Lifan fecha fábrica no Uruguai e sai oficialmente do país

Lifan fecha fábrica no Uruguai e sai oficialmente do país

A Lifan Motors deixou oficialmente o Uruguai, fechando em definitivo a fábrica de San José, onde produziu alguns modelos sob regime de CKD há alguns anos. Para piorar a situação, ela também declarou que não tem como pagar as rescisões de 66 trabalhadores.


Tendo chegado ao Uruguai em 2013, após adquirir a Effa Motors, a Lifan chegou a empregar 350 pessoas no local e montar modelos como o LF 320, modelo “inspirado” no MINI Cooper, além do 620, um clone completo do Corolla antigo.

Com produção voltada especialmente para exportação, com o Brasil sendo o destino principal, a Lifan chegou a fazer lá o X60, que era enviado ao Brasil por via rodoviária.

No Uruguai, a marca conseguiu do governo a venda de 300 carros sem airbag e ABS, indo contra a legislação nacional, que exige estes equipamentos.

Kevin Lau, presidente da Lifan para Brasil e Uruguai, teria garantido em 2019 a manutenção da produção de carros no país vizinho, garantindo assim a permanência da operação em San José.

Lifan fecha fábrica no Uruguai e sai oficialmente do país

No entanto, nada aconteceu desde 2018, quando a produção efetivamente parou e, então, agora a operação é completamente encerrada. Ao sul do Brasil, a Lifan tinha dois produtos: X7 e X50.

Este último, um crossover compacto, havia sido prometido ao mercado nacional e chegou a ser visto pela imprensa brasileira, quando a Lifan levou um grupo de jornalistas à China.

Aqui, com o X60, a marca chinesa chegou a aparecer bem no mercado, tendo ainda apresentado o X80, um SUV de sete lugares para brigar com o JAC T80.

Atualmente, nada se sabe sobre as vendas da Lifan, visto que a marca saiu da Abeifa e não tem registro de vendas na Fenabrave. O site da marca e de alguns revendedores continua ativo, sendo que algumas lojas ainda vendem unidades usadas do X60.

Com a Geely sendo o maior acionista da Lifan no momento, a mesma decidiu retirar a operação do Uruguai, segundo foi anunciado ao sindicato local.

[Fonte: Autoblog Uruguay/El País]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.