Crossovers Elétricos Europa Híbridos Mazda

Mazda MX-30 volta atrás e ganha versão híbrida leve com motor 2.0

Mazda MX-30 volta atrás e ganha versão híbrida leve com motor 2.0

Geralmente os modelos desenvolvidos para serem elétricos seguem seu caminho, como o Tesla Model 3, Volkswagen ID3 ou Buick Velite 7, por exemplo. Contudo, nem todos parecem querer seguir em frente, como o japonês Mazda MX-30.


Ele surgiu para ser um carro elétrico dentro do portfólio tradicional da marca, que sempre aposta na manutenção do motor a combustão, ainda mais após o Skyactiv-X, que possui ciclo de funcionamento HCCI (Homogeneous Charge Compression Ignition), que só utiliza vela de ignição (no caso da Mazda) para giros muito baixos e partida.

Mazda MX-30 volta atrás e ganha versão híbrida leve com motor 2.0

Contudo, nem esse entra na história. O 100% elétrico MX-30, crossover derivado do CX-30, agora terá uma versão híbrida com o motor SkyActiv-G 2.0 comum. Esse propulsor de alta taxa de compressão será oferecido com a tecnologia MHEV, ou seja, terá um pequeno motor elétrico funcionando como alterador/motor de partida/propulsor auxiliar.

Nessa alternativa, o MX-30 lembra a proposta da PSA para seus modelos tradicionais com versões elétricas, que geralmente aparecem nesta opção antes daquelas movidas por gasolina ou diesel. Porém, a Mazda não havia dito nada…

Por ora, não se sabe onde essa variante será oferecida, mas o MX-30 nascera para reduzir a média de CO2 da Mazda na Europa, assim como a Honda fez com seu compacto “e”. Chamado e-SkyActiv, esse motor elétrico do crossover tem 141 cavalos e 26,8 kgfm, utilizando baterias de lítio de 35,5 kWh e tendo autonomia de apenas 200 km no ciclo WLTP.

Mazda MX-30 volta atrás e ganha versão híbrida leve com motor 2.0

Apenas considerando o alcance, dá para notar que o MX-30 não é a proposta que a Mazda quer parta seus clientes, porém, é obrigada a dispor dela. Algo mais ou menos parecido acontece com a Honda em seu atual carro movido por células de combustível, o Clarity 2020.

Feito originalmente para rodar apenas abastecido por hidrogênio, o sedã japonês acabou ganhando uma versão 100% elétrica que não parecia estar nos planos originais da Honda.

[Fonte: FCE]

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

      Quem somos

      O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

      Notícias por email