_Destaque Kia Mercado

Kia terá 37 novos modelos até 2020 no Brasil

kia sportage 2017

Apesar do mau momento vivido no mercado brasileiro nos últimos anos, a Kia Motors segue confiante, sobretudo agora com a mudança do governo. A montadora sul-coreana vai veicular a partir deste final de semana uma nova campanha, tendo como lema “ao invés de falar em crise, vamos mudar o Brasil falando em trabalho, trabalho, trabalho”, frase que inclusive foi citada pelo presidente Michel Temer em seu discurso.

“Com o anúncio, gostaríamos de contribuir para com o retorno normal das atividades econômicas, ao mostrar que a Kia, nesses 24 anos de atuação, já passou por outras crises, mas sempre superando-as e acreditando no País”, afirma José Luiz Gandini, presidente da importadora, para quem “é preciso acabar com o pessimismo do consumidor brasileiro que, com a instabilidade político-econômica recente, tinha receio de investir”.

O importador anunciou ainda que, até 2020, serão lançados 37 novos modelos da Kia no País, o que inclui carros inéditos ou novas gerações, além de face-lifts, novidades em elétricos e híbridos e novos motores. Em 2016, a marca asiática deverá lançar por aqui a nova geração do Sportage, o compacto Rio nas versões hatch e sedã e as linhas reestilizadas do Cerato (importado do México) e Optima.





  • “ao invés de falar em crise, vamos mudar o Brasil falando em trabalho, trabalho, trabalho”

    Resumindo: “ao inves de falar em crise, vamos mudar o Brasil falando em trabalho para pagar os impostos, trabalho para dar mais lucro as montadoras, trabalho para voce trabalhar mesmo kkk”

    • Leonardo Teixeira

      Desculpa, mas você caiu no conto do proletariado. Um pais onde o carro tem 55% a 70% de impostos, a culpa não é do lucro

      • A culpa nao eh tambem do lucro? kkkkk.

        “Segundo a própria Ford, os brasileiros dão mais valor ao visual do que um motor mais forte. Eis a explicação para lançar os pseudos esportivos caros (Vulgo New Fiesta Sport).

        Já o presidente mundial da Honda confirma que o lucro no Brasil é maior que em outros países. Questionado o por quê os brasileiros pagam mais, nem ele soube responder. Mas lembrou que o que conta é o valor percebido. O que vale é o preço que o mercado paga.

        Para o presidente da PSA Peugeot Citroën, os preços dos carros no Brasil são determinados pela Fiat e pela Volkswagen. As demais montadoras seguem o patamar traçado pelas líderes, donas dos maiores volumes de venda e referência do mercado, disse.

        Um executivo da Mercedes-Benz, para explicar porque o brasileiro paga R$ 265.00,00 por uma ML 350, que nos Estados Unidos custa o equivalente a R$ 75 mil. “Por que baixar o preço se o consumidor paga?”, explicou o executivo.

        https://www.youtube.com/watch?v=GppqfQ7U_B0

        • LLace. Saudi Arabia power

          kkkkk depois dessa resposta, até eu saia de mansinho..

          • Leonardo Teixeira

            Depois das respostas sem fontes? Não gosto de ser massa de manobra, gosto de argumentos plausíveis com fontes

            • Eu achei no google, inclusive mais coisas no mesmo sentido. Eu acho que você também consegue, não é muito difícil.

            • shdn2010

              Procura na internet que vc vai ver onde estao as fontes de tudo que ele escreveu.

        • Deadlock

          De fato. Eles não falaram nada demais, o preço é determinado pelo mercado. Se pagam, porque não cobrar? Mas, eles nem sempre lucram, senão não haveria montadoras dando prejuízo.

          • leitor

            Preço é influenciado pelo mercado, determinado nem tanto,.

            • Deadlock

              Sim, determinado, o mercado é composto por compradores e vendedores. A empresa tenta maximizar o lucro, os consumidores sua renda. Há um preço mínimo para haver produção, assim como uma demanda mínima. Se não existissem pessoas dispostas a pagar bem mais pelo produto, o preço seria menor, ou então não haveria oferta se o preço ficasse abaixo do custo (sem compradores suficientes para gerar lucratividade). O fato é que é assim que funciona. Por isso as montadoras e empresas tentam diferenciar seus produtos: Mercedes, BMW, Audi, para aumentar a disposição dos consumidores em pagar mais alegando que são os melhores, criam uma certa mística. Muita gente cai nisso e, por isso, eles são bem sucedidos. No ranking da JD power há montadoras, nem tão premium, que estão melhor posicionadas. A Apple é um excelente exemplo de empresa moderna, ela cria necessidades que vc nem sabia que tinha. Por isso é uma das maiores empresas no mundo, pois eles sempre garantem um monopólio temporário (até as outras empresas copiarem) e cobram por isso.

              • Vejo que o consumo esta mais ligado a status e realização de um sonho. Um exemplo do carro, nos tempos atuais a pessoa poderia ficar com o carro por até 10 anos tranquilamente, a exceção para quem usa para fins comerciais. Só que os clientes tem uma necessidade de se auto impor ao trocar de carro. A crise atual mostra um exemplo clássico, pessoas com salário de R$ 5 mil ou mais por mês perdem o emprego e não possuem nenhuma reserva financeira, será que ninguém pensou que poderíamos ter uma crise? Aliás, depois de superarmos a crise atual outras virão, com absoluta certeza. O exemplo da Apple que você citou é pura realidade. O que falta hoje é consumo consciente. E as pessoas precisam entender que guardar dinheiro e investir é essencial em um mercado capitalista, pois o mercado consumista é parte do capitalismo e não o contrário.

                • DougSampaNA

                  onde eu assino embaixo? Perfeito, o homem que não faz reserva é futuro refém de suas escolhas mau feitas. Consumir traz satisfação, mas consumir sem estruturar pra velhice, e ela chega rápido, é lamento certo amanhã.

        • leitor

          O lucro por unidade talvez, considerando que por conta dos impostos altos existe uma grande perda nas vendas e se busca compensar num preço um pouco maior.

        • Leonardo Teixeira

          A doutrinação veio a fundo para culpar os empresários, o lucro virou o grande vilão, os grandes corporativistas das 4 grandes adoram o papai estado pedindo a titia Dilma para fechar o mercado tributando em 30% os carros importados. A própria ford já declarou prejuízo de bilhões mas vocês ainda culpam os lucros. A desculpa era que as pessoas compram por isso o carro é caro. O mercado entrou em recessão de quase 50% das vendas e os carros ainda estão subindo de preço. Quando vocês irão abrir os olhos e ver quem realmente é o vilão?

        • Leonardo Teixeira

          Mais um amostra do nosso brilhante estado
          Kia Cerato 1.6 Flex – R$ 73.900 – 62,17% (R$ 45.992,66

          • alixgracus

            TIre os impostos que incidem sobre os nossos carros e os que incidem nos dos outros países. Nossos carros continuam mais caros. Outro fato que nega a exclusividade da culpa na carga tributária é que, a cada vez que o governo reduziu alguma alíquota, os carros não tiveram os preços reduzidos ou, quando isso ocorreu, deu-se em uma proporção bem menor do que deveria. Portanto, sempre que podem, os empresários utilizam-se do argumento da carga tributária alta para garantir maiores ainda margens de lucro, e que contribuem inclusive para equilibrar os prejuízos de operações em mercados onde isso não se dá com tanta desfaçatez. Outro exemplo: carros que passaram a ser fabricados aqui não sofreram redução de preços, muitas vezes ocorreu o contrário, embora o resultado final em termos tributários sinalizasse um alívio, o que deveria conduzir a um preço final mais baixo.

            • Leonardo Teixeira

              É caro sim, bem mais caro mas não por causa do lucro e sim por causa do imposto. Lembre-se que não é só o produto final que tem imposto. Tudo que a montadora compra para fazer o carro, vem com impostos em cascata, folha de pagamentos altíssimas pois para manter um empregado com salario minimo o empresário tem que ter 3x mais para o governo.

              • DougSampaNA

                Sim, o custo Sindicato/Impostos da CLT e agregados, levam as despesas pro céus..aqui quando sobe o imposto, o empresário tem que enxugar algo, inclusive analizar quantos funcionários ele realmente precisa manter, aumenta imposto=aumento de risco de demissões.

          • Ainnem Agon

            Então como você me explica um carro IMPORTADO como o Cerato, pagando todos os impostos estupradores que os nacionais não pagam, ter o mesmo preço desses nacionais?

        • invalid_pilot

          Concordo totalmente com isso…

          Basta ver o nível de exigência e reclamações de muitos comentaristas.
          Por isso sempre fico muito tempo com um mesmo carro e prefiro ir dando manutenção ao invés de ficar trocando todo ano e perdendo $

          • LLace. Saudi Arabia power

            Olha o comentário deles ali embaixo, falando que somos petistas só porque nós criticamos o lucro. Pelo o amor.. Olha é cada uma viu..

            • invalid_pilot

              kkkkk Petista é o último rótulo que poderiam me dar kkkk

            • Leonardo Teixeira

              Pelo visto você foi infeliz na interpretação do meu comentário. Em nenhum momento chamei ninguém de petista, afirmei que de tanto o PT falar que lucro é ruim, todos repetem o mesmo discurso. Você poderia mencionar onde te chamei de petista?

        • Guilherme Batista

          Engraçado como o mundo dá voltas. A mesma Nissan hoje lançando o Kicks 1.6 pelo preço de concorrentes 1.8 (Renegade e HR-V).

        • LLace. Saudi Arabia power

          Lucro Brasil se eu pudesse te positivar 10 vezes, eu te positivaria, como só posso uma vez, é uma pena.. Eu estava descendo lá embaixo, e vi comentário que criticavam que tem esse tipo de pensamento, chamando de petista e talz. Quando você não concorda com o lucro absurdo te chamam de petista. Ai não dá..

        • The Monster Man

          Perfeita explicação.

        • DougSampaNA

          “mais valor ao visual do que um motor mais forte”..Lucro , bom dia. Eu sou do pequeno grupo que analisa, já que nada neste país é nem mesmo semelhante em matéria de impostos ou lucro ao resto do mundo; então eu visito ccs, faço alguns test drives(em hipótese nenhuma compro carro sem rodar nele antes) e se dentro do conjunto das minhas necessidades( que pesam mais do que desejos) eu opto por carros com motor torcudo em 1a opção, e que seja na faixa de 2, 2 mil a 2,8 mil rpms; onde mais se usa nas grandes cidades, já que meu uso de carro é 95% dentro de SP, e se pensou …não viaja?…Viajo muito pouco, trabalho muito e não tenho + que 1 semana de férias/ano. Então se o carro não atender os meus anseios, pode ser lindo na mesma faixa de preço da concorrencia…não compro. Não sou fiel a marcas embora no momento eu tenha um HB e um Fit; compro aquilo que me atender melhor. Motores que me dão torque a 4.000/4800 rpms eu estou pulando fora..Quanto a novidades, abraçaria sim um 1.0T com CVT; penso que seria excelente para o uso que faço do carro dentro de SP, desde que não fosse no apertado (por exemplo) Fiesta, mas no mais espaçoso KA..Não quero carro apertado e nem com teto muito baixo, as colunas não deixam ver pedestres e motos.
          É isso..Abço.

      • tjbuenf

        Quais carros estão nessa faixa de tributação que você citou? Exemplifique ai…

        • Leonardo Teixeira

          A porcentagem não é na tributação em si, e sim que o imposto no brasil é em cascata. Isso o torna caro.

          • Linkera

            Não gaste o seu português tentando explicar para os céticos caro amigo. Eles acreditam nessa fábula de Lucro Brasil e se esquecem que o Custo Brasil (que não é aplicado somente ao produto final mas sim sobre TODA a cadeia produtiva) é o que realmente encarece os produtos produzidos aqui.

            • Ainnem Agon

              Beleza, cara. Então porque as montadoras não fazem campanha pro governo abaixar os impostos e assim poderem aumentar sua margem de lucro sem repassar ao cliente, mantendo o mercado aquecido?

              Mas não, o que elas só fazem é CHORAR PRO GOVERNO PEDINDO MAIS FINANCIAMENTOS DO BNDES A JUROS IRRISÓRIOS, PROTEÇÃO CONTRA CONCORRÊNCIA ESTRANGEIRA e INCENTIVOS AO FINANCIAMENTO.

            • duhehe

              Acrescentando que no ”custo brasil” ha ainda o fato do dinheiro aqui custar uma fortuna.
              O povão não faz ideia do impacto que uma selic de 14.5% tem na economia toda.
              Mas fazer o que, é o “modus operandi” do brasil, empresas e governos surfando na ignorância do povo.

        • Leonardo Teixeira

          Tem uma matéria aqui mesmo no NA sobre impostos, tentei colocar o link aqui mas acho que não aprovaram, não é a porcentagem em si, e sim porque o imposto do Brasil é em cascata

          • tjbuenf

            Imposto em cascata ou não, a porcentagem em si é relevante sim, por isso pedi exemplificação.

          • Edson Fernandes

            Apareceu sim no comentário acima.

            • Leonardo Teixeira

              Sim, eu vi depois. Meu disqus bugou

      • Linkera

        Aplaudi de pé aqui!
        Tem gente que tem mania de achar que o alto preço dos carros aqui é culpa das montadoras sendo que elas são tão vítimas do governo quanto o próprio pconsumidor

        • Leonardo Teixeira

          Amigo eu tenho pena pois isso é a demonização do lucro feita pelo PT. O empresário não pode ter lucro no brasil que automaticamente ele é a favor da escravidão. Queria ver esse pais sem empresários.

          • Linkera

            Justo. Os alienados precisam entender que não existe almoço grátis, as empresas não estão aqui para fazer filantropia, elas estão aqui e para lucrar e vão lucrar o máximo que elas puderem. É assim em todo lugar do mundo, menos em países comunistas onde quem dita o preço das coisas é o governo.

    • Henrique12

      “ao invés de falar em crise, vamos mudar o Brasil falando em trabalho, trabalho, trabalho”. Manda ele dizer isso aos 11 milhões de desempregados!

  • invalid_pilot

    Nem Picanto eles conseguem vender e vem falar em 37 modelos… brincadeira isso

    Produto bom eles tem, mas falta preço em tudo (desde a compra, manutenção e revenda)

    • Paulo Araujo

      Falta preço não, sobra preço.

      • invalid_pilot

        Entendeu o que quis dizer kkkk

    • Deadlock

      Esses provenientes do México poderiam ter preços mais competitivos e, no caso do Cerato, um motor mais forte.

    • cepereira2006

      Ele está blefando quanto ao número de lançamentos. A Kia não lança nada aqui desde…

      • Edson Fernandes

        Só lembrar do tal Kia Rio que é inclusive em respeito ao Rio de Janeiro que… nunca foi lançado aqui. Cade aquele Cerato hatch? Pois é… promessas…. quero ver sair do papel.(ou da boca)

        • Ainnem Agon

          Kia Rio
          Kia Rio Sedan
          Kia Koup atual geração
          Kia Niro
          Kia Ray
          Kia KX3
          Kia Sportage novo
          Kia Cerato Hatch
          Kia Optima SW

          CADÊ????

        • cepereira2006

          Eu vi o Rio no exterior e realmente achei que ele tem um potencial enorme aqui. Seria o Gol da Kia, com um visual melhor do que os hatches nacionais. Mas agora com esse IPI alto, perderam o bonde da história.

    • Ailton

      Esses 37 modelos novos até 2020 foi a piada do ano. Sr Gandini comédia kkkkk

    • Leonardo Teixeira

      Com 60,6% de imposto em cima do picanto fica realmente dificil vender carro

      • invalid_pilot

        Falta de competência, se quisessem mesmo teriam feito fábrica, acordo com a Hyundai e etc pra pegar o Inovar Auto.

        No mais é uma marca que a mim nem cheira e nem fede, praticamente é uma Hyundai com desenho do alemão lá

        • Linkera

          Deveria procurar se informar mais antes de falar de “falta de competencia”… a Kia não podia abrir fábrica aqui pq tinha enrosco na justiça até o ano passado por causa do caso Asia Motors.
          A coisa aqui demorou a sair pela justiça e, consequentemente, a Kia (matriz) achou melhor abrir fábrica no México para exportar para cá e para todo os EUA, aproveitando acordos sólidos de livre comércio do México.

          • Edson Fernandes

            Quem tem uma restrita liberação de carros com o acordo.

            • Linkera

              É restrita hoje graças ao governo do PT, mas já foi liberal e, como sabemos, a regra do jogo muda constantemente por aqui. Acho que a Kia tomou a decisão certa.

              • duhehe

                PT é passado.
                Um dos pilares do novo governo é abrir o mercado.

  • Jackson

    Brasileiro faz a parte dele comprando os produtos, basta que a Kia queira realmente vendê-los.

  • ChalMust

    Acredito mais em “Papai Noel” do que a vinda deste Kia Rio para o Brasil … essa conversinha já encheu !!!!

    • afonso200

      Em final de 2010. Tinha um patio cheio de kia rio aqui. Maa voltou pra coreia. Nao sei porque

      • Nem todos voltaram, e são de 2011, modelo 2012. Existem alguns rodando em Porto Alegre, com motor 1.4, inclusive tem um a venda na concessionária Kia (www. webmotors. com. br/comprar/kia/rio/1-4-ex-16v-gasolina-4p-manual/4-portas/2011-2012/16795299), com pouco mais de 9000 km. Tem revenda difícil, por ser raro.

        • Linkera

          Acho que a revenda difícil é pelo fato do carro estar bem salgado né? Pode ter uma aparencia legal, star stop, teto e tudo mais, mas 50k num Kia 1.4 usado é dose rsrs

        • Ainnem Agon

          ÓTIMO PREÇO frente à concorrência! E ainda com Start-Stop! Se eu tivesse os 50 mangos agora eu comprava!

  • pedro rt

    so espero q o RIO venha com o preço bem competitivo, na casa dos 50mil, pois se vier na casa dos 60 ou 70mil vai vender pouco

  • Leo

    Acabaram com a frente do Sportage :/

  • Rbs

    Troco 37 novos modelos por uma fábrica.

  • leitor

    37 modelos como? Vários Tucson, vários Sportage, contando ainda com os Hyundai que é do grupo ou carros diferentes mesmo?

    • Deadlock

      Deve ser que nem a Fiat, 8 versões de um mesmo modelo.

  • leitor

    É apostar muito no governo. Ainda bem que aquela corja desgraçada saiu. Mas pra ficar limpo ainda falta muito! Precisa tirar muita boosta que ficou, e alguns boosteiros.

  • Leonardo Seixas

    Eita mentira da gota essa, kkkkkkkkkk

    • leitor

      Nem com a bexiga kkkkkk

  • Cassio

    Com a qualidade do pós venda atual da Kia, pode trazer 74 modelos novos que vai dar na mesma.

  • afonso200

    Fico pensanso porue nao trouxeram o Rio em 2011

    • CignusRJ

      Até importaram algo em torno de duas centenas de unidades mas logo depois veio o Inovar-Auto e acabou com as pretensões da Kia.
      .

    • Alguns deles vieram parar por aqui, no RS. Tem um a venda com 9000 km na concessionária Kia.

  • Vattt

    Esse Sportage marron tá com o para-choque diferente do branco!!! Mas a Kia fala mais do que faz, igual a Hyundai. Ainda depois de assistir um comercial do “melhor S U V do mundo”, iX35 2016, kkkk!

  • Filipo

    Rio? 2016? Desculpa, mas não acredito!
    Já tem vários anos que prometem todo ano este carro, mas nunca chegou.

  • Lucas086

    Tirando picanto e soul, a linha toda é muito top, o optima mermo, pqp carro top. Torço pela kia, acho melhor que a “irmã “hyundai.

  • Zé Mundico

    Lendo rapidamente o título da matéria, pensei que a Kia fosse lançar 37 novos modelos de fogões, geladeiras e microondas até 2020.
    Aí quando eu vi que se tratava de carros,relaxei e fiquei mais tranquilo.

  • Wald Queiroz

    Na minha cidade a CCS Kia é tão pequena que parece que eles optaram pelo modelo de Quiosque!!!

  • Andre Oliveira

    Depois da grana que eles tiveram que pagar pro Pimentel tem que correr atrás pra não ficar no prejuízo.

  • Rodrigo

    Esse Rio sempre nadando, nadando, nadando e morrendo na praia.
    Tragam logo o Cee’d!

    • Guilherme Batista

      Bela anedota hahaha.
      Esse Rio já desaguou a muito tempo

  • Lucas

    Carro da kia é horrível, parece que o projeto é inferior aos das marcas
    mais consagradas. Tô com um Sorento 14-15 com só 17 mil km e já bate
    tudo, parece uma escola de samba. Sem contar o consumo, que aponta menos
    de 5 km por litro com muita frequência. Rodando na estrada, se faz 7 eu
    choro de felicidade. A direção parece de trator, de tão dura. Pra
    manobrar, haja força no antebraço, sem contar a falta de multimídia, e
    os sensores de ré apenas sonoros que escolhem quando devem funcionar.
    Não tem sequer Bluetooth o rádio, o carro é um lixo completo. Os pneus
    são de péssima qualidade, já que estão prestes a ser trocados e o
    mercado pra revenda… Bom, nem preciso falar que mesmo valendo 92.500
    na FIPE, não consigo nem 85 mil nele, mesmo com os IPVA de quase 3 mil
    reais pago até março de 2017! Não sei se os outros carros são diferentes, mas em
    caso de dúvida, fujam dessa marca.

    • Gu.

      “sem contar a falta de multimídia, e

      os sensores de ré apenas sonoros que escolhem quando devem funcionar.

      Não tem sequer Bluetooth o rádio, o carro é um lixo completo. Os pneus

      são de péssima qualidade, já que estão prestes a ser trocados e o

      mercado pra revenda… Bom, nem preciso falar que mesmo valendo 92.500

      na FIPE, não consigo nem 85 mil nele,” Essas características você não viu quando comprou o carro? Que estranho.

      • Lucas

        Foi uma compra irracional, digamos. Eu tinha vendido meu carro e estava a pé há alguns dias, e aqui em Belém onde faz 38 graus na sombra, isso é uma tortura. Estava entre um A3 sedan e esse Sorento, e o porte dele falou mais alto, junto com a pressa e o alto preço das revisões do Audi. Bom, hoje me arrependo amargamente. E eu não tinha como aferir a qualidade dos pneus, o Bluetooth, os sensores de ré ruins e nem a desvalorização real, visto que a média de preço dele atualmente é de 90 mil reais.
        PS 1: O comprei semi-novo com 5 mil km, sem detalhe algum.
        PS 2: Aprendam com a experiência do próximo, para não cometerem os mesmo erros.

        • Gu.

          Ok

        • Edson Fernandes

          Como não tinha como aferir? Não rodou com o carro antes de comprar?

          Sobre o sensor de ré… esse não tem jeito se funciona qdo quer, aí é dureza.

  • CanalhaRS

    Se vão continuar a vender como carro premium, pode cortar o investimento e ir embora.

  • JCosta

    Muita gente comentando aqui que o preço dos carros é alto por causa dos impostos… Bem em primeiro lugar, o consumidor brasileiro é afobado e gosta de trocar o veículo após um ou dois anos de uso e para tanto, paga por isso.

    Em segundo lugar, não nos esqueçamos de que as montadoras vendem veículos para quem tem cnpj, com descontos que chegam na casa dos 15%, sem isenção fiscal.

    Veículos produzidos aqui e exportados, custam cerca de 30% menos em alguns países.

    Será que é só imposto mesmo?

    • Zé Mundico

      Se você verificar bem, vai ver que os governos (federal, estadual e até municipal) juntos, lucram mais que a montadora.
      Quanto a exportação, o carro exportado deixa de recolher vários impostos que são recolhidos quando é vendido dentro do país.

      De um modo geral, o lucro da montadora é de no máximo uns 10%, dependendo do modelo, claro.
      O maior vilão são os impostos,sim, que vão evoluindo dentro da cadeia produtiva, havendo vários casos de duplicidade e acumulação progressiva. Coisa complicada de explicar aqui, mas é tipo uma vigarice que acaba batendo no bolso do consumidor.

  • duhehe

    A Nissan nunca praticou preços muito diferentes dos concorrentes.
    Só quando todos os carros vinham do mexico, o dolar estava muito desvalorizado e o super IPI não estava em vigor que os carros eram em media 10% mais baratos que os concorrentes, e ainda assim não vendiam tanto.

    • Ainnem Agon

      Resumo da ópera: ela merece tudo isso.

  • The Monster Man

    Se não for embora até lá.

  • DougSampaNA

    Falta educação Guilherme, a base para que um povo possa ser organizado e educado, próspero…mas nossas escolas são obrigadas a ensinar ideologia socialista comunista camuflada, ou as vezes na cara de pau mesmo. Aí, o pai e a mãe que tiveram uma educação com um mínimo de isenção de escolas de orientação comunas, quando tem(se tiverem) tempo, podem corrigir isso no ensino delas; mas as vezes o estrago já foi feito e quando pai vê o filhote já foi mentalmente adotado pelo Cheguevara, Castro, Lula e outros lixos do cenário escravagista/comunista. Assim caminha o Brasil, a ser um país de conflitos, longe de ser próspero e de povo educado e sábio.



Send this to friend