Elétricos EUA Lançamentos Montadoras/Fábricas Pickups Preços

Lordstown Endurance toma o lugar do Chevrolet Cruze em fábrica ex-GM

Lordstown Endurance toma o lugar do Chevrolet Cruze em fábrica ex-GM

A Lordstown Motors finalmente mostrou sua proposta de picape elétrica para o mercado americano, a Endurance. Para dar mais ênfase em seu produto, a marca convidou o vice-presidente dos EUA Mike Pence para entrar com o veículo no palco.


Com transmissão ao vivo, mas ainda com plateia em meio ao coronavírus, que já ceifou a vida de quase 125 mil americanos, a Lorstown Endurance entra no jogo das picapes elétricas.

Ela está usando a planta de produção que, até o ano passado, produzia o nosso conhecido Chevrolet Cruze. Levando o nome da cidade de Ohio, que já foi pivô de uma disputa entre o governo Trump e a GM, por causa do México, a empresa liderada por Steve Burns, quer seu espaço no mercado americano.

Lordstown Endurance toma o lugar do Chevrolet Cruze em fábrica ex-GM

Para isso, a Endurance aposta num estilo mais tradicional, longe da ousadia da Tesla Cybertruck e com uma proposta mais simples, tendo sob a carroceria, quatro motores elétricos (um em cada roda) que fornecem bons 600 cavalos e um torque descomunal de 275,5 kgfm!

Isso é mais que o oferecido pelos caminhões extrapesados Volvo FH540, Scania R540, Mercedes Actros 2653, Iveco Hi-Way 560 e DAF XF 520, por exemplo.

Com essa força toda, a Lordstown Endurance pode rebocar “oficialmente” 3.402 kg com limite eletrônico de 129 km/h. Se uma picape média comum já consegue salvar todos os cavalos-mecânicos carregados no atoleiro, imagina essa elétrica…

Lordstown Endurance toma o lugar do Chevrolet Cruze em fábrica ex-GM

Sem revelar a capacidade das baterias de lítio, a Lordstown apenas revelou que a autonomia é de 402 km, pouco para as pretensões de uma picape no mercado americano, mas em carregador rápido, pode ter 80% da carga em 1,5 hora.

Pensada para o trabalho, a Endurance tem uma caçamba com fonte de energia de 120V, feita para alimentar equipamentos diversos em locais remotos.

Tendo cabine dupla com cinco lugares, a picape elétrica de Ohio ainda não teve o interior mostrado ao vivo, mas já se sabe que terá um enorme painel digital horizontal, conforme sketch.

Lordstown Endurance toma o lugar do Chevrolet Cruze em fábrica ex-GM

Custando a partir de US$ 52.500 sem incentivos fiscais, a Endurance começará a sair de antiga fábrica da GM no final do ano, com entregas a partir de 2021. Não existem planos concretos de exportação no momento.

Segundo a empresa, a picape tem pelo menos 20 mil pedidos feitos, mas suas vendas anuais ainda são uma incógnita, pois o cliente desse tipo de veículo é muito tradicionalista nos EUA.

Além da resistência de uma parte (desconhecida) dos compradores de picapes, a Lordstown Endurance ainda terá que lidar com rivais de peso, como a já citada Tesla Cybertruck, GMC Hummer, Nikola Badger e Rivian R1T, sem contar as propostas eletrificadas de Ford e GM.

Lordstown Endurance 2021 – Galeria de fotos

 

 

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Baetatrip

    275kg de torque?!
    Deve ser show p/ andar!!!!
    Fazer passeios e lama… Deve ser show!

    • ricmoriah

      deve ser mesmo, a comparação acima com os caminhões dá uma ideia boa, os mais próximos têm 265 kgfm…

      • DaniloRHF

        Caminhões extra pesados ainda, os mais fortes do mercado brasileiro atualmente

  • Joao Victor

    E pensar que pra eles custa o equivalente a uma Toro, ou até mesmo uma Strada.

  • Cromo

    Feia.

  • Marco Correa

    Motor nas rodas? Imagina a vedação que deve ter já que é onde mais se recebe sujeira…

    • Edson Fernandes

      Na verdade a maioria dos eletricos é sempre com motor acoplado em eixos. A depender da quantidade é por roda. Isso já tem sido um costume das fabricnates inclusive tradicionais e de prestigio.

      Se isso te assusta, talvez te assuste o fato inclusive desses motores não necessitarem de uma transmissão para sua locomoção sendo feita diretamente pelo motor as rodas e um eixo de transmissão de força apenas.

  • TMarques

    pegaram uma Silverado 2018, chamaram o sobrinho do dono pra mexer no design e saiu isso

  • Eric PB

    sinceramente esperava melhor autonomia visto os concorrentes que ela enfrentará. Pelo visto não se destaca em nada.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email