Mercado

Mercado: previsão da Fenabrave é de alta de 11,8% em 2018

mercado-2 Mercado: previsão da Fenabrave é de alta de 11,8% em 2018

Com 2.026.782 de veículos vendidos em 2017, incluindo caminhões e ônibus, o Brasil acumulou alta de 9,80%. Desse total, os automóveis foram responsáveis por 57,8% de market share, enquanto os comerciais leves ficaram com 9,7%. Caminhões tiveram participação de 1,6% e os ônibus ficaram com 0,5%. Só os carros de passeio ganharam 5% de participação em relação à 2016, mas os comerciais subiram apenas 0,3%.



Mas, diante do resultado amplamente positivo de 2017, a Fenabrave – Federação Nacional dos Distribuidores de Veículos – projeta um crescimento de 11,8% nas vendas em 2018 com o emplacamento de pelo menos 2,5 milhões de veículos. Assim como a Anfavea, que também estima alta de dois dígitos para este ano, a entidade que reúne as concessionárias espera um ano de recuperação por conta dos sinais positivos da economia.

mercado-2 Mercado: previsão da Fenabrave é de alta de 11,8% em 2018

Nos automóveis e comerciais leves, a Fenabrave espera alta de 11,9% em 2018 com o emplacamento de 2,43 milhões de unidades. A estimativa é que a venda direta represente 40% do total. No caso de caminhões e ônibus, espera-se alta de 8,6% com a venda de 72,9 mil veículos. Neste caso, a previsão se sustenta ainda por conta da renovação da frota de caminhões, que foi reforçada entre 2011 e 2012, quando havia estímulo para isso. Agora, com veículos muito rodados, as empresas de transporte precisam substitui-los.

Apesar de 2018 ser um ano eleitoral, que geralmente depõe contra a economia, indicadores econômicos dizem que mesmo assim, o mercado deverá retomar o ritmo a partir desse ano. De acordo com a consultoria MB Associados, que trabalha para a Fenabrave, existe uma demanda maior de consumidores e os bancos sinalizam com mais crédito no mercado. A aprovação dos contratos tende a subir. Atualmente, de cada 10 fichas, 3,7 são aprovadas.

mercado-2 Mercado: previsão da Fenabrave é de alta de 11,8% em 2018

Outra projeção é de alta do PIB em 3,1%, o que impulsiona especialmente as vendas de caminhões, estagnada nos últimos anos. Atualmente, o setor trabalha com vendas muito limitadas e a capacidade produtiva é a mais ociosa da indústria automotiva. No caso dos veículos leves, a volta da confiança no futuro (emprego) por parte do consumidor está melhorando e é um bom sinal para o aumento das vendas. A redução na inflação e melhora em outros setores também ajudam.

O fim do Inovar-Auto com limitação para importação de automóveis e sobretaxa de IPI segurou muitos lançamentos e investimentos de algumas empresas, que agora aproveitarão a liberdade perdida em 2011 para ampliar a oferta de produtos, o que deve atrair a atenção dos consumidores, especialmente com a chegada de modelos mais baratos, impedidos anteriormente por causa das cotas, que favoreciam apenas veículos de maior valor agregado. No produto nacional, a expectativa de produtos novos no mercado também não é diferente e deve fazer muitos consumidores trocarem de carro esse ano.

[Fonte: Automotive Business]

 

 

COMPARTILHAR:
  • Evandro

    “Desse total, os automóveis foram responsáveis por 57,8% de market share, enquanto os comerciais leves ficaram com 9,7%. Caminhões tiveram participação de 1,6% e os ônibus ficaram com 0,5%”, e os 30,4% restantes é de qual seguimento?

    • Ricardo Alexandre da Rocha Bri

      Acho que é do seguimento de Motos meu nobre amigo. Mais mesmo assim acho que não bate essa conta.

      • Evandro

        entendi, achei estranho tbm…

  • Luciano RC

    Espero mesmo que o mercado volte a crescer. A industria automotiva movimenta muitos empregos e bilhões de reais. Com o crescimento, o país estará sendo beneficiado com mais empregos e geração de renda… só espero que as novas regras do segmento possam trazer mais tecnologia e melhor desenvolvimento a nosso País.

    • SDS SP

      Só espero que seja um crescimento saudável e não aquele “keynesianista”, onde muita gente sem a menor condição de obter crédito conseguia comprar seu 0km em 72x ou mesmo em impensáveis 84x.

      • Luciano RC

        Duvido que o mercado volte a ter aquela liberação de crédito e cresça desordenado. As montadoras e os bancos perderam muito com a queda que teve depois.

        • SDS SP

          Também acho. Mesma coisa aconteceu com os imóveis, onde o incentivo ao crédito acabou saindo pela culatra. Hoje os imóveis estão caríssimos e quem comprou está passando perrengue para honrar os compromissos.

          • Luciano RC

            Exatamente… virou uma bolha e quase destruiu o mercado. Por isso todo mundo deve ir com o pé no freio.
            Em 2011, estavam aprovando crédito até para quem tinha pequenas restrições.

          • MauroRF

            Eu acho que os imóveis não sobem mais de preço e, se subirem, vai ser pouca coisa acima da inflação ou cobrindo a inflação, e olhe lá.

  • Cyro

    Sem o IPI dos importador eu tava esperando a diminuição dos preços.
    Acho que vou esperar sentado mesmo

    • Luciano RC

      Diminuição de preço no Brasil, só quando o carro vai sair de linha e dão desconto.

      • zekinha71

        Nem assim ,é só ver os preços da Weekend.

    • Cosi fan Tutti

      O IPI não diminuiu, apenas deixou de ser cobrado aquela taxa adicional para os importados (e eles ainda pagam os impostos aqui, inclusive IPI normal). Então tem de aguardar a reação dos mesmos, ainda estão se reestruturando. Mas ate o meio do ano a maior parte irá trazer vários modelos, então pode esperar uma redução sim pela alta concorrência, mas nada claro exagerado.

  • Gran RS 78

    Eu estava confiante que nesse ano os preços fossem cair, mas ledo engano, várias marcas já começaram o ano de 2018 com aumento nos preços. Triste esse nosso país dominado por carteis e corruptos.

  • SK15

    Bem não sei vocês mas não pretendo comprar carro 0km esse ano … e muitos do que conheço também. Então não sei aonde esta esses compradores. E preço não vai abaixar nunca como já disse em matérias anteriores os preços no Brasil são acumulativos só quero ver quando um Kwid chegar a 100k o que será.

    • SDS SP

      Eu pretendo trocar de carro neste ano, mas não sei se será 0km. Mas como o país é grande e o tombo foi grande nos últimos anos, pode fazer sentido essa previsão.

      • Estou na mesma situação.

        Estou entre Polo TSI, Golf TSI alemão 2014, Focus Titanium 2016 (powershift resolvido), 308, Jetta TSI 2015 ou algum outro que venha de surpresa. Kkk

        • SDS SP

          Estou analisando varias possibilidades. Argo, Polo ou Fit 0km. Usados existem uma ifinidade na mesma faixa de preço dos 0km que citei. Vamos ver o que acontece.

          • Problema é entrar no Polo e depois no golf.

            • SDS SP

              Pois é, tem certas coisas que precisam ser colocadas na balança: um carro 0km com acabamento mais simples ou um usado de categoria superior.

    • FPC

      Os preços dos carros está tão absurdo que chegamos num patamar onde podemos nos perguntar, compro um apartamento ou um carro?

  • rodpe

    Prevejo aumentos de 15-20% no preço dos carros em 2018. No Brasil é assim: na crise o preço sobe, na alta o preço mais ainda.

  • Paulo Santos

    Graças a temer.

  • HENRY ME

    Comprar e manter um carro está, cada mês mais caro. Acho essa previsão muito otimista

  • Ricardo Blume

    Talvez eu seja um dos brasileiros que mais queiram que nosso país saia desse buraco e volte aos trilhos mas eu acho este números expressivos demais. O valor dos automóveis no Brasil estão absurdamente caros e, o pior, continuam subindo. A taxa de desemprego está na casa dos 12% e a taxa de juros (apesar das últimas quedas) continua elevada. Não há motivo algum para um trabalhador (eu disse trabalhador) trocar de carro este ano. Eu diria no mínimo comprar um semi-novo. Talvez as exportações tenham mais sucesso.

  • Cosi fan Tutti

    Estes numeros sao possiveis com o aumento da oferta de importados as pessoas vão querer trocar de carro.

  • afonso200

    essas fotos das noticias ja sao antigas, poxa SONATA nem tem mais em venda aqui e ja ta 2 geraçoes a frente quase

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email