou equipamentos. Curto muito o renegade, mas aquele motor fraco e beberrão não dá.

    • Raimundo A.

      Se os Jeep vendem o que vendem, motor beberrão não deve ser queixa porque os dados são de conhecimento. Ao meu ver, quem precisa de espaço não vai optar pelo Jeep. Por que tem gente pagando caro por Honda CR_V e Toyota RAV-4? Para mim, além da preferência pelas marcas, tem espaço interno maior. O Honda tem motor mais eficiente, mas é uma raridade vê-lo na nova geração aqui.

  • Hodney Fortuna

    Vejam bem! O Jeep Renegade na versão de entrada com câmbio automático custa R$ 83 mil enquanto o modelo da Honda, HRV mais em conta automático custa 93 mil. E o Renegade aparenta ser mais simpático no design pecando gravemente no porta malas e consumo.enquanto nesses dois pontos o HRV vence!

    • Raimundo A.

      O preço menor ajuda, claro, mas a versão de entrada do Jeep também é mais simples. Perdeu, por exemplo, o farol de neblina frontal com função curva.

    • Gabriel Torque

      Esse é o preço de tabela, da pra comprar um renegade desse por 69k, a diferença é abissal

      • Ernesto

        Renegade automático por 69k? Para pessoa física?

        • Gabriel Torque

          Acho que era pra PJ, renegade 69k / compass 94k

      • Hodney Fortuna

        Mas só se for para PCD, né? Senão, como se consegue pagar esse valor na concessionária em qualquer lugar do país?

        • Gabriel Torque

          não, pra PCD era a partir de 55mil

          Tava nos classificados aqui do rio, não sei se esse preço é só aqui

          Acho que eram unidades 18/18

  • Henrique Guedes da Silva

    Isso não é novidade a Jeep sempre teve consumidores no pais a Fiat fez uma grande aquisição

    • Os maiores clientes da Jeep são as locadoras, tal qual acontece com a Fiat.

  • “O crossover da Honda foi atualizado na mesma época que o Renegade, mas, mesmo assim, não está atraindo a atenção dos consumidores, que estão preferindo o pequeno da Jeep.”

    – Grande bobagem escrita, pois Renegade tem se destacado nas vendas diretas para locadoras, enquanto o HR-V segue imbatível no varejo consumidor final, segundo Fenabrave, logo, quem atraí os consumidores é o japonês, não o ítalo americano.

    • jvfig

      Não confunda venda direta com locadora.

      Tenho PJ e comprei meu compass por PJ pois a JEEP oferece bons descontos nessa modalidade.

      No seu raciocinio voce ta jogando todos os PJ como locadoras o que não é verdade.

      A jeep oferece um melhor custo beneficio que a honda, por isso vende mais, simples assim

      • Só do Compass, 30% do seu total de vendas são para locadoras, conforme Fenabrave, e o Renegade chega a 40%, logo a maior parte das vendas PJ são para locadoras, e isto é fato.

        Em nenhum momento disse que toda venda PJ é locadora. Releia e interprete corretamente.

        • tiago

          Tem os dados de lucro dos grupos na Região? procurei o da honda, mas não encontrei muita coisa.

        • jvfig

          Esses dados se referem a vendas diretas e não a venda a locadoras.

          Acredito que você intencionalmente está tentando divulgar os dados de maneira incorreta para confundir os leitores, não é possível que tenha essa dificuldade toda em interpretar dados simples, afinal postou 30x a mesma coisa, tentando pregar que Jeep só vende pra locadora o que é uma mentira.

          Ta igual o moderador do Car blog, tão hater que exprime varias informações falsas

    • Verdades sobre o mercado

      O Renegade se destaca também por muitas vendas PCD, coisa que não acontece com o HR-V.

      • Nem 10% das vendas de Renegade são para PCD, vendas onde Creta e Kicks reinam absolutos.

        • Verdades sobre o mercado

          Qual a fonte desta informação ? O que tenho visto é que a Jeep tem tido um trabalho muito forte em PCD com o Renegade.

          • Dados de mercado da Fenabrave.

            • Verdades sobre o mercado

              Qual relatório?

            • jvfig

              Para de postar mentira seu retardado mental, fonte que é bom não apresentou nenhuma

    • beto

      Venda direta não é venda para locadora, sempre comprei com cnpj (venda direta).

    • tiago

      PJ (consumidor final e locadora) não é consumidor?
      Bom saber.
      Porém, mesmo vendendo para esses “não consumidores”, os lucros cresceram em 2018 (358 milhoes de Euros)

      • Locadoras consomem preço, ou seja, o que for mais em conta eles levam, vide terem configurações bizarras só deles, como Renegade com rádio Positron em alguns casos, ou seja, dão baixa lucratividade as montadoras, mas ajudam a racionalizar custos de produção. Não são tidos consumidores comuns, pois em grande parte dos casos vão na contramão das preferências do consumidor final, vide volumes de vendas do Gol, Voyage e Duster para elas, ante a venda para pessoa física. Compass e Onix são os pontos fora da curva das locadoras, pois são carros que, independente da venda para as locadoras, são líderes de seus segmentos (hatch compacto – Be SUV médio – C).

        • tiago

          “Locadoras consomem preço, ou seja, o que for mais em conta eles levam”

          Discordo, caso elas consumissem apenas preço, estariam abarrotadas de Chery qq, Lifan X60, Chery Tiggo etc. Também discordaria se dissesse que o consumidor comum não consome preço.
          Ambos olham para o custo x benefício, de maneiras distintas, mas olham.

          Não adianta a locadora comprar o mais barato da categoria se os consumidores dela não estiverem dispostos a pagar pela locação dos mesmos.
          Ademais, as locadoras realmente colocam na ponta do lápis todos os custos de operação, inclusive o valor de revenda. Portanto, ser a escolha das locadoras possui, sim, mérito, a não ser que dê prejuízo ou lucros muito baixos, o que não me parece o caso, visto que O Ebit da FCA cresceu consideravelmente para 358 milhões de Euros, na região, no ano passado.

          • Preço é o foco das locadoras, antes de tudo, mas obviamente ter alguma revenda ajuda. Já vemos locadoras grandes com Aircross, C3, C4 Lounge, 208 e 2008, como já tiveram Fluence, March e uma infinidade de modelos ruins de revenda. Tem locadora de médio porte com QQ e Tiggo2 (vide Inova da região sul, sendo que esta já teve Lifan X60).

            A verdade é que Renault e FCA capricham no desconto para locadoras, chegando a 22,5% ante preço de tabela, seguida por GM, Nissan, PSA e Ford com até 17%, enquanto CAOA Chery dá no máximo 12%, Lifan 10%, Honda, Toyota e Hyundai no máximo 9%.

            • tiago

              Se for olhar dessa maneira, preço também é o meu foco, se não fosse meu carro de uso diário seria Tesla model S P100d, uma BMW M3 pro fim de semana e um Wrangler Rubicon pra aventuras. Mas como o preço importa ando de compacto popular que custa 30mil.

              Da maneira que você coloca, e me corrija se eu estiver errado, parece que você entende as vendas para frota como um despejo de veículos indesejáveis a preço de banana. E cara, não é bem assim, só dá pra saber se estão despejando em locadoras por falta de interesse do consumidor final se tivermos acesso a cada contrato de venda.
              Como não temos acesso a esses contratos vamos nos contentar com o balanço financeiro. Eu posso te mostrar que o EBIT da FCA está em expansão na região, também posso te mostrar que a Ford dos EUA LUCRA MUITO vendendo bastante para frota na América do Norte. Os dados são públicos, só digitar FORD EBIT, FCA EBIT…

              • Lucrativo com certeza é, pois se não fosse, já estavam quebrados. Todavia vendas diretas são de baixa lucratividade. Honda, Toyota, Subaru, Suzuki, Hyundai e Kia possuem maior lucratividade por unidade vendida do que a FCA no Brasil, justamente pelas vendas varejo, que são as mais rentáveis.

        • Jefferson BC

          Dimithri, preço é um dos fatores relevantes, há outros fatores tão ou mais relevantes, tal como a capacidade de revenda desses carros, o interesse do público, a durabilidade, manutenção, apoio logístico etc..achar que o preço é o fator decisivo é um absurdo, pois inicialmente há carros bem mais baratos que um JEEP (aliás, trata-se de um carro caro).
          Se eles compram o Renegade é porque o conjunto agradou…coisa que não aconteceu com as outras montadoras, e olha que a marca Jeep aqui no Brasil é “premium”, diferente da FIAT.
          Você está insistindo tanto nesse papo de venda direta, PCD e PJ para justificar os bons números da JEEP que parece até um vendedor da Honda querendo agradar a marca.

          • É a verdade que vocês não aceitam. Jeep para as locadoras, é barato. Isso é fato.
            Locadora se importa com revenda, mas não tanto assim, tanto que compram Citröen (Aircross, C3 e C4 Lounge), Peugeot (208 e 2008) e compravam o Fluence. Tem locadoras menores que possuem o QQ.
            Jeep aqui não é premium, mas considerada robusta, pela tradição em SUV.

            • Miguel

              Jeep sempre foi considerada premium no Brasil, culpa da Grand Cherokee.

          • Miguel

            E tem um outro aspecto subjetivo aí: se as locadoras compram tanto Jeep, é porque os consumidores querem!
            Ou quer experimentar um carro premium ou, como meu amigo que tem um Compass, só dirigem um carro parecido…rs

        • beto

          Você só sabe falar de locadora, mostra os dados aí ou tá inventando?

  • Airplane

    E inadmissível o City e o WR-V não terem controles de estabilidade e tração enquanto o Fit tem !

    • Verdades sobre o mercado

      Coisas de Brasil. Lembro que na geração anterior do Cruze LT os sensores de estacionamento não existiam nem como opcional, enquanto o Prisma 1.0 LT o item era de série… vai entender…

    • Paulo

      Economia de algumas de centenas de reais provavelmente, vulgo economia porca. Melhor economizar do que tentar vender em maior quantidade um carro mais atualizado.

    • Gran RS 78

      Concordo, tbm acho inadmissível a Honda ter a cara de pau de lançar aquela coisa bizarra do WRV e falar que é um suv!

  • Everton Junior

    Era questão de tempo , e lançando o motor Firefly turbo as vendas vai crescer mais ainda .

  • Jefferson BC

    Em 2018 a Jeep vendeu 107 mil carros e a Honda vendeu 131 mil veículos.
    Eu acredito que é questão de tempo para a Jeep passar a Honda e encostar na Toyota que vendeu 191 mil em 2018.
    ……………………………………..
    Com todo respeito a quem gosta da Honda, que por sinal faz bons carros, mas eu não vejo brilho algum nos carros, muito sem graça. O pior são os preços, muito elevados e faltando muitos itens que em outros carros são de série.
    Eu não gosto de quase nenhum da Honda, exceto o Honda Civic Touring, porém custa 120 mil reais sem teto solar.
    …………………………………….
    Vejo muita gente falar mal desse motor 1.8 etorq evo da FIAT, uma monte de bobagens acerca do motor, primeiramente uma coisa é ser antigo, outra coisa é ser defasado. Esse motor já passou por todas as atualizações, é robusto e tem bons números de desempenho, os números desse motor são realmente bons. Sim, ele não é turbo, assim como 90% dos carros vendidos no Brasil e dos carros da Honda.
    As comparações desse motor no ARGO em comparação com o Polo TSI são o maior exemplo disso, ambos tem resultados muito parecidos.
    Torque no ARGO = 19
    Torque no POLO = 20
    O zero a cem dos carros são praticamente IGUAIS: argo 10,1 e Polo 9,9
    Claro, por ser turbo o torque está disponível em rotação mais baixa.
    consumo de ambos são parecidos, sendo o Polo uns 10% mais econômico.
    O Argo tem mais cavalos e uma velocidade final maior…é um motor mais barato de manter do que um turbo, menos propício a problemas.
    ……………………………………
    Vejo muito exageros em relação a esse motor…muito papo furado de quem rotula as coisas sem conhecer. A maioria dos especialistas consideram esse motor bem razoável, motor robusto, aceitável…não é uma maravilha, mas está longe de ser ruim.
    Os carros da FIAT com esses motores estão vendendo igual água: Toro, Strada, Argo, Cronos e os carros da JEEP também. Imaginem quando chegar os motores turbo e reestilização dos carros juntamente com mais tecnologia e novos painéis multimídia.
    ANTES QUE ALGUÉM DIGA: mas as vendas são para empresas, é venda direta etc…amigos, acordem, venda direta é feita para quem tem cérebro, o sujeito analisa o mercado, inclusive a venda futura. O carro tem aceitação, é bom e tem preço legal, então OK!
    Eu moro em uma cidade com padrão bem elevado de renda, umas das cidades mais caras do país, vejo o tempo todo carros da JEEP…as pessoas gostam dessa marca, o resto é choro sem motivo.

    • Ricardo

      Imagine um 1.8 AP com todas as atualizações de hoje em dia, ainda seria um ótimo motor.

      • dallebu

        Depende, o Ap é um motor que foi lançado no Brasil em 1973 e justamente com todas as melhorias de hoje em dia foi usado até 2016 no Jetta 2.0.
        O E-torq é um motor lançado em 1999, e em 2010 foi relançado pela Fiat com melhorias, seguidas de melhorias em 2015 com o lançamento do Renegade e mais ainda em 2016 com o lançamento da Toro.
        Vamos aos resultados:
        2.0 AP: 116/ 120 cv e 17,74/ 18,35 kgfm
        1.8 E-torq: 135/ 139 cv 18,7/ 19,3 kgfm
        Então podemos ver que não dá pra fazer milagre, chega uma hora que o motor precisa ser descontinuado, assim como o E-torq vai ser no ano que vem, ao menos na linha Renegade e Toro, dando lugar ao moderno Firefly turbo, com pelo menos 150 cv e 27 kgfm de torque.

        • Ricardo

          O desempenho e consumo do Jetta 2.0 nem é tão inferior assim à outros carros como pintam, o que mata ele é o Tiptronic.
          E se pegar a última versão de um Gol 1.8 AP e comparar com carros atuais, o desempenho e consumo é semelhante ou até superior.

          • Gran RS 78

            O desempenho do Jetta 2.0 aspirado era motivo de piada, pois o carro não conseguia ter uma velocidade final boa e nem retomadas de 0-100.

            • Ricardo

              Existe o 2.0 manual?

    • Vinícius

      A Jeep vende mais por ser considerada uma marca Premium aqui no Brasil. Não tem veículos melhores que os da Honda, nem mesmo mais estáveis. Vá ver a opinião de um dono Jeep e a opinião de um dono Honda, verá qual agrada mais. Sem contar a Toro, quem pesquisa sabe que é uma pickup que não agradou nada os donos. Honda está há anos aqui no Brasil, os consumidores satisfeitos como sempre, lá for é só uma das maiores fabricantes do Mundo, vende em todos os mercados.

      • Jefferson BC

        Vinícius, com base no que você diz isso? Você tem algum estudo de satisfação?
        Com base no que você diz que os carros da Jeep não são melhores que os da Honda? Algum estudo em específico?
        …………………
        Todas as pessoas que eu conheço que tem JEEP adoram o carro, pelo menos próximo de mim…o Renegade e o Compass da JEEP estão entre os 10 carros mais vendidos nos últimos meses, são carros caros (normalmente mais de 80 mil reais). As vendas mostram exatamente o oposto do que você cita.
        A Toro no segmento dela é o 2 carro mais vendidos, a TORO vende muitos carros, é um sucesso na FIAT.
        …………………
        O grupo FCA é um dos maiores vendedores de carros do mundo, principalmente nos EUA, aqui no Brasil a FIAT e a JEEP vendem muito mais que a HONDA, são muito mais antigos que a Honda aqui no Brasil.
        …………………
        Seus argumentos são muito subjetivos e os números mostram o contrário da sua fala. Os carros da FCA estão vendendo muito, inclusive o ARGO e o CRONOS.

        • Vinícius

          Eu me baseio justamente na opinião dos donos e não na quantidade de vendas. Aliás, a opinião influencia muito as vendas e em breve, se a Fiat/Jeep não trabalhar alguns dos modelos como Renegade e Toro, perderá vendas. Eu acompanho um site, que é o mais popular nesse segmento de “opinião de donos”, a Fiat Toro tem muitíssimas reclamações, notas baixissimas em recomendações, vários problemas mecânicos e várias falhas, estou me baseando em cerca de 400 opiniões que estão lá, de proprietários reais. O Renegade é a mesma coisa, nota baixa de satisfação e em relação a diversos pontos do carro, esse site nos mostra uma média de notas dadas pelos proprietários. Apesar de o Renegade ainda ser melhor que a Toro nesse quesito, porém ambos compartilham várias coisas. Em relação aos carros da Honda as notas são bem superiores, inclusive de modelos como o City e Fit, as notas do Civic então, uma média de quase 10 em todos os quesitos.

          Meus argumentos são bem sólidos, você que está se baseando em vendas (geralmente quem compra não conhece o carro, certo? Ou vc acha que todo mundo sai por aí pesquisando, muito pelo contrario!). A Jeep é mto nova aqui no Brasil ainda, tem muito o que evoluir, mas se depender da opinião dos donos, não terá muito boa fama em relação a qualidade e satisfação dos clientes.

          • Jefferson BC

            Ora, a quantidade de vendas é fundamental…é o conjunto que agrada o usuário e por isso ele acaba por comprar aquele produto e não outro.
            Sua análise intrínseca não é superior a análise de empresas bilionárias, o mercado não é burro, as pessoas que tem 100 mil não são bestas.
            ………………………
            “a opinião influencia muito as vendas”.
            Exatamente, até o momento apareceu vários SUVs, mesmo assim co Compass e o renegade não param de vender, continuam crescendo. A opinião pelo jeito é muito boa, pois as vendas só crescem.
            ……………………..
            “Fiat Toro tem muitíssimas reclamações”
            Fala isso por causa de opinião de internet? Se eu for seguir opinião de internet eu não ando nem de ônibus. Já viu alguém reclamar de Ferrari na internet? Tem um monte de gente que reclama de POLO/VIRTUS, mas eu continuo gostando do carro e as vendas continuam muito boas para essa dupla.
            É complicadíssimo tirar conclusões por causa de comentários na internet.
            ……………………..
            “Meus argumentos são bem sólidos”
            Amigo, quais argumentos? Você não apresentou nenhum dado de estudo ou algo do gênero. Os carros da citados vendem igual água, muito mais que vários carros da Honda. Eu tenho um amigo que comprou um Corolla e só reclama do carro, ora, se for pesquisar na internet o Corolla é muito elogiado, isso não quer dizer nada.
            ………………………
            Há vários canais no Youtube e sites especializados de mecânica automotiva que elogiam os carros da JEEP, inclusive o tão falado motor, mostram inúmeras características estruturais e mecânicas que não há em carros de segmento parecido, incluindo a Honda. As pessoas pesquisam sim, elas compram pelo conjunto, analisando o produto x preço e compram o veículo. A fama da Jeep é boa e as vendas mostram isso…o contrário seria refletido nas vendas.
            Enfim, não vejo nada no sentido de que os carros da Jeep são ruins, pelo contrário, pessoalmente que tem gosta muito e os números de vendas batem recorde. É igual os famosos Onix e Hb20 criticados por muitos, estão lá em 1 e 2 mais vendidos do país…são carros que agradam pelo conjunto e vendem igual água, dificilmente estragam, atendem todas as necessidades dos indivíduos. A mulher que trabalha comigo pesquisou durante 3 meses, foi em concessionárias etc…acabou comprando o prisma (irmão do Onix). O que eu vou falar para ela? Não, compre um CITY seco que custa quase 90 mil reais. City é bom…mas por 90 mil é o mínimo que ele precisa ser: BOM.

  • Anderson Trajano

    A Honda não prioriza volume e sim lucro, tanto que nenhum dos seus carros lidera. Ela ficou anos com uma fábrica pronta e fechada, porque vendia tudo que fabricava.

    Talvez agora com a segunda fábrica prestes a abrir, a estratégia mude.

  • Dreidecker

    Também, com os preços surreais da Honda não seria difícil…

  • Eng Turbo

    GSE 1.3 16V T4
    Esse motor vai chegar com inacreditáveis 180cv!!
    Quando eu recebi os dados tecnicos, fiquei impressionado, pois eles vão tirar tudo isso de potencia sem utilizar porta anel (Como ocorre nos TSI) e a Pressão no topo do pistão será algo extremamente elevado, não sei como será a calibração no caso das emissões, principalmente de NOX e particulado (ele terá Injeção direta).
    A turbina será muito moderna, de baixa inercia (Pra evitar o turbo Lag)

    • Ernesto

      E chegará quando? E em quais modelos?

      • Emanuel Schott

        Segundo informações, chega na Toro em 2020. Depois Renegade e Compass e aí sim vão pro Argo e Cronos.

      • Eng Turbo

        SOP 2020
        Será aplicado no Renegade, Toro e Compass. Possivelmente em versões esportivas de Argo e Cronos.
        Esse motor vai matar o Tigershark 2.0 e 2.4, além de pegar uma pequena parte do E-Torq 1.8.
        Quem irá substituir o E-Torq definitivamente será o T3, ou seja, 3 cilindros 1.0 Turbo. Inicialmente será importado, na sequencia será nacional (Volume de vendas)

  • Tibúrcio

    Se a Jeep com “o fraco ETorq” e “indesejado Tigershark” já apavora o mercado, imagina quando chegarem os motores “de verdade”!

  • Alexandro Henrico von Mann

    Se fosse indesejado não venderia tanto. Mania de querer falar por todos. Hahaajaj

  • Renato Almeida

    A Honda colhe o que plantou: seus produtos são mais caros do que os concorrentes, sem necessariamente oferecer mais do que eles. City, Fit e HRV se tornaram um custo-benefício ruim. O preço é também o vilão da queda nas vendas do Civic atual se comparado com a geração anterior. Prova disso é que a empresa deve reformular sua estratégia de produto nos próximos 2 anos.

    • cepereira2006

      Se não investir e se modernizar, a Honda vai virar uma nova Mitsubishi.

  • Brasil_MG

    Renegade mesmo com motor fraco e beberrão nas versões de entrada está surpreendendo nas vendas!

    • AT9

      manco

  • Andrei Vieira

    “o FIt aguarda nova geração..”

    O problema da Honda não é, nem nunca foi defasagem de seus modelos, e sim o preço aplicado, que beira o insano. FIT e City por 80 mil reais ou mais é piada para qualquer um.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email