Kia Preços SUVs

Kia Sportage 2019 oferecido em quatro versões a partir de R$ 112.990

Kia Sportage 2019 oferecido em quatro versões a partir de R$ 112.990

O Kia Sportage 2018 agora está sendo oferecido em quatro versões. O SUV médio da marca sul-coreana parte de R$ 112.990 na opção P.152, que traz de série direção assistida, ar-condicionado, trio elétrico, sistema de áudio com Bluetooth e USB, câmera de ré, rodas de liga leve aro 18 polegadas, pneus 225/55 R18, airbag duplo, freios com ABS e EDB, volante multifuncional, controle de cruzeiro, chave canivete, entre outros.


Kia Sportage 2019 oferecido em quatro versões a partir de R$ 112.990

Já na P.254 custa R$ 134.990 e o Kia Sportage 2019 dispõe de retrovisores com rebatimento elétrico, faróis de neblina em LED, maçanetas cromadas, bancos dianteiros com ajustes elétricos, rodas de liga leve aro 19 polegadas, pneus 245/45 R19, multimídia com tela de 7 polegadas, Google Android Auto, Apple Car Play, airbags laterais e de cortina, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, retrovisor eletrocrômico, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, controle de descida e teto solar panorâmico.

Kia Sportage 2019 oferecido em quatro versões a partir de R$ 112.990


Outra opção do Kia Sportage 2019, que custa R$ 137.990, é a P.787 acrescenta detector de tráfego lateral, alerta de ponto cego e estepe aro 19 polegadas. Por fim, a versão P.255 sai por R$ 142.990 e traz faróis de xênon (facho baixo) e carregador indutivo para smartphone. O motor continua sendo o mesmo Nu 2.0 Flex com 156 cavalos na gasolina e 167 cavalos no etanol, além de 19,2 kgfm no primeiro e 20,6 kgfm no segundo, ambos a 4.700 rpm. O câmbio é automático de seis marchas e a tração é somente dianteira.

Com 4,480 m de comprimento, 1,855 m de largura e 1,655 m de altura, o Kia Sportage 2019 tem 2,670 m de entre-eixos, bem como 868 litros no porta-malas (até o teto), que são ampliáveis para 1.700 litros com o banco traseiro rebatido. O SUV tem tanque de 62 litros e pesa 1.570 kg.

Kia Sportage 2019 oferecido em quatro versões a partir de R$ 112.990

Além disso, vem com um estilo inspirado na Porsche, tendo faróis elevados e capô musculoso, tendo ainda frente com a grade imitando as presas do tigre, além de faróis de neblina em conjunto de quatro LEDs. Na traseira, as lanternas em LED incorporam uma visual muito interessante e a carroceria tem linhas bem robustas e esportivas.

Por dentro, o Kia Sportage 2019 tem um ambiente bem prático e funcional, igualmente inspirado nos alemães, contendo volante multifuncional de perfil esportivo, instrumentação analógica, multimídia com Android Auto e Car Play, comandos físicos para ar-condicionado e sistema de áudio, além de console largo com porta-copos. O interior é amplo e bem acabado, enquanto o espaço atrás é bom, assim como o porta-malas. De janeiro a março, o SUV vendeu 1.420 unidades, ficando em 16º lugar no ranking.

Kia Sportage 2019 – Preços

  • P.152 – R$ 112.990
  • P.254 – R$ 134.990
  • P.787 – R$ 137.990
  • P.255 – R$ 142.990

Agradecimentos ao Ricardo.

Kia Sportage 2019 oferecido em quatro versões a partir de R$ 112.990
Nota média 5 de 1 votos

93 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Poxa, R$ 5.000,00 para se ter faróis de xênon (facho baixo) e carregador indutivo para smartphone? Pra mim a versão P.787 é a melhor opção. Falta é atualizar o Nu 2.0 Flex.

  • Sempre digo em relação ao portfólio VW Premiuns (importados – Jetta / Tiguan / Passat / Touareg) – vem para Brasil “decapados” e mais caros – até as vizinhas Chile e Argentina vem semelhantes ao que é oferecido na Europa e EUA, mais recheados em conforto e segurança. Como são carros de nicho da VW Brasil, onde fazer volume de venda não é o objetivo, compra quem quer (diga-se, tem $$$) e não faz questão de status das marcas premiuns.

  • Só uma correção: os faróis são bi-xenon. Por conta da presença das luzes diurnas/de posição, a Kia adotou projetores de dupla função. Antes, pro Brasil, eram só bi-halógenos mas agora tem a opção do bi-xenon na top.

  • De longe que não vale a pena! Se é para terum “coreano” sem dúvida de longe o tucson é melhor opção.

    O Gandini perdeu o timing das coisas. Cerato com apenas opção do motor 1.6 (e perceba que não condeno existir o motor 1.6, condeno não ofertar o 2.0 já que esse produto o possui nos EUA inclusive com opçaõ tbm do 2.4 que aqui não chegaria nunca porque teria tributação maior).

    Aí o Sportage só agora vem ofertar esses com o motor 2.0? Mas está totalmente fora da realidade. Por preço proximo tem: 3008, Equinox, Tiguan, Tucson… porque alguem iria comprar esse modelo?

    Só acho que está bem fora da realidade. Preço chamativo de entrada mas também bem depenado, mas as versões que seriam interessantes são bem caras para o que oferece. Assim fica dificil.

    • Pura verdade! A Kia parece a Ford, sempre perdendo o timing. Vide Kia Rio.

      Aqui em Floripa até vejo bastante Sportage nova, mas foi só aparecer Equinox, 3008 e a Tucson abaixar de preço com promoções partindo de 125 mil que já estão ficando encalhadas na concessionária. Eu já tive Kia e foi o meu melhor carro. Mas se eu buscasse algum SUV nessa faixa eu nem olharia a Sportage.

    • o Cerato mesmo, não tem esp/tsc, nem mais air bags… nem uma misera central. Se ele custasse uns 70 mil, mesmo com esse motor 1.6, até dava, mais pelo preço de hoje, amarga poucas vendas.

      • Exato! O Cerato pode até ser um sedan médio. Mas quando as pessoas olham para ele com tão poucos equipamentos e um motor de segmento inferior (tudo bem ter um motor 1.6, mas não ofertar uma versão com motor 2.0 não dá) elas logo pensam em pegar um sedan compacto como City ou Virtus tendo um pouco menos de espaço, mas com muito mais equipamentos pagando a mesma coisa.

          • Foi o que aconteceu. O Cerato era vendido acima de 80mil reais e sempre estava nas últimas posições do ranking. Agora com a promoção da Kia para desencalhar as unidades 17/18 ela estava vendendo por 72mil o Cerato. O que aconteceu? O Cerato ficou em 4º lugar em vendas no segmento de sedan médios, atrás somente de Corolla, Civic e Cruze, estando a frente de Jetta (esse ainda com desconto), C4 Lounge (renovado e pelo jeito não caiu no gosto do consumidor) e do Sentra (que bebe como carro 2.0 e anda igual 1.4, tem cambio CVT broxante e toma pau fácil do Cerato).

            • O que falou do Sentra não é verdade. Dos carros que citou, excluindo os motores turbos, que obviamente são mais eficientes, o Sentra não é dos piores.

              O Cerato é que anda como 1.4 e bebe como 2.0, anda muito menos que o Sentra e consome mais combustível.

              Desempenho:
              Corolla 2.0: 0-100 em 9,6s
              Sentra 2.0: 0-100 em 10,1s
              Civic 2.0: 0-100 em 10,9s
              Corolla 1.8: 0-100 em 11s
              Cerato 1.6: 0-100 em 12,9s

              Consumo (gasolina, cidade e estrada):
              Corolla 2.0: 10,6/12,6
              Sentra 2.0: 9,9/12,7
              Civic 2.0: 10,6/12,9
              Corolla 1.8: 11,4/13,2
              Cerato 1.6: 9,5/12,4

              Obs: dos carros mencionados o Cerato ainda completa sendo o menor e mais pelado de todos.

              • Eu já andei em ambos. Realmente o consumo do Cerato é um ponto fraco dele, mas o desempenho do Cerato não é tão ruim assim, sendo compatível a um carro com motor 1.6. Coloque o Sentra e o Cerato em uma estrada sinuosa ou em uma pista e veja quem vai se sair melhor. Ah! Já colocaram, basta ver no canal do Acelerados.
                Em linha reta eu não tenho dúvidas que o Sentra se sairá melhor, mas existem muitas outras coisas que simplesmente números crus não são capazes de mostrar.

                • Acabei de olhar no acelerados, o Cerato foi quase 2 segundos mais rápido na volta rápida em relação ao Sentra, mas isso com um piloto profissional, a diferença pra uma pessoa normal seria menor ainda. Além disso o foco da categoria é conforto e o Cerato é mais leve e menor do que o Sentra.

                  Na minha opinião o Sentra é muito mais carro que o Cerato na categoria de sedans médios: é maior, com maior espaço interno e maior porta malas, é mais rápido na aceleração, mais econômico, mais seguro (possui ESP de série e 6AB em versões mais caras, além de alerta de ponto cego, alerta de colisão, sensor de pressão dos pneus), mais confortável e mais completo em questão de itens de conforto e conveniência.

            • Isso mesmo, o preço dele tinha que ser esse por volta dos 72, que é pouca coisa acima do Hb20S premium. O sentra é um carro muito bom, mas a Nissan abandonou ele em detrimento o Kicks. Já vi sentra Sl por 94, tem até som Bose. Um Sentra S por uns 75 era uma boa pedida também, no rastro do City Lx ou Ex e do Virtus Confortline.

      • Culpa da ganancia do Gandini. Entendo que teve sim um revés devido aos preços atuais.

        Mas também acho injusto por conta do Gandini ter salgado demais o preço dos carros da Kia a ponto de tornarem uma opção nada atraente.

        E pensando que o Cerato “topo delinha” (pacote mais completo segundo a Kia) chegou a ter promoção por R$72990…rs

    • Sim… mas não vamos nos esquecer de que a culpa da Kia ter “esquecido” o Brasil foi do Inovar Auto. Ghandini não teve muito o que fazer. Acho (opinião minha) que se a Kia tivesse fábrica no Brasil, como a Hyundai tem, ela estaria na frente da Nissan em vendas.

      • Aí eu vejo carros chineses e alemães vindo com propostas de preços melhores e não entendo a kia não. Você está dizendo que não tem jeito de uma Sportage ser competitiva, mas vem uma VW com um Tiguan alemão e consegue?

        Ou então um 3008 e consegue? E vamos pegar os sedans médio-grandes e grandes…. Como o Passat que teve vendas miudas consegue baixar de preço e a Kia não? Sabe, tem muito do mercado dela que ela pode sim mas não quer. E isso que torna dificil a escolha por um kia.

        Tinha uma concessionaria da Kia por anos em Interlagos que foi fechada. Não dá para entender não essa postura do importador.

        O Picanto custando R$58900 é inaceitavel para aquilo que oferta. Ele custando R$50000 seria muito justo numa versão manual e R$53000 numa versão automatica.

        Aí vejo carrosda JAC que tinha até então o J3 que chegou a ter promoção por menos de R$35000 vindo da China com o Inovar auto… e penso se a culpa é apenas disso. A Kia nunca baixou da crista tbm e como eu já comparei, consigo dizer de carros modernos, semelhantes aos vendidos por ela aqui que são infinitamente melhor opção.

        • Não tinha na vigência do Inovar Auto, mas agora que se findou, tem. Agora não tem nenhuma desculpa para a Kia não voltar a praticar bons preços. E comparar Kia/Hyundai com chineses é pegar pesado! Sabemos que chineses têm custos de fabricação menores e seus carros também são mais baratos de se fazer (peças).

          • E obviamente são mais baratos. Isso não justifica a Kia salgar exageradamente os preços de seus carros. A Hyundai sempre foi mais agressiva e até hoje continua sendo.

            Não dá para considerar um Sportage nos preços que tem qdo se tem um Tucson 1.6 turbo na mesma faixa de preço e na versão de topo mto mais equipado.

            Isso me mantendo nos coreanos por exemplo.

  • Kia continua viajando, mostrando que agr não é o ipi que ferra ela, ela msm faz isso. A versão básica é vergonhosa de tão pobre, depois pula 20mil para colocar itens que carros populares já estão tendo como cont. de tração e esp.. Sem tirar o motor que já deveria ter sido trocado, sempre foi o maior problema.

    • Mas os preços não estão fora da realidade. Já se foi a época em que o Compass era de longe o melhor custo benefício da categoria. O Compass Sport parte de 110k e é bem pelado (apesar de vir já vir com os controles de tração e estabilidade). O Compass Limited já está partindo dos 139k sem nenhum opcional. Obviamente que os preços de venda da Jeep são muito mais agressivos que os da Kia e isso se mostra nas vendas. Mas considerando os demais concorrentes (RAV4, Tucson, CR-V, 3008), o Sportage tem preços competitivos.

      • Esqueceu de mencionar o Tiguan AllSpace com preço inicial de 124K. E já vem com os controles de tração e estabilidade, 6 air bags e um motor melhor que o dessa Tucson e do Compass também. Para mim, o carro da VW é a melhor escolha na faixa até os 125K~130K.

        • Se é o líder da categoria, é a referência. É o que o consumidor busca, vide IX35 ainda vender mais que o New Tucson. A CAOA deveria ter lançado o 2.0 para o New Tucson, que ele venderia bem mais. O público consumidor destes carros médios é mais velho, e em geral, mais conservador, valorizam motores aspirados de boa potência e câmbios automáticos clássicos como o Tradicional CT ou o CVT.

          • Pra mim ser o mais vendido não significa ser o melhor.
            Onix é o carro mais vendido do Brasil. Acho um paradigma que deveria ser superado (pelo menos eu já superei isso).

            • Ele não tem nada de inseguro (5 estrelas), muito menos é manco (anda igual o Compass), bebe um pouco menos que o Compass e é equivalentemente equipado ao líder, nas respectivas versões (a topo de linha tem varios airbags, todas as assistências eletrônicas e etc), perdendo apenas em acabamento (e por conta disto é mais barato). Nem dá pra dizer que é ultrapassado, pois está em sintonia com o mercado, inclusive no design e porte (equivalente ao do Compass), perdendo mesmo apenas no acabamento. Falta de noção dar esse atestado que deste, e se fosse ruim, não seria o vice líder, após anos de liderança absoluta, com tantos concorrentes mais atuais no mercado.

              • Quanta asneira…

                IX35 tem 2 airbags obrigatórios (só por isso teria no máximo 3 estrelas hoje) e não tem ESP na versão básica (máximo 2 estrelas).
                Fora o acabamento plástico, bizarra falta de equipamentos, direção anestesiada, etc.

                • Para o Latin NCap e para o Euro NCap, um carro não perde estrelas se, alguma de suas versões é equipada com mais ítens de segurança, o que configura o caso do IX35, do novo Polo (o 1.0 é dual airbag e sem todas as assistências, mas é 5 estrelas) e do Up, onde as versões de entrada possuem menos ítens, mas as intermediárias e a de topo contemplam as necessidades de segurança.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email