Ford Mercado Pickups Sedãs SUVs

Lincoln Continental: morte provável acena fim de sedãs de luxo em prol dos SUVs?

Lincoln-Continental-2017-1 Lincoln Continental: morte provável acena fim de sedãs de luxo em prol dos SUVs?

Belo, luxuoso e sofisticado. O Lincoln Continental é atualmente o suprassumo da divisão premium da Ford, mas já está com os dias contados, segundo fontes próximas ao assunto. O sedã de luxo americano foi ressuscitado após 14 anos de ausência para colocar a marca em evidência novamente, especialmente com vistas a vender bem na China, que é um mercado importante para o gigante de Detroit.



No entanto, o Lincoln Continental não está vendendo bem. Até agora, o sedã premium emplacou apenas 18.846 unidades em quase dois anos de mercado americano! E qual seria o motivo? Ele é caro? Tem problemas de projeto? Não anda como prometido? A resposta é não para todas as questões.

Em sua décima geração, o modelo mede 5,11 m de comprimento e tem 2,99 m de entre-eixos. O espaço sedã custa a partir de US$ 45.160, preço na média do segmento de luxo, tendo ainda motores V6 que vão do Cyclone 3.7 de 310 cv ao EcoBoost 3.5 Twin-Turbo com 408 cv, tendo ainda um EcoBoost 2.7 Twin-Turbo de 340 cavalos no meio. Talvez o único pecado seja ter um câmbio automático de seis marchas. Poderia ser o novo de 10 marchas feito com a GM… Mas isso seria motivo para vender tão mal?

Lincoln-Continental-2017-1 Lincoln Continental: morte provável acena fim de sedãs de luxo em prol dos SUVs?



O real motivo é que as pessoas não querem mais ele, ou melhor, não desejam mais um sedã de luxo. Há algum tempo, relatamos uma interessante mudança de compra, onde um cliente americano mudou a opção de um Audi A6 por uma Ford F-150 Raptor. Mesmo quem tem um sedã de luxo na garagem, já está trocando-o por SUV e picape nos EUA, segmentos que iniciaram uma escalada nos preços.

Essa mudança no perfil do consumidor americano aparentemente não está afetando o desempenho de sedãs executivos ou de luxo fora dos EUA, mas a tendência de crescimento dos SUVs fora do país não é diferente. Com US$ 1 bilhão investidos no Continental, a Ford agora amarga ver seu belo sedã ser esmagado pelo poder de atração dos utilitários esportivos e picapes, tanto que a montadora simplesmente vai matar uma série de carros “não-SUV/picapes” nos próximos anos no mercado local, incluindo Focus e Fusion. O Taurus já se foi quase que literalmente.

As vendas de sedãs estão em declínio e os consumidores não se satisfazem apenas com grandes SUVs luxuosos ou picapes que ostentam muito cromo e madeira, mas até segmentos de entrada, como SUVs subcompactos e picapes médias já estão emplacando mais do que geralmente deveriam. Na Lincoln, o Continental viverá apenas essa geração, que segundo dizem, não deve mais alcançar uma vida completa entre 5 e 7 anos, indicando que 2020 pode ser um ano fatal para o sedã.

Lincoln-Continental-2017-1 Lincoln Continental: morte provável acena fim de sedãs de luxo em prol dos SUVs?

Em seu lugar, Dearborn já apresenta o Aviator, um SUV topo de linha para causar um “frenesi” nos consumidores que buscam o próximo luxuoso. Fala-se em algo entre 290 cavalos e 365 cavalos, ou seja, até menos que o Continental, mas com uma enorme diferença: é um utilitário esportivo. Ele será aparentemente baseado no Ford Explorer. Aí fica mais uma pergunta: Quanto tempo durará o MKZ? Infelizmente parece que a resposta vem com o fim do Fusion americano por volta de 2020.

Assim como os motores grandes, os sedãs de luxo enfrentam dura pressão por parte dos SUVs e picapes, que continuam abocanhando cada vez partes maiores do bloco do mercado. Fora dos EUA, as picapes ainda não ganharam a devida atenção dos consumidores, mas os utilitários esportivos impõe sua força sem perdão. Mesmo aqui no Brasil, já temos pelo menos uns cinco modelos entre os 20 carros mais vendidos.

[Fonte: TS]

COMPARTILHAR:
  • Felipe Alves

    Vai virar um clássico… uma lenda… Bom para ele!

  • Louis

    Carro elegante não precisa ser altinho pra chamar atenção.

    • David Diniz

      O carro é elegante mas não é o que mercado quer, o mercado quer SUV e a montadora tem que atender o desejo do consumidor ou fecha as portas simples assim.

  • Bruno Silva

    Acho essa atitude muito precipitada e até irresponsável para o caixa do Ford. Sedãs ainda vendem muito, principalmente nos USA estão sempre no topo. Só ver que Toyota, Honda acabaram de lançar Camry e Accord, Nissan vai lançar Altima, coreanas com Optima e Sonata, me vem a Ford e diz que vai tirar Fusion de linha. Tem é que melhorar os carros, inclusive os Lincoln para venderem mais. Imagina BMW, Audi e Mercedes sem sedãs? Não dá, porque suas vendas sao ainda maior parte das marcas. Lincoln novamente fadada ao fracasso, até a Volvo tá lançando S60 e lançou S90 ano passado.

    • No_Name

      O Fusion não sairá de linha, vende razoavelmente bem nos EUA, é do agrado dos frotistas e é o único sedã representativo da marca nos EUA (Focus e Fiesta não contam por suas vendas mínimas).
      O que mudará é o país de origem, sairá do México para ser fabricado em algum lugar ainda mais em conta.

      • FocusMan

        O Focus vende um volume bom nos EUA. Ele continuará a ser vendido nos EUA também, inicialmente sendo trazido da China, até a conclusão da nova planta onde produzirá o veículo em solo americano.
        Números dos últimos anos:
        2017 – 158,385
        2016 – 168,789
        2015 – 202,478
        2014 – 219,634

        O modelo passou a vender menos por causa de problemas de projeto como espaço interno exíguo e cambio pouco bem quisto no mercado norte americano, além da tendencia os consumidores escolherem carros maiores e mais caros.

        • No_Name

          Sim. O Focus também vende bem nos EUA, mas desses números totais o hatch representa 40%.

          A 4a geração deve continuar a ser vendida nos EUA também, inclusive a carroceria sedã teve uma participação bem maior dos norte-americanos no desenvolvimento desta nova geração.

          • FocusMan

            O Hatch vende 30% e grande parte desses são carros ST. O grande mercado dos carros C nos EUA e locadora de veículos e o Sedan vai quase que em sua totalidade para eles. Por esse motivo a Ford n está investindo muito no modelo nessa novs geração para o mercado americano, pois a lucratividade é muito baixa e sendo o Focus um carro feito para agradar os Europeus, acaba sendo um veículo caro demais de ser produzido quando comparadado com os concorrentes diretos.

      • Bruno Carvalho

        Certamente será fabricado na China! Lá, além da excelente aceitação, tem o fator custo que joga a favor…

  • Thiago Maia

    Se fosse apenas por vender pouco maserati, aston martin, tinham fechado há muito tempo

    • Guilherme Batista

      Horroroso mesmo viu, que carro desengonçado.

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    O que se temia está ocorrendo : SUValização do mercado automotivo global

    • David Diniz

      Minha mãe tem um Sedan e estou convencendo ela comprar um SUV quando for trocar o Corolla.

      • Vitorhugo V.

        Poxa, que legal. Tomara que sua mãe não dê ouvidos.

        • David Diniz

          Só por que você não gosta o mundo não precisa gostar também.

          • Vitorhugo

            Mas não estou convencendo ninguém a trocar um sedã por um SUV.

  • Bigode

    Acho que os governos poderiam tirar uma casquinha em cima dessa moda de SUvs e picapes. Já está claro que picapes não são mais um veículo para trabalhar e que SUVs não são mais veículos aptos para um off-road. SUVs e picapes são veículos grandes, pesados, beberrões e poluidores e se os governos estão fechando o cerco em cima dos carros a diesel, está na hora de fechar o cerco em cima desses veículos também. SUVs e picapes deveriam ser taxados com maior vigor e, em alguns casos, barrados nos grandes centros urbanos.

    • Ricardo

      Boa! Aumentar impostos nessas merdas!

  • Ricardo

    Acho que sedans, peruas e hatchs sempre existirão, mas terão cada vez menos opções e ficarão cada vez mais caros pela falta de mercado, graças aos otários que curtem essas merdas de SUVs.

  • Lorenzo Frigerio

    O problema é o design, parece o Azera velho. Não deve vender bem nem em St. Petersburg, FL.

    • FocusMan

      Também acho. Achei que ele ficou conservador demais.

  • Fabão Rocky

    Gozado q a imprensa n se cansa de enfiar Suv goela abaixo do povo. Por mais q as vendas tenham diminuído, n significa q um tipo de veículo obrigatoriamente tenha de parar de ser produzido. N creio q as pessoas estejam deixando de comprar determinado tipo de carro p/ comprar um Suv. Claro q suv está na moda e sempre qdo lançam um carro novo no mercado, compradores de outros carros irão comprar aquele recém-lançado, mas n significa q ninguém nunca vai kerer mais comprar aquele outro modelo de carro. Se for p/ seguir essa linha de pensamento, todas as montadoras deveriam deixar de fabricar picapes, hatches, sedãs, cupês, esportivos, etc. Ou seja, daki por diante todos os veículos serão extintos e só existirá Suv.

  • Paulo Henriq

    A Culpa é ” das mudanças Climaticas” quando chove muito as ruas inundam e a altura dos veiculos influenciam, ou quando vão visitar o cunhado no sitio os sedan sempre raspam nas valetas, sem contar que as banheiras estão cada vez mais feias e enormes, nem tem comparação com as picapes e SUVs, independentemente se atolam ou não, chegar de SUV ou picape é outro nivel…………………………………………………………………………..kkkkkk

    • Bruno Silva

      Garanto se tu chegar de Civic chama muito mais atenção que HR-V. Mesma coisa acontece com Classe C e GLA por exemplo, se tratando da mesma faixa de preços. Isso aí criaram na cabeça de muitos que SUV é melhor que carro baixo.

      • Paulo Henriq

        verdade, fui ironico, tenho um Civic e uma Ranger, quando chove por aqui e em Sao Paulo chove muito, de Ranger não esquento, já de Civic…, mas prefiro o conforto do sedan

  • afonso200

    aluguei um la pela enterprise rent car em set/2017……ttttttoooooppp

  • Erivelton Freitas

    Eu sou da velha guarda então, existem poucos ou muito poucos SUVs que me chamam a atenção, dos quais destaco os Peugeots 2008/3008 e o futuro Mitsubishi Eclipse Cross; talvez o Suzuki Vitara, não sei. Em termos de Pick-Ups, com exceção da Toro, nenhuma tem um visual agradável aos meus olhos, por isso, nem sei o que pensar.

    Agora sedãs são outros 500, acho magnífico os sedãs, inclusive, são meu tipo favorito de carros. Gostei do novo Cronos, gostei do novo C4 Lounge, gosto do Chevrolet Cruze, Ford Fusion e Peugeot 408, e tenho certo apresso pelo Nissan Sentra e Kia Cerato. Acho ‘chique’ você andar de sedã, tem um visual bem mais executivo.

  • Emilio

    Essa moda aqui no Brasil é péssimo para todos. Eu entendo que as ruas não ajudam mas a pessoa ir ao shopping de Discovery, SW4, Range Rover, S10, Ranger e cia é um exagero! As vagas mal comportam um sedan médio, quanto mais uma SUV/Pickup? Fora que nas ruas estes ficam mal estacionados porque a maioria não tem as habilidades necessárias para conduzir um.

    As pickups são ainda mais irracionais para andar na cidade, pois, na pratica a pessoa perde o porta malas e se precisar tem que comprar aquelas tampas de fibra porque a lona não vai segurar bandido querendo fuçar sua caçamba.

    O limite do bom senso são as SUVs compactas, HRV, Kicks, Evoque, 2008, 3008, dentre outros. São ligeiramente mais altos para não rasparem e passarem nas inundações mais comuns.

    Pelo menos nos EUA as vagas são amplas para comportar este gosto.

    • th!nk.t4nk

      No caso do Brasil é 100% pra se mostrar. As pessoas utilizam coisa de 1% do potencial de carros como Land Rover e afins (e não falo só capacidade de off-road não, mas do veículo como um todo). Nos EUA também tem muito disso, mas pelo menos são produtos bem mais acessíveis.

      • Gnull

        Sim, no Brasil é o status. É só para mostrar onde você chegou (ou aparenta ter chegado). Sou um dos poucos fãs dos sedans ainda.

  • Alvaro Guatura

    Parece o Azera antigo (a traseira)

  • Henry

    Continental um belo e luxuoso sedan.
    Quem diria a alguns anos até sedans luxuosos sofreriam forte concorrência de Suv

  • David Diniz

    A montadora precisa atender a vontade do mercado e se o mercado está pedindo suv que o desejo seja atendido ou fecha a porta da fábrica e fim de papo.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Concordo que a tendência é generalização dos SUV. Em breve os sedãs serão apenas modelos de nicho.

    Tal como nos EUA temos singular predileção pelas picapes, assim penso teremos mais modelos como a Toro, cuja versão básica está na mesma faiza de preços de Corolla e Civic.

    Aliás, não me surpreenderá se no médko prazo o segmento de sedãs médios no Brasil seguir o mesmo declínio que ja observamos os hatches médios, pois a faixa de 100k dos atuais sedãs médios é a mesma onde se situa boa parte dos SUVs no mercado.

  • Luis Burro

    Gosto de Suv,mas acho q dava pra salvar os três volumes transformando os em versões aventureiras ou em SUVs três volumes.

  • Luis Burro

    O problema da Lincoln (e dos luxuosos estadunidenses) é não terem o mesmo prestígio e imagem das europeias,considero as um patamar abaixo.

    • th!nk.t4nk

      Fora que Lincoln só vende nos EUA basicamente, enquanto um S-Class vende no mundo todo. O que os americanos precisariam fazer é tentar ganhar prestígio no resto do mundo, pra aumentar seus volumes. O mercado local deles é enorme, mas nao é suficiente pra competir com quem vende em todos os outros continentes no segmento de luxo.

      • Luis Burro

        Mas nem sei se é por conservadorismo,ou por pertencer a marcas genéricas(ford e gm),pq Lincoln e Cadillac não me passam a impressão de luxo e tecnologia das outras,acho que elas só cumprem o básico diante das não premium.

      • Luis Burro

        Mas a Audi tá quase no patamar de BMW e Mercedes,apesar dela nem sempre ter sido premium,e ela tbm pertence a uma marca comum (volks).

        • th!nk.t4nk

          A Audi vende bem porque é um pouco mais barata que as demais realmente. Mas olha que em termos de qualidade nao fica atrás nao, apenas o design é mais sem graça. Mas um “simples” A4 tá em pé de igualdade com os concorrentes, e diria que até vence em alguns aspectos (a Audi manda muito bem na eletrônica acima de tudo, seguido de ergonomia). A Lincoln poderia ser revisada pra vender no resto do mundo, creio que teria mercado sim. Mas teriam de colocar dinheiro pra atualizar os produtos, hoje em dia é uma marca exageradamente “tiozao”.

  • Luis Burro

    TD bem lançar SUV,mas é sempre Hatch ou Sw,pq não um três volumes pra inovar?E não estou falando de cupe(X6 e equivalentes).

  • Mauro Banqueiro

    Descansa em paz bonitão. Vai virar carro para crianças que fazem Hip-hop nos Estados Unidos.

  • O problema disso é sumirem as opções medianas e só sobrarem pickups e SUVs que são muito mais caros. Sempre quis uma Saveiro ou uma Strada pro dia a dia. Mas já viu a diferença de preço delas pra versão hatch? Agora imagina o valor de um SUV da VW ou Fiat (A Toro é cara que dói)? Falta fazerem um carrinho resistente, leve e barato.

  • Oberon de Megrez

    Já existe sedan com suspensão elevada (Cross Country) …parece ser o futuro deles infelizmente.

  • ObservadorCWB

    A traseira deste carro é IGUAL a do Azera entre 2008 e 2010 (antes do facelift de 2011 e nova geração 2012)

  • pedro

    E olha que esse carro é bem novo no mercado. É uma pena, pois as rodovias e ruas dos EUA são boa, não deveria ser uma preocupação a altura do carro.

  • Vitor Meireles

    Motivo: É um Fusion travestido de luxo com uma marca de apelo limitado atualmente, o mercado para sedans está encolhendo e fazendo vítimas e normalmente os mais fracos são os primeiros a perecerem.

    • passis

      Esse não é o “Fusion travestido de luxo”. Você está confundindo com o MKZ. O MKS era o primo do superior Taurus, e parece que foi sucedido pelo Continental.

      • Vitor Meireles

        Nas dimensões sim, mas falava de grosso modo da plataforma. Acho que cada vez mais com o mercado globalizado, essa “badge engineering” da Ford na Lincoln está com os dias contados. Tirando o design próprio, a marca carece de identidade. Todos os produtos são claramente versões revisadas dos produtos da Ford. Veja como a FCA está sofrendo para posicionar as irmãs Chrysler/Dodge. Não adianta lançar o mesmo produto com duas caras. O mercado tem buscado por diferenciais.

        • passis

          A VWAG parece bem sucedida com Skoda/Seat/VW como “base” para os Audi’s. Acho que sem Volvo, Jaguar e Rover, a Ford até precisa resolver melhor sua relação com a Lincoln, a começar por sua internacionalização (Aquela história de Vignale na Europa não me convence).

          • Vitor Meireles

            O problema não é a base em si. As plataformas modulares e multimarcas é mais do que uma tendência. Já está consolidado. A questão é o produto final e para quem você está oferecendo ele. A Lincoln tá meio perdida nisso aí.

  • Luciano RC

    Esse carro é lindo, mas acho que no mundo todo os Sedans darão lugar aos SUV. Aqui já começou com as SW, Hatch e Minivans, em breve os Sedans entram no balaio também.

  • Hugo Borges

    Essa busca por SUVs/Picapes vai contra a busca por eficiência energética e sustentabilidade. Um hatch/sedã sempre será mais econômico que sua variante SUV, usando o mesmo motor.

  • fschulz84

    Como já disse em um outro post daqui sobre o Fusion/Passat, esta será a tendência…

    Sedans começarão a dar lugar aos crossovers (me recuso a chamar de SUV), que terão porte inferior e preço superior.

    Começará pelos full-size, logo chegam nos médios e compactos e daqui alguns anos, somente teremos sapos andando nas ruas, ocupando espaço desnecessário e poluindo mais a atmosfera.

    RIP mercado automotivo global

  • beto

    Primeiro foram as peruas, depois os hatch médios e agora os sedans. O mercado automobilístico ta ficando cada vez mais sem graça.

  • Matheus Santos

    Frente de jaguar xj e trazeira de azera

  • Hodney Fortuna

    No caso americano a venda de SUVs e pickups são favorecidos pelos preços dos combustíveis baixos o que leva os consumidores procurarem esses tipos de carros. No brasil a escolha é por fim muito estranha! No momento em que o país cuja a gasolina tem atingido níveis de preços como se o mercado internacional do petróleo estivesse numa repetência de uma mega crise similar a de 1973, comprar SUVs com motores V6 a gasolina ou 2.5, 2.7 é literalmente muito estranho!

  • Speed Racer

    A moda é carregar o peso de SUV, estou fora!

  • Diego HONORATO

    Falta personalidade nesse lincoln. Parece uma copia pobre dos Bentley

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email