Longe do Brasil, Dacia Jogger surge na Europa com sete lugares

Longe do Brasil, Dacia Jogger surge na Europa com sete lugares

A Dacia lançou oficialmente a minivan Jogger num momento onde o mercado busca os utilitários esportivos. Arriscado? Talvez. O monovolume romeno vem com sete assentos para ocupar o lugar que um dia foi do Logan MCV (da primeira geração).


Como a própria marca diz, o Dacia Jogger une comprimento de perua, espaço de minivan e linhas de SUV, tudo misturado para criar algo que transite entre esses segmentos sem muitos problemas.

Longe do Brasil, Dacia Jogger surge na Europa com sete lugares

Derivada dos Novos Sandero e Logan, a Dacia Jogger é feita sobre a plataforma modular CMF-B e mede 4,50 m de comprimento, tendo ainda entre-eixos de 2,90 m.

Com essa base, por exemplo, seria possível até fazer a sucessora da Oroch com porte para rivalizar com Fiat Toro 2022, Chevrolet Montana 2023 e Volkswagen Tarok 2025.

Longe do Brasil, Dacia Jogger surge na Europa com sete lugares

Mas, de volta à minivan, a Dacia informa que ela tem 213 litros de espaço com os sete lugares postos, assim como 712 litros com cinco lugares. Isso é mais que a Chevrolet Spin e, se o mercado deixasse, seria sua rival com o emblema da Renault.

Outra destaque da Dacia Jogger, cujo estilo é baseado no Sandero Stepway, é a suspensão com 200 mm de altura, o que garante a transposição de obstáculos, alguns bem conhecidos aqui, como lombadas escandalosas, por exemplo.

Longe do Brasil, Dacia Jogger surge na Europa com sete lugares

Com ajustes modulares, os assentos garantem até 1.819 litros com os encostos rebaixados, deixando apenas motorista e passageiro dianteiro. Mesmo com o baixo custo, a Jogger traz multimídia com tela de 8 polegadas, Android Auto e Carplay, câmera de ré, ar-condicionado automático, entre outros.

Tem controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, alerta de colisão, frenagem automática de emergência, sensores de estacionamento, airbags laterais e de cortina, entre outros.

Longe do Brasil, Dacia Jogger surge na Europa com sete lugares

O Dacia Jogger vem com motor 1.0 TCe de 110 cavalos e 20,4 kgfm a 2.900 rpm, além de versão GLP com 100 cavalos e tanque pressurizado com 40 litros do gás, assim como tanque de 50 litros com gasolina, tendo assim 1.000 km de autonomia.

A marca adianta que em 2023, a Dacia Jogger Hybrid chegará com motor 1.6 SCe e dois motores elétricos, além de transmissão automática, reduzindo o consumo em até 40%. Isso dá uma ideia de como serão os híbridos flex da Renault. Teria futuro aqui?

Dacia Jogger 2022 – Galeria de fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.