Mercado Preços

Mercado: Já há carro novo com preço sem a redução do IPI!

mercado-ja-ha-carro-novo-com-preco-sem-a-reducao-do-ipi

A partir de 01 de Outubro, as alíquotas do IPI terão aumento mensal até Janeiro. Mas mesmo distante do fim do mês, algumas lojas já trabalham com preços sem a redução do imposto.

Isso é por causa da previsão de entrega do veiculo feito pela montadora, que vai ultrapassar o período de vigência da redução integral do imposto.

A demora na entrega é devido a maior demanda neste mês, já criando filas de espera de até 90 dias em alguns casos! Ou seja, quando o cliente for faturar o seu carro novo, ele já estará com preço mais alto.

Para muita gente, não vale a pena esperar por estes modelos e pagar mais, por isso procuram as opções em pronta entrega. Somente os carros que podem ser faturados até 30 de Setembro, receberão o beneficio.

Até agora, o governo anunciou apenas o aumento do IPI para os veículos com motor 1.0, que deixará a isenção depois de nove meses e sobe para 1,5% em Outubro. A alíquota para automóveis com motor entre 1.0 e 2.0 ainda não foi revelada.

Fonte: Jornal da Tarde.





  • samuka

    OOoooOOo coisa boa…..

  • Marcus

    o ferro vai entrando devagar… pra ninguem sentir =D

    • RodrigoRJ

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….

  • Fernando

    Não é preciso dizer que era necessário manter essa isenção de IPI pros 1.0 e estendê-la para até motores 1.4, o que seria perfeito para as montadoras venderem seus verdadeiros 1.1, 1.2, 1.3 sem gambitech como é feito aqui (FOX 1.2 vendido na Europa é muito melhor em termos de consumo e desempenho que o 1.0 gambitech)

    • Marcus

      nao intendi o “gambitech”..?!?!

      • rmuller

        gambitech = gambiarra + tech (mas isso era meio óbvio)

        As montadoras ao invés de investirem em motores de cilindradas um pouco maiores e mais bem equilibrados como fazem na europa, ficam “anabolizando” os motores 1.0 com taxas de compressão altas e ajustes na injeção eletrônica para conseguirem mais CVs, embora com comportamento mais “áspero” e desempenho final inferior a um verdadeiro motor 1.2, que embora na Europa tenha os seus 65cv aqui poderia facilmente alcançar os 75cv que tiram de motores 1.0 atuais mas obter melhor torque e um motor no seu todo mais suave e gostoso de dirigir.

  • Luis.J.R.

    Esperar um carro em 90 dias é ruim hein!Faz favor.

  • DBS

    Parabéns!! E os compradores compram achando que estão fazendo um excelente negócio.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Fernando Roberto

    Na boa, o pessoal que ta fazendo fila pra comprar carro zero é idiota…. a unica maneira de sermos respeitados é boicotando as montadoras

    • Dodos

      Olha… agora ouvi uma palavra que poderia sim mudar o cenário dos nossos carros…
      Boicote…
      Se você não está contente com o que é oferecido, acha os preços caros demais faça isso, em vez de gastar uma fortuna em carros que não valem tanto assim…

      • Fernando Dupas

        Boicote é facil, só que quando sobrar uma grana as pessoas vão direto comprar um zero, poxa um celta pelado zero é muito melhor que um carro de verdade completo uns 4 anos mais velho.

        Só no Brasil o povo prefere carro novo reuim a um usado bom.

  • Churras

    15 anos sem comprar um carro zero, acho que posso ficar mais tempo =D

  • nickelklaus

    crise no quase pós-crise

  • Vai ser uma dança do Créu, começa na velocidade 1 e depois o consumidor nem percebe que já levou um Créeeeeeeeeeeu velocidade 5

  • rodrigues

    EBER!!!
    BOICOTE AS MONTADORAS JÁ!!!!!!!!

  • Corsa sedan gls 2000 1.6

    Infelizmente, a minoria ainda tem acesso a sites como este……..aqui somos bem informados, sabemos o verdadeiro valor de cada carro……..mas somos minoria…..a maioria acha que pagar 23 mil em um Uno e ficar 5 anos pagando ele……….sendo com esta grana compra-se carros semi-novos bem melhores……..mas zero é zero né……….como diz a maioria.

  • Ramazzotti

    Se é p/ esperar 90 dias e ainda pagar mais caro, melhor adiar a compra p/ depois do carnaval, quando acontece a desova dos 2009/2010, todo mundo já torrou seus $$$ nas férias — a demanda sempre cai.



Send this to friend