Matérias NA Renault Sedãs

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

O Logan 2014 chegou como a segunda geração do sedã compacto da Renault, sendo um projeto compartilhado pela romena Dacia, mantendo a plataforma B0 anterior, mas com modificações na carroceria.


Com carroceria maior e volumosa, o Logan unificou a estrutura básica com o Renault Sandero, mas reduzindo enormemente os custos de produção. O compacto ficou mais moderno com as mudanças feitas na dupla.

O design foi melhorado e tornou o Logan a ficar mais atraente e até sofisticado em relação ao modelo anterior. A estratégia da Renault foi focar em detalhes estéticos que valorizassem o produto, apesar do baixo custo evidente.

Com 4,34 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,53 m de largura e 2,63 m de entre-eixos, tendo assim bom espaço interno e porta-malas generoso com 510 litros.

Desde o princípio com ênfase no espaço e conforto a bordo, o Logan 2014 chegou com ainda mais aproveitamento do volume interno e com acabamento melhorado, embora ainda bem simples.

O compacto da Renault apresentou um layout com faróis duplos e grade em novo estilo da Renault, bem como para-choque com acabamento cromado e lanternas compactas com mais cromados.

Por dentro, o painel envolvente com novidades como ar condicionado automático e multimídia com navegador GPS, além de volante em couro. Itens como piloto automático e computador de bordo também chegaram ao produto.

Com modo de economia, o Logan chegou ao mercado em sua segunda geração com dois motores, como o D4D 1.0 Hi-Power com 16V e potência com até 80 cavalos, enquanto o 1.6 K7M 8V tinha até 106 cavalos.

No lançamento, o Logan 2014 não teve a transmissão automática de quatro marchas da geração anterior, que foi substituído por um câmbio automatizado chamado Easy´R.

Contudo, essa transmissão foi também trocada por câmbio CVT X-Tronic, conectada ao motor H4M, que é o propulsor HR16DE da Nissan, mas com modificações para a Renault.

Lançado em 2004 na Romênia, o Dacia Logan surgiu de uma ideia de Carlos Ghosn, que queria um sedã compacto extremamente barato, que custasse apenas € 5.000.

Assim, o projeto considerou o uso da plataforma do Renault Clio, que forneceu a base B0, a mesma que sustentou o Renault Duster posteriormente. Com linhas retas, vidros planos e entre-eixos longo, o Logan focou no espaço e bagageiro.

Seu projeto simplificado permitiu que se chegasse perto do objetivo principal, um preço reduzido, mas os custos de produção indicaram que o valor proposto não poderia ser atingido, embora o tenha conseguido posteriormente.

Nesse caso, foi com o Dacia Sandero. De qualquer forma, o Logan abriu uma nova fronteira para uma marca de baixo custo, que rapidamente conquistou mais espaço após a crise mundial de 2008, quando o preço se tornou importante.

Depois do Sandero, o Logan ainda ganhou o Duster, um SUV de baixo custo e linhas robustas, que chegou ao Brasil alguns anos depois. O compacto seguiu bem no Brasil, América Latina, Europa e África.

Em 2020, a Dacia lançou o Novo Logan, que ficou maior, medindo 4,41 m de comprimento, 1,85 m de largura e 2,65 m de entre-eixos, ampliando o porta-malas para 528 litros.

Feito sobre a plataforma modular CMF-B, o Novo Logan é um sedã compacto com muito mais espaço interno e baixo custo. Esse carro recebeu um estilo mais fluido e tecnologias mais recentes.

O Logan 2021 tem motor D4B de três cilindros 1.0 com apenas 65 cavalos e o HR10 1.0 TCe com 90 cavalos, tendo turbocompressor e injeção direta de combustível. Uma versão movida por GNV tem 100 cavalos.

Além disso, o sedã da Dacia vem com transmissão manual de cinco marchas ou CVT X-Tronic, que substituiu o câmbio automatizado de dupla embreagem de seis marchas, usado anteriormente.

Por fim, o novo Logan deve receber uma versão hibridizada com sistema elétrico de 12 ou 48 volts, para ajudar a reduzir o consumo de combustível e consequentemente a emissão de CO2.

Logan 2014 – detalhes

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

O Logan 2014 tinha um visual bem fluido em relação ao modelo anterior. O sedã compacto da Renault ganhou um layout interessante com faróis duplos dotados de piscas integrados e lanternas diurnas.

Este conjunto ótico era integrado à grade, formando uma enorme moldura. A grelha ovalada tinha friso cromado e o losango da Renault, enquanto o para-choque tinha uma grade inferior com acabamento preto e detalhes cromados.

Havia ainda faróis de neblina na versão Dynamique, além de spoiler na base do protetor. Nas laterais, rodas de aço ou liga leve com aro 15 polegadas e pneus 185/65 R15. Saias laterais integradas à carroceria estavam presentes também.

Maçanetas podiam ser pretas ou na cor do carro, assim como os retrovisores, que tinham até repetidores de direção na versão Dynamique. As colunas B pretas apareceram na versão Expression, enquanto o teto empregava antena.

Com lanternas grandes, o Logan 2014 vinha com lentes dotadas de detalhes cromados, assim como tampa do porta-malas. O para-choque era volumoso com refletores ao lado do espaço para placa.

Por dentro, o painel do Renault Logan tinha um novo painel com linhas mais envolventes, com difusores de ar laterais circulares e centrais quadradas. Ao centro, com acabamento preto, podia haver um display digital para multimídia.

Com o sistema de entretenimento MediaNav 1.2, o Logan 2014 tinha algumas funcionalidades interessantes, como navegador GPS, score para condução econômica, dicas de economia e interface com smartphone.

Bluetooth, USB e auxiliar faziam parte das conexões, assim como havia comando de mídia e telefonia em haste na coluna de direção, que era ajustável apenas em altura. O volante de três raios tinha acabamento em couro na versão Dynamique.

O piloto automático e limitador tinham comandos no volante, mas um deles era para mudança de velocidade e outro para resetar o dispositivo, que era ativado num botão entre os bancos, abaixo da alavanca do freio de estacionamento.

Ao lado dele, o botão do modo de economia do Logan. De volta ao painel, o ar condicionado podia ser manual ou automático. Já o porta-luvas tinha um bom espaço, enquanto os porta-copos ficavam bem escondidos.

O Renault Logan tinha comandos dos vidros elétricos das portas dianteiras em seus lugares de costume, mas os dos vidros traseiros ficavam no painel, uma medida de contenção de custos que não se justificava.

Os bancos tinham assentos com tecido simples na versão Authentique e acabamento mais elaborado na Expression, enquanto a Dynamique tem material exclusivo e opção de bancos de couro.

No banco do motorista, havia ajuste em altura, assim como dos cintos de segurança dianteiros, que vinham com pré-tensionadores, devido aos airbags frontais. O Logan 2014 tinha ainda freios com ABS e EDB.

As portas tinham acabamento em tecido apenas a partir da Expression, que ainda tinha banco traseiro rebatível. Os apoios de cabeça eram oferecidos para cinco passageiros, mas os cintos de segurança de 3 pontos, eram apenas laterais.

No teto, alças e espelhos nos para-sois, assim como retrovisor interno dia e noite. O Logan tinha ainda retrovisores com ajustes elétricos entre os bancos, bem como travamento central elétrico com chave dotada de telecomando.

Seu porta-malas tem 510 litros, com iluminação e capacidade ampliada com banco traseiro rebatido ou bipartido, oferecido na versão Dynamique. O Logan tinha ainda abertura interna do bocal do tanque ou porta-malas.

Logan 2014 – versões

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

  • Renault Logan Authentique 1.0 16V Hi-Power MT
  • Renault Logan Expression 1.0 16V Hi-Power MT
  • Renault Logan Expression 1.6 8V Hi-Power MT
  • Renault Logan Dynamique 1.6 8V Hi-Power MT

Equipamentos

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

Renault Logan Authentique 1.0 16V Hi-Power MT – Motor 1.0 e transmissão manual de cinco marchas, mais rodas de aço aro 15 polegadas com calotas integrais, pneus 185/65 R15, airbag duplo, freios ABS com EBD, retrovisores externos com controle interno, brake light, desembaçador do vidro traseiro, retrovisores na cor preta, bancos em tecido, maçanetas externas na cor preta, retrovisor interno dia e noite, para-sol com espelho cortesia, alças no teto, ventilador de 4 velocidades, aberturas internas do porta-malas e reservatório de combustível, cluster com conta-giros e travas de segurança nas portas traseiras.

Opcionais: ar condicionado e direção hidráulica.

Renault Logan Expression 1.0 16V Hi-Power MT – Itens acima, mais direção hidráulica, alarme perimétrico, rádio CD/MP3/USB/Bluetooth, computador de bordo, retrovisores na cor da carroceria, ar quente, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas das portas, maçanetas externas na cor da carroceria, banco traseiro rebatível, desembaçador traseiro e coluna B com acabamento em preto.

Opcionais: ar condicionado, multimídia e sensor de estacionamento.

Renault Logan Expression 1.6 8V Hi-Power MT – Itens acima, mais motor 1.6 litro e ar condicionado.

Opcionais: multimídia e sensor de estacionamento.

Renault Logan Dynamique 1.6 8V Hi-Power MT – Itens acima, mais bancos exclusivos, volante revestido em couro, rodas de liga leve, luzes indicadoras de direção nos retrovisores, vidros elétricos traseiros, retrovisores com comando elétrico, faróis de neblina, piloto automático, limitador de velocidade e banco bipartido.

Opcionais: ar condicionado automático, multimídia, sensor de temperatura externa e sensor de estacionamento.

Preços

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

Os preços do Logan 2014 eram competitivos e o sedã compacto partia de R$ 28.990, subindo um pouco mais para R$ 33.390 no caso da Expression. Com o motor 1.6, o acréscimo era de R$ 6 mil.

Um pouco mais, o Logan Dynamique tinha preços superior a R$ 42 mil, sendo o topo de linha. O compacto da Renault ficava ainda mais caro com os opcionais, mas o acréscimo não atrapalhava as vendas do modelo.

  • Renault Logan Authentique 1.0 16V Hi-Power MT – R$ 28.990
  • Renault Logan Expression 1.0 16V Hi-Power MT – R$ 33.390
  • Renault Logan Expression 1.6 8V Hi-Power MT – R$ 39.440
  • Renault Logan Dynamique 1.6 8V Hi-Power MT – R$ 42.100

Logan 2014 – motor

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

O Logan 2014 tinha dois motores de origem Renault, sendo um da série D e outro da série K, ambos desenvolvidos nos anos 80. Os propulsores eram antigos e possuíam uma arquitetura bem diferentes entre si.

Essa dupla foi inicialmente empregada no Logan atualizado, mas depois teve a adição de um terceiro motor, mas com transmissão automatizada. O motor 1.0 é o D4D, que chegou aqui a bordo do Clio.

Com bloco de ferro fundido e cabeçote em alumínio, o D4D tinha comando único no cabeçote e sem variação de abertura e fechamento de válvulas, acionando os tuchos hidráulicos por meio de balancins.

Tendo quatro válvulas por cilindro, o D4D tinha comando com acionamento por correia dentada, presa atrás da bomba d’água. O propulsor tinha bobina integrada e injeção eletrônica multiponto com partida a frio por injeção de gasolina.

O dispositivo tinha um reservatório de gasolina no cofre do motor para partidas em dias frios usando etanol no tanque de combustível. Com taxa de compressão de 12:1, o D4D tinha 999 cm3 e potência diferente entre os dois combustíveis.

Com gasolina, o motor entregava 77 cavalos, enquanto com álcool, chegando a 80 cavalos. Ambos chegavam a 5.750 rpm, mas os torques ocorriam a 4.250 rpm, obtendo 10,1 kgfm no primeiro e 10,5 kgfm no segundo.

O outro motor era o K7M, um 1.6 8V com cabeçote de alumínio dotado de um eixo comando de válvulas, alojado em uma galeria de casquilhos bem alta. Sem variação de válvulas, ele acionava os tuchos diretamente.

Tendo 1.598 cm3 e taxa de compressão de 12:1, o K7M tinha duas válvulas por cilindro, gerando uma característica de torque em baixa rotação, nesse caso a 2.850 rpm. Assim, o 1.6 8V entrega 14,5 kgfm na gasolina e 15,5 kgfm no álcool.

Já a potência era de 98 cavalos no derivado de petróleo e 106 cavalos no combustível vegetal, ambos a 5.250 rpm. Tanto o D4D quanto o K7M eram equipados com câmbio manual de cinco marchas com embreagem de acionamento hidráulico.

Estes motores receberam a companhia do K4M, que é a variante de quatro válvulas por cilindro, que tinha duplo comando de acionamento, por correia dentada. Este motor chegou a ter 113 cavalos e foi usado com câmbio automatizado e manual.

Na atualização de estilo em 2019, o Logan perdeu estes motores em prol dos mais modernos D4B e H4M. O primeiro é um propulsor de três cilindros com duplo comando de válvulas variáveis e até 82 cavalos.

Já o motor 1.6 é uma variação do HR16DE da Nissan, que possui algumas modificações para uso da Renault, entregando até 118 cavalos e 16 kgfm. O câmbio manual teve a companhia de CVT X-Tronic da Nissan.

Desempenho

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

O Logan 2014 tinha um desempenho adequado, não sendo surpreendente, mas suficiente para poder rodar com desenvoltura, indo de 0 a 100 km/h em pouco mais de 14 segundos e com velocidade final de mais de 160 km/h.

Já a versão 1.6 era bem mais esperta, fazendo o mesmo pouco acima de 11,5 segundos e máxima de 180 km/h. Tratava-se de um bom motor, com torque em rotação muito baixa.

  • Renault Logan 1.0 MT – 14,2 segundos e 163 km/h
  • Renault Logan 1.6 MT – 11,6 segundos e 180 km/h

Consumo

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

Já o consumo do Logan 2014 não era tão eficiente, fazendo com álcool apenas 8 km/l na cidade, enquanto a estrada registrava pouco mais de 9 km/l.

Na gasolina, o resultado era bem melhor, com quase 12 km/l na cidade e 13,5 km/l na rodovia. O propulsor tinha um bom torque, mas isso não era aproveitado completamente.

No caso do 1.6, o consumo no etanol era de pouco mais de 7 km/l no ciclo urbano e fazia menos de 9 km/l na estrada. Com gasolina, rendia bons 10,6 km/l na cidade e 12,5 km/l no ciclo rodoviário.

Com transmissão manual de cinco marchas, o Logan 2014 não tinha uma relação extremamente longa ou curta demais, sendo bem escalonado. Ainda assim, ficava devendo um consumo melhor.

  • Renault Logan 1.0 MT – 8,1/9,2 km/l e 11,9/13,4 km/l
  • Renault Logan 1.6 MT – 7,3/8,7 km/l e 10,6/12,5 km/l

Logan 2014 – manutenção e revisão

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

A Renault tem um plano de manutenção com preços tabelados para as revisões e o Logan 2014 tem custo total de até 60.000 km na versão 1.0, que somava R$ 3.502,56.

O Logan 1.6 tinha preços maiores, porém, a grande diferença está mesmo na revisão de 60.000 km, que custa nada menos que R$ 2.086,05. Praticamente é o custo de uma das revisões completas mais baratas  do mercado.

Os R$ 4.701,37 são um custo elevado demais para um carro popular, sendo equivalente ao de um SUV de porte médio. A Renault faz inspeção em suspensão, direção, freios, parte elétrica e itens de segurança, antes de trocar itens.

Nos itens de substituição estavam óleo de motor, filtro de óleo, filtro de combustível, filtro de ar, filtro de ar da cabine, velas, fluido de freio, correia em V, correia dentada, entre outros.

A rede Renault podia ainda fazer outros serviços, como pintura e funilaria, recall, alinhamento e balanceamento, entre outros. Também podiam fazer troca de itens como buchas, pivôs, amortecedores, molas, pastilhas e discos, por exemplo.

Além disso, a rede de assistência da Renault tinha ainda outra em particular, que fazia pequenos serviços em apenas 60 minutos. Com isso, o Logan podia fazer trocas de óleo ou de pastilhas de freio, por exemplo, com preço menor e rápido.

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
1.0R$ 387,59R$ 505,44R$ 441,84R$ 728,72R$ 496,09R$ 942,88R$ 3.502,56
1.6R$ 385,39R$ 534,84R$ 439,64R$ 761,56R$ 493,89R$ 2.086,05R$ 4.701,37

Logan 2014 – ficha técnica

Logan 2014: detalhes, preços, desempenho, motor, consumo, revisão

Motor1.0 16V1.6 8V
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm39991598
Válvulas168
Taxa de compressão12:112:1
Injeção eletrônicaIndireta FlexIndireta Flex
Potência máxima77/80 cv a 5.750 rpm (gasolina/etanol)98/106 cv a 5.250 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo10,1/10,5 kgfm a 4.250 rpm (gasolina/etanol)14,5/15,5 kgfm a 2.850 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchasManual de 5 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteira
Direção
TipoHidráulicaHidráulica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço e liga leve, aro 15 polegadasAço e liga leve, aro 15 polegadas
Pneus185/65 R15185/65 R15
Dimensões
Comprimento (mm)4.3494.349
Largura (mm)1.7331.733
Altura (mm)1.5291.529
Entre eixos (mm)2.6352.635
Capacidades
Porta-malas (L)510510
Tanque de combustível (L)5050
Carga (Kg)447446
Peso em ordem de marcha (Kg)1.0281.070
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,340,34

Logan 2014 – fotos

https://www.youtube.com/watch?v=f-kzp_WWI1o

Avatar

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

    Quem somos

    O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

    Notícias por email