Kia Salões do Automóvel Volkswagen

Kia Motors também desiste do Salão do Automóvel 2020

Kia Motors também desiste do Salão do Automóvel 2020

A Kia Motors é mais outra marca que desistiu do Salão do Automóvel 2020. O evento, que será realizado entre 12 e 22 de novembro, no São Paulo Expo, já teve 15 desistências contando com a marca sul-coreana, mas a lista pode engrossar.


Em nota, a importadora da Kia Motors – o grupo Gandini – justificou sua posição, que é “adotar estratégias de Marketing mais próximas aos consumidores finais, por meio do crescimento e do fortalecimento da rede autorizada de concessionárias.”

José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil, explica a saída da marca: “2020 será um ano muito importante para a Kia Motors, que terá três lançamentos. O primeiro foi o hatch compacto Rio, no mês passado. Na sequência, apresentaremos o Niro Hybrid e, mais para o final do ano, um novo SUV compacto. Além disso, nossa prioridade é ampliar e fortalecer a rede de concessionárias, com mais quinze novos pontos de atendimento em todo o País. Diante dessa nova realidade, optamos por oferecer experiências práticas aos potenciais compradores de automóveis”.

Sobre o salão, Gandini avaliou que “o Salão do Automóvel, por muitos anos, foi o evento automotivo mais importante do ano. No entanto, a realidade da comercialização de automóveis mudou radicalmente nos últimos anos. Os compradores passaram a conhecer os produtos por meio de plataformas digitais. Por isso, precisamos oferecer mais experiências, além de inovações tecnológicas, diante de um dos setores mais competitivos da economia”.

VEJA TAMBÉM:

VW

Kia Motors também desiste do Salão do Automóvel 2020

No formato atual, o Salão de Automóvel 2020 está sendo criticado pelas marcas e montadoras presentes no país, cujo número de desistências é o maior dos últimos anos.

Pablo Di Si, presidente da Volkswagen na região, disse – durante o evento de 20 milhões de motores feitos no Brasil – que se o formato atual se mantiver, a marca alemã não participará.

No entanto, caso o modelo de negócio do salão mude, a marca participará. Di Si defende que o evento ocorra e que todas as marcas participem, porém, somente se houver mudança significativa no evento automotivo nacional, que é o maior da América Latina.

Na Kia, o pensamento de Luiz Gandini é parecido: “A Kia Motors do Brasil não está fechando as portas ao Salão. Em novos formatos, a empresa pode reavaliar o evento, que foi o mais importante dos últimos 60 anos”.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Rodrigo

    Aqui esperando a notícia: “Salão do Automóvel também desiste do Salão do Automóvel”

    • Ⓜ️arcelo

      Vdd. O fato é que as montadoras estão investindo e um outro formato de apresentação e testes dos produtos, que são os eventos com clientes e potenciais clientes e que está dando muito mais retorno e fidelização a marca do que aquela bagunça dos salões.

      • Rodrigo

        Afora que expor no Salão custa cifras milionárias. Um evento de menor porte, com clientes e formadores de opinião, acaba custando 1/3 ou menos.
        Também é importante ressaltar a participação de YouTubers e influenciadores digitais na divulgação dos produtos…

  • Se o salão não deixar as fabricantes vender carro, vai ficar sem realizar o salão no ExporMEGAcenter para, TENAR fazer encontrinho no estacionamento do Supermercado ou Shopping.

    • Matafuego

      Não é o salão, é a (atrasada) legislação brasileira. Esse foi um dos argumentos que a GM apresentou para desistir do salão.

      • Raimundo A.

        Que legislação? Aqui em PE, após tempo fazendo que pararam de fazer salão em centro de convenções, há três anos donos de lojas, com apoio de montadoras, utilizam um espaço para eventos de grande shopping. Tem pelo menos 10 marcas, e todos os veículos expostos estão a venda. No penúltimo, pude ver o TCross 250TSI completo, um mês após mostrarem no Salão de São Paulo, e já aceitavam encomendas. O veículo ainda foi para loja de Alagoas. Neste evento também vi o X7 da BMW, q por sinal tava vendido.
        Se for para torrar dinheiro fazendo amostra para quem não quer ou não pode comprar, muitos, é sábio desistir. Mostrar podendo vender in loco como é a Fenatran, válido. O valor gasto para mostrar tem que ser compensado e obter vendas no local ajuda.

        • Matafuego

          Montadoras não podem vender veículos diretamente para pessoas físicas. Como vc mesmo disse, são donos de lojas que vendem, não as próprias montadoras.

          • Marciofilho Santos

            no salão as concessionárias colocam vendedores de plantão, o problema é a lei renato ferrari que entre outras coisas regula a invasaõ de area, e como no salão vem pessoas de todo o pais, fica inviavel o vendedor de são paulo atender um cliente de MG por exemplo, isso em algumas marcas gera multa bem expressiva

            • Luciano Beneval Souza

              Lei PROIBE A CONCESSIONÁRIA de vender em área que não é dela…

              A lei NÃO PROIBE o COMSUMIDOR de ir a outra região buscar MELHORES PREÇOS…

              Já fiz compra assim… motocicleta de média cilindrada… paguei a vista… menor preço que encontrei no meu estado (SC)

              Vendedor NÃO QUERIA ME VENDER quando soube que era de fora… demonstrei conhecimento da lei, mostrei ao gerente e ele TEVE QUE ME VENDER….

              CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR NELES!!!!

              • Marciofilho Santos

                Mas não disse que a lei proíbe, ela imputa uma multa que as vezes impossibilita a negociação. a lei serve para preservar a área de atuação das concessionárias sem ferir o direito de compra do cliente, nessa circunstância o cliente talvez não consiga o melhor preço final do produto

  • Eskarmory .

    ”No entanto, a realidade da comercialização de automóveis mudou radicalmente nos últimos anos. Os compradores passaram a conhecer os produtos por meio de plataformas digitais. Por isso, precisamos oferecer mais experiências, além de inovações tecnológicas, diante de um dos setores mais competitivos da economia”.”

    Ahhhh Gandini, está muito preocupado com isso mesmo. Rio está aí para mostrar.

  • Mayck Colares

    E o que é esse novo formato que todos falam mas nenhuma da um exemplo? Isso parece um desentendimento interno entre os organizadores do salão que podem ter dificultado de alguma forma pras montadoras

    • TijucaBH

      A briga com o salão é porque alem dos altos custos de estande, pessoal, etc, a montafora ainda paga caro pra organização do evento que ainda fica com a bilheteria. Com isso os custos realmente nao se justificam nos dias atuais.

  • zekinha71

    Pra que a Kia ia participar se o maior lançamento dela já aconteceu, e está bombando, ontem as ruas do ABC estavam lotadas de Rio, pra onde se olhava era rio pra todo lado.
    Opa pera aí era outro rio que bombou nas ruas, esse rio da Kia não aparece nem na lista da Fenabrave.

  • Willie Cicci

    As montadoras querem tirar o nosso couro. Organização do salão quer tirar o couro delas, aí pulam fora.

    • Raimundo A.

      Esse seu raciocínio vale para donos de lanchonetes e restaurantes que cobram por lata de refrigerante valor de PET de 2L. Tem que arrancar dinheiro dos que podem pagar para comer e beber fora de casa.
      As montadoras querem retorno sobre cifras enormes para exibir num evento e os administradores do salão ainda cobram alto valor pelo ingresso para ver muito num único local que facilita a estes e alguns nem seriam recebidos ou teriam vergonha de entrar num loja de marca premium só para ver.
      Ninguém quer sair perdendo.

  • Natán Barreto

    Isso foi orquestrado pelas marcas pra pressionar o Salão. E tá funcionando.
    So sobrou Ford, Renault e Nissan que ainda não tem 100% de certeza.

  • Marcelo Amorim

    A Kia desistiu do Brasil,quem dirá do Salão.

    • Robinho

      pois é…

  • Pablo Henrique

    Quais marcas confirmaram a participação? Acho que é mais fácil dizer as que vão ao invés das que não vão kkk

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email