*Destaque Crossovers Jeep

Jeep Renegade deve ganhar novo visual na linha 2019

renegade 2019 atualizado flagra 1024x656 - Jeep Renegade deve ganhar novo visual na linha 2019

O Jeep Renegade, que já soma cerca de dois anos de mercado, se prepara para estrear suas primeiras mudanças. Segundo fontes, a marca norte-americana prepara a linha reestilizada do crossover compacto, que deverá trazer ainda aprimoramentos no acabamento interno e novos equipamentos de série. O Renegade renovado é esperado para meados do segundo semestre de 2019.


As mudanças visuais do novo Jeep Renegade serão apenas sutis para manter o carro atualizado no mercado. Entre as alterações, é de se esperar por retoques na grade dianteira, faróis, lanternas e para-choques, além de novas rodas de liga-leve. A Jeep chegou a considerar mudanças drásticas, com formas menos retas na carroceria, mas tal possibilidade foi descartada.

Já o interior contará com novos detalhes de acabamento, como novas opções de revestimento para os bancos e alterações no painel, além de novos equipamentos de entretenimento e segurança.

No mercado indiano, o Jeep Renegade 2019 vai manter o motor 1.4 MultiAir a gasolina e o 2.0 turbodiesel. Por aqui, o carro deve continuar sendo oferecido com o 1.8 E.torQ Evo flex e o 2.0 Multijet a diesel, com câmbio manual ou automático e tração 4×2 ou 4×4.


Além do novo Renegade, a Jeep prepara um outro crossover compacto com menos de quatro metros de comprimento. Este modelo poderá chegar ao Brasil para desbancar os hatches aventureiros, como Onix Activ e HB20X.

Renegade 2018 – ficha técnica

Motor

1.8 Flex

2.0 Diesel

Tipo

Dianteiro transversal, Gasolina e Etanol

Dianteiro transversal, Turbo Diesel

Número de cilindros

4 em linha

4 em linha

Cilindrada em cm3

1747

1956

Válvulas

16

16

Taxa de compressão

12,5:1

16,5:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Direta

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 135 cv @ 5750 rpm / Etanol: 139 @ 5750 rpm

Diesel: 170 cv @ 3750 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 18,8 kgfm @ 3750 rpm / Etanol: 19,3 kgfm @ 3750 rpm

Diesel: 35,7 kgfm @ 1750 rpm

Transmissão

Tipo

Manual 5 marchas / Automático 6 marchas

Automático 9 marchas

Tração

Tipo

Dianteira

4×4 com redução

Freios

Tipo

Disco ventilado / tambor

Disco ventilado / tambor

Direção

Tipo

Elétrica

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

McPherson, independente com barra estabilizadora

McPherson, independente com barra estabilizadora

Rodas e Pneus

Rodas

Aço aro 17 polegadas / Liga Leve aro 17/18 polegadas

Liga Leve aro 17/18 polegadas

Pneus

215/60 R17 / 225/55 R18

215/60 R17 / 225/55 R18

Dimensões

Comprimento total (mm)

4232

4232

Largura sem retrovisores (mm)

1798

1798

Altura (mm)

1666

1716

Distância entre os eixos (mm)

2570

2570

Capacidades

Porta-malas (litros)

260

260

Tanque (litros)

60

60

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

400

400

Peso em ordem de marcha (kg)

1393 (MT) 1440 (AT6)

1636

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,36

0,36

[Fonte: Autocar India]

COMPARTILHAR:
  • Mario

    Torcer para um novo motor também, né? Quem sabe o 2.0 do Compass?

    • Jimmy Rustler

      O 1.4 turbo que tem no modelo de entrada americano ia ser ótimo. E lá o modelo de entrada têm a opção de ser 4×4 também.

      • Roberto

        Para manter o compartilhamento da marca, poderia ser o 1.3 turbo que eles pretendem lançar por aqui… já está de bom tamanho.

        • Verdades sobre o mercado

          Daria nova vida ao veículo que já passou na preferência do consumidor devido ao motor flex e ao porta-malas. Com um motor eficiente mais uma leve renovação de detalhes como cita a reportagem pode voltar a vender bem. Seu único porém seria o porta-malas pois de resto o veículo é excelente(considerando um eventual motor 1.3 ou 1.4 Turbo).

      • Gustavo73

        Esse 1.4 é o mesmo do Bravo e Punto T-jet. Será susbtituido pelo 1.3 Firefly turbo.

  • Roberto

    um Mini Renegade com motor 1.3 na casa dos 60k no mesmo nível de equipamentos do Argo e no máximo uns 1200kgs seria interessantíssimo…
    E as versões top poderiam usar o 1.3 turbo que a FCA deve lançar por aqui…
    O Renagade de entrada é 69990…. seria uma porta de entrada muito interessante para a Jeep

    • Gustavo73

      1200kg em um carro de 4 metros?

      • Roberto

        O Argo 1.3 pesa +-1140… imagino que um SUVzinho vai ficar um pouco mais pesado..

        • Gustavo73

          O Golf 1.0 Tsi pesa 1218 kg e é médio com 4,25 mt. A questão do Argo está relacionada a sua plataforma mais antiga. Apesar da NA não ter colocado o que se diz na Índia é que esse”suv” abaixo dos 4 metros seria uma versão do Panda 4×4. Algo que já surgiu aqui e foi negado pela FCA.

          • Elfo Safadão.

            Do que vc tá falando cara?
            Já temos o Mobi Way, mais SUV que isso?

            • Gustavo73

              Kkkkkkkk
              Perfeito para competir com o “suv compacto” Kiwd.

          • VaeVictis

            A plataforma do Argo è novo. É 45 kg mais leve do que o Punto e tem rigidez torsional aumentada de 7%.

          • DiMais

            ou o Sedici (Suzuki SX4) que nunca teve um sucessor direto, tendo suas vendas canalizadas para o 500X (ligeiramente maior e mais caro) e o Panda 4×4 (que aqui já seria mais valente que um WR-V, mas não esconde que é apenas um hatch compacto).

  • Fabão Rocky

    Outro suv? Vai chegar um dia em q vai deixar de existir até hatches e sedãs. Pelo menos aqui no Huezil já não existem mais peruas, coupés, conversíveis, sedãs de 2 portas, nothbacks, fastbacks, etc. Bem q poderíamos ter cada tipo desses em cada categoria de compacto, compacto premium, médio e grande. E depois ainda falam q brasileiro é apaixonado por carros.

    • Paulo

      Perfeito seu comentário.

  • Fabio Marquez

    Um carro com linhas tão harmônicas que nem tem muito o que fazer senão estraga.

  • Matafuego

    Falta um motor decente para substituir o E.porq, não necessariamente mais potente, mas mais torcudo em baixa.

    • Martini Stripes

      Tenho um 2017, com motor atualizado. 0-100 em 11.5, e faz de média, 11.3 e 9.2 na gasolina e álcool. Só pista 14 e 11. Tem melhores, tem, mas não faz muita diferença.
      Quem anda só cidade precisa de um 1.0, ou novos turbo, senão qualquer um bebe.

  • Carlos

    Não faz sentido imaginar que a JEEP lançará um veículo para concorrer com Onix, seja o modelo que for. Se usar a plataforma da FIAT, esse viria com a logomarca da italiana.

    • Gustavo73

      Renegade e Compass usam uma plataforma Fiat.

      • VaeVictis

        mesmo o Cherokee

  • Lucia C.

    Eles tem que dar um jeito de aumentar o porta malas, isso sim!

    • Zé Mundico

      Existe a versão com porta malas maior.
      É o Compass.

  • DiMais

    se a FCA fosse um pouco mais ágil poderia lançar junto com ele as versão turbinadas da linha FireFly e aposentar de vez o e.Torq.

  • Paulo

    Esse tal de Renagade me agrada até poderia ter um, mas vou lhes falar….

    Carro mais manco que já dirigi na vida em, e olha que ja dirigi de tudo. Era um 1.8 aut.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email