Finanças Governamental/Legal Trânsito

Leitor faz relato de emplacamento sem despachante

placa

Existem três maneiras para se emplacar um carro novo no Brasil. A primeira é contratando um despachante, que fará todo o processo e enfrentará a burocracia. Mais prático é deixar por conta do concessionário, mas nesse caso, o custo será maior. Por fim, tem a opção “faça você mesmo”.

Nesse último caso, é possível não contratar um despachante ou concessionário para realizar o processo de emplacamento. Mais econômico, no entanto, esse método requer tempo e disposição do proprietário para enfrentar filas e a burocracia do processo. O proprietário deve reunir a documentação e pagar as taxas.

Os documentos necessários são: cópias do RG/CPF/comprovante de endereço, cópia da nota fiscal do veículo, primeira via original da nota fiscal da revenda (concessionário ou fabricante), decalque do chassi legível e formulário do Renavam preenchido. Este último pode ser acessado pelos sites dos Detrans.

O leitor Ivan Yoshio decidiu emplacar seu automóvel em Campinas/SP por conta própria. Tendo efetuado o procedimento, ele nos traz um relato sobre o processo. Confira a seguir:

Primeiro, quero dizer que o sistema está excelente, sem demoras, tudo perfeito. Nem parece aquela burocracia de antes. O local do Detran em Campinas agora é no Campinas Shopping e a estrutura está excelente, bem grande, nova e com atendimento excepcional.

Eu reuni os documentos necessários disponíveis no site do Detran e levei até lá. Eu também pesquisei aqui no Notícias Automotivas um relato de outro leitor.

Ao chegar, fui atendido na hora, não havia fila. Logo após a conferência dos documentos, já fui direcionado a uma mesa para realizar o processo e também fui atendido rapidamente, sem filas. Depois paguei as taxas de primeiro emplacamento e das placas no Detran mesmo. Desci ao PoupaTempo para pagar o Licenciamento e o seguro DPVAT.

Todo o trâmite eu fiz na hora do almoço e durou cerca de 40 minutos. Eu nem acreditei que seria tão rápido. Economizei cerca de R$ 1 mil, que é a média cobrada pelo serviço.

Agradecimentos ao Ivan.





  • Mr. Car

    Já fiz duas ou três vezes aqui no Rio de Janeiro. Mole mole, fácil fácil. E beeeeem mais barato. No próprio site do Detran dão todas as instruções.

    • Bartolomeu

      Poupa tempo é moleza. Paguei as taxas de emplacamento na internet (Bradesco) e imprimi os comprovante. Precisa levar a nota da fabrica e a nota da concessionária, o decalque só serve para eles verificarem se o numero do chassis na nota está correto. Não precisa preencher nada, o operador copia os dados da própria nota. Após dar entrada nas informações eles geram o numero do Renavan e com ele consegue pagar o IPVA e o Seguro obrigatório na Internet. Com os comprovantes do IPVA e seguro obrigatório dá entrada e em 3 dias fica pronto a documentação. É só pegar o documento no mesmo local e levar para emplacar.

    • th!nk.t4nk

      Sempre emplaquei meus carros, e dificilmente pego fila. Chegando bem cedo, em uma manhã é possível fazer tudo, dependendo da cidade.

    • Edson Fernandes

      Mas tem como “escolher placa”?

      Digo assim… em SP tem o rodizio municipal… eu gostaria de ao menos escolher o ultimo numero para ter certeza do dia do rodizio. Sabe dizer se por conta propria isso é possível?

      • Baralho

        Tem sim é só fazer uma carta encaminhada ao presidente do Detran solicitando um final de placa específico, fiz isto e consegui o final que precisava.

        • Edson Fernandes

          Puxa que maravilha! Sempre fiz por conta as transferencias de carro (dos carros que tive porque somente um deles foi 0km e eu paguei a CCS para fazer) e agora para emplacar num futuro se comprar um carro 0km farei também por conta.

          Obrigado!

      • Marciofilho Santos

        sim, o sistema abre com a opção de mais ou menos 10 placas e ai voce pode escolher, fiz isso recentemente.

        • Edson Fernandes

          Obrigado pela informação!

        • Ander33x

          Verdade, quando fui emplacar minha Scooter o atendente me deu acho que 5 ou 6 opções na hora da escolha do final da placa.
          Não precisou pagar nada mais, e o processo foi super rápido e simples.

        • Mr. On The Road 77

          Aqui no Rio, como não há rodízio, não tem como escolher placa não. Inclusive, para acelerar o processo, a placa já está pronta há meses. O funcionário só alocar o seu chassis a placa pronta e te informa a placa que o sistema alocou.

      • Mr. Car

        Isto não sei. No Rio nem tem rodízio.

      • Tarcio

        Aqui no Rio você paga um Duda( não lembro o valor) e tem opção de escolher o último número e se optar em escolheu a dezena , centena ou o milhar o valor vai aumentando.

      • Em 2012 eu escolhi o final de minha placa sem maiores problemas e custos no Poupatempo, com a atendente que me deu duas opções que não me atendiam, segunda e terça. Informei que precisava final 5 ou 6, e conversando com o supervisor dela, ele veio tirar a dúvida de minha necessidade e liberou o final 6.
        Não precisei formalizar nada, apenas uma boa e sensata prosa com as pessoas do Detran-SP.

    • Pedro Rocha

      Bom saber disso, pois também há interesse dos governos em facilitar para quem compra carro, já que rende muitas taxas e impostos.
      Quando não interessa, aí é criar dificuldades para vender facilidades. No começo do ano cogitei comprar um revólver e a burocracia é tanta que já existem até “despachantes de armas” para levar vantagem, digo prestar serviços, à população.

      • Mr. Car

        Quando eu era criança ia-se na Sears e comprava-se uma arma creio que com uma burocracia bem mais simples. Tanto assim, que era um departamento de armas dentro de uma loja que vendia de parafusos até carros, he, he! No Brasil acabou. Nos EUA acho que ainda existe a Sears, Roebuck & Company.

        • Tarcio

          A falecida Mesbla também vendia armas e carros.

      • CignusRJ

        Creio que o melhor seja vc requerer um CAC.
        E quanto a sugestão, já deu uma olhada no RT410?

        • Pedro Rocha

          Estou querendo um RT 838 4″.

    • Tarcio

      Eu também fiz aqui no estado do Rio( jan 2013) e não houve nenhum tipo de burocracia não precisou de nenhum formulário, só pagar as taxas e agendar pelo site do detran e meu carro ainda era financiado. Pagar despachante é pra que gosta de gastar dinheiro. Além disso faço todos os anos a vistoria anual e nunca contrato um despachante.

    • Mr. On The Road 77

      Em novembro, emplaquei meu carro aqui no Rio por R$ 300,00, mais ou menos. Bem tranquilo.

  • ric

    E quais são os documentos necessários e como proceder depois de obter tais documento?

    • Adriano Lius II

      Entre no site do detran do seu estado amigo, basta procurar que tem tudo muito bem explicado.

    • Ygor Soares

      Você realmente leu o texto?

  • Adriano Lius II

    Aqui na minha cidade de Marília tem o Poupa tempo, sempre faço diretamente, economizo em média 120 reais. É da mesma forma que o amigo relatou, e ainda vc pode agendar a hr e ser atendido na hora marcada, sem contar que até hj fui muito bem atendido, nem parece órgão público.

    • Eduardo Brito

      [OFF] Nossa, vc é da mesma cidade que eu. Meu pai sempre fez com despachante, nem sabia que dava pra fazer sozinho…[OFF]

    • Alvaro Guatura

      Aqui também, entre 100 e 150. Economizar mil reais como disse o Autor do relato é fora da realidade.

      • Ygor Soares

        Ele está correto. Algumas concessionárias no RJ cobram até 1.2 mil pelo serviço.

        • Ganham dinheiro muito fácil, baseado na ignorância do povo.
          A maioria das coisas do DETRAN RJ são demoradas e burocráticas, falou em DETRAN RJ todo mundo quer se livrar, mas emplacamento é bem simples de fazer.

        • T1000

          No meu último, como estava sem tempo, fiz por um despachante, mas por fora da concessionária.
          Só nessa já deu uma diferença de R$600 a menos.

  • Tiago Brito

    Sempre emplaquei meus carros, e só se programar e trocar de carro nas ferias e tem tempo de sobra para fazer todo o processo, deixar esses despachantes ricos to fora!!

  • Lucas Mendanha

    No Espirito Santo foi moleza tbm.. Tanto quando comprei a Kangoo 0km da ex-empresa, quanto quando comprei meu Focus semi-novo. Levei coisa de 1h pra resolver tudo e sair com documento na mão..

    Ja em Minas Gerais é o contrário.. Você gasta dias, dependendo do caso, e passa raiva por questões bem simples.

    Um exemplo foi a emissão da 2° via do CRLV, que nao pode ser feita no Detran central em BH. Tive que ir até minha cidade natal, onde o carro está emplacado e esperar 3 dias até a emissão do mesmo. Mas se de BH eu contratasse um despachante da cidade, tudo ficava pronto no mesmo dia.. interessante né?

    • Bruno Pires

      Aqui em MG é tenso, os despachantes tem seus contatos na Policia Civil e a PC dão preferência pra eles pois ganham também pelo serviço.

      • O que a polícia civil tem a ver com emplacamento!? não é só DETRAN não?

        • Bruno Pires

          Aqui em Minas a maioria dos funcionários do Detran é da Policia Civil. Não sei se é o mesmo nos outros estados. Por exemplo na cidade onde moro Betim-MG o Ciretran daqui é composto pela policia civil.

          • Que isso, que vergonha! como alguém pode acumular dois serviços públicos? aqui no RJ a maioria é de contratados terceirizados, mas é tudo agendado pelo site, não tem contato com escória antes de ir no posto

    • Alvaro Guatura

      MG, se comparar com SP, é bem atrasado mesmo.

    • Lucas Irrthum

      Não retiro uma palavra do que você disse. O Detran-MG é uma máfia! Quando fui emplacar meu carro, em Contagem, tive que ir 2 vezes, e esperei quase 2h na fila.

  • Luis Burro

    Nao tem muito a ver,mas como eh a numeracao do chassi em carros fabricados fora e vendidos no pais?

    • thiagobs

      O numero do chassi segue um padrão no mundo inteiro… os 3 primeiros numeros identificam o fabricante e local de fabricacao (por exemplo, fabrica da Ford no Brasil)… os 6 numeros seguintes identificam o modelo do veiculo (ex: Fiesta sedã 1.6 Titanium) e os 10 ultimos numeros identificam um determinado carro…

      • Luis Burro

        Mas e no caso de ser feito no pais e vendido em outro, nao muda nd? E no documento do carro?

        • thiagobs

          Não muda nada, o número do chassi é padronizado justamente para facilitar importações/exportações.. Os chassis de carros fabricados aqui no Brasil, nos EUA, na França ou na Alemanha vão ter a mesma quantidade de caracteres e o mesmo esquema de numeração..
          A mesma coisa serve para o documento do carro… O unico indicativo de que o carro é importado é um “I” antes da marca do carro no documento

          • Luis Burro

            E pq nao se pode comprar um carro na argentina,uruguai ou chile e emplaca-lo no brasil sem pagar taxas e impostos?

            • thiagobs

              Bom, ai não tem nada a ver com a estrutura da numeração do chassi em sí, mas com legislação… Para registrar e emplacar o automóvel, a pessoa precisa apresentar a nota fiscal de compra. Se a nota fiscal for de outro país, é necessário apresentar os comprovantes de pagamento de impostos. Sem esses documentos, a pessoa não vai ser permitida a emplacar o veículo.

  • Fernando Morais

    Cidade do interior é foda, há um ano e meio atrás comprei uma moto e eu mesmo fiz o procedimento, me enrolaram 12 dias com idas e vindas. Agora pela falta de tempo emplaquei meu carro via despachante mesmo. Ele pegou os documentos na quarta de manhã e o carro já estava emplacado na quinta a tarde. Detalhe é que os honorários de despachantes aqui (interior de Minas) ficam em média R$230,00. O autor falou R$1000,00.

    • thiagobs

      Em Campinas, despachante de concessionária cobra por volta disso mesmo… Como a concessionaria oferece inclusão dos servicos de despachante no financiamento, o valor fica meio “oculto” e o comprador nem percebe muito…
      Um despachante fora da concessionaria vai cobrar mais barato… Ou melhor, “menos caro”…

    • wagner

      O valor que vai para a “mão” do despachante não foge muito desse valor de R$ 250,00 quando o emplacamento é feito via concessionária. A diferença é que pra chegar nos R$ 1.000,00 cobrado é porque esse valor será dividido entre o vendedor/gerente/diretoria….todo mundo ganha!
      Detalhe que aqui em SP, a documentação tem que ser paga em dinheiro (espécie) nada de cartão/cheque/etc..etc…justamente para não deixar rastros para onde esta indo o valor….

    • Comprei um carro aqui no Tocantins no mês passado e novamente desisti da Ford por quererem me empurrar o emplacamento via concessionária. “Norma da Ford”, segundo eles, e já é a segunda concessionária desta marca em que refugo a compra, em 2016 no TO e em 2012 em SP.
      Desta vez, o valor passado por eles era R$ 790,00 e na Toyota onde comprei R$ 680,00. Informei que eu mesmo faria a documentação, a Ford não abriu mão e o vendedor da Toyota me informou que não haveria problemas, tiraria o decalque e me entregaria a documentação na ordem para formalizar o processo, e isto se verificou de acordo.
      Com R$ 540,00 e pouco mais de meia hora de espera, fiz a documentação, e neste valor ainda acrescentei os R$ 140,00 para escolha de placas que não estava incluído no “custo” das concessionárias, senão, ficaria R$ 398,00
      Pelas regras do estado atual, tive que voltar no dia seguinte apenas para emplacar, e com isso gastei mais meia hora. Mesmo com os deslocamentos, não gastei uma hora e meia no total, o que para mim valeu o trabalho.
      Pelas minhas contas o valor que o despachante cobrava era R$ 280,00 para bancar seu custo – o que não foge muito dos outros relatos, comissão da loja e do vendedor, que este último confirmou existir, mas que não priorizam, e por sinal me esclareceram todos estes detalhes.

  • Lucas

    Aqui em Belém eu perdi uma manhã inteira e parte da tarde. Só na fila pra pegar informações, foi quase uma hora.

  • Alexandre Maciel

    Já fiz e não achei tão demorado. Aqui em Fortaleza, chegando a um dos postos do Detran por volta das 16h, realizei todo o procedimento e às 20h estava em casa. Havia muita gente na unidade, vários carros na fila para inspeção, outros tantos para colocar as placas, etc…

    Apesar da demora, não há a menor possibilidade de eu pagar mais de 2 vezes os custos que tive só para sustentar despachante e concessionária.

  • CharlesAle

    Os “pão duros” piram com esse post.. rsrs..

    • Thiago C

      Tudo é uma questão de quanto vale seu dia de trabalho. Menos de 1000 reais? Vale a pena fazer por conta própria. Ganha mais de 1000 reais ao dia? Contrata o despachante, seu tempo vale mais.
      O meu está longe dos 1000, portanto, faço sempre eu mesmo.

      • Victor Hugo

        Acontece que isso não existe. R$ 1.000,00 de economia? Nunca vi isso

      • Mas tem que ver se você pode faltar ao trabalho? Tem funcionário que pode ganhar um alto salário todavia faltar no serviço pode ser um problema.

    • rodrigomalc

      Se vc tem R$1.000 sobrando, pode me dar que aceito sem a menor cerimônia. Pode me chamar de pão duro à vontade rsrsrs

      • Alvaro Guatura

        Se tem R$1.000,00 sobrando, me pague que emplaco seu carro!

      • CharlesAle

        Eu sei, tava só brincando..Ultimamente mexendo com reforma de casa, to contando até os centavos pelo chão rsrsrs

    • ObservadorCWB

      Nada a ver. É uma questão de cultura e trabalho produtivo. Nos EUA você abastece seu carro sem frentista…..no Brasil os sindicatos proibiram esta prática. Daí vc coloca um cara ganhando 1200…custando 2400 para o dono do posto, e fazendo um trabalho mecânico que você mesmo poderia fazer, sem esquecer que UMA bomba de cada posto conta com serviço, pois há deficientes, dias de chuva, etc..mas deve haver ESCOLHA.

      • CharlesAle

        Calma.Estava só brincando com a galera..

  • Leonardo C.

    Fiz o emplacamento da minha irmã em Guarulhos em apenas 30 minutos, muito fácil e tranquilo, economizando mais de 1000 reais. O emplacamento do veículo realizado em menos de dez minutos no posto do Detran. O único porém, mas nem tão ruim assim é que não se faz tudo no mesmo dia.

  • Zé Mundico

    Ainda existem máfias de despachantes que agem juntamente a loja. Geralmente o serviço de transferencia é “oferecido” pela loja, como se estivesse fazendo uma caridade.
    Desses 1.000 reais o despachante deve ficar com uns 300 e os outros 700 vão para a loja, que dá uns 300 para o vendedor lamber os beiços.
    No fim, todo mundo ganha e sai feliz, afinal isso é Brasil!

  • Bruno Gomes

    Foi tranquilo o emplacamento aqui no Rio e mais tranquilo ainda a emissão do CRLV no poupa tempo no ano seguinte a compra.

    • rodrigomalc

      Agora o Rio tá dando 3 anos de documento sem vistoria. Tenho um 2013, fui esse ano marcar a vistoria no site e pra minha surpresa, ainda não preciso fazer vistoria hehehe

  • Willy Augusto

    Fiz o emplacamento do meu também. Preço na concessionária = R$1300. Meu gasto = R$280 e duas visitas ao Detran Armênia (Em SP) de 40 minutos.

  • rodrigomalc

    Não entendo até hoje como o povo topa pagar 700 800 pratas pra concessionária fazer isso. É muita preguiça rsrs e muito dinheiro sobrando pelo jeito…

    • Depende o emprego fica difícil você conseguir uma folga , mesmo que seja meio período.

    • Felipe

      As vezes é questão de tempo. O meu exemplo não é de emplacamento pq meu carro eu peguei semi-novo mas pra fazer a transferência dele pro meu nome eu acabei perdendo uma manhã inteira de trabalho pra tirar decalque, ir em cartório, banco, etc. No meu caso não deu pra fazer que nem alguns comentaram de ir na hora do almoço pq eu moro numa cidade e trabalho em outra, aí é complicado.

    • Guilherme Batista

      Se tentar ir no Detran de BH você vai ter uma burocracia e um trabalho tão grande que vai entender isso rapidinho

  • Alvaro Guatura

    Esse ano também fiz pela primeira vez todo procedimento sozinho ao trocar de moto. Dá um pouco de receio por ser algo novo, medo de dar errado, mas é extremamente simples.
    Agora, economizar R$1.000,00? Que despachante cobra isso? Absurdo… aqui não passa nem perto, é em torno de R$150,00. Mil reais só se for na concessionária que eles embutem uma comissão da loja nesse valor..

  • Marcos Vinicius Bittencourt

    Dos 3 carros que comprei, todos eu negociei o emplacamento por conta do vendedor. Sendo 2 0km e 1 usado. E sou tão cagão que só pego um carro novo quando o seguro estiver ok.

    • T1000

      Não sei se você sabe, mas o carro não precisa estar emplacado para ser segurado.
      Você pode fazer um seguro provisório de 1 ou 2 semanas para tirá-lo da concessionária. Só falar com qualquer corretor.
      Dá tempo tranquilo de fazer os procedimentos para emplacamento.

      • Marcos Vinicius Bittencourt

        Particularmente não sou fã de andar com o carro sem placa, e como mencionei, os carros que comprei 0km a CSS já me deu emplacado, então enquanto resolviam-se os tramites do emplacamento eu fazia a cotação com meus corretores. O usado que comprei eu usei uma carta de crédito, então também demorou para eu poder pegar o carro.

        • T1000

          Eu só falei porque deste jeito da pra economizar uns trocados. Não há nada que proíba voce de circular entre a css, sua casa e o detran sem o carro emplacado. Esse seguro temporário é barato e vai lhe dr uma tranquilidade e tempo. Mas cada um faz do jeito que se sentir mais à vontade.

  • Linkera

    Parabens Ivan! Dinheir é tão dificil de ganhar para nós meros mortais e tão fácil de ve-lo indo pelo ralo. Meus parabéns não é só pelos R$1000,00 de economia mais também por “vencido” o sistema, eles criam burocracias e mais burocracias para o cívil mas quando vai o despachante molhando a mão deles, um processo que poderia durar horas ou dias acaba saindo no mesmo minuto.
    Recebi um e-mail da minha ex-auto-escola para renovar minha habilitação, eles queriam me cobrar “apenas” R$500,00 pelo trâmite e é obvio que eu fiz por conta, gaste cerca de R$105,00.

  • RED883

    Eu também faço o emplacamento dos meus carros, é muito barbada.
    No meu ultimo carro deixei de gastar uns 500 pilas cobrados pelo despachante da CCS. É um dinheiro botado fora, prefiro gastar isso em gasolina podium…kkk

  • Victor Hugo

    Sinceramente, a economia gira em torno de R$ 100,00 reais, que é o custo do serviço do despachante. Se você não tem tempo compensa pagar e deixar ao cargo deles. Agora falaram em R$ 1.000,00, com certeza está fazendo algo errado.

    • Ernesto

      Se for em concessionária aqui em São Paulo o valor gira sim nesses R$1.000,00.

      • Davi Millan

        Em concessionária em Floripa é/era 700 reais. Eu fiz na css em 2013 quando o Detran SC estava com problemas e muita demora.

      • Victor Hugo

        Nossa, que fria. Só pagar para um despachante, por R$ 100,00 ele faz o serviço. E não compensa fazer por si esse tipo de coisa.

  • Baralho

    Fiz isto também, paguei as taxas, inclusive para o emplacamento domiciliar (no caso na própria concessionária). Se for levado em conta o valor cobrado pela concessionária economizei quase mil reais, pelo despachante externo a economia foi de quase 500 reais. O carro já saiu emplacado da concessionária como se o serviço tivesse feito por eles, deu para notar uma certa insatisfação do vendedor…rsrsrsrsrs

  • Lucas Irrthum

    Caramba, o Detran-MG está totalmente defasado. Pelo menos na minha cidade, que fica na região metropolitana de BH. Tive que ir ao Detran 2 vezes, uma para apresentar os formulários, documentos e comprovantes de pagamento das taxas; e no dia seguinte para efetuar o emplacamento. Fiquei na fila por aproximadamente 2 horas, em ambos os dias.

    • Guilherme Batista

      Exato, fiz isso em BH ano passado e foi uma tortura, ficou claro que ali é um local feito para favorecer despachante. O dinheiro e tempo que perdi foi tão grande que compensava mais eu ter pagado

      • Lucas Irrthum

        Cheguei a mesma conclusão. O tempo que você perde, é melhor pagar despachante.

  • Jaspion

    Excelente iniciativa. Vou fazer isso no meu próximo carro. Brasileiro é mto acomodado nesse quesito, paga pra ter tudo na mão. Despachante é algo que deveria ser extinto da face da terra, junto com taxista.

  • Matafuego

    Considero que serviços de despachante e corretor de imóveis são de conveniência apenas. Servem para quem não quer ter dor de cabeça.

  • Marco Schneider

    Nossa, a melhor coisa é emplacar sem envolver despachante ou concessionária. Bem mais barato e rápido.

  • EJ

    Vou adicionar meu palpite, pra cidade de Fortaleza: Compramos em 2 anos e meio, 2 veículos 0km e emplacamos sem despachante. Foi fácil, foi rápido, e nos poupou mUITO dinheiro (no caso mais barato, 700 reais em relação ao que queriam cobrar na concessionária).

  • afonso200

    kkkkkkkk, aqui em sao leopoldo-RS ,,,,,,,, peguei um seminovo, 6h na fila pra fazer a vistoria, e só podia trocar a tarjeta da placa(cidade) noutro dia……………, ou seja noutro dia mais umas 4h na fila

  • Uma observação. Como a três anos atrás se vendia muito mais carros que hoje provavelmente esses órgãos se obrigaram a melhorar a infraestrutura e contratar mais funcionários. Hoje se vende bem menos carros e a infraestrutura e pessoal continua a mesma. Esse pode ser um dos motivos pela rapidez do atendimento.

    • T1000

      Sem dúvidas.
      Hoje está fácil pela ociosidade dos órgãos.

  • T1000

    Eu devolvia na autorizada e sustava os pagamentos até eles resolverem esse rolo. Se jogassem nas minhas costas, desfazia o negócio.
    Problema deles. Tem muito carro por aí.

  • Eu fiz e não tive nenhum problema, paguei R$75,00 na época (3 anos atrás) pela placa. Despachante nesse caso é para preguiçoso. Fora que a CC cobra uma facada no peito para fazer o mesmo.

  • Max

    Nunca paguei despachante. Sempre fiz meus emplacamentos. É só preparar a documentação e dar entrada.

  • Ander33x

    Já tenho feito isso nos últimos 6 anos com os carros e motos que compro, é super fácil, pelo menos aqui em Sto André (ABC Paulista) as filas quando existem são bem pequenas e rápidas pra ser atendido.
    Dá até pra escolher o final da placa, o atendente na hora da selecionar a placa sempre pergunta se quero escolher o final desejado, numa das últimas vezes ele me deu umas 6 opções de final de placa, sempre pego o “8”.

    Resumindo, é bem fácil, rápido e mais barato do que se fizer nas CSS.

  • Guilherme Batista

    Muito bom saber que existem Detrans assim porque o de Belo Horizonte…
    Horroroso, totalmente feito pra despachante. Vc tenta fazer as coisas tudo certo mas as pessoas fazem de tudo pra vc demorar muito mais do que deveria, enquanto isso os depachantes vão fazendo tudo rapidinho na maior tranquilidade, na sua frente, na cara de pau.

    Tentei emplacar ano passado e não recomendo.
    O tempo e dinheiro perdido foi tão grande que tenho dúvidas se foi um bom negócio

  • pgoytaca

    Fiz em 2011 no interior do RJ perdi uma tarde inteira, detran era muito sem estrutura e sovrando burocracia. Na época economizei R$300 se me lembro bem. Como trabalho em regime de escala não perdi trabalho e economizei uma bela grana.

  • Vattt

    Já faz um bom tempo que faço eu mesmo!!! Demora mas faz!!! Sem falar nos despachantes que furam a fila, ou seja, hábitos que deve ser exterminados da cultura brasileira!!! No detran está parcialmente resolvido, mas em outros setores do funcionalismo público ( ex. IBAMA), os próprios funcionários não querem contato com o cidadão e pedem para falar com “fulaninho” ou “sicraninho” vulgo DESPACHANTE.



Send this to friend