EUA FCA Jeep Mercado Pickups

Marchionne confirma picape do Jeep Wrangler e indica novo modelo médio para o México

jeep-gladiator Marchionne confirma picape do Jeep Wrangler e indica novo modelo médio para o México

Falando sobre uma eventual picape da Jeep, Sérgio Marchionne – CEO da Fiat Chrysler – confirmou em Detroit que a marca americana terá uma picape em 2019. O modelo será baseado no Jeep Wrangler 2019 e já está sendo testada com cabine dupla por lá (foto acima é do conceito Gladiator). Segundo o chefão do grupo, o modelo não será um concorrente para Ford Ranger 2019 ou Chevrolet Silverado 2019.



Marchionne indicou que a picape – que pode ser chamada de Scrambler – é um produto de estilo de vida, que terá um volume de vendas inferior a 100.000 unidades por ano, segundo o executivo. Assim como outros produtos da Jeep, ela certamente atenderá as necessidades de aventureiros e clientes que não vão utilizar o veículo para trabalho, focando mais no lazer.

Ele adiantou que a nova picape chegará no próximo ano, mas não deu detalhes sobre a composição da oferta no mercado americano. Provavelmente, além do motor V6 3.6 Pentastar, a suposta Jeep Scrambler deverá portar também o novo motor 2.0 Turbo de 270 cv e eventualmente o VM Motori V6 3.0 diesel de 240 cv. De qualquer forma, já podemos imaginar esse veículo rodando por estradas brasileiras.

jeep-gladiator Marchionne confirma picape do Jeep Wrangler e indica novo modelo médio para o México



Nesse último aspecto, a picape da Jeep não deve surgir com um preço convidativo, pois se trata de um produto de nicho. Assim, para brigar no segmento médio, onde estão Ford Ranger, Chevrolet Silverado, GMC Canyon, Toyota Tacoma, Nissan Frontier e Honda Ridgeline, Marchionne diz abertamente que é necessário ter uma picape dessa categoria, com capacidade de até uma tonelada e ainda com a marca RAM, confessou. E mais, o executivo ítalo-canadense indicou o México como local de produção desse produto.

Dizendo ser um consumidor de picapes, Marchionne diz que é necessário ter esse produto no portfólio internacional da FCA e vendida em todos os lugares com a marca RAM, mas disse que dificilmente o produto será vendido nos EUA, segundo o site Automotive News. Nesse último caso, a atitude é estranha, visto que o segmento de picapes médias no mercado americano voltou a crescer, tanto que retornaram dois modelos que haviam deixado o país há alguns anos.

jeep-gladiator Marchionne confirma picape do Jeep Wrangler e indica novo modelo médio para o México

A Chrysler já teve sua picape média, a Dodge Dakota, que inclusive foi fabricada no Brasil. Assim como Ford e GM, ela também deixou o mercado americano. No portfólio da RAM, não existe um produto que atenda esse mercado, assim como não há também na Fiat, já que a Toro é um modelo menor e mais leve, embora tenha a mesma capacidade com motor diesel.

 

O que pode surgir? Rumores falam de uma possível associação com a Volkswagen no sentido de produzir um equivalente da Amarok para o mercado americano. A marca alemã quer uma picape nos EUA e estaria disposta a dividir o investimento com outro fabricante. Uma alternativa seria estender o acordo com a Mitsubishi e vender a Fiat Fullback (L200) como RAM, mas parece improvável agora com a tríplice aliança da Renault-Nissan-Mitsubishi.

jeep-gladiator Marchionne confirma picape do Jeep Wrangler e indica novo modelo médio para o México

Uma outra possibilidade seria ampliar as capacidades do produto que já tem, no caso a Fiat Toro, adicionando uma versão com chassi e caçamba estendidos para alcançar o tamanho da Honda Ridgeline, talvez criando até um produto de design diferenciado sob essa plataforma. Por fim, uma picape média tradicional de chassi de longarinas desenvolvida em casa mesmo. A única questão é o custo disso, mas eventualmente um produto novo “by FCA” teria de ser obrigatoriamente vendido nos EUA para dar mais volume. O que você acha disso?

[Fonte: Automotive News]

COMPARTILHAR:
  • Djalma

    Espero que a VW não se envolva com essa turma enquanto estiver esse mafioso à frente do grupo FCA.

    • Costarlc

      Esse pra ser ordinário, entrou na fila várias vezes…

    • Marcos Ferreira

      Não defendendo esse Marchioni…A VW foi honestíssima no caso do dieselgate….

      • Djalma

        Bem, a VW errou e pagou de multa um valor que daria para comprar uns 3 ou 4 grupos FCA. O resto é mimimi de fanboy

      • Basil Sandhurst

        HAHAHAHAHA, rindo aqui com o seu comentário…parabéns…
        Estou procurando alguma fábrica de automóveis que ame o seu consumidor, e não o lucro.
        Abs

    • Lauro Agrizzi

      Por mais mafioso que seja , não seria páreo para os Nazi VW.

  • Jesse James

    Se nao fosse a Jeep segurando o rojao, a Fiat ja tava na mao dos chineses

    • Mario

      Acho que a ordem está equivocada. Se não fosse a Fita, a Jeep já estaria apenas na história, nem com os chineses ela estaria. Como tem ‘nonsense’ aqui.

      • Luis LC

        Exato!!!!

      • Djalma

        Se não fosse ela, seria outra. Não esqueça que a Fiat ficou com a empresa “de graça’. E também na época a Fiat estava buscando uma tábua de salvação, já que ninguém queria se associar com ela e ela também não tinha dinheiro para comprar.

        • VaeVictis

          Ele não tinha dinheiro para comprar, mas comprou Ferrari, New Holland, Steyr, CNH, Maserati, Chrysler. Gostaria também de ser tão pobre quanto a Fiat.

          • Djalma

            Não tinha não, não tem! Tanto que foi atrás da GM, da FORD e apesar de negar, até da VW. Por fim foi atrás dos chineses mas como os caras são mais espertos que o Porpetone, ele pulou fora.
            Ferrari e Maserati são compras mais antigas, tanto que em 1969 a Fiat já tinha 50% das ações da Ferrari e em 1988 comprou os outros 50%, vendendo depois 10% para o filho de Enzo Ferrari. Como a Ferrari já era dona da Masserati desde 1999, essa automaticamente passou para o controle da Fiat.
            New Holand, Case, Steyer são parte do Grupo CNH, formado em 2013 pela Fiat Industrial + CNH Global e apesar de ter participação da família Agnelli, que é o maior acionista, com 26,97% das ações, não tem ligação nenhuma com a FCA.
            Sobre a Chrysler a Fiat não comprou, ela ganhou do Obama.

            • VaeVictis

              Então, todos os jornalistas escrevem notícias falsas:

              Fiat to Increase Chrysler Stake to 46% for $1.3 Billion
              http://query.nytimes.com/gst/fullpage.html?res=9C04EED91231F931A15757C0A9679D8B63

              Fiat Agrees To Buy Rest Of Chrysler From UAW Trust For $4.35 Billion
              https://www.forbes.com/sites/joannmuller/2014/01/01/fiat-agrees-to-buy-rest-of-chrysler-from-uaw-trust-for-4-35-billion/#4cd040ee7b7c

              • Djalma

                Isso, mas conta a história toda. Conta que são recursos de caixa gerados pela própria Empresa que eles receberam do governo americano.

                • VaeVictis

                  Daimler deu Chrysler a Cerberus por 5.520 bilhões de dólares.
                  Cerberus deu Chrysler Financial a Toronto-Dominion Bank por 6.3 bilhões de dólares.
                  Você já viu um governo dar dinheiro? Os governos dão dívidas. Mas, neste caso, os políticos não têm culpa. Tudo o que poderia ser roubado já havia sido roubado.

                • Lauro Agrizzi

                  melhor calar do que ficar falando asneiras.

            • leandro

              Erro sobre a cnh pois é tão fiat que usa seus motores iveco hoje chamada de FPT fiat power train.

              • Djalma

                IVECO támbém pertence ao grupo CNH. Se quiser saber melhor consulta na Internet. A Wikipedia fala claramente sobre isso. Mas como falei família Agnelli é o maior acionista, mas tem sòmente 26,9% das ações,o resto deve estar pulverizado entre milhares de acionistas.

                • leandro

                  Blz é que trabalho na linha agrícola e os tratores new holand utilizam muitos componentes da marca Fiat é so tu entrar no site da NH e entrar nos catalogos de peças que tem ate trator marca Fiat lá. Abraço.

            • Lauro Agrizzi

              kkkkkkk. Muita falta de informação. Vai abrir a cabeça.

        • Lauro Agrizzi

          Se informa melhor FCA pagou 10 BI pela Chrysler. E as outras não pagaram por não ter a visão do mafioso. Agora não adianta chorar só depreciar.,

          • Djalma

            Pagou nada, larga de ser trouxa!

            • Lauro Agrizzi

              Putz .está sobrando ignorância.

              • Djalma

                Tá mesmo e é sua, que é sempre muito mal informado.

  • Ho Ho Rá O de Natal Eterno

    Se a picape for igual ao Jeep Gladiator Concept 2006 ( primeira foto ) ficará linda

  • Natán Barreto

    Na matéria falaram duas vezes sobre a Chevrolet Silverado. A concorrente não seria a Chevrolet Colorado da qual deriva a Canyon e a S10?

    • Costarlc

      Acho que sim, a Silverado é concorrente da Ram e F150. Na minha opinião seriam a Ranger e a Colorado, mas mesmo assim, não acredito que o modelo da Jeep seria concorrente, por se tratar de um produto de nicho…

  • Mario

    Perfeito! A FCA está indo no caminho certo. Aviso aos ‘antis’, a picape Wrangler será uma picape de nicho, ok? Não venham com aquele blá-blá-blá de que vendeu pouco. A associação com a mequetrefi vw acho bem difícil, pois a RAM tem capacidade para tal.
    Já vi anti ai, pirando com essa possibilidade. seria uma boa um produto fabricado no México e vendido aqui, por mórdicos 160k. parabéns à FCA.

  • pedro

    O problema dessa picape da Jeep é que ela pode até roubar clientes do próprio Wrangle, pois lá nos EUA ele é muito vendido e massivamente utilizado para personalizações, algumas de mau gosto.
    É bom citar que o Wrangler hoje não tem concorrente direto no mundo, o mais próximo que existia era o Defender, mas sem a mesma potência e nível de conforto.

    • alberto

      A Ford tem um otimo produto na mão pra concorrer com a jeep,mas nao usa.
      A troller se fosse introduzida no mercado americano com certeza faria
      um grade sucesso, não venderia o mesmo que o jeep claro,mas iria muito
      bem.

  • heliofig

    “Uma outra possibilidade seria ampliar as capacidades do produto que já tem, no caso a Fiat Toro, adicionando uma versão com chassi e caçamba estendidos para alcançar o tamanho da Honda Ridgeline, talvez criando até um produto de design diferenciado sob essa plataforma. ”

    Uma dessas seria interessante até para o Brasil… “RAM 900” rsrsrs

  • Handlay P.B.

    O Scrambler terá um design anacrônico e não poderá ser usado em trabalhos pesados talvez porque pode ser muito caro e não ter capacidade. Carro para afã hodiernamente é a RAM 1500.

    Já que o segmento de picapes médias é composto por modelos requentados como a nova Ranger e Colorado (que é só uma S10 com algumas modificações), talvez a FCA faça uma coalizão com outra fabricante (que não sei como se dará) e lançar sua picape com preço de desenvolvimento amortizado.

    • Walter

      Estou curtindo essa sua fase “Pasquale mode ON”.
      Nem parece aquele sujeito que propalava aos quatro ventos que a Saveiro tinha uma traseira futurista.

      • zekinha71

        Mas semana passada em 5 matérias consecutivas rolou faróis futuristas, frente futurista, design futurista e outros futuristas.

  • Jordan rodrigues

    A Fiat conseguiu reerguer a Chrysler, por 2 jeeps entre os 10 mais vendidos do Brasil, o muscle Car mais insano já feito (Challenger Hellcat e de demon), a Dodge ram bater seu recorde de vendas… Porém no a Fiat mesmo tá de mal a pior no mundo todo, ultimamente só a toro que tá indo bem

    • Basil Sandhurst

      Cara, vc tá certo.
      A FIAT comprou a Chrysler (levando as outras marcas obviamente) quando tinha dinheiro em caixa. Agora a FIAT passa por dificuldade de emplacar seus carros na europa, e nos US é visto como um carro de nicho (500/500L/500x). Eis que agora acontece justamente o contrário, a Chrysler/Jeep está vendendo bem e Fiat não.
      Ferrari e Maserati sempre foram supercarros e venderam bem.
      Alpha Romeo só agora retornou com modelos interessantes.
      Lancia, meu deus, tem um modelo sobre a plataforma do Fiat 500, o Ypsilon que é estranho e não vende…rs
      Abs

  • alberto

    A Ford tem um otimo produto na mão pra concorrer com a jeep wangler,mas nao usa.
    A troller se fosse introduzida no mercado americano com certeza faria
    um grade sucesso, não venderia o mesmo que o jeep claro,mas iria muito
    bem.

    • Jordan rodrigues

      Mas aí tem que investir muito em melhorias por que a troller nem airbag e ABS tem, pro mercado americano seria inadmissível

      • alberto

        Sim como aqui no BR tem um portaria que exime carro fora de estrada a não ser obrigatorio abs e airbag,mas de resto não deve em nada, a mecanica proxima da nova ranger,seria facil cumprir esses quesitos. Na verdade falta e vontade e de pessoas com visão no nicho que e grande e tem poucos concorrentes.

  • Popdogue

    Vai fazer concorrencia mesmo apenas com o Brute da AEV que já é um Wrangler modificado.

  • Ricardo Blume

    Fiquei imaginando um Renegade versão pick up, com cabine estendida e tudo.

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    Ta ai FCA sua Picape internacional !!

  • NaoFaloComBandeirantes

    Ahhhhh Dakota!
    Já foi sonho de muita gente no Brasil.
    Aquela geração que teve no Brasil (não essa das fotos) era (e continua sendo) linda.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email