*Destaque Jaguar Preços Sedãs

Mais potente, Jaguar XE 2018 perde versões e chega com preços a partir de R$ 225.500

jaguar-xe-2018-1 Mais potente, Jaguar XE 2018 perde versões e chega com preços a partir de R$ 225.500

O Jaguar XE 2018 chega com algumas novidades ao mercado nacional. A primeira é a ausência das versões Pure e Pure Tech, que eram as opções de acesso do sedã de luxo britânico. Quando chegaram ao Brasil em agosto de 2015, elas custavam respectivamente R$ 169.900 e R$ 177.000, respectivamente.



Agora, o Jaguar XE 2018 só está disponível nas versões R-Design, que passa a custar R$ 225.500, e na S, que tem motor V6 3.0 Supercharged. Esta opção topo de linha sai por R$ 335.900. Com essa mudança, a Jaguar deixa de oferecer um sedã de luxo abaixo de R$ 200.000.

jaguar-xe-18-1 Mais potente, Jaguar XE 2018 perde versões e chega com preços a partir de R$ 225.500

Por ora, não se sabe se haverá algum dia um sedã menor, mas o que sabemos é que chegará em breve o crossover E-Pace, que será a porta de entrada da marca inglesa e talvez tenha preços abaixo desse nível. Mas de volta ao Jaguar XE 2018, a principal novidade mesmo é a chegada do motor Ingenium 2.0 para o sedã inglês. Ele substitui o antigo “FoMoCo” 2.0 GTDI, mais conhecido como EcoBoost e que no Brasil equipa o Ford Fusion.

jaguar-xe-2018-2 Mais potente, Jaguar XE 2018 perde versões e chega com preços a partir de R$ 225.500

A mudança mais cavalos para o modelo de luxo, que agora entrega 250 cv ante 240 cv do motor da Ford, bem como 37,1 kgfm entre 1.300 e 4.500 rpm contra 34,5 kgfm do propulsor anterior. O câmbio continua sendo o ZF 8HP de oito velocidades e a tração, devidamente traseira. Com isso, o Jaguar XE 2018 em sua versão R-Design vai de 0 a 100 km/h em 6,3 segundos e tem velocidade máxima de 250 km/h.

Fruto de um investimento de £ 1,5 bilhão e feito totalmente em alumínio, o propulsor Ingenium é um desenvolvimento próprio da Jaguar Land Rover e promete mais eficiência e performance que o antigo motor da Ford, que foi a controladora da britânica durante muito tempo. No caso do Jaguar XE 2018 na versão S, o motor AJD-V6 3.0 continua o mesmo, mas não a versão, que é aquela que entrega 380 cv contra a anterior, que disponibilizava 340 cv. O torque, no entanto, se mantém: 45,7 kgfm.

jaguar-xe-18-2 Mais potente, Jaguar XE 2018 perde versões e chega com preços a partir de R$ 225.500

Mas, a alteração na cavalaria do conhecido V6 da Jaguar fez com que o tempo de aceleração de 0 a 100 km/h caísse de 5,1 segundos para exatos 5,0 segundos. A máxima continua limitada em 250 km/h. Na mecânica, sem outras alterações. Já no conteúdo, a multimídia InControl Touch Pro é opcional. Ela vem com tela de 10,2 polegadas, sistema de navegação por GPS e HD interno de 10 GB para músicas, vídeos e dados. De janeiro a outubro desse ano, o Jaguar XE vendeu 299 exemplares, sendo 10 no mês de outubro.

  • Mario

    Como é bom viver num país com inflação baixa. Os preços ficam estáveis, nada sobe…sqn…
    O pior, é que os carros importados, são ‘precificados’ em relação aos nacionalizados. Como colocar a venda um Jaguar por $170k, se temos Compass a $160k??? Sem falar nas picape, e todos os outros segmentos.

    • Bruce Wayne

      Começou com os nacionais equiparando os preços com os importados assim que criaram as cotas e isentaram o IPI.
      Os preços só aumentaram e as “nacionais” embolsaram o “desconto”, agora naturalmente existe essa continua alternância entre nacionais e importados. Onde quem sempre “ganha” somos nós.

      • Fanjos

        “sempre “ganha” um tarugo somos nós.”

        Para o caso de alguém não entender a ironia.

    • Leonel

      É o caso de série 3 e Classe C, na faixa dos R$200 mil. Se temos Corolla por R$120 mil e outros exemplares com estes preços absurdos, fica difícil mesmo exigir que os de luxo fiquem com preço “mais acessível”. Mas sei lá, eu olharia a série 4 ou um A5 nessa faixa de preço do XE…

    • Eduardo

      verdade, mas mesmo assim não vende. quase não se ve jaguar nas ruas. como exemplo temos o BMW 320i Sport a partir de R$ 168.950,00 à vista. E é o a versão de entrada. Status por Status sou mais Jaguar. Até pq carrão ambos serão.

  • Gran RS 78

    Os consumidores mais uma vez são penalizados com essa mania das marcas, especialmente as importadas, de só trazerem as versões mais completas e caras. Desse jeito se vender umas 10 unidades desse modelo será muito.

    • Ⓜ️arcelo

      no site da jaguar tem opção do ingenium P200 e não vai demorar muito para chegar a Pure. Sempre quando chegam as novidades, começam pelas versões mais caras que muitas vezes são vendidas pela exclusividade e não pelo custo x beneficio, e depois chegam as mais acessíveis. Além disso deve ter Pure com motor antigo em estoque, haja vista que este carro é ruim de mercado.

  • vicegag

    Fora os 10 cavalim, o que tem a mais nesta versão R, para um aumento de 50 mil pica paus.

    • rafael morozini

      Amigo , um xe R Sport nunca foi menos Que 200 mil ! A conta não está batendo nesses 50 aí kkk

  • Vitor Santos

    Esse design nao empolga muito.. Mas o F-TYPE é top!

  • Bruno Silva

    Não curti o interior desse carro ao vivo, achei inferior a Classe C e novo A4. Além do mais, a Jaguar tá achando que é superior ao trio alemão para querer trazer carros caro assim! Pena.

    • Hoffmann

      Caro como as versões equivalentes do Classe C, Audi A5 e BMW Série 3.

    • rafael morozini

      Rapaz não compare o xe R Sport com 320i e c180 ! Os concorrentes dele são : 328i , c300 e a4 ambition ! E lê-lo que eu saiba , e mais barato que todos …

    • Rudá

      Já dizia meu vô, existem 2 tipos de carros: os alemães e o resto! Os ingleses tentam, mas nunca vão casar/calibrar o ZF tão bem quanto a BMW já faz nos carros de entrada, vide série 3. A Jaguar emplaca menos F-Type que o 911, sendo que ele (Jaguar) é mais barato e “potente”. Por que será?

      • IRA

        Já os italianos dizem que existem os carros e existe a Ferrari… Cada um puxa a brasa para o seu assado.

    • Rudá

      E sobre o interior dos carros, realmente estão bem ruins. Antes a Jaguar Land Rover era boa pelo menos na perfumaria do carro, agora nem isso. Aluguei uma F-Pace na Inglaterra e o carro é extremamente sem sal, mecânica e esteticamente falando.

      • Bruno Silva

        Mesma impressão. Por fotos achava o F-Pace o máximo, ao vivo tive aquela impressão: “só isso?”. Nunca deixaria um Macan ou Cayenne, até mesmo um XC90 para comprar um F-Pace.

  • Hoffmann

    Provavelmente a Jaguar percebeu que as versões que mais vendem são a R-Sport (R-Design é na Volvo) e a S V6. Nunca vi um XE na rua que fosse das versões básicas, sempre eram das mais caras.

  • TT 230

    Em tempos de dominação dos SUVs, essa faixa de preço já encosta muito nos recém lançados Volvo XC60 e Audi Q5.

    O XF chegou a liderar a categoria durante um tempo e os principais atrativos eram design, exclusividade e preço. O XE perde versão de entrada, não é tão atraente quanto era o XF e o preço não ajuda.

  • Eu sou apaixonado por esse XE. Se eu pudesse, seria meu próximo carro.

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    JLR precisa reformular o desenho dos jaguares ( já estão ” cansados ” )

    Além disso acho os do passado possuem um design muito mais bonito

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend