Hatches Lancia

Lancia Ypsilon Versus vai dar as caras em Paris

lancia-ypsilon-versus-1 Lancia Ypsilon Versus vai dar as caras em Paris







Versus, no caso do nome desse carro, é o nome de uma marca do grupo Versace. A Lancia fez uma parceria com essa marca para revelar o Lancia Ypsilon Versus, que estará no Salão de Paris 2008, dentro de alguns dias.

Primeiramente o modelo vai ser apenas um carro de demonstração, mas logo depois se transformará em uma versão especial do modelo de produção, limitada a 500 unidades. As vendas começam em março de 2009.

lancia-ypsilon-versus-2 Lancia Ypsilon Versus vai dar as caras em Paris

A Lancia encara o seu modelo Ypsilon como um modelo estiloso, e quer que todos pensem nele dessa maneira, por lançar essa versão Versus. A cor da pintura é Bronzino Bronze (???) e as rodas são de 16 polegadas. Detalhes bronze estão por todos os lados.

lancia-ypsilon-versus-3 Lancia Ypsilon Versus vai dar as caras em Paris

O interior tem um acabamento especial também.

lancia-ypsilon-versus-4 Lancia Ypsilon Versus vai dar as caras em Paris

[Fonte: Lancia]



  • JPcardesign

    Não sei por que mas eu achei ele parecido com o fiat 500…….

  • ARC

    esse carro vai se os oio da cara :eyess: hehehe
    Não achei muito atraente esse visual não… ainda sou mais o estilo clássico da lancia da época q a mesma era referencia nas provas de rallye

  • Tteurafa

    O nome dele devia ser Lancia Ypsilon Bronze Versus.

  • IGAUM

    [Comentario #103826 sera citado aqui]

    Boas lembranças! O Lnacia Delta era o rei do Rally de monte carlo e deu muitos campeonatos para a Lnacia.

    DETALHE: Aquele motor, nao o de 1984…traseiro da Classe B…aqueles monstros..

    Mas os “normais”… eram 2.0 16v…muito, muito muito parecidos com o do Tempra 16v q veio em 1993 ao Brasil!

    Esse motor foi projetado em fins da decada de 70 para equipar o Fiat Regatta se nao me engano.

    No carro de Rally tirava 300cv e torque estupido.

  • rstaliano

    Bem que a Fiat podia trazer os carros da Lancia para cá….o Lancia Musa é muito mais interessante que o fiat Idea, já dirigi e é um carro super legal, e vende na Europa muito mais que o Idea.

  • Diguinho

    É quase um fiat 500 :hauhau: mas ta muito bonito a traseira da um show no 500 :cool:

  • Ton

    Estranho, mas chic…. :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes: :rolleyes:

  • JULIO875

    [Comentario #103833 sera citado aqui]

    O Lancia Musa é infinitamente superior ao seu primo, o Idea, pq a qualidade de construção dos Lancia é muito melhor…na Europa, Fiat é uma marca mais popular e os Lancia trazem um acabamento, conforto e status melhores que os Fiats equivalentes. O Delta é show, mais carro que o seu equivalente da Fiat, o Bravo, embora eu ache o Bravo um carrão…mas se fosse pra escolher eu pegaria o Delta sem pensar.

  • Luis.J.R.

    Até que é legalzinho esse carro ai?Mais o inteior???Horrivel! :trowup:

  • Gustavo Miranda

    Essa marca é um chiquê só, uma mistura de Buick com Citroën, tem umas cafonices norte-americanas nos carros da Lancia desde o Dedra e o Kappa, além do que eles sempre são de um estilo e padrão de acabamento beeeeem específico, o que é meio “chocante” ou “cafona” para um bom bocado de gente, mas tenho certeza que iria conquistar muitos compradores bem abastados por aqui, o acabamento e a excluisividade que a Lancia oferece deixam vc com um carro ímpar. Não tem como não ser notado nas ruas andando com um Thesis, um Phedra ou um Delta, nem o C6 da Citroën chama tanto a atenção!
    Traz ela para cá Fiat, traz! :blink: :blink: :blink:

  • Giovanni

    Uns acham feio, outros bonito… A verdade é que o carrinho é “chique”, num padrão que não agrada a nós “mortais”. Mas a madame que compra roupas Versace e já conhece esses padrões, vai reconhecê-los na hora e assinar o cheque. Não é carro pra quem está acostumado com Gol, Astrão, etc. Isso aí é carro lá pros grã-finos da França, Espanha, Itália, etc.

  • Filipe Augustus

    Poderia trazer essa marca para o Brasil,como uma espécie de Audi da Fiat!!!
    uma marca mais refinada e com todos os veículos importados,sendo assim uma marca premium!!!
    Como falaram aí pra cima,sendo carros de nicho que a madame ira comprar!!!

  • Rodrigo joi

    Um item que a lancia tem que a diferencia é um tipo de acabamento que me foge o nome (acho até que é patente deles), muito bom…
    Aos poucos a lancia esta voltando a ser o que era, carros muito bem construidos e com acabamunto impecável, o design é controverso … um toque de nostálgia..

  • Rodrigo joi

    Um item que a lancia tem que a diferencia é um tipo de acabamento que me foge o nome (acho até que é patente deles), muito bom…
    Aos poucos a lancia esta voltando a ser o que era, carros muito bem construidos e com acabamento impecável, o design é controverso … um toque de nostálgia..

  • Malbert de Brasilia

    [Comentario #103843 sera citado aqui]

    pois é, eu também alugei um Musa e fiquei bem impressionado pelo visual do carro, menos pelo acabamento. Lancia era considerada a Mercedes italiana, por qualidade mas eram as inovações tecnicas que eram a marca registrada de Lancia. Os clientes da Lancia, eram abastados senhores que pagavam o carro com cheque (quando naquela epoca ter cheque, era sinonimo de patrimonios consolidados), pretendiam o volante a direita (pois um gentleman driver dirige sempre á direita e até o fim dos anos 70, era possível obter isso gratuitamente) e acabamentos exclusivos (como o famoso “panno Lancia, um tecido de lã, que não fazia bolinhas) e o “blu Lancia” (um azul quase preto). Por isso os Lancia foram sempre considerados o automovel dos aristocratas, a diferença dos Alfa Romeo (a eterna rival, como Mercedes e BMW na Alemanha), mais apreciados por representantes de capital novo. Mas francamente eram simplesmente visões diferentes dos “intenditori” italianos, e causa de intermináveis discussões nos cafés. O mundo parecia dividido entre “lancisti” e “alfisti”!
    Alguns lendários modelos da Lancia de pós guerra: Appia, Aurelia (berlina, coupé e spyder), Flaminia (a Rolls-Royce italiana, berlina, coupé e spyder), Flavia, Fulvia (berlina e coupé, com o memorável HF). O ultimo dessa nobre ascendência foi o 2000.
    Nos final dos anos 60 faltou criatividade e… paixão, e Lancia acabou nas mãos da Fiat. A Fiat então “fiatizou” a linha, com modelos sem personalidade (Beta, Gamma, Trevi etc.), mas a equipe esportiva não desistiu, com o incrível Delta. Lancia ficou então uma referencia somente para o mercado italiano (se bem que nos anos 80, com o lançamento do Thema, elegantíssimo, teve um certo brilho). Durante anos o Y10 e mais tarde, o Ypsilon, foi na Itália o carro das garotas e senhoras chic. Mas sem expressão são o Lybra e o Thesis, que deveria concorrer com os Classe E da MB e BMW serie 5). Muitos acham que Lancia vai lentamente desaparecer. Acho isso tristíssimo, tendo em conta do que esta grande marca deu ao automobilismo mundial.
    Perdõe-me tanta conversa, mas tenho saudades desses ícones de um mundo que foi.


Send this to a friend