Logan 2018: preços, consumo, motor, desempenho, detalhes e fotos

O Logan 2018 foi o segundo ano/modelo do sedã compacto da Renault após passar por uma atualização de engenharia, onde recebeu novos motores e outros melhoramentos para corrigir algumas falhas.

Oferecido nas versões Authentique, Expression e Dynamique, o Logan tinha ainda opção de câmbio automatizado Easy´R de cinco marchas, que sairia na linha 2019 antes da última atualização da Renault da próxima geração.


Equipado com motores 1.0 SCe e 1.6 SCe, o sedã da Renault trazia estes propulsores com tecnologia Renault no primeiro Nissan, baseada na linha de motores HR, com blocos de três e quatro cilindros.

O primeiro entregava até 82 cavalos, enquanto o segundo apontava com até 118 cavalos. Ambos mantiveram tecnologias antigas da marca, como o tanquinho de combustível para partida a frio quando abastecido com álcool em dias frios.

Dessa geração, o importante mesmo foram as mudanças ocorridas em 2017, que deixaram o carro mais eficiente, tendo como principal alteração os novos motores, que enterram os longevos D4D, K4M e K7M, arcaicos dos anos 80.

Sem estes três motores velhos, a Renault conseguiu respirar em seu baixo custo, que ainda se mantém firme como nunca. Um exemplo foi a manutenção da direção eletro-hidráulica na gama que, embora tenha substituído a hidráulica, era fraca.

Dura em manobras e pouco eficiente, foi adicionada ao Logan, que poderia já ter sido equipado com direção elétrica. A Renault conseguiu eliminar o antigo trambulador do sedã, que era sofrível tanto quanto no Renault Clio.

O novo sistema tornou as trocas mais precisas e macias, gerando mais conforto e também eficiência, já que é acionado por cabos autoajustáveis no lugar do velho varão, que fazia a alavanca dançar durante a condução.

As relações de marchas foram alteradas para oferecer um desempenho melhor. O motor 1.0 SCe é derivado do 0.8 usado pela Renault na Índia, mas a bordo do Renault Kwid. Tanto é que, sua versão para o subcompacto, foi simplificada.

Modificações também foram registradas na suspensão, que buscou ser mais firme no Logan 2018, embora ainda não tenha resolvido totalmente a questão da estabilidade.

Na última atualização, o sedã de origem romena ganhou suspensão elevada apenas nas versões com câmbio CVT, o que deixou o comportamento do Logan 2018 muito estranho, já que ficou parecendo um aventureiro de três volumes.

Falando em evolução, o Logan atual apenas ganhou em eficiência com o CVT X-Tronic. Agora, espera-se pela nova geração, que usa plataforma CMF-B. Ela será produzida em São José dos Pinhais e Resende para Renault e Nissan.

O Novo Logan promete ser muito superior ao atual modelo e muito mais em relação ao Logan 2018. O projeto romeno é um sucesso dentro e fora da Europa.

Nascido na Dacia em 2004 como um projeto de ultra baixo custo, que a Renault implementou através de Carlos Ghosn. O sedã tinha formas quadradas, sendo bem espaçoso por dentro e com um porta-malas muito generoso.

Tendo entre-eixos de carro médio, o Dacia Logan logo chamou atenção do mercado por custar € 5.000. Tinha vidros planos, portas sem acabamento externo, acabamento interno muito limitado e motores pequenos.

Logo a Renault do Brasil mudou sua política de produto, mudando da gama francesa para a romena num processo que começou com o Logan, que não era tão barato quanto na Europa. Aqui a marca francesa apostou na novidade ganhando.

Usando os velhos motores D4D e K4M, respectivamente 1.0 16V e 1.6 16V, o Logan logo recebeu o Sandero, que estreou no Brasil. Mais bonito e atraente com suas formas aerodinâmicas, o hatch ampliou a gama.

Depois, vieram o Duster e, então, sua variante picape, criada aqui e chamada de Duster Oroch. O Logan de segunda geração, em 2013, foi um bom salto e padronizou o estilo dos dois produtos, mas ambos ainda bem polidos.

Trata-se de um produto de boa demanda no Brasil, embora tenha caído na preferência diante de rivais mais modernos, com a Renault ainda insistindo em mantê-los como carros de baixo custo perceptível.

A nova geração muda muito desse conceito e chega ao nível de modernidade de produtos como o Volkswagen Virtus, Chevrolet Onix Plus e Toyota Yaris, tendo inclusive freio de estacionamento eletrônico.

No Logan 2018, além das mudanças técnicas, ele oferecia ainda controles de tração e estabilidade, assim como assistente de partida em rampa na versão com câmbio automatizado Easy´R, que foi uma forma de vender esse sistema ruim.

O Easy´R foi uma forma de baratear a automatização das trocas, mas era mais ineficiente e desconfortável que uma caixa automática, como o próprio Logan sustentará há alguns anos, mesmo com 4 marchas, mas com vida útil de 300.000 km.

A multimídia MediaNav com navegador GPS da TomTom era argumento de vendas do Logan, tendo este score de condução econômica e recomendações de economia. Podia ainda ter câmera de ré e sensor de estacionamento.

No mais, o Logan não surpreendia e ainda ficava devendo mais em segurança, tendo apenas airbag duplo e cintos de 3 pontos nas laterais e apoios de cabeça insuficientes. Básico ao extremo, sem dúvidas.

Logan 2018 – detalhes

Logan 2018: preços, consumo, motor, desempenho, detalhes e fotos

O Logan 2018 tem carroceria volumosa e com formas bem robustas, tendo faróis duplos com máscara negra, grade com friso cromados e logotipo da Renault, tendo ainda grelha com frisos horizontais.

O para-choque é envolvente e vem com grade inferior com frisos horizontais, além de molduras para faróis de neblina, de série na versão Dynamique com acabamento cromado e friso inferior.

As rodas de liga leve são de aro 15 polegadas com pneus 185/65 R15, mas as versões Authentique e Expression tem rodas de aço de mesmo tamanho com calotas diferenciadas.

Os retrovisores possuem acabamento na cor do carro e repetidores de direção apenas na Dynamique, tendo ainda maçanetas semiembutidas nas portas e na cor da carroceria. Atrás, as lanternas compactas tem detalhes cromados.

O para-choque traseiro é liso e vem com refletores e suporte para placa. A tampa do bagageiro tem apenas logotipo da Renault e identificação do produto.

Por dentro, o Logan 2018 vinha com painel todo preto, mas com teto e colunas em cinza bem claro. O cluster analógico tinha frisos cromados, computador de bordo com nível de combustível, velocímetro e conta-giros.

Nas laterais, difusores de ar circulares, mas ao centro, são quadrados. O acabamento dessa parte é em preto brilhante e a multimídia MediaNav tem tela de 7 polegadas com entrada USB e auxiliar, além de Bluetooth e GPS da TomTom.

Este último tinha dados de tráfego em tempo real, mas não era tão eficiente quanto os apps do Google: Maps e Waze. O volante em couro na versão Dynamique tinha ajuste apenas em altura e trazia piloto automático.

Ele era acionado sob a alavanca do freio de estacionamento, com o limitador e o modo Eco. Os ajustes de mídia e telefonia ficavam em uma haste na coluna de direção, que ainda existe.

O banco do motorista tinha ajuste de altura, enquanto o acabamento era em tecido ou couro, tendo ainda banco traseiro rebatível e cintos de 3 pontos nas laterais.

Espelhos nos para-sóis, retrovisores elétricos ajustáveis no painel e vidros elétricos traseiros no painel também denotavam o baixo custo do projeto. O espaço interno é amplo e o retrovisor interno é dia e noite.

Com direção eletro-hidráulica e ar condicionado, o Logan 2018 tinha ainda ar condicionado automático na versão Dynamique. Airbag duplo fazia parte do pacote, assim como freios ABS com EDB.

Na versão Easy´R, o Logan oferecia ainda controle de tração e estabilidade, assim como assistente de partida em rampa. O seletor ficava no pomo cromado da alavanca, que ainda tinha mudanças manuais e modo Sport.

O porta-malas tem 510 litros e pode ser ampliado com o rebatimento do banco traseiro. Ele vem com travamento elétrico e iluminação, além de estepe sob o assoalho.

Logan 2018 – versões

Logan 2018: preços, consumo, motor, desempenho, detalhes e fotos

  • Renault Logan Authentique 1.0 SCe
  • Renault Logan Expression 1.0 SCe
  • Renault Logan Expression 1.6 SCe
  • Renault Logan Expression 1.6 SCe Easy´R
  • Renault Logan Dynamique 1.6 SCe
  • Renault Logan Dynamique 1.6 SCe Easy´R

Equipamentos

Logan 2018: preços, consumo, motor, desempenho, detalhes e fotos

Renault Logan Authentique 1.0 SCe – Motor 1.0 e transmissão manual de cinco marchas, mais ar condicionado, direção eletro-hidráulica, travas elétricas, colunas de direção com ajuste em altura, retrovisores externos com controle interno, para-choques na cor do carro, pneus 185/65 R15, rodas de aço aro 15 polegadas, retrovisores na cor preta, maçanetas na cor preta, faróis duplos, calotas nas rodas, antena no teto, lanternas com acabamento cromado, desembaçador do vidro traseiro, antena no teto, preparação para som com quatro alto-falantes, bancos em tecido, cintos de 3 pontos para quatro passagerios, quinto com subabdominal, freios ABS com EDB, airbag duplo, quatro apoios de cabeça, fonte 12V, espelho no para-sol direito, retrovisor interno dia e noite, banco traseiro rebatível, abertura interna do bocal do tanque, entre outros.

Renault Logan Expression 1.0 SCe – Itens acima, mais banco do motorista com ajuste de altura, abertura interna do bocal do porta-malas, vidros dianteiros elétricos one touch, chave com telecomando, abertura elétrica do porta-malas, retrovisores e maçanetas na cor do carro, calotas diferenciadas, colunas B com molduras pretas, bancos com padronagem diferenciada, alças no teto, espelho no para-sol do lado esquerdo, computador de bordo, rádio 2din com CD player, USB e auxiliar, comandos de mídia e telefonia na coluna de direção, Bluetooth, detalhes cromados no painel, grade frontal cromada, porta-copos e objetos, iluminação no porta-luvas, porta-malas com iluminação, revestimento diferenciado na alavanca e no freio de estacionamento, entre outros.

Renault Logan Expression 1.6 SCe – Itens acima, mais motor 1.6 litro.

Renault Logan Expression 1.6 SCe Easy´R – Itens acima, mais transmissão automatizada de cinco marchas com modo Sport e mudanças manuais, controle de tração, controle de estabilidade e assistente de partida em rampa.

Renault Logan Dynamique 1.6 SCe – Itens do Expression 1.6, mais multimídia MediaNav com tela de 7 polegadas, navegador GPS, volante em couro, alavanca em couro, vidros elétricos traseiros one touch, retrovisores com ajustes elétricos, retrovisores com repetidores de direção, para-choque com moldura cromada, faróis de neblina, painel em dois tons, rodas de liga leve aro 15 polegadas, sensor de estacionamento, bancos com padronagem exclusiva, apoio de braço para o motorista, ar condicionado automático e digital, piloto automático, tecido nas portas, entre outros.

Renault Logan Dynamique 1.6 SCe Easy´R – Itens acima, mais transmissão automatizada de cinco marchas com modo Sport e mudanças manuais, controle de tração, controle de estabilidade e assistente de partida em rampa.

Preços

Logan 2018: preços, consumo, motor, desempenho, detalhes e fotos

  • Renault Logan Authentique 1.0 SCe
  • Renault Logan Expression 1.0 SCe
  • Renault Logan Expression 1.6 SCe
  • Renault Logan Expression 1.6 SCe Easy´R
  • Renault Logan Dynamique 1.6 SCe
  • Renault Logan Dynamique 1.6 SCe Easy´R

Logan 2018 – motor

Logan 2018: preços, consumo, motor, desempenho, detalhes e fotos

O Logan 2018 teve dois motores em uso. Um era o 1.0 SCe, de projeto Renault. O outro era o H4M, que era uma derivação do HR16DE da Nissan, com modificações feitas pela parceira francesa.

O 1.0 SCe tinha um bloco de três cilindros feito em alumínio, derivado de um propulsor desenvolvido para o Renault Kwid indiano, mas com 0.8 litro. Este motor tem duplo comando de válvulas variável acionado por corrente.

De projeto moderno, o 1.0 SCe tem eixo de balanceamento e utiliza batentes hidráulicos para filtrar a maior parte da vibração, algo não visto no Kwid nacional, por exemplo. Aliás, o motor 1.0 SCe dele foi simplificado para ser mais fraco.

Com 999 cm3, o 1.0 SCe tem injeção eletrônica multiponto sequencial, porém, com tecnoloiga flex que ainda utiliza tanquinho de gasolina para partida a frio em dias de baixa temperatura e com álcool no tanque.

Dessa forma, o pequenino motor do Logan 2018 fornece 79 cavalos na gasolina e 82 cavalos no álcool, ambos a 6.300 rpm. Já o torque é de 10,2 kgfm no primeiro e 10,5 kfgm no segundo, ambos a 3.500 rpm.

Uma característica boa desse motor é seu torque em baixa rotação, o que favorece boas saídas e disposição durante a condução, algo que reflete diretamente na economia.

O outro motor é o 1.6 SCe, que é derivado do motor Nissan HR16DE, que equipa Kicks e Versa no Brasil. Assim como o 1.0 SCe substiuiu o D4D, este tomou o lugar dos antigos K4M e K7M.

Com quatro cilindros e bloco de alumínio, assim como o cabeçote, este último tem duplo comando de válvulas variável, mas com acionamento por correia dentada. O propulsor também tem injeção multiponto e tecnologia flex.

Esta última também usa tanquinho para partida em dias frios. O 1.6 SCe ou H4M é um motor que entrega 115 cavalos no derivado de petróleo e 118 cavalos com combustível vegetal, ambos a 5.500 rpm e torque de 16 kgfm a 4.000 rpm, ambos.

Com bom torque em baixa rotação, esse propulsor não precisa de altos giros para responder adequadamente. Isso permite que ele atenda o Logan 2018 com desenvoltura, funcionando em regimes mais baixos sem perder a disposição.

Ele trabalha, assim como o 1.0 SCe, com câmbio manual de cinco marchas e embreagem de acionamento hidráulico, mais câmbio automatizado Easy´R com cinco velocidades e modo Sport, além de mudanças manuais na alavanca.

Desempenho

Logan 2018: preços, consumo, motor, desempenho, detalhes e fotos

O Logan 2018 tinha um bom desempenho, graças aos fortes motores que a Renault conseguiu colocar nele. O 1.0 ia bem de 0 a 100 km/h em 13 segundos, com final de 164 cavalos.

No caso do 1.6 com câmbio manual, faziam bem de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e com 186 km/h de final. Até o automatizado andava de forma exemplar, fazendo o mesmo em 10 segundos e com a mesma velocidade máxima.

  • Renault Logan 1.0 – 13,0 segundos e 164 km/h
  • Renault Logan 1.6 – 9,9 segundos e 186 km/h
  • Renault Logan 1.6 Easy´R – 10,0 segundos e 186 km/h

Consumo

Logan 2018: preços, consumo, motor, desempenho, detalhes e fotos

Andando bem, o Logan 2018 era um carro bem econômico. Nesse ponto a Renault acertou a calibração dos motores e do próprio carro, tendo média de 10 km/l no álcool com motor 1.0 e este com 14,5 km/l na gasolina.

No 1.6, a média com álcool ficava acima de 9 km/l em cidade e estrada, além de 13,5 km/l com gasolina. O pior resultado era do 1.6 automatizado, mas mesmo assim, fazia 8,5 km/l no etanol e 12,5 km/l na gasolina, nos dois circuitos.

  • Renault Logan 1.0 – 9,4/10,2 km/l e 14,0/14,9 km/l
  • Renault Logan 1.6 – 8,7/9,7 km/l e 13,0/14,1 km/l
  • Renault Logan 1.6 Easy´R – 7,9/9,1 km/l e 11,8/13,4 km/l

Logan 2018 – manutenção e revisão

Logan 2018: preços, consumo, motor, desempenho, detalhes e fotos

O plano de manutenção da Renault tem revisão a cada 10.000 km ou 12 meses com custo até 60.000 km de R$ 3.105,80 no Logan 2018 1.0 e R$ 3.517,53 no motor 1.6.

As revisões da Renault trocam óleo do motor, filtro de óleo, arruela do dreno, filtro de ar, filtro de ar da cabine, velas, correias em V, correia dentada, fluido de freio, entre outros.

Além da rede de serviços em 60 minutos, a Renault tem as revendas com oficina bem estruturada, garantindo serviços de pintura e funilaria, elétrica, mecânica, higienização da cabine e ar condicionado, lavagem, entre outros.

Também fazem troca de pastilhas de freio, discos de freio, amortecedores, molas, buchas, batentes, pneus, alinhamento, balanceamento e outros itens do conjunto mecânico.

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
1.0R$ 399,99R$ 454,24R$ 454,24R$ 780,35R$ 508,49R$ 508,49R$ 3.105,80
1.6R$ 459,09R$ 513,34R$ 513,34R$ 896,58R$ 567,59R$ 567,59R$ 3.517,53

Logan 2018 – ficha técnica

Logan 2018: preços, consumo, motor, desempenho, detalhes e fotos

Motor1.01.6
Tipo
Número de cilindros3 em linha4 em linha
Cilindrada em cm39991597
Válvulas1216
Taxa de compressão12:110,7:1
Injeção eletrônicaIndireta FlexIndireta Flex
Potência máxima79/82 cv a 6.300 rpm (gasolina/etanol)115/118 cv a 5.500 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo10,2/10,5 kgfm a 3.500 rpm (gasolina/etanol)16,0 kgfm a 4.000 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchasManual de 5 marchas ou automatizado de 5 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteira
Direção
TipoEletro-hidráulicaEletro-hidráulica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço aro 15 polegadasAço ou liga leve aro 15 polegadas
Pneus185/65 R15185/65 R15
Dimensões
Comprimento (mm)4.3494.349
Largura (mm)1.7331.733
Altura (mm)1.5291.529
Entre eixos (mm)2.6352.635
Capacidades
Porta-malas (L)510510
Tanque de combustível (L)5050
Carga (Kg)447446
Peso em ordem de marcha (Kg)1.0191.062
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,340,34

Logan 2018 – fotos

https://www.youtube.com/watch?v=Lvx65sVzbkw

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.