Matérias NA Mercado Preços Sedãs SUVs

Melhor compra PCD

Melhor compra PCD

As vendas de carros para clientes PCD está aumentando no mercado brasileiro e esse perfil de consumidor é o que mais cresce por aqui.


O motivo de mais carros PCD estarem sendo vendidos é o maior conhecimento sobre os direitos a que tem direito os portadores de deficiência, seja física ou mental. Todo consumidor que possui limitação motora ou doença que o impossibilite de dirigir normalmente ou mesmo o impeça de faze-lo, têm direito a isenções fiscais que reduzem o preço do automóvel, facilitando assim sua aquisição e talvez sua adaptação, se necessário.

Outro fator motivador é que algumas marcas decidiram atrair esse consumidor para seus produtos com versões específicas, geralmente capadas de alguns equipamentos, mas que se limitam a R$ 70 mil. Há modelo que nem oferece pintura metálica ou nem cobra pela mesma, a fim de manter o valor até esse patamar. Pela Lei 8.989 de 24 de fevereiro de 1995, essa faixa garante isenção de IPI, IOF, ICMS e IPVA, além do rodízio municipal em São Paulo. A lei tem vigência até 31 de dezembro de 2021.

Acima de R$ 70 mil, o desconto é apenas de IPI e varia de 7% a 25%, lembrando que existem modelos com motor 1.0 bem acima desse limite. Mas, entre tantos modelos que se enquadram nessa categoria (todos obrigatoriamente com transmissão automática, automatizada, CVT ou de dupla embreagem), qual é a melhor compra PCD?


Como já comentado por Rodrigo Rosso, presidente da Abridef (Associação Brasileira da Indústria, Comércio e Serviços de Tecnologia Assistiva), não existem dados confiáveis e nem oficiais sobre a venda de carros para clientes PCD no Brasil. Eles são incluídos na chamada venda direta, feita pela montadora de forma direta ao consumidor ou por meio de um revendedor. Aí entram taxistas, frotistas, governo, etc. Ou seja, difícil saber.

Melhor compra PCD

Porém, como já visto na matéria sobre carros PCD, existem aqueles mais procurados por esse tipo de cliente e não necessariamente se limitam ao valor de R$ 70 mil, que dá isenção plena. Então, com base nestes modelos escolhidos pelos compradores com tais limitações, decidimos analisar o que cada um deles oferece para saber qual é o melhor para esse perfil. Os modelos Audi A3 Sedan, BMW 320i, Citroën C4 Lounge, Chevrolet Spin, Hyundai Creta, Hyundai HB20S, Jeep Renegade, Mitsubishi Pajero, Nissan Versa, Nissan Kicks, Peugeot 2008, Renault Captur, Renault Duster, Toyota Corolla e Volvo XC60.

Observando essa lista, podemos notar também que o cliente PCD busca mais conforto, espaço e um desempenho maior, mesmo no segmento premium. Alguns deles possuem versões específicas para clientes PCD e por isso gozam de isenção plena de impostos, garantindo assim um bom preço final. Mas no caso dos carros mais caros, o corte de até 25% significa um valor bem elevado que será cortado do preço. Alguns fabricantes já possuem preços e planos exclusivos para esse cliente.

Como a isenção plena é um benefício maior em relação ao valor do carro, consideramos um dos modelos até esse limite de R$ 70 mil como opção de melhor compra PCD e atendendo ao que o consumidor busca no mercado, também o fizemos em relação aos que custam acima disso e possuem isenção parcial.

Então, confira abaixo os melhores carros para compra PCD:

Até R$ 70 mil – Sedã

Citroën C4 Lounge – R$ 55.228

Melhor compra PCD

O sedã médio da marca francesa tem na versão Live uma opção muito boa para clientes PCD. Com preço sugerido de R$ 69.990, o modelo acaba saindo por R$ 55.228. Atualizado recentemente, o modelo feito em El Palomar, Argentina, chega com frente repaginada, ganhando novos faróis com LEDs diurnos, tendo ainda faróis de neblina, rodas de liga leve aro 16 polegadas, ar-condicionado dual zone, multimídia com Google Android Auto e Apple Car Play, cluster digital, volante multifuncional, limitador e controlador de cruzeiro, entre outros.

O C4 Lounge Live tem ainda controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, mas apenas airbag duplo. O modelo ainda dispõe de motor 1.6 THP Flex com 166 cavalos na gasolina e 173 cavalos no etanol, além de 24,5 kgfm. O câmbio automático de seis marchas tem modos Eco e Sport, garantindo uma boa performance para esse modelo médio. Com custo de manutenção adequado, o três volumes da Citroën ainda oferece toda a gama de cores do produto sem custo adicional. Com 4,62 m de comprimento e 2,71 m de entre-eixos, ele tem 450 litros no porta-malas.

Até R$ 70 mil – SUV

Jeep Renegade – R$ 54.655

Melhor compra PCD

O SUV compacto da marca americana tem um programa para PCD e tem preço sugerido de R$ 54.655 já com isenção plena. Oferecido em quatro cores, o Renegade nesse caso dispõe de airbag duplo, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, direção elétrica, freio de estacionamento eletrônico, Start&Stop, controle de cruzeiro com limitador, trio elétrico completo, ar-condicionado, alerta de pressão dos pneus, entre outros.

O Renegade para PCD tem motor 1.8 E.torQ Evo com 135 cavalos na gasolina e 139 cavalos no etanol, bem como 18,8 kgfm no primeiro e 19,3 kgfm no segundo. O câmbio é automático de seis marchas. Tem ausências, como em todos os casos, mas apresenta um conjunto de boa qualidade e segurança a bordo. O espaço interno é bom, assim como a altura, que facilita o embarque de cadeirante, mas o porta-malas é pequeno. Ainda assim, uma opção muito boa para esse perfil de cliente.

Acima de R$ 70 mil – Sedã

Toyota Corolla – R$ 70.480

Melhor compra PCD

O sedã médio mais vendido do país deixou de oferecer uma versão PCD, que era a GLi com bancos em tecido, equipado com motor 1.8. Mesmo assim, os fiéis clientes da Toyota continuam buscando o modelo, que é bem requisitado. Como essa missão de ter uma opção dedicada ao perfil de cliente PCD transferida seguramente para o Yaris Sedan, que será lançado em junho, o Corolla “mais em conta” é o GLi com bancos em couro, que custa R$ 89.990.

Porém, a Toyota está com um programa de descontos até 30 de junho de 2018, cortando 12% do valor do carro já com isenção fiscal – que corresponde ao ICMS de mesmo percentual – e assim com o modelo GLi cai do preço sugerido acima para R$ 70.480,17. Se for a versão XEi, cai para R$ 82.776,41. Trata-se de um carro bem visto no mercado, com bom valor de revenda, baixo custo de manutenção, confortável, espaçoso e dotado de porta-malas generoso. O motor 1.8 tem até 144 cavalos no GLi, enquanto o XEi emprega o 2.0 Flex com até 153 cavalos. O câmbio CVT é suave e garante conforto, além de economia.

Acima de R$ 70 mil – SUV

Hyundai Creta – R$ 78.400

Melhor compra PCD

O SUV compacto da Hyundai poderia ter sido o destaque abaixo de R$ 70 mil, mas tem muitos itens ausentes, alguns até cortados de forma esdrúxula. Então, o negócio fica melhor quando o cliente PCD pode comprar uma versão realmente equipada, mas que infelizmente só confere o desconto de 11% de IPI – que é o vigente para carros entre 1.0 e 2.0 com motorização flex – fazendo com que o preço não caia tanto assim como na versão capada para esse perfil de cliente.

Com bom valor de revenda e custo de manutenção baixo, o Creta 1.6 automático mais em conta parte de R$ 88.090, mas com o abatimento fiscal, cai para R$ 78.400,10. O desconto chega a quase R$ 9,7 mil. No caso da versão topo de linha Prestige 2.0, o preço cai para R$ 91.296,20, um desconto de quase R$ 11,3 mil. O SUV tem bom espaço interno, porta-malas com espaço aceitável e um pacote de equipamentos que chega a ter banco do motorista com ventilação. O motor 1.6 alcança 130 cavalos e o 2.0 vai até 166 cavalos, sempre com um bom câmbio automático de seis marchas.

Melhor compra PCD
Nota média 5 de 2 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email