Mercado Preços

Mercado: previsão para 2022 é aumento médio de R$ 10 mil nos preços

Mercado: previsão para 2022 é aumento médio de R$ 10 mil nos preços

Que os preços dos carros estão aumentando, isso não é novidade. Porém, estimar o quanto eles custarão em média nos próximos quatro anos é de se preocupar. De acordo com consultoria IHS Markit, o valor médio dos carros nacionais subirá R$ 10 mil até 2022.


Hoje, o valor médio do carro no Brasil é de R$ 75 mil, mas daqui a quatro anos, será de R$ 85 mil, conforme a previsão da consultoria, durante o Workshop Planejamento Automotivo ABPLAN 2020, da revista Automotive Business.

Nos últimos cinco anos, o valor médio dos automóveis no país subiu expressivos 20%, num cálculo medido entre 2013 e 2018. Esse crescimento não foi estimado sobre os preços de mercado, mas sobre a inflação do período. Ou seja, na prática, ficaram ainda mais caros.

Mercado: previsão para 2022 é aumento médio de R$ 10 mil nos preços


Vários foram os fatores que impulsionaram os preços dos carros nesse período de cinco anos, entre eles aumento do conteúdo de equipamentos a bordo, crescimento da oferta de câmbio automático, fim de incentivos fiscais, itens de segurança adicionais por força da legislação, entre outros.

Outro ponto que fez os preços subirem foi o avanço dos utilitários esportivos, que em média são mais caros que os carros de passeio na faixa de entrada. Em 2013, os SUVs tinham apenas 10% do mercado, mas hoje possuem em torno de 25%. A IHS Markit disse ainda que a ociosidade maior, que foi de 54% nas fábricas, contribuiu para o aumento de preços.

Segundo a consultoria, para os fabricantes, o ideal em termos de taxa de ocupação das fábricas é de no mínimo 67%, pois, abaixo disso, as montadoras são obrigadas a repassar os custos extras para os clientes. Em 2019, a IHS Markit aponta para 60% da capacidade média das plantas em atividade normal.

Mercado: previsão para 2022 é aumento médio de R$ 10 mil nos preços

Tal como nos últimos 15 meses, os próximos dois anos – aponta o estudo – terão um crescimento no valor médio dos carros em conformidade com a inflação, mas isso deverá mudar a medida que as montadoras começarem a introduzir tecnologias que reduzem consumo e emissão, exigidos pelo Rota 2030.

A IHS Markit estima que os fabricantes de veículos deverão repassar esse custo ao consumidor. A relação de preço e salário também não deverá ajudar. Atualmente, o brasileiro precisa juntar 145 meses de salário mínimo para comprar um carro novo.

Na Argentina, o hermano precisa juntar 142 meses, mas no México, o comprador precisa de no mínimo 190 meses! Do outro lado da fronteira norte, no entanto, são necessários apenas 15 meses de salário mínimo, menos que no Japão (24), França (25) e Espanha (35).

[Fonte: Automotive Business]

Agradecimentos ao Gilcimar Rocha.

Mercado: previsão para 2022 é aumento médio de R$ 10 mil nos preços
Nota média 5 de 7 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Fanjos

    Aumentos sempre serão bem vindos no Huezão!

    • Alexandre Maciel

      Saudades dos aumentos mensais/bimestrais que, no final do ano, somavam mais de 10%/15% de reajuste efetivo.

      O Hue já foi um lugar melhor para as montadoras.

  • Marco

    Em viagem recente aos EUA, pude perceber como tranqueiras que são feitas aqui, nem em sonho desembarcariam na terra do Tio Sam. Exemplos: Kwid, Mobi, Onix e os Gol “Pé-de-Boi” da vida… Aqui estamos mais prá mercado indiano que europeu, infelizmente… Com o que se paga num Kwid aqui, se compra um Toyota Corolla GLi nos States, pois lá, isso é carro de universitário que tem os trocados contados… Triste sina…

    • Eric PB

      Com toda certeza nosso mercado esta mais para o indiano. Não é a toa que a renault triplicou as vendas nos ultimos 10 anos vendendo dacias por aqui. Assim como a ford trará um concorrente do compass feito para o mercado indiano, chines, etcs. Novo tracker é outro exemplo disso. Pena que nossos salários não sobem na mesma proporção.

    • ViniciusVS

      Claro, o Brasil está mais para Índia que para EUA…

      O Brasileiro come mortadela e arrota caviar, aqui a grande maioria é pobre mas não assume ou não quer aceitar sua condição, muito pelo contrário, se sentem classe média por ter um carrinho medíocre na garagem que em vários casos vem junto com um bloco de 60 folhas no porta luvas, pessoas que fazem do crédito renda…

      É o pobre se sentindo classe média ao lado do miserável, querem carros de primeiro mundo sem ter renda para isso. Reclamam de carros chineses mas não temos capacidade de fazer igual eles…

      Um dia vamos acordar, tenho esperança…

      • Sino Weibo

        O Brasil está num marasmo tão grande que não conseguem aceitar que outros países semelhantes possam estar se sobressaindo, enquanto ficamos parados vendo o mundo desenvolver. Se até Russia e Índia tem industria automotiva propria, e a China nem se fala pelo que estão fazendo atualmente com várias montadoras se sobressaindo, o Brasil ficou na esteira do desenvolvimento tecnologico, e ae ficam tentando desmerecer os outros que fazem. Tipo quando a pessoa fala que carro chinês não presta pq não vende nos Eua e Europa, e carro brasileiro pro acaso vende?

        • ViniciusVS

          É exatamente esse o ponto…

        • Murilo Soares de O. Filho

          Mas os nossos governos anteriores, sempre abriu as pernas para as multinacionais…e fechou os olhos para as nacionais.

          • Dario Lemos

            Os governantes nunca pensam no país mas, sim, neles mesmos. Isso é um reflexo de nossa cultura, individualista, invejosa, corrupta e que vê no Estado um provedor de suas necessidades. Posso estar enganado ou ser pessimista mas nada mudará nem daqui a 100 anos. Ou mais!

        • Dario Lemos

          Pois é, enquanto damos atenção ao futebol, novelas, carnaval e agora, a essa briga ridícula entre esquerda e direita que não nos levará a lugar algum, ou melhor, nos levará ainda mais para o buraco, vários países nos ultrapassaram e outros já estão no “retrovisor”. Não vejo com bons olhos os próximos 50 anos, estamos com uma economia em frangalhos, culpa de governos anteriores que nunca pensaram no país mas apenas neles mesmos e ainda contando com uma legião de apoiadores em prol de serem sustentados pelo Estado em vez de serem criadas iniciativas para todos prosperarem mas isso é, infelizmente, a nossa cultura cultuada há décadas.

      • Peppa Pica

        Falou exatamente o que eu penso…. a prova maior disso é a pessoa comprar um carro que custava 100 mil zero e com 4/5 anos de uso ele quer ter manutenção a nivel de GOL bola…..

        O brasileiro não entende que não pode pagar, ele ignora isso e só pensa na “ostentação”…..

        Nem mão de obra qualificada para produzir carros temos aqui…. tudo que é nacionalizado vira uma porcaria… enquanto a China vem fazendo muito bonito….

        • ViniciusVS

          E o conceito torto de ostentação…

          O cara financia um Compass, vai no pão de açúcar compra umas bobagens importadas ( já que o resto das compras ele faz no mercado Dia) e acha que isso é ostentar, comprometendo boa parte da sua renda para viver de mentira e com falsa qualidade de vida.

          Somos uma vergonha, mas tenho esperança que um dia mudaremos para melhor, já fomos pior.

  • Anderson Trajano

    A cada troca de carro, parece que o abismo entre os usados e os novos é cada vez maior. Hoje a diferença entre o meu carro 2018 e um 0km idêntico, é de 20 mil (tabela x tabela). Aí você coloca impostos e emplacamento. Imagino quanto será essa diferença daqui uns 2 anos, quando eu for passa o meu adiante.

    • Josimar Genm Tavares

      Qual o seu carro?

      • sigma7777777

        Ele está certo. Fui ver Corolla e Civic usado, ambos 2018, e a diferença é por volta de R$ 20 mil para o 2020, embora o Corolla ainda não tenha sido lançado, mas já dá pra considerar a partir dos rumores. Por ex, encontrei um Civic EXL 18/18 por R$ 95 mil, e novo custa uns R$ 115-117 mil ao adicionar o emplacamento e, opcionalmente, se quiser uma pintura metálica ao invés da “gratuita” sólida.

  • Senna ever

    A ociosidade da indústria não cola, quando todo mundo abria turnos e turnos de trabalho ainda assim aumentaram consideravelmente o preço dos autos.

    • Josimar Genm Tavares

      Um dos problemas no Brasil é a forma a qual os tributos incidem sobre o produto final, aqui é taxa desde a commoditie (matéria prima bruta), passa pelas peças, e depois no produto final,

      • TchauQueridos

        No fim da cadeia certamente estamos pagando 100% de imposto!

    • Verdades sobre o mercado

      Em qualquer mercado capitalista os produtos são vendidos pelo maior valor que o mercado aceita pagar e não em função de seus custos. Regra básica.

      • Pedro Henrique

        Enfim um cara lúcido.

      • adriano oliveira

        Eu vejo isso nos Estados Unidos…

  • RicardoVW

    E nesse período o salário aumenta R$ 200,00.

  • RicardoVW

    Só ricos compram carros 0km de qualidade, pobres e classe média tem que se contentar com populares e usados.

    • Josimar Genm Tavares

      Só li verdades

      • Josimar Genm Tavares

        o pobre se quiser algo mais de qualidade, vai comprar usado, e se for novo, vai de Ka com calota e acha que é carrão.

        • Murilo Soares de O. Filho

          Por isso acho que boa parte das discussões sobre automóveis comuns é pura bobagem, no fim todos nós acabamos por compra aquilo que dá e que cabe no bolso, mesmo um carro de 100 mil, é muita pretensão de alguém comprar e sair por aí achando que é muito melhor que o vizinho ou outra pessoa, conheço muita gente assim, se acham os ricos!

        • Gilberto Mariani

          Dentro de poucos anos, o pobre terá que comprar o seminovo do pobre de hoje, ou buscar manter o seu velho por mais tempo, eu sinceramente estimo que a idade média dos nossos carros deve aumentar consideravelmente dentro dos próximos anos, a 4 anos comprei um zero por 35mil (Renault Clio Expression) só com o famoso kit dignidade, hoje se fosse comprar um zero equivalente teria que pagar pelo menos 42mil dentro da mesma casa seria um Kwid, a diferença é de 20% a mais, no entanto meu salário hoje é apenas 8% maior que em 2015 e isso me considerando privilegiado pois a maioria das pessoas tiveram redução salarial ao trocarem os postos de trabalho, é claro que esses 8% a mais não se traduzem em ganho haja vista a desvalorização do Real no mesmo período e a perda do poder de compra, na verdade é como se hoje eu ganhasse menos, sinceramente com meu carro hoje chegando próximo dos 100K km rodados, a possibilidade de eu trocar por um zero é quase nula, e adquirir um semi novo de uma categoria acima também, por considerar os custos de manutenção, provavelmente quando for trocar será por um seminovo da mesma categoria, ou seja, meio de transporte mais confortável que ônibus.

    • Fábio

      Quem faz conta é assim mesmo. Como toda regra tem suas exceções, ainda acha-se quem se engana ( a si mesmo sem ajuda de ninguém) com os parcelamentos achando que essa forma de pagto aumtentou o poder de consumo. Mesmo taxas zero não percebe as correções e taxas embutidas no negócio. Depois que o brilho da compra acaba, cai na realidade.

      • RicardoVW

        0Km à vista já é absurdamente caro, parcelado então!

  • Joao Victor

    Infelizmente, carro voltou a ser coisa de rico.

    • biscoitao

      Carro de qualidade sempre foi

    • Josimar Genm Tavares

      Não voltou nada, sempre foi. Financiamentos sempre foi o mesmo.

    • sigma7777777

      Carro zero, talvez, depende. Ainda existem carros de entrada, mas lembre-se dos seminovos.

  • Josimar Genm Tavares

    145 meses de salário mínimo? Tá serto isso aí Arnaldo? 145X998= 144.710.

    • Josimar Genm Tavares

      144.710 acho que nem o Compass (de entrada, 116K) chega a isso financiado, óbvio.
      Pouuha, se a média é 75K, o cálculo seria 75.000/998= 75,15, basicamente 75 meses.

      • Josimar Genm Tavares

        a não ser que o cálculo tenha sido feito com um terço do salário mínimo(percentual de endividamento aceitável para as financeiras), o que daria um carro de valor de 48k aproximadamente, o que é mais viável.

        • Joao Victor

          Também reparei nisso, talvez seja brasil 45, argentina 42 e
          mexico 90.

    • Roberto Dias

      Não, você não entendeu. Ele quis dar uma média de quanto tempo que um cidadão, ganhando um salário mínimo, consegue comprar um carro 0 km e viver desse salário. Põe que uma pessoa ganhando 1000 salve 200 reais por mês, isso daria 145 x 200 = 29000. Dá para comprar um chery QQ com esse valor.

      • Joao Victor

        “Atualmente, o brasileiro precisa juntar 145 meses de salário mínimo para comprar um carro novo”. Se for realmente isso a matéria foi muito mal escrita.

  • sigma7777777

    Perae, então de certa forma pode ter valido a pena ter contraído um financiamento em 2013, não? O que o sujeito pagou a mais em juros pode ter sido amortizado em 2018, pelo fato dos veículos terem os preços progressivamente elevados. Claro que seria necessário fazer um cálculo mais exato, que não sei como fazer, pois talvez tenha quase se equiparado, a depender do valor financiado e taxa de juros. O que me dizem? Talvez a dica de comprar à vista precisa ser repensado ao considerar o futuro aumento do valor dos veículos.

    • O pior é o cliente que opta em fazer um consórcio onde as parcelas são reajustadas pelo valor do carro 0 km, parcela de consorcio aumenta consideravelmente a cada ano.

    • RodrigoABC

      A dica de comprar à vista ainda é a melhor, lembre-se que o que menos perde dinheiro em qualquer hipótese é o banco/financeira. E outra: o carro é seu, no seu nome, e só você poderá decidir sobre ele.

      Talvez o financiamento com “taxa 0” possa valer a pena, porém tem tem que se realmente é taxa zero ou tem juros implícitos.

  • Cebobina

    Compra quem quer!

    • Clementino Zelador

      E paga quem pode!

  • TchauQueridos

    Aumento de preços?
    Bela novidade!

  • Alexandre Borges

    Esqueceram do principal fato do aumento de preços. É q o brasileiro PAGA. Pode ser 10, 20, 30% no ano. Vai ter trouxa indo na concessionaria comprar essa carroças. Entao.. aumenta mais q esta pouco.

    • Elizangela Oliveira

      Qual seria a opção para quem realmente precisa de um carro? Um usado que foi comprado por um “trouxa” quando 0km e que é proporcionalmente caro?

      • Sonfav

        Esqueça, Elizangela..
        O cidadão que chama de trouxa o que paga 80k do zero, é o mesmo que paga 65k do mesmo carro com 3 anos de uso… “zerado”.
        Mas o que compra zero é trouxa, e ele é esperto.
        E sente-se mais esperto ainda se faz isso com carros de 5, 8, 10 anos de uso.

        • Alexandre Borges

          O trouxa é o cara q troca de carro a cada 2 anos pagando esse agio, o trouxa é o cara q nao exige segurança no carro (tendo telinha esta bom), o trouxa é cara q paga 67k num onix, o trouxa é o cara q ve o carro lançado la fora, ser dependo na brasil, comprar e achar q fez um bom negocio. Esse tipo de gente contribui e muito para o aumento dos preços, por q compra tudo q é ofertado. Se o brasileiro comprasse carro consciente contribuiria e muito para a derrubada dos preços.

          • Sonfav

            Faz aí a lista dos carros que estão num preço condizente com o oferecido.
            Quando terminar, escreva aí.. essa aí é, de acordo com a MINHA opinião, a lista dos carros que vocês podem comprar sem que eu chame vocês de trouxas. Porque comigo é assim… ou faz de acordo com o que EU penso, ou então eu chamo de trouxa, porque sou mimadinho e não aceito opinião contrária.
            O consumidor brasileiro é igualzinho o consumidor do resto do mundo.. não muda nada.
            Mas o espertão tupiniquim acha que é diferentão, e adota o mesmo discurso ano após ano. Nem sabe porque repete as coisas igual papagaio.
            E continua a comprar porcaria usada em vez de comprar porcaria sem uso….
            Ou deixa de ser carroça depois de 5 anos de uso?
            Vai comprar igual todo mundo. Vai escolher prata, preto ou branco. Vai comprar o que tem melhor revenda. E vai comprar batido, remendado, repintado, recauchutado, com pneu estourado, com roda trincada, com motor mal cuidado, etc etc etc.

            • Alexandre Borges

              Nao ha carros com o preço condizente pois como eu disse o brasileiro gosta de pagar caro. Quando ele aprender a EXIGIR qualidade e comprar carros de marcas q respeitem o dinheiro do cliente, com o tempo a mudança vira. Te falta muita interpretação de texto pra entender uma opinião, e saber analisar o q foi dito. Ou pelo jeito a carapuça serviu, certeza, né?!

              • Sonfav

                Rapaz… o que foi dito foi muito claro…
                Ou pensa como ti, ou é trouxa.
                É você quem tem de entender as pessoas que compram o carro zero. Essas pessoas não tem como ficar 50 anos esperando algum carro novo, de qualidade e a preço justo, ser oferecido.
                O cara precisa do carro ele vai comprar um e ponto.
                Gente normal é capaz de colocar-se no lugar do outro e analisar o porque que a pessoa gasta muito e leva pouco pra casa.
                Como você mesmo acabou de dizer… não há alternativa.
                Se não há alternativa, respeite o próximo.
                Ou cale-se.

  • Sino Weibo

    Se o governo conseguir aprovar as reformas necessarias, principalmente a tributaria, com este imposto único em torno de 15 a 20% que o Paulo Guedes sempre propoe em entrevistas, muitas, mas muitas empresas vem pra cá concorrer com as locais, e os preços caem. Tenho contato com os chineses e pelo menos umas 20 empresas tem olho no Brasil, desde eletrônicos, carros, caminhões, ônibus até aviões, barcos, etc.. O Brasil é gigante e eles tem interesse no nosso país. Hoje só de carros tem umas 15 marcas chinesas que venderiam muito bem no Brasil, se pudessem trazer seus carros, desde SUVs ou sedans grandes até carrinhos urbanos elétricos. No Chile tem 22 marcas de carros chinesas, na Argentina já tem 12.

    • sigma7777777

      E por que chinês não compra carro chinês? Veja a lista dos mais vendidos na China. Compram especialmente carro japonês e alemão.

      • Sino Weibo

        Serio kra? Qual lista vc ta falando? Pq na do ano passado tinha 5 chinesas no top 10, inclusive o 2° mais vendido geral e 1° nos SUVs é chinês, e nem é de parceria joint-venture, é montadora chinesa mesmo, a GWM Haval. A Geely é a 4° maior montadora em vendas na China, e a chinesa privada que mais vende. Nao sei onde vcs pegam estas listas que não aparecem as marcas chinesas.

        • sigma7777777

          6 dos 10 são diretamente internacionais e ainda tem as parcerias, em que a marca chinesa utiliza, na verdade, base da VW ou de outra marca ocidental.

          • Sino Weibo

            Sobrou 4, dos quais alguns estão no topo, vc acha pouco pra um país que começou ontem sua indústria? E vc nao comentou o fato da Haval ser genuinamente chinesa, e estar em 2° geral e 1° em SUVs. So isso ja desmentiria isso que chinês nao compra carro de marcas de la.

          • Sino Weibo

            Eu acho engraçado que nem mesmo nos EUA ou na europa as listas do top 10 sao dominados apenas por marcas locais, somente o Japão e a Coréia do Sul vejo esse fenômeno, e a China que começou a industria ontem vcs ja querem que seja assim. Mas ainda eles colocam varias no topo, e nos elétricos as marcas chinesas dominam 99% das vendas mundiais.

      • Rapaz, agora se prepare. Foi no ego do nosso nobre gafanhoto.

        • Sino Weibo

          Ego? E só pegar as listas e comparar kkkk Alias tem um vídeo absurdo do canal Acelerados do YT chamado “Vale a pena comprar carro chinês?” em que se o kra comete o mesmo erro, falando dos mais vendidos sem nem apresentar uma lista, e o vídeo é recente, qualquer pessoa que pegar qualquer lista vai ver lá em 1º em SUVs há um bom tempo e 2º ou 3º lugar geral o GWM Haval H6 ou outra variante deste, a Haval é uma marca criada pela Great Wall Motors (Grande Muralha Motores, em tradução livre) pra ser a Jeep da China, sem joint-venture, é 100% chinesa. E nas mesmas listas ali no top 15 mais vendidos tem Geely, GAC, BAIC e SAIC MG Roewe que fazem carros já completamente sem parcerias, a Geely, aliás é DONA da Volvo, da empresa de taxi londrido e hoje faz taxis 100% elétricos la e da Proton e Lotus, a SAIC da MG inglesa e a Geely e a BAIC tem participação na Daimler-Benz, grupo da Mercedes, além da DongFeng que tem parte da PSA e ajudou a reeguer a mesma. Sem contar nos elétricos que os chineses são líderes MUNDIAIS.

          • Me comoveu. Agora sim, na troca da minha Outback por uma nova, vou procurar esses maravilhosos produtos chineses.

            E pensar que estava pensando em A4 ou V60, sendo que as maravilhas chinesas estão nos brindando com suas inovações tecnológicas.

            Serei visionário dando o primeiro passo a frente de europeus e norte americanos.

            • Sino Weibo

              Eu entendo sua arrogância e seus comentários demagógicos mas veja, ninguém esta tirando isso de vc, ninguem quer te convencer o contrário, o consumidor de carro chinês é outro, é aquela pessoa que quer subir de um Voyage pra um sedan melhor sem pagar muito por isso, ou quer um SUV bom por menos de 100 mil por ex e tem a opção. Não entendo pq pra vcs mais concorrência é ruim, ou fica desdenhando de quem quer trabalhar e investir para trazer mais novidades e fazer os preços cairem. Na verdade o brasileiro já é tão acostumado que virou refém já das grandes marcas.

            • MonHoe

              V60 que é feito com uma plataforma projetada pela Geely (chinesa) e Volvo, os eletrônicos do A4 que são feitos na China e mandados pra Audi, isso é puro preconceito, como se o Brasil tivesse indústria como na China pra gente desdenhar de algo

              • Vamos lá nobre gafanhoto China lovers.

                A Geely quando adquiriu a Volvo foi justamente para compartilhar tecnologias entre as empresas, a famosa “sinergia”, ou seja, projetos com engenheiros e Know How Volvo.

                Quanto aos componentes, só mostra o que disse mais uma vez. São meros manufatureiros. Se seguir a linha do seu pensamento, Taiwan e Cambodja seriam as dominantes em tecnologia de roupas e calçados esportivos e não, Adidas e Nike.

                A prova é tanta, que China e Rússia resolveram desenvolver a COMAC, criando um concorrente para o Airbus A320 neo e o 737 Max. Porém, mesmo tendo de usar motores ocidentais (GE, PW ou RR), seu avião está duas gerações atrás das aeronaves concorrentes.

                A China vai evoluir muito em tecnologia iguais aos coreanos? Sim, claro.

                Mas hoje está longe, mas muito longe de ser o suprassumo todo.

                Quanto ao Brasil, beleza, seja feliz com seu Chery ou JAC, que serei feliz com a Subaru.

    • Pedro Henrique

      parei no “Tenho contato com os chineses”

      • Sino Weibo

        Não pode ter contato? Não são aliens kkk

        • MonHoe

          Tem esquizofrênico que ainda vive na guerra fria

  • Milton Fabiano Camargo

    Apesar dos preços impraticáveis, vejo uma explosão de vendas de carros 0KM em minha cidade. Veículos que custam a partir de R$ 80.000,00 vejo aos baldes. Na verdade, parece que nunca vi tanto carro zero (e super caros) como agora.
    A saída para as empresas tava na cara, tava bem mais fácil do que elas imaginavam.
    Simplesmente subir o preço! Mantendo os preços em constante aumento é garantia certa para o bom nível de vendas aos brasileiros.

    • MonHoe

      Na verdade elas estão trabalhando com bônus, aumentam na tabela e dão descontos na negociação pra parecer que vc tem uma vantagem, mas tudo isso é planejado, recebi propostas de até 8 mil de desconto no valor de tabela, vc acha mesmo que eles saem no prejuízo?

    • ViniciusVS

      Claro que verá carro de 80k aos baldes, hoje em dia todo mundo é PCD.

      Aquele que comprava Golzinho, UP, Uno,Onix,Ka etc hoje anda de SUV e sedan médio PCD da mesma maneira que os populares estão vendendo igual água para as locadoras por causa dos aplicativos.

      • Milton Fabiano Camargo

        Realmente. Um coisa impressionante o tal do PCD! Com quem vc conversa, tirou o carro no PCD.

  • Marco Bonato

    Por mim… não pretendo entrar em divida só pra impressionar meu vizinho, sigo firme e forte no meu Polo 2014 com 17.000km originais, fazendo as revisões em dia e somente o necessário!

    • Felipe Gomes

      Nossa! Vc roda muito pouco. Acho q nunca terá problemas com seus carros. Só fazer manutenção básica mesmo.

    • Samluzbh

      Você esta certíssimo, carro é um “bem durável” deixa os com problema de ego trocarem sem necessidade.

    • Sonfav

      Cara..
      De todo mundo que compra carro, as pessoas que rodam 3.400km ao ano são as últimas que podem dizer que os outros compram carros para impressionar os vizinhos.
      Parece aqueles adesivos “não me inveje, trabalhe!”… colados nos carros velhos.

      • ViniciusVS

        Depende do perfil dele, existem vários…

        Tem tiozinho que compra Corolla Altis e só usa o carro para ir no mercado e na farmácia, tem gente que anda de ônibus a semana toda e pega o carro só no fim de semana para rodar no bairro, tem os neuróticos que tem medo de subir km e cuidam para o próximo dono usar…

        De qualquer maneira carro não foi feito para o vizinho olhar da mesma forma que ninguém da a mínima se o seu carro é pouco ou muito rodado.

        O que vale é a satisfação pessoal.

        • Sonfav

          Exatamente.

          O cara tá pagando, tem o direito de comprar seja pra deixar guardado na garagem, seja para sentir cheiro de carro novo… seja pra “exibir pra vizinho”.

        • Exato. Tenho um amigo de 72 anos que trocou uma IX35 15/16 com 14k km.

          Trocou em um A3 sportback com teto e pintura perolizada por 128k.

          A Eurobike deu 73 no usado, o que achei um bom negócio.

          Já a Chevrolet, ofereceu 55k no carro…

  • CanalhaRS

    Se for correto esse estudo, teremos crise de vendas de carros novamente em breve.
    Os carros aumentam acima da inflação e a renda não acompanha isso.

    • Renato Almeida

      As vendas cairão. Nos países ricos e desenvolvidos, como os Europeus ou da Oceania, isso acontecerá pela mudança no perfil do consumidor, que já não sonha em ter um carro. Nos países pobres como o Brasil, as vendas cairão por perda de poder de compra da população.

  • Sonfav

    Só que o título diz uma coisa, e a matéria diz outra.
    Título = Previsão é de aumento de 10k nos preços.
    Matéria = Previsão é de que a média dos preços fique 10k mais caros.
    Em seguida, a matéria explica os motivos. Mais SUV’s, menos carros pequenos e com mais conteúdos de tecnologia e segurança = 10k mais “caros”.
    Não estão mais caros, estão diferentes.
    A indústria tá certa em buscar aumento dos ganhos, assim como todos nós fazemos em nossas vidas pessoais.
    Tem carro mais simples e barato à venda, mas as pessoas estão comprando, na média, os mais caros e com mais tecnologia embarcada.
    De repente virou obrigatório esse monte de acessório… tudo besteira.
    Bom mesmo era o UNO, que vinha com o ar quente e pedal de freio como opcional. Esse era “baratinho”.

    • Gabriel França Voitch

      sim os preços subiram mas a qualidade melhorou tb. Antes carro era “barato” pq ela uma latinha com 4 rodas. Hj um carro basico vem com itens q a 7 anos atras nem carro “de luxo” oferecia

  • Mais caros e cada vez mais depenados, esqueceram de acrescentar.

  • Paulo

    Uber, 99, Cabify e cia agradecem

  • Giuseppe

    Só R$ 10 mil em 3 anos?! Tem carro que subiu mais do que isso em intervalo de tempo semelhante. HUEBR!

  • Dod

    Achei que os preços iriam cair já que agora estamos livres de virar uma Venezuela, Bomsonáurio você prometeu!

  • Hodney Fortuna

    Sem dúvida alguma os preços de carros novos explodiram absurdamente. Esse aumento que houve nas vendas recentes se deve ao aumento da frota de locadoras que estão servindo um número crescente de motorista de aplicativos. Pessoas comuns mesmo que usa o carro para fins familiares e lazer está diminuindo e muito. Carro novo no brasil se tornou um dos piores gastos que se pode ter. Está inviável comprar um carro novo. Não é a toa que os aumentos foram em mais do dobro anual da inflação.

  • Rodrigo Cherigatto

    Nesse Pais esta tudo errado!pra começar nosso salario é porco!os impostos e preços das coisas sao um abuso estrupal!nao temos
    chance de nada,negocio mesmo é andar de busao ou comprar um carro de 20 ou 25 anos de uso e olha lá!
    Pra começar a ficar justo esses preços de carro era pra ser metade do preço ex Onix que custa por volta de 44 mil(um absurdo um compacto defasado e pelado custar isso)devia custar 22 mil,um Corolla que custa 100.000 por 50 mil,ai o mundo seria um pouquinho mais justo com nos pobres brasileiros!

  • Murilo Soares de O. Filho

    Por mim, vão encalhar…

  • Fábio

    Só concorrência vai abaixar os preços. Coisa que o Inovar auto matou e por isso influenciou negativamente nesse histórico aumento. O governo quer abrir o mercado. Fala-se que essa abertura começa em 2020. SE isso acontecer de fato as coisas vão melhorar para nós consumidores. É torcer para realmente acontecer.
    Mercado protegido é bom para quem vende e péssimo para quem compra. Pensar em boicote de carros seria insano.

  • victor

    Sem novidades. O brasileiro comum vai deixar de comprar carro novo, mercado dos semi-novos ficará aquecido, as indústrias automobilísticas vão ter que aumentar ainda mais pra compensar as perdas nas vendas, o dólar continuará alto (não menos que R$3,5), novos aumentos, vão colocar um módulo de controle e estabilidade que custa 200 dólares e aumentar o preço dos carros em 3 mil dólares, mais aumentos … Círculo vicioso, prevejo Kwid e Mobi a 60kkkkkkkkkkkkkkkkk.

  • Leo

    Ora, ora, parece que irei completar 4 anos sem entrar numa concessionária…

  • Pagar 10 k a mais por estas bostas que vendem aqui e muita “shit” mesmo!

  • Maximus Alejandro de La Vega

    Só acho que vai diminuir as vendas, o salário do trabalhador não está acompanhando.

  • RIP Brazil

    Tomara que os elétricos cheguem com força no mercado bananês.
    Só assim para termos aumentos de HuE$ 20.000,00 ao ANO!

    😃

  • Comentarista

    Não me importaria com esse aumento caso a renda subisse proporcionalmente… mas infelizmenteo que acontece é que o poder de compra está caindo cada vez mais…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email