McLaren Mercado

McLaren estaria considerando um crossover esportivo

mclaren-540c-7

A McLaren estaria considerando o lançamento de um crossover esportivo, visando exatamente o segmento do Porsche Cayenne. A montadora de Woking havia declarado que era rentável somente com a produção de superesportivos.

No entanto, recentemente a McLaren revelou que um crossover seria uma possibilidade, mas que isso envolveria muitos milhões de libras em investimento, já que o modelo não poderia ser feito sobre a base dos atuais carros da marca, exigindo assim uma plataforma totalmente nova. Ou seja, por enquanto, a empresa focará nos esportivos, mas não deixando de pensar em outras opções.

[Fonte: Auto.cz]





  • PEDAORM

    Pronto… Só falta agora o utilitário da Pagani e da Koenigsegg.

    • Regina Campos

      Por mim podem lançar até minivan…. não tenho grana mesmo… kkk

      • CÁSSIO

        rsrsrsr ….. :)

  • Franco da Silva

    “Estaria considerando SQN” corrige o título aí.

  • Eduardo

    A questão é que, como dito no texto, ficaria muito caro para a McLaren desenvolver um SUV inteiramente novo, porém, muito tem se falado de uma parceria com a BMW baseada na 570S ou 650S para um novo supercarro bávaro, e se a parceria se estendesse um pouco mais e pegassem a base da X5/X6 para desenvolverem um crossover esportivo? Faria bastante sentido.

  • FocusMan

    Como eu venho dizendo, o mundo está ficando chato e sem sentido…

    Em breve todos os carros serão SUVs. Com isso em pouco tempo não precisaremos mais de asfalto tão bom…

    • kravmaga

      O pior é que a grande maioria nem capacidade off-road de verdade têm, apenas o formato da carroceria. Ou seja, os SUVs-fake / crossovers ainda precisam de asfalto regular para bom, são mais caros, gastam mais gasolina por causa do peso e têm menor desempenho com o mesmo motor por causa do peso e da pior aerodinâmica.

  • Emerson

    O único esporte que você faz com um esportivo é na hora de entrar e sair. De resto, inútil, típico de uma sociedade que só valoriza a imagem e o “status”. Se é rídiculo quem anda por aí de Tempra com rodão e adesivos, também é quem anda de Ferraris, McLarens e Porsches, o raciocínio é o mesmo.

    • Paulo de Tarso

      concordo.
      Os donos de Ferrari em geral (e outros carros dessa estatura) não sabem nem um terço do que os fãs de Ferrari (mas que não têm dinheiro para comprar) sabem sobre o carro.
      A diferença é que eles focam na realidade de ter dinheiro, enquanto os fãs focam na fantasia de sonhar com algo que, provavelmente, nunca terão.

      Eles buscam esse tipo de carro (esportivo) porque são carros que chamam a atenção para o poderio econômico, não pela capacidade de atingir velocidade etc.
      São como sapatos femininos de luxo. Feitos para ter maior conforto, maior durabilidade etc, mas são utilizadas apenas uma vez. E o que a consumidora desse tipo de produto busca nem é tanto o conforto e a durabilidade…

      Um sapato projetado (ou engenhado) com o maior cuidado, cujos adornos são desenhados pelas mãos de um estilista mundialmente famoso, será utilizado em uma única noite de gala e, posteriormente, aposentado ternamente no fundo de um closet.

      É exatamente o que acontece com Ferrari, Porsche, Lamborghini etc, são carros de imagem… Só que isso é no mundo inteiro, não apenas aqui.



Send this to friend