China Sedãs SUVs Volkswagen

Jetta: VW considera submarca para fora da China – Teria chance aqui?

Jetta: VW considera submarca para fora da China - Teria chance aqui?

Em oito meses de mercado chinês, a submarca Jetta já alcançou 1% de participação e estamos falando do maior mercado do mundo. A impressionante decolagem da bandeira de carros baratos da Volkswagen está animando a montadora alemã.


Com os bons resultados na China, a VW já considera levar a Jetta para outros lugares, conforme confidenciou Harald Mueller, presidente da submarca. Ele conta que, após a retomada das vendas no país asiático, os emplacamentos subiram rapidamente.

O motivo é que a maioria dos clientes da Jetta são jovens e com menor poder aquisitivo, buscando assim carros baratos, mas que tenham tecnologias que compensem o investimento. No entanto, o fator que realmente colocou a submarca em evidência é um “novo normal”.

Jetta: VW considera submarca para fora da China - Teria chance aqui?

Temerosos com a contaminação por Covid-19, os clientes da Jetta são em boa parte marinheiros de primeira viagem, que buscam um automóvel como alternativa ao transporte público, considerado de alto risco na China.

Mueller disse: “O início bem-sucedido também despertou o interesse de outros mercados no mundo da Volkswagen”. A estratégia da VW se baseou na dificuldade em desenvolver produtos baratos para mercados consolidados, como a Europa.

A introdução de tecnologias mais recentes tem um custo alto para a Volkswagen e a conta simplesmente não fechou para vermos uma “Dacia” de origem alemã.

Inicialmente considerada de baixo custo, a Skoda simplesmente acompanha VW e Seat, estando assim longe de consumidores de menor poder aquisitivo.

Jetta: VW considera submarca para fora da China - Teria chance aqui?

Para mudar isso, a VW apostou no nome de seu sedã popular na China – poderia te-lo feito com Santana, mas já existiu uma marca espanhola com essa designação – introduziu o sedã compacto e mais dois SUVs que já existiam.

No ambiente chinês, a VW conseguiu fechar a conta e a Jetta agora decola em vendas com preços realmente atraentes (O VS7, por exemplo, parte de 92.800 yuans ou R$ 71,9 mil). Contudo, fora desse mercado, as coisas são bem diferentes.

Mueller não disse quais mercados a montadora pensa em colocar a Jetta, mas seja aonde for, a importação chinesa e um reposicionamento da marca VW precisarão ser feitos parta não haver canibalização. Caberia a Jetta no Brasil?

Jetta – Galeria de fotos

[Fonte: Auto News Europe]

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • zekinha71

    Submarca aqui, significa que os VWs de entrada iriam começar em 80K, pra vender os outros começando em 50K, então nem precisa vir.

  • RKK

    Em se tratando de sub-marca, vai bombar no Brasil !

  • Dimitri Diegoli

    Considerando os modelos e acabamentos dos carros vendidos no Brasil, não só da VW, podemos considerar que as montadoras daqui já são “sub-marcas”.

  • rodrigosr

    Claramente não.

  • BlueGopher

    Se aqui o pessoal já reclama se o painel não é fofinho (apesar de só colocar a mão lá no dia que compra o carro ou quando limpa o painel), será que vai comprar carro simplificado?
    Bom, talvez as coisas mudem no pós coronavirus.

  • marc west

    Certamente fariam um re-rebadge e venderiam como VW esses modelos.

  • Dod.

    Se os VW normais nacionais já possuem acabamento precário eu tenho até medo de imaginar como modelos ditos “de baixo custo” seriam por aqui.

    • João

      O que você não entendeu é que estes carros são de baixo custo pensando no padrão europeu VW, não o brasileiro. O senso comum ainda acha que a oferta chinesa é pior que a brasileira. Certamente aquele Tiguan com outra cara ali não é pior em acabamento que um T-Cross brasileiro

  • 😎.

    Poderia ser chamada de DKW , poderia herdar até os nomes dos modelos antigos.

  • rodpe

    VW já não é uma submarca?

  • Rogério R.

    Com o logo VW, sim. Gol, Voyage e Saveiro já podem ser considerados um Jetta. Eu acho que os Jetta chineses devem ter o acabamento muito melhor do que do Polo, Virtus e T-Cross brasileiros.

  • Claudio

    Putz, eu pensava que a VW é que era submarca !!

    • th!nk.t4nk

      Pois é, no Brasil a VW já faz o papel de baixo custo (ao contrário da Europa, em que é uma marca intermediária). Não faria sentido nenhum lançar uma submarca abaixo dela no país, pois teriam de fabricar tuk-tuks nesse caso!

  • Alaor

    Aqui ia ficar caro do mesmo jeito. Além do mais a própria VW aqui já vende produtos empobrecidos ao extremo, não tem espaço abaixo dela.

    • Toyo_Highlander fan

      Exato, aqui não faz sentido nenhum uma submarca já que os VW tupiniquins são empobrecidos ao extremo.

      • th!nk.t4nk

        No máximo faria sentido uma marca “clone”, com produtos semelhantes mas diferenciados no visual (ex: os SEAT, tal como já fizeram no passado). Mas pra isso o mercado precisaria estar bombando, e no momento nao há nem sombra de um ambiente favorável pra introduzir mais complexidade ainda ao portfólio local.

  • andrevilsonpereira

    esse interior não me parece ser de baixo custo não baixo custo é Gol, Voyage, Fox, se esse SUV viesse pra cá custaria 100mil pra cima, o Sedan seria dificil por causa do Polo sedan se ele fosse menor poderia bota-lo no lugar do Voyage

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Mas VW já é de baixo custo, só tem os preços premium

  • Natán Barreto

    Cara, essa grade horrível é proposital né? Pq não é possível que alguém ache isso normal. O carro poderia ser harmonizado uma grade de 15789965 maneiras diferentes e eles escolheram a pior.
    Parece uma grade dos anos 90/2000

  • Mauro Moraes

    Carros com design grosseiro, mais parecem esboços dos VW. Se viessem iriam disputar vendas na base do mercado com os nossos chineses.

  • Toyo_Highlander fan

    A VW, acredito deixou de ser uma marca alemã há um bom tempo, ainda mais quando se tem uma “submarca” apenas na China.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email