Kia Mercado

Kia vai investir R$ 165 milhões para expandir rede e recuperar vendas no Brasil

kia-stinger-gt-2018-2 Kia vai investir R$ 165 milhões para expandir rede e recuperar vendas no Brasil

A Kia Motors pretende recuperar o terreno perdido no Brasil após seis anos de restrições às importações e aumento da carga tributária para veículos vindos de fora. O grupo Gandini, representante oficial no país, anunciou investimento de R$ 165 milhões em sua operação nacional, lembrando que a empresa também tem um processo de montagem do caminhão K2500 no Uruguai, em parceria com a Nordex.



Para expandir as vendas, Gandini começará pelo aumento da rede Kia, passando a ter mais 25 concessionárias, cujo investimento será de R$ 50 milhões do montante proposto. A empresa pretende gastar mais R$ 45 milhões em publicidade e marketing, bem como R$ 35 milhões em um centro de tecnologia automotiva, que está sendo construído em Salto-SP. Mais R$ 30 milhões irão para a aquisição de softwares e equipamentos e finalmente, R$ 5 milhões para reposição de peças e treinamento de funcionários.

Kia-Picanto-GT-Line-2017-28 Kia vai investir R$ 165 milhões para expandir rede e recuperar vendas no Brasil

Com a expansão da rede, a Kia Motors terá 115 lojas até o final do ano que vem, mas ainda bem longe do número alcançado em 2011, quando chegou a ter 180 concessionárias. As vendas também serão mais contidas em relação aos números de 2011. A expectativa é de vender 20 mil carros em 2018. Há seis anos atrás, José Luiz Gandini festejava 80 mil emplacamentos. O presidente do grupo brasileiro disse que teve de desmontar várias partes da empresa nestes anos, mas agora quer faze-la “renascer”.

As mudanças na estrutura da Kia Motors no Brasil deverão gerar 1,3 mil novos empregos e uma arrecadação de R$ 1,2 bilhão em impostos. Em termos de produto, a marca deverá trazer o utilitário esportivo Sportage com novas versões. Gandini diz que ele responderá por 40% do volume total de vendas no país. O Kia Rio é outra novidade. O compacto premium que será importado do México e chegará com motor 1.6 Flex, que se espera ter até 130 cv e opção automática.

Kia-Rio-Hatch-2018-14 Kia vai investir R$ 165 milhões para expandir rede e recuperar vendas no Brasil

Para o mês de abril, a Kia Motors deve lançar no mercado brasileiro o Stinger, sedã esportivo de tração traseira que chegará com motor V6 3.3 TGDI de 370 cv. O bólido é sensação no mercado internacional e promete renovar com ousadia e agressividade a gama de carros de luxo da marca sul-coreana por aqui.

Ainda neste segmento, o Cadenza aparecerá com motor V6 3.3 GDI de 290 cv. E, finalmente, o Kia Picanto. O subcompacto chegará com visual atualizado e em versão topo de linha. Gandini fala que não quer brigar no segmento de entrada e por isso espera vendas modestas, na ordem de 100 carros por mês.

  • Guilherme Monteiro

    Falta trocar o motor da Sportage, esse 2.0 cansado não rola mais, o 1.6 turbo seria ideal.

    • vicegag

      Um 1.6 mais moderno que o atualmente oferecido, de preferência.

      • Tosca16

        1.6 Turbo é moderno, não é o 1.6 aspirado que estamos falando. É o mesmo TGDI do New Tucson.

    • Erasmo Artur

      Os preços atuais com um powertrain atualizado seria interessante mesmo.

      A aspirada realmente não dá mais, compra só quem não sabe o que tá fazendo.

    • Eduardo Balby Gandra

      perfeito

    • Geraldo

      Isso, o mesmo que já está no New Tucson. Acho a carroceria do Sportage muito mais bonita.

  • lheu

    Irão investir. Até o governo mudar de ideia e voltar com o imposto de importação… É sempre assim desde 1991

    • Osni Duarte

      Não. Pelas regras da OMC, à qual o Brasil está subordinado, o imposto de importação está limitado a 30% e já é cobrado nesse percentual. O que havia de diferente e já foi julgado ilegal pela OMC é o IPI a mais de 30% além do imposto de importação. Por isso, a partir de janeiro, esses 30% a mais não poderão ser mais cobrados. O que não significa que os importados terão preços menores…

  • Ricardo

    A Kia faz alguns carros lindos!

    • Luiz Pereira

      Sim, mas cobra preços fora da realidade.

      • Jose Antonio

        Cobra não amigo que mete o ferro é o governo aqui em brasília um carro de 119.000,00 deixa pro governo em torno de 9.850,00 reais só de diferença de ICMS fora outros tributos.

      • Barato é VW Passat de 177 mil kkk ne ou quem sabe Toyota RAV4 pelada por 160 mil, que tal uma Hilux por 250 mil? Ta bom pra vc?

      • Vinícius

        Kia produz veículos modernos, seguros e bonitos. Por acaso você sabe o preço do Picanto? E do Cerato? Faça uma comparação com a concorrência.

        • DPSF

          Se pesasse menos a mão nos preços, venderia mais. Toda marca que chega, quer se mostrar mais do que realmente é… a suzuki queria vender o swift como premium, mas não é. Um carro comum, e que é vendido como popular nos outros mercados da america latina. Resultado? Fracasso. Mesma a coisa agora a Kia. O Rio é um carro para competir com Argo 1.3, Fiesta 1.5, Fox 1.6, mas a Kia vai empurra como premium, se colar, colou..

          • Osni Duarte

            Lembre-se que, graças ao Inovar Auto da gerenta Dilma, a Kia paga, além dos 30% de imposto de importação, + 30% de IPI.

            • Ernesto

              Ele paga 30% a mais nos carros que excederem a cota, não seria isso?

        • MMM

          O Cerato tem um preco razoavel pra quem não se preocupa com desempenho.

        • Marcelo Cordeiro

          Qual Cerato, aquela versão que é comercializada aqui no Brasil, com motor 1.6 do HB20 de 128 CV que deixa o carro sonolento? O Cerato que ao final de 2017 não oferece sequer uma central multimídia? Ah, cara, o carro é legal, mas a KIA faz por merecer em não vendê-lo da maneira como se propôs, por aqui.

      • Osni Duarte

        Paga 30% de imposto de importação e mais 30% de IPI. Como cobrar “dentro da realidade””?

  • Luiz Pereira

    A receita para vender no Brasil é simples: produtos atraentes, com preços dentro da média. Os carros atraentes a Kia já tem. A marca ofereceu custo x benefício imbatível durante um bom tempo, e a partir de um momento resolveu cobrar caro demais (quem não se lembra do Kia Soul a R$ 95.000, quando carros na mesma faixa de motorização e equipamentos custavam R$ 60.000?). Não há investimento em concessionárias que convença os clientes a comprar produtos vendidos a preço de ouro!

    • Sergio Quintela

      eu lembro do kia soul e cerato por 50 mil antes de 2011, qdo o governo melou o setor, pra variar.

      • Guilherme Sanches Pastre

        Me lembro disso também. Lembro que na época a patroa me convenceu a pegar um Picanto, tava uns 32k na época. Em questão de meses virou 43k por causa dessa melada aí

        • Sergio Quintela

          que saudade dessa epoca. versa começava em 34. lembro do 500 por 40 mil +/-. Tinha varios. É de chorar

      • afonso200

        essa epoca era boa, azera top a 82mil

        • Ainnem Agon

          75 mil numa promoção em 2011 da CAOA.

          • afonso200

            75mil a versao sem teto, sem xeonon, sem memorias de bancos, se som JBL Infinity.

      • leomix leo

        Tinha versão At4 top de linha por 54k. Que saudade dessa época, um Civic e Corolla eram na faixa dos 59/65k e o cerato mais completo que eles.

        • Sergio Quintela

          nao fala mais pq se nao eu vou chorar cara. ;/

      • Vinícius

        Pois é, o Cerato hoje custa 76 mil… Quanto custam os concorrentes?

        • MMM

          Cerato custa 80 mil. Cruze custa 93 mil. Jetta 94 mil.

          Pra quem não se preocupa com desempenho, o Kia pode ser uma boa opcao.

          • Osni Duarte

            Lembre-se que, graças ao Inovar Auto da gerenta Dilma, a Kia paga, além dos 30% de imposto de importação, + 30% de IPI.

            • MMM

              Sem dúvidas, a Dilma ferrou com a Kia. E se não me engano o imposto de importação é 35% e não 30%. É impossível pra Kia ter preço competitivo.

              • Osni Duarte

                Obrigado pela correção. São 35% de II +30% de IPI. É muita coisa!

              • Edson Fernandes

                Fico pensando… o governo ferrou apenas com a kia que aumentou de uma hora para outra o Kia Soul de R$58000 para R$95000.

                Mas daí vejo uma JAC da vida vendendo seus produtos a preços convidativos. Aí vejo a Chery com alguns importados (só para citar um… Tiggo). E ainda uma terceira com o X60… sem aumentar o preço…. pergunto: Qual a desculpa da kia somente para ela aumentar o preço do soul? ah sim, é mais completo que o Cerato…

                • MMM

                  Não ferrou só com a Kiamas com todas as importadoras. Ai cada empresa tem sua estrategia e capacidade financeira para contornar a situacao.

                  No meu segmento eu passo o mesmo quando existe variacao cambial muito grande. Existem empresas q alteram preco imediatamente, outras conseguem renegociar preco fob con as matrizes e compartilham recuao de margens, outras reduzem margem para manter preco ou ainda reduzem custo fixo ao maximo para tentar manter margem sem aumento de precos.

      • Rafael Neves

        Eu mesmo comprei em 2011 um Soul AT por 55 Mil Temers… belo carro!

    • Sergio Quintela

      a gente até acha que é mentira, fui pesquisar e achei essa materia de nov/2011:
      Segundo a marca coreana, os preços não foram alterados, o que significa
      que o modelo continua partindo de R$ 54.400 na versão de entrada e
      chegando a R$ 67.400 na configuração topo de linha, com câmbio
      automático e câmera com visor LCD para marcha à ré, entre outros itens.

    • Osni Duarte

      Lembre-se que, graças ao Inovar Auto da gerenta Dilma, a Kia paga, além dos 30% de imposto de importação, + 30% de IPI.

  • Antonio

    E o Cerato pé de boi nada!
    – Atualmente vindo do méxico, chamado de New, que pra mim deveria ser (novo), porque a minha moeda e real e aqui e brasil, e o idioma aqui e o português,(não e ignorância nem implicância e sim coerência), e na realidade não é novo coisa nenhuma, mas a explicação e a mesma a taxa de IPI, blá blá, ate ai tudo bem, o problema e que afirmam que o carro e contido no campo dos sedans médios, como corola, cívic etc.
    E bonito tem ótimo design, e o que tá lá,e de boa qualidade, mas o Gandini só traz uma versão, 1.6, sendo que em países com um mercado ate menor que o nosso ofertam se tres versões, 2.0, e ate 1.4 turbo, parece ate que estão comprometidos com a desnatação de classes dos consumidores ,tá igual a honda com seu City

    • Sergio Quintela

      criticou o o termo ‘new’, mas depois vc mesmo escreveu ‘design’. Eu ri hehehe

      • Sergio Quintela

        lugar errado

      • Antonio

        Bem observado! Olha como funciona isso, agente tem a obrigação de traduzir isso, realmente devia ter escrito no meu português, “desenho” que convenhamos, e muito mais compreensível

        • Sergio Quintela

          eu comentei apenas pra descontrair. mas acho que design designa melhor hehehe
          mas acho que o legal do Brasil é esse, ele junta tudo, bota no liquidificador e vira coisa nossa.
          claro que as vezes tem exagero. a verdade esta muitas vezes no meio :)

    • HPaulo

      Lembro de uma aula de Marketing em que o assunto era nomes/marcas a serem evitados. E um nome a ser evitado é nueva (em espanhol) porque o som é parecido com no va – Não funciona.

      • Sergio Quintela

        e o picanto hem :)
        lembrei da besta tb hehe

    • Douglas

      Exatamente, tem que ofertar mais versões.

    • Lucas086

      O cerato ter motor do hb20 nem desanima muito, o foda é a manutenção

      • Antonio

        Com motor na mesma potencia, o cerato fica pra traz, sendo que o HB20s pesa 1010 kg, X Novo Cerato = 1205 kg, Cerato mais confortável com duas zonas de ar, sobrecarrega ainda mais o motor que numa pista ingrede, 4 passageiros, mesmo com marchas simuladas no volante o motor perde potencia, iria melhor de 1.8, ou 2.0

        • Lucas086

          Já andei é digo: anda em uma tocada de sentra, mais ou menos… um jetta santana tech por exemplo fica para trás

          • leomix leo

            Esse Jetta 2.0 aspirado é tão ruim assim?

            • PEDAORM

              Era o pior 2.0 do mercado quando era vendido. Paralelamente oferecia o melhor 2.0(T) do segmento na versão top… Vai entender.

            • Lucas086

              Sim, além de beber bem.

            • Edson Fernandes

              É pessimo! Para rodar em “D” rode apenas qdo for no plano ou na estrada. Quer andar na cidade? ande em S porque ele é pessimo para rodar em D! (as marchas são trocadas muito cedo e o carro tem uma combinação pessima do motor 2.0 flex com o tiptronic). Ao menos no Jetta e Bora.

            • Ernesto

              O Ubaldir, antes do C4 Lounge atual dele, ele tinha um Jetta com motor 2.0 aspirado. Ele chegou a fazer um “carro da semana”, falando de sua experiência com esse Jetta. Faça a busca se interessar saber.

          • Mr. On The Road 77

            O Cerato anda bem com esse motor. É muito leve para o segmento.

            • Lucas086

              Então, anda bem sim e gasta pouco

  • Lucas

    A primeira coisa deveria ser mudar o nome de PICAnto pra qualquer outra coisa.

    • Sergio Quintela

      chana. ah nao, ja tem hehehe :)

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Eu preferia kikanto

    • Racer

      Morning….é outro nome usado lá fora. Mas preferiram deixar o mesmo nome usado na Coréia do Sul.

    • Esquilo Tranquilo

      Kia ROLANTO

    • Cesar

      Tem o Picasso da citroen

      • Mr. On The Road 77

        Imagina chegar em algum lugar montado num Picasso Intensive….

  • Leonardo

    Tava querendo trocar meu Azera esse ano, mas pela falta de outro fullsize atualizado no mercado, decidi segurar. Se a Kia trouxer o novo Cadenza, já tem um comprador!

    • eduardo_

      cadenza é um ótimo sedan grande, tambem sou fan do cadeza, MAS O MEU SEDAN GRANDE PREFERIDO É O HONDA ACCORD, nao esta no seus planos um honda accord ?

      • Sergio Quintela

        fusion é mesma categoria?

        • eduardo_

          sim, é da mesma categoria, sedan grande luxuoso, mas entre os tres: cadenza, accord e fusion, O FUSION FICARIA NA ULTIMA COLOCAÇÃO, OU SEJA EM 3º.
          Sedans Grandes: Azzera, Passat, Accord, Cadenza, Fusion, Altima, Camry, e outros que nao me vieram na mente agora, mas o que eu citei sao da mesma categoria.

          • Sergio Quintela

            só tava lembrando do fusion, a titulo de curiosidade mesmo. mas eu tb, sempre prefiro os japoneses

            • leomix leo

              Mais o Fusion é muito mais completo que os Japas. Sem falar que é muito mais bonito que eles.

              • Sergio Quintela

                sim eu gosto da confiança dos carros japoneses. mas como nao posso comprar nenhum deles… vou ficar com minha fielder q tá bom :)

                • Esquilo Tranquilo

                  Ta aí um carro que eu queria uma nova geração, a fielder sempre achei bonita e harmoniosa no conjunto, mesmo com a frente do corola que eu menos gosto..

          • rafael morozini

            Quando comptei o meu fusion em 2015 , fiquei meses para decidir entre ele e o azera ! Mas não tem nem comparação : o fusion anda mais , bebe menos , mais completo … só faltou aquele teto do sonata kkkk

            • eduardo_

              nem cogitou o accord ?, mesma pergunta que eu fiz ao LEONARDO!!!!!!!

              • rafael morozini

                Na época ainda não era esse facilift é me pediram 165 mil e 120 dias para entregar … desisti na hora ! Mas cogitei sim mesmo sendo um carro mais ” old school ” ! Muito confiável e rápido .

            • Leonardo

              Eu comprei os dois, e tem coisas que o Azera consegue ser melhor, mas no geral o Fusion é melhor mesmo.
              Se for para dirigir: Fusion
              Se for para andar de Carona: Azera sem pensar duas vezes.

            • afonso200

              o fusion é categoria full se compara a sonata, malibu, optima,,,,,azera é fullsize se compara a ford Taurus, impala, Cadenza.

              • rafael morozini

                O problema que o fusion awd é um meio termo ! Preço semelhante , motor semelhante , desempenho melhor é mais tecnológico que o azera . Hoje a diferença entre eles está em torno dos 8a10 mil … além do mais o são apenas 3 cm de diferença .

          • Ainnem Agon

            Tudo errado isso aí. O correto fica:
            MÉDIOS: Cerato, Focus, Civic, Corolla;
            GRANDES: Optima, Fusion, Accord, Camry;
            PLENOS: Cadenza, Taurus, – , Avalon;

          • Fabio

            O Azera e o Cadenza são ‘full size’, sedãs grandes no mercado americano. Como o Taurus da Ford e o Impala da GM. Os carros da Hyundai e da Kia no segmento de Fusion, Accord, Camry, Altima, Passat e GM Malibu (‘standard’ para os americanos) são o Sonata e o Optima, respectivamente.

      • Leonardo

        Accord não é grande. Seria médio grande aqui. Para isso também tenho um Fusion. Queria trocar o Azera só se for num fullsize mesmo e não queria o mesmo carro.

      • Leonardo

        Para completar: cheguei a olhar sim o Accord, mas ele era menos equipado e o acabamento dele é uma vergonha, acho que de longe o pior da categoria! As portas de trás não seguem o mesmo padrão das da frente, eram praticamente feitas inteiramente de plástico duro, recurso de carros de categoria inferior. Além disso o design achei muito tiozão para minha idade hehe.

      • afonso200

        vai ver o preço das revisoes do accord V6, a de 80mil bate 6mil reais

    • Lucas086

      Cadenza e Optima, sedans top.

      • Leonardo

        Até hoje quando vejo o Cadenza do modelo anterior penso que ele poderia estar sendo lançado hoje de tão moderno e bonito que é seu desenho. Inclusive acho até melhor que o atual.
        Ps: na verdade quis dizer o Optima. Confundi os nomes.

        • Lucas086

          Verdade, o tempo passou bem para ele, e teto panorâmico, muito louco, bonito demais

    • Uranium

      Ia perguntar o que você acha do Chrysler 300, mas acho que ele não encaixa em “atualizado”, apesar de ser um carrão.

      • Leonardo

        Já considerei ele, mas a cesta de peças dele é um valor ABSURDO. Se tiver qualquer problema em componentes mecânicos os consertos passam facilmente de 30 ou 40 mil reais.

        • leomix leo

          Melhor pegar esse dinheiro e pegar um carro popular novo. 40k pra consertar um carro tô doido.

          • Leonardo

            Assim, não teria uso para um carro popular novo mas enfim, lembro que até saiu matéria na quatro patas falando sobre o custo de manutenção do 300c ser absurdamente alto.

    • Fanjos

      Aqui quase não tem carro grande, acho que grande (de verdade) é só o Azera e o 300, já que Impala, Taurus e outros grandes não vem para cá, só os compactos que acham que é médio aqui e os médios que huezeiro acha que é grande.
      Doi os olhos quando alguém falar que Fusion, Accord, Camry é carro grande, ai para ser a cereja do bolo colocam eles no mesmo bolo do 300 que é um Fullsize de verdade, aqui deveria ser considerado categoria gigante então, já que esta tudo errado mesmo.

      • Zé Mundico

        Tem o Ford Fusion, um bom carro e bem espaçoso….rsrsrs

        • Fanjos

          Ele é um bom carro mas é médio, o grandão da Ford é o Taurus, que aliás é um Fusion Bombado

      • Leonardo

        Exatamente. Eu sou entusiasta dos Fullsize. Só tem no mercado hoje Azera, Cadenza e 300c que estão desatualizados, além dos full size premium, como classe S, série 7, audi a8 que minha conta bancária não dá conta hehe

    • Zé Mundico

      Então vai de Fusion.

      • Leonardo

        Já tenho hehe.
        É um carro meu e um da minha mulher: um fusion 2015 e um Azera 2013. Mas o espaço interno do Fusion é absurdamente inferior ao Azera.

        • Zé Mundico

          Típico defeito da Ford: carros enormes por fora e apertadinhos por dentro. Não sei como conseguem essa proeza….rsrsrs

          • Leonardo

            É a atual linha de design. O painel é muito para frentr, o que dá um visual legal, porém come um espaço danado.
            O engraçado é que o entre eixos de ambos são 2,85m, mas na prática, é um absurdo de diferença.

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Se colocar o 2.0 aspirado no Cerato mais uma CMM boa e 6 Air bags cobrando uns 78 mil, já daria uma boa guinada, e da Sportage pra cima só 2.0 turbo.

    • Rafael Neves

      Acho que na Sportage caberia o 1.6 TGDI do Tucson… já ofertam na co-irmã o que custa colocar no Sportage? venderiam muito mais

      • Hugo Leonardo Dos Santos

        Tb,nem lembrei do 1.6

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Mas se vier um Picanto topo de linha vai sair mais caro que o Rio 1.6 Hatch, vai ter que fazer milagre

  • Marcelo Cordeiro

    Sinceramente, a KIA já teve veículos muito interessantes. Contudo, hoje tem um design sem sal. A Prova disso é este RIO, que já foi muito mais bonito e virou lenda urbana no Brasil, eterna promessa.

    • Antonio

      Desde 2011 eles falam em trazer o mesmo carro, na olimpíadas foi reforçado,chegaram ate trazer um, mas parou ai, o tal rio ficou velho , mas quando replicam a proposta dá a entender que está se tratando de um lançamento, a KIA devia assumir aqui,ao menos a linha leve, como a outra coreana Hyundai fez

    • Lucas086

      Carro feio da Kia que eu acho é o Opirus e só, a Sportage mesmo é top, qq modelo, cerato é bonito, Picanto também, gosto de todos… tem um mermo, Magentis, acho bonito aquele carro até hoje, sem falar no Optima

      • afonso200

        ja tive um opirus…..azera nem chega perto, só o Genesis

        • Lucas086

          Genesis só existiu no catalogo da Hyundai kkk

          • afonso200

            meu coroa teve o genesis, e ja vi varios rodando,,,,alias mais facil ver o Equus rodando que o Genesis

            • Lucas086

              Fui procurar no webmotors, e realmente tem uns uns para vender, tudo na faixa dos 100 mil

    • afonso200

      em final de 2011 tinha um patio cheio com mais de 3mil RIO pra iniciar as vendas, mas dai veio os 30% de IPI a KIA BR mandou tudo de volta e nao lançou

  • Lorenzo Frigerio

    Duvido que venha o Stinger. Acho que a Ford traz o Mustang antes. E a GM, o Cadillac. Quanto ao Rio, parece ser contemporâneo do Brava.

    • afonso200

      kkkk, Cadillac dificil heim

  • Lucas086

    O cerato vendeu tanto, quando o de entrada custava 49,900 e tinha uma versão com aro 17 e ar digital por 60 mil, vendeu muuuuito mermo, esse Rio tem anos que está na promessa e nada.

  • Daniel Alves

    Kia e Hyundai precisam atualizar seus powertrains no Brasil. Não é porque nacionalizaram e deixaram Flex os motores 1.6 e 2.0 de 10 anos atrás que vão poder utilizar esses motores pra sempre. O Sportage e os futuros lançamentos da Kia precisam logo de motores mais eficientes. O próprio Creta vai virar figurante quando VW e GM lançarem seus novos Suvs com motores turbo.

  • rkimwb

    Semana passada dei um giro por algumas concessionárias e uma delas foi a Kia. O vendedor me disse que o lineup sofreria uma mudança bem grande. Picanto de nova geração, Rio de nova geração, Cerato com versão top equipado com 1.6T, Sportage top com motor 2.0T, facelift do Sorento, Optima GT Line 2.0T, Cadenza de nova geração e a cereja do bolo, o Stinger (não soube me dizer qual motor viria).

    Me pareceu bom demais para ser verdade, mas caso tudo isso realmente se concretize, creio que a Kia ficará com uma gama fantástica. O único porém provavelmente deve ser o preço. Com previsão de vendas anuais de 20k e 40% de Sportage, isso indicaria em torno de 800 mensais do SUV médio, mas apenas 1200 para todo o resto, o que provavelmente indica preços salgados.

    • Existe alguma limitação pra Kia trazer modelos?

      • rkimwb

        Não que eu saiba. O importador é quem define os modelos e as configurações que achar mais aptos para o mercado. Logicamente que aí entra todo o cálculo de impostos e viabilidade frente à concorrência.

  • afonso200

    sempre 1.6 de 128cv

    • Fanjos

      É o AP da VW e THP da Pug, só que da Hyundai/Kia

  • Muita gente viu a notícia que o governo não quer abrir mão de mais IPI e achou que irão manter o Super IPI e as cotas mas isso não é verdade, o que o governo não quer é dar as isenções pra carros híbridos/elétricos que a indústria quer, e mudar o incentivo a 1.0 para todos os modelos mais eficientes, o que gastaria muito pra avaliar. Mas não irão manter IPI maior pois a OMC já condenou o Brasil e não tem como voltar atras. Inovar Auto acaba em dezembro e os investimentos anunciados, a volta de várias marcas importadas, demonstram que o mercado está otimista. Única coisa ruim que pode acontecer é elegerem um certo governante recente que o partido dele criou o tal protecionismo, ae como são sensiveis a propinas, podem cair novamente nessa tentação em 2019, pois a concorrência estará forte. Será que as nacionais vão aguentar ou vão apelar para mais protecionismo novamente? Será que não aprenderam que isso quebra o mercado? Bom aguardemos e torcemos! Parabéns a Kia pelos anúncios.

  • Zé Mundico

    Pelo que entendi, a Kia local continuará investindo em modelos de nicho e tentará ir comendo pelas beiras. Então não se enganem, serão carros caros mesmo tentando passar por “populares”.
    E com esse baixo volume de vendas projetado, vai ser difícil manter concessionárias parceiras. Como é que uma concessionária poderá se manter com esse baixo volume de vendas?

  • Celsinho Veículos

    que volte com força total! carros confiáveis!

  • ObservadorCWB

    Este Stinger, além de muito bonito, está satisfazendo os profissionais da imprensa mundo afora.

  • Daniel

    Primeiro passo: colocar um motor competitivo no Cerato.

  • RRN

    O problema da Kia é que hoje ela não possui produtos que agradam o mercado.Nem a Sportage, que é o modelo mais bonito, vende.
    O Picanto é um ótimo carro mas o modelo atual não agrada a ninguém, o Rio é sem sal, o Cerato está numa categoria de briga de gigantes….tá difícil!

    • Vinícius

      Acho que o maior problema da Kia é o marketing mesmo. Ninguém lembra que a Kia existe quando vai comprar um carro novo, nem mesmo os interessados sobre o assunto. Picanto não agrada ninguém pq ngm lembra que existe, se formos analisar preco x design x conteúdo era carro para vender no mínimo uns 1.000 por mês (tem o mesmo motor do HB20, é tão completo quanto e mais barato). O Cerato ngm lembra também, custa atualmente R$ 15-20 mil a menos do que os concorrentes, isso justifica o motor e alguns itens de serie, mas vende pouquíssimo. Provavelmente com esse investimento da Kia em marketing irá alavancar as vendas desses modelos pois as pessoas verão toda a linha.

      • Esquilo Tranquilo

        Antes do governo cagar na cabeça dos importados, o cerato era uma ótima opção, agora é díficil “querer” um kia, eu mesmo cheguei a pesquisar sorento, sportage, mas não me agradaram no preço…

      • Cesar

        Tem uma outra reportagem que diz que antes do inovarauto a kia vendia 80000 veículos anos, com o inovarauto caiu para 8000.

    • REDDINGTON

      Pelo que já li o Sportage não vende mais por que tem as malditas cotas…não sei se isso procede.

  • Rodrigo

    Enquanto tivermos um governo desse, quem perde somos nós.

  • Eduardo

    Força à Kia, são excelentes carros. Todos os proprietários são muitos satisfeitos.

  • Fernando Fagundes

    Só achei uma discrepância muito grande no investimento.

    Vão 45 milhões em marketing e só 5 milhões em peças e treinamento de pessoal.

    Vão vender muito bem, mas na hora do pós venda vão queimar o filme.

    • Esquilo Tranquilo

      Analisando meio por cima, qual marca não queima o filme hoje no pós-venda? kk

      • Edson Fernandes

        Mas é uma marca inexpressiva hoje. Adianta fazer propaganda sem ter preço ? Sem ter pos venda? Sem ter peças a preço justo ?

      • Fernando Fagundes

        ha ha ha

        grande verdade, temos apenas as menos piores rs

  • Kia Rio? Já passou muito dessa época… A estratégia sensata seria investir nos SUV’s, coisa que a Kia já domina. É só analisar a FCA, mesmo com produtos “ok”, consegue um resultado impressionante com seus SUV’s + a Toro, frequentemente com dois destes modelos no TOP10 de vendas do país. Não tem como fugir disso, o grupo de sedãs médios já é todo Toyota, hatches tá bem dividido entre GM, Hyundai e Ford, o mais sensato seria apostar nos SUV’s, segmento que ainda tem lenha pra queimar…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend