Kasinski Mercado

Kasinski cresce quase 200% e atinge 2,5% de participação

A Kasinski pode não ser a marca que mais vende motos no Brasil. Ela está muito longe disso, mas se orgulha de ter um crescimento de 197,23% neste ano em comparação com o ano passado, somando as vendas dos seis primeiros meses.

Com este desempenho a marca alcançou 2,5% de participação do mercado brasileiro, colocando-a em quarto lugar no ranking, que tem a Honda como líder absoluta, com mais de 70% do mercado.

Será que algum dia marcas como a Kasinski serão algum tipo de ameaça para a Honda?

Agência Auto Informe





  • O_Corsario

    Isso vai depender das próprias marcas oferecem produtos melhores por preços mais sedutores, garantindo pós-venda, etc etc.

  • rafa_marcao

    2,5% do mercado é bastante coisa. E a Kasinsky está querendo trazer boas motos. Porém essas porcentagens de crescimento são engraçadas. Se eu criar uma marca e vender 1 carro em 2010 e em 2011 vender 3 terei um aumento de 300%! rs

    • bittcorp

      quanto mais concorrência, melhor!!!

      • rafa_marcao

        Com os carros isto está ótimo! Porém com supermercados está complicando… Pão de Açucar com Carrefour, Sadia com Perdigão…

        Partindo pro monopólio

        • bittcorp

          Quem vai comprar o Carrefour é o WalMart… aí teremos apenas 2 redes grandes!!!
          Sadia e Perdigão não me preocupam… já tem concorrência da Seara e de outras menores.

          • rafa_marcao

            Verdade, mas eles tinham interesse em juntar o Pão de Açucar com o Carrefour, porém proibiram correto?

            • bittcorp

              O Grupo Cassino é contra e o BNDESPar parece ter desistido de entrar no negócio, que só aconteceria se o Cassino entrasse em acordo com Abilio Diniz…
              Resultado, teremos uma rede francesa (Cassino) e uma americana (WalMart) controlando as 2 maiores redes de supermados do Brasil…

    • PauloECosta

      Errado! Aumento de 200%…

  • ricardoglima

    O grande problema da Kasinsky (e da maioria das pequenas) é o pós venda. Vamos ao exemplo: Comet 650 GT, sem duvida um ótima moto, bicilindrica, quase 90cv e afins…porém se vc precisar de uma peça….vá ate a Aparecida do Norte, 2º porta a direita do 3º andar….SALA DOS MILAGRES. Pois é mais facil importar a peça do que comprar aqui (preço e disponibilidade terrivel).
    Assim que o pós-venda se adequar a nossa realidade serei um dos futuros proprietarios de uma moto da marca….mas no atual momento NO WAY.

  • Romulo_Max

    A médio/longo prazo boto mais fé no crescimento da Dafra.

    • Victor Motter

      a dafra vai investir pesado apartir do inicio do ano que vem .
      segundo um amigo meu que trabalha na dafra-china .

  • fabiollima

    Pessoal, Existem sim marca melhores que a honda no mercado, o que acontece é o mesmo fenômeno que ocorre com os carros, o pessoal não compra por pensar no preço de revenda, peças baratas e etc o que não é verdade. Por exemplo, tive uma Yamaha por três anos e foi a melhor moto que tive, custos de revisão e etc, porém o pessoal não enxerga essa opção e compra sempre os mesmos produtos.
    Enfim, vocês sabem porque a Honda domina o mercado? É porque em meados da década de 60 a honda propôs instalar uma fábrica de motos no país, entretanto exigia do governo uma reserva de mercado para as motos 4 tempos, por isso outros fabricantes demoraram tanto tempo para chegar ao nosso mercado com um produto competitivo, esse é o nosso Brasil-sil-sil

    • BlueGopher

      Na verdade, a Yamaha apostou nos 2 tempos e em motores pequenos (lembra da cinquentinha?) e se deu mal, o mercado gostou mais do motor 4 tempos, maior, mais resistente e durável.
      O governo não se meteu nesta questão.

  • Alexdebrito

    Nunca serão.

  • FAELTIMAO

    A Honda é imbátivel pela confiança e beleza que seus produtos oferecem e tambem pela criatividade,como a criação da moto flex…

  • cruzmarcio
    • rafa_marcao

      Esse vídeo é mítico! uahauhauah

  • leandrods

    Tenho uma Comet 250… a moto é ótima, mas A KASINSKI NÃO PRESTA! a Comet é fábricada pela Hyosung (S&T Motors) na Coréia do Sul, a kasinski só importa a moto e nacionaliza ela com peças de péssima qualidade… hoje as Comet 250 são com injeção eletrônica, e desde 2009 elas gastam demais, cerca de 18km/l, é o quase consumo de uma 600cc 4 cilindros… e ainda não existe solução pra isso, as Comets antigas (carburadas) chegam a fazer até 27km/l…. e outra, o pós vendas não existe, já passei em 6 concessionárias e nenhuma tem um bom mecânico, só mexanicos que fazem porquice nas motos.

  • evtdesign

    Que cresça mais e mais.
    Estou há quase 2 anos com moto Kasinski na garagem e até agora estou muito satisfeito.
    Mas eu acho difícil reverter o quadro do nosso mercado.. afinal pra tudo quanto é manolo RONDA é RONDA.

  • yuricalmon

    A KASINSKI vai crescer mais ainda assim que começar a vender as motos MEGELLI, marca com a qual acaba de fechar acordo !!



Send this to friend