Finanças Mercado Preços

Mercado: setor automotivo está criando uma bolha, diz economista

Mercado: setor automotivo está criando uma bolha, diz economista

O mercado nacional está criando uma bolha e está vem das vendas diretas, de acordo com o economista Rafael Galante, colunista para o site InfoMoney.


Galante observou que Miguel Fonseca, vice-presidente da Toyota do Brasil reclamou do crescimento das vendas diretas, que atualmente representam em torno de 46% e que deve bater a casa de 50% do total de emplacamentos até o fim do ano. Em 2011, representava 26,73%.

Para marcas que não focam em vendas diretas para obter volume e market share, como a Toyota, a participação das vendas diretas gera uma desvalorização do automóvel.

Galante exemplifica o líder do mercado, o Chevrolet Onix, que em sua versão mais em conta, a Joy, sai na tabela por R$ 46.590. Porém, na hora de sair da loja, ele foi vendido por R$ 43.542 ou 6,5% de desconto, segundo a tabela Fipe.


Mercado: setor automotivo está criando uma bolha, diz economista

No entanto, depois de dois anos, o mesmo Onix Joy terá uma desvalorização de 25%, com base no valor da mesma tabela Fipe: R$ 34.834. Até aí, já dá para perceber que o carro perdeu um quarto do valor em dois anos de uso. Mas, Galante aponta um erro nessa conta, a tabela Fipe.

Ela só informa o preço de venda do carro e não de compra, no caso dos lojistas. Antes ninguém sabia o quanto custava um carro nessa condição, mas a FGV em parceria com a Autoavaliar, criando uma nova tabela, só que com preços de compra dos lojistas.

Nesse caso, o Onix Joy sai por R$ 27.407 para os revendedores, sejam multimarcas ou concessionários. Com um desconto de 42% no valor do líder de mercado, os lojistas têm em contrapartida os custos com garantia de três meses (obrigatória), revisão do carro, custo financeiro, salário do vendedor, giro do modelo, preparação do carro e, é claro, a margem de lucro.

Entretanto, para contornar os preços altos atribuídos à carga tributária, o mercado focou nas vendas diretas, cuja redução tributária acaba sendo repassada ao consumidor. Nesse caso, pessoas jurídicas e produtores rurais compram com menos impostos para seus negócios.

Então, as regras para consumidores com deficiência física (PCD) mudaram e agora quase todo mundo tem direito. Galante diz que a lei é mal redigida, o que facilita a aquisição de pessoa física mais facilmente nesse caso. Ou seja, o trio de isentos do mercado está ajudando a criar tal bolha?

Mercado: setor automotivo está criando uma bolha, diz economista

Não, ainda faltam as locadoras na equação. Antes, o lucro dessas empresas vinha do aluguel do carro, mas hoje a rentabilidade vem exatamente do mercado de usados. Após seis meses, elas estão liberadas para vender sua frota adquirida com 30% de desconto.

Aí, entram os bancos, que evitarão empréstimos longos para compra desses carros usados, usando planos mais curtos, hoje em média de 42 meses. Nesse ambiente, Galante não vê aumento dos planos para 50 ou 60 meses, ainda mais com um aumento nos carros com mais de oito anos, não mais financiáveis.

A previsão é que dificilmente o mercado mudará com o ambiente instalado, onde as vendas diretas estão alimentando um círculo vicioso, que alicia de compradores a fabricantes de veículos.

[Fonte: InfoMoney]

Agradecimentos ao Sérgio Quintela.

Mercado: setor automotivo está criando uma bolha, diz economista
Nota média 4.3 de 7 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Chap

    Mimimimimi…
    Só o comprador PF saber negociar (entenda-se por pesquisar bastante antes de comprar e só fechar negócio com a loja que oferecer a melhor vantagem) e também obtém bons descontos para ‘não sair no prejuízo’ na FIPE. A concessionária depende muito do cliente final, eles têm que fazer qualquer negócio senão a atividade estará ameaçada de extinção.
    E esse aumento de vendas diretas é temporário (muito embora nunca mais voltará a apenas 20 e poucos porcento), acontece que o mercado sofreu uma forte queda por causa da crise e só “sobrou” os frotistas a comprar, por isso a participação deles subiu.

    • SDS SP

      Não podemos nos esquecer da indústria do PCD. Praticamente qualquer família pode adquirir um carro nessa modalidade, pois não é difícil encontrar alguém que se encaixe nas regras.
      O problema é que alguém paga essa conta dos subsídios.

      • Pedrob

        As vendas PCD dispararam de fato, mas não é tão simples obter as isenções. Falo isso pela experiência que tive com meu pai, que sofre de LER a vida inteira, com crises em que não consegue mexer o braço direito (lado câmbio) por dias. Ele entrou com o processo no detran para obteção da isenção e teve pedido negado. No entanto, acredito que a pesar dele ter direito, o próprio detran tem uma máfia de despachantes/advogados que “facilitam” o processo mediante pagamento. Decidimos não recorrer a esse tipo de “solução”.

        • SDS SP

          De fato não é fácil pelas vias “normais”, mas tem gente que agiliza esse trâmite.
          Virou uma verdadeira indústria.

          • Jorge Castro

            Eu tirei a minha nma boa aqui em Mg , so tive que alugar o carro pois nao e permitido tirar carteira no proprio carro como acontece com todos que tiram carteira hoje em dia .Mas e trabalhoso pois tem que levar laudo medico , passar por uma junta medica pra ver qual adaptaçao e necessaria , e a mesma coisa que dpvat , e so pegar a lista dos doc necesarios e correr atras , da trabalho mas da pra fazer sem atravessadores .

        • Mr Tony

          Tirar carteira PCD no Detran direto, sem atravessadores, só se for algum mutilado de guerra, falo por experiência própria. Tem que ser pelas “auto-escolas especializadas”. A máfia é mais nojenta do que você pode imaginar. Minha esposa tem prótese do quadril completa e só conseguiu tirar, literalmente, PAGANDO! No dia da prova lá no Aricanduva as auto-escolas “especializadas” chegam com seus Camaros e BMW X5, tem gente que faz o exame médico DENTRO DO CARRO DELES. Não o exame prático, o médico mesmo. É surreal!

          • Dario Lemos

            É um problemas cultural, o brasileiro sempre dá um jeito de “levar alguma vantagem” e depois reclama da corrupção política. Quanta hipocrisia!

            • Mr Tony

              Já acho que é um problema de fiscalização, de uma investigação pesada, pois tem pessoas (minha esposa) que precisam do veículo e da vaga dedicada a deficientes. O governo (isso vem de décadas, todos tem culpa) que deixou isso virar uma verdadeira FARRA!

              • Dario Lemos

                Também tenho parente com problemas físicos (joelhos, tornozelos) e nem usamos a isenção. Realmente você em razão, isso virou uma farra mas é normal no país onde se gosta de levar vantagem em tudo. Faz parte de nossa cultura e não é de hoje.

            • Dherik

              É jeitinho se a lei claramente permite a pessoa ter a isenção? Acho que são coisas diferentes.

              • Dario Lemos

                Meu comentário é sobre essas quadrilhas citadas no comentário do Mr. Tony; em relação às isenções, é válido a quem tem direito mas o problema é que colocaram muitas “doenças” como se fossem limitantes.

        • Osni Duarte

          Em minha cidade a concessionária Chevrolet presta o serviço gratuitamente.

      • TijucaBH

        É a nova carteirinha de estudante. Os honestos bancam os descontos para os espertos e o governo é conivente. Também duvido que teríamos uma redução tributária caso acabassem com essa farra do pcd.

    • sigma7777777

      PF na compra de veículo zero? Onde é que “basta negociar”? Só se for em momento de mudança no ano/modelo. No mais, eu sei que Honda e Toyota nada oferecem no dia a dia, pois sempre visito as concessionárias dessas marcas e continuo com meu usado em mãos kkk

      • Paulão

        Esses últimos dias tenho visitado algumas concessionárias e por exemplo no caso da Jeep o preço final do carro fica bem parecido na PJ ou PF. Eles tem descontos PJ que chegam a 16%, ao mesmo tempo na PF tem bônus de até 12 mil reais no usado e tiram sem muito esforço 6 mil reais no zero ou até mais, fora isso oferecem mais coisas por fora na PF do que na PJ, como por exeplo documentação.
        Meu irmão acabou de comprar para a esposa um renegade limited, com um usado na troca e o que falei acima, o preço final acabou ficando a mesma coisa do PJ, tem que saber negociar, fazer o vendedor correr atrás e principalmente paciência…
        Na toyota PJ é só 3% para toda a linha, na pratica PJ e PF tem o mesmo valor final…

    • Fábio

      Concordo que sempre temos que procurar a melhor negociação, de qualquer bem de muito valor $$$. Mas acho que a negociação de carro novo aqui onde moro (BSB) bem difícil. Apesar de ter muitas marcas e “aparentemente” muitas opções, no fim é um grupo pequeno que é dono de todas as CSS. É um cartel. Tanto que vc fazendo avaliação do seu usado em uma CSS de outra marca, qdo vc vai em outra CSS eles sabem qto deram no seu carro. Tem base? União para comprarem de vc mais barato e no fim vender mais caro para o consumidor.

      Aí para se ter um bom negócio tem que usar estratégias mais fortes como, procurar um negócio melhor em outra localidade. E vai dificultando a compra.

      O governo que cria esses privilegiados só piora a situação.

      Agora temos a profissão de “caçador de carros”. Justamente por ter tantas malandragens no setor automotivo, tanto com carros usados qto com novos tb!

      • Carlos AM

        Essa questão de cartel que você citou também ocorre na minha cidade (Campinas).
        Dou como exemplo a VW que detém 3 css na cidade, e todas do mesmo grupo. Além deste mesmo grupo ter css de outras marcas também.

        Ou seja, você vai em uma loja, faz a pesquisa e acaba indo em outra loja para pesquisar e buscar uma melhor negociação, mas como são parte do mesmo grupo não vai conseguir muita coisa.

        • Verdades sobre o mercado

          A VW é campeã em fazer estas m… de deixar um mesmo grupo numa única praça, um verdadeiro tiro no pé para a própria marca conforme ela mesma provou em Florianópolis por vários anos. E tem casos absurdos como Blumenau-SC onde tem 3 css da marca, algo absurdo em função do tamanho do mercado.

          • Alex

            Cliente de montadora é a concessionária. Nós somos recursos a serem explorados (gado).

            • Verdades sobre o mercado

              A VW pensava assim até 2002 e levou fumo. Quando resolver olhar quem eras os verdadeiros clientes muita coisa mudou.

    • TijucaBH

      Nunca que um excelente negociador conseguirá comprar como PFcom os mesmos descontos de PJ. Hoje as grandes locadoras compram com um desconto sobre o preço publico com descontos na faixa dos 25%. A margem bruta das concessionárias é de 6 a 10% considerando a venda para o cliente no valor de tabela. As margens brutas reais sao de 4 a 8% em média, entao nem mesmo zerando a margem da concessionária vc conseguirá um desconto tao bom como em VD, a exceção é quando um determinado carro tem bonus de varejo muito bom para aquele mes e a concessionária prefere zerar sua margem pra bater meta no dia 31. Não trabalho na área mas já auditei um dos maiores grupos de concessionárias do Brasil.

      • Chap

        É isso mesmo que você disse. Mas não há motivos para se preocuparem com as locadoras, eles compram muito mais ainda mal chegam a 15% do mercado, então essa histeria da desvalorização não tem fundamento, é esse o meu ponto no comentário anterior. Os outros VD não obtém descontos tão generosos quanto as grandes locadoras ou quando têm são por causa de isenções de impostos como os PCD, mas estes últimos como você deve saber ficam com restrição de venda por prazo relativamente longo para não produzirem distorções ou levar vantagem.
        E as locadoras precisam vender ‘barato’ senão não vendem, caso contrário óbvio que adorariam vender pela FIPE, mais lucro. Mas carro que serviu para essa finalidade só vale a pena se for muito viável, o consumidor não é bobo.

  • Bruno_Mgá

    Tabela Fipe é uma grande mentira usada para ajudar na persuasão e venda. Explico: A percepção que algo está barato só é possível quando comparado a algo. Se na tabela o preço do veículo for R$ 100mil, e eu fizer R$ 90mil, logo, na cabeça do cliente ele esta com uma bela vantagem.

    Assim, as montadoras criam preços ´´fake“, onde alguns desatentos serão vitimas.

    • Pedrob

      Concordo que o valor da FIPE é fora de mercado, mas as montadoras nada tem a ver com os valores divulgados na tabela.

      • Bruno_Mgá

        A ´´Fraude“ da Fipe começa através das montadoras no 0km. A Fipe com o preço de tabela do 0km faz a depreciação.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Verdade absoluta, quando você compra paga o preço da Tabela Cheia, na hora de vender é ridículo, mesmo particular, tamanha a oferta de carros.

      • Mas eu vendo meu carro usado para uma revenda por 40 mil (preço cheio fipe) e vc compra esse mesmo carro por 40 mil da revenda, qual a lógica de ter uma revenda?

        • Murilo Soares de O. Filho

          Só me diz qual revenda paga preço cheio da tabela Fipe?

    • invalid_pilot

      Governo usa essa mesma tabela pra cobrar tributos, mais um motivo bizarro dela existir

  • Ric53

    Recomendo a leitura do conteúdo original disponível no link “fonte”
    “A bolha do setor automotivo brasileiro – o bobo, o esperto e o malandro” vocês ficaram ainda mais enojados!!

  • SDS SP

    Só a Localiza comprou 165 mil veículos em 2018 e vendeu 111 mil. Ela já fatura mais com esse nicho do que com locação. É um negocião.

    • Vitor

      Exato eles lucram duas vezes compram o carro usam até se acabar depois vendem como novo.

      • Zé Mundico

        Não é bem assim. As grandes locadoras ficam com o carro apenas no período da garantia de fábrica, para não ter despesa com manutenção. Quando vai chegando 3 anos já vão mandando embora.

        • Verdades sobre o mercado

          estão vendendo com 1 ano em média.

          • Luciotzt

            A garantia para PJ é de 1 ano, geralmente

        • T1000

          3 anos, vai sonhando; ficam 1 ano e ainda lucram na venda.

          • Zé Mundico

            tem isso, mas geralmente vão repassando para frotistas menores ou para empresas que terceirizam serviços.

        • Vitor

          Eu conversei com um funcionário da localiza ele falou que o carro roda 30 mil km ou 2 anos e tchau

  • Gustavo Maia

    Eu acho que essa bolha irá persistir por um bom tempo, pois não é do interesse do governo e nem das montadoras rediscutir as regras para vendas diretas.

    • Matafuego

      Pode ser de interesse do governo. Praticamente 50% dos carros são vendidos com isenção fiscal, sendo que a grande maioria é vendida para locadoras.

      Talvez seja melhor diminuir a isenção de PJ e repassar para a PF. Exemplo: supondo que a isenção total para PJ seja 15%. O governo poderia reduzir o imposto em 7,5% para todos, de modo a facilitar a aquisição de carros por PF. Em teoria, não há queda de arrecadação e a bolha murcha.

      • Verdades sobre o mercado

        Não tem nada de 50% dos carros vendidos com isenção fiscal. Isenção é apenas para PCD e taxista. Todas as demais vendas pagam os impostos normalmente, não tem redução nenhuma.

        • Se for comprar em pessoa jurídica, com talão do produtor tem desconto sim, apesar de ser menor do que pcd. E pessoa jurídica pode ser uma empresa pequena.

          • Verdades sobre o mercado

            Tem desconto do fabricante, não tem nada a ver com redução de impostos. Vai pagar menos imposto porque o preço é menor, só isso, mas não há nenhuma vantagem fiscal para empresa ou produtor rural.

        • Matafuego

          Você tem razão. Confundi venda para PJ com venda para PcD.

      • Gustavo Maia

        Com certeza, acho que essa seria a melhor solução.
        Mas acho difícil o atual governo tomar uma decisão que vá impactar diretamente na isenção das empresas, pq mal ou bem elas geram emprego, renda… Seria totalmente o contrário da proposta de estimular o “crescimento”, na visão deles

  • zekinha71

    Em breve se a pessoa não for PCD ou PJ vai ser proibido de entrar na ccs.

    • Roberto

      agora tem 15% de desconto para Uber, 99, e outros

      • sigma7777777

        Onde?

        • Roberto

          Eu já vi algumas, mas que eu lembro tem a Nissan de Santos, dando 15%. Ta no Instagram deles

          • Roberto

            Mas agora motorista de app pode virar Mei, então vão comprar como CNPJ

        • Ernesto

          De 0Km eu não sei, mas sei que a Localiza faz propagando de seus seminovos, dizendo que para quem trabalha com aplicativo tem desconto.

        • Verdades sobre o mercado

          Vi anúncio de Grand Siena com Kit para GNV com 14%(ou 16% não lembro) de desconto para Uber ou 99 na frente da css.

  • Herick Miyato

    Deveriam acabar com essa Tabela Fipe

    • Verdades sobre o mercado

      E as indenizações de seguro seriam com base em que valor ?

      • Mr. Pennybags

        Negociando o valor da indenização na hr de fazer a apólice.

  • Alisson Bona

    E eu pensando que a bolha era causada pelo preço cada vez mais inacessível dos carros novos.
    Aumentos sem justificativa.
    Peças caras.
    Manutenção absurda, na rede de concessionária.
    Mas a culpa é do mercado de usados, que pelo que parece não existia antes.

  • Zé Mundico

    Também já venho observando esse verdadeiro “delírio” no preço de automóveis novos e a participação de frotistas e locadoras, que puxam o preço para baixo mediante descontos.
    Hoje, mais do que nunca, continua não sendo negócio comprar carro zero. Se você for financiar, prepare-se para pagar até 3 vezes por um bem que dentro de 3 anos estará valendo metade.
    Aqui no Brasil, o rabo abana o cachorro e a exceção vale mais do que a regra.

    • MauroRF

      Amigo meu vendeu um Creta seminovo e comprou um Focus Ghia 04/05 automático em estado impecável, gastou certa de 1000 reais para deixar o Focus praticamente zerado e esta sorrindo de orelha a orelha com o IPVA bem menor e com a diferença da grana aplicada. Confesso que dá vontade de fazer isso também.

      • Zé Mundico

        É o que eu sempre fiz. Mesmo tendo condições financeiras suficientes, nunca me metí a ter carro zero. Sempre comprei seminovos dentro da garantia por preços vantajosos.

      • fschulz84

        Eu já ando pensando nesta hipótese também. Meu primeiro passo foi “testar” não ter carro em meu nome.

        Como minha esposa trabalha no banco de uma montadora, tem o programa de aluguel. Acabei alugando um carro com contrato por dois anos e vi que talvez seja um negócio interessante apesar de que no fim, paguei e não terei o bem (mas se analisar os financiamentos, com os juros que são praticados, dá quase na mesma).

        Quando terminar este aluguel, no fim de 2020, irei verificar se vale mais a pena alugar outro ou comprar um usadão que me atenda e que eu consiga manter claro (uma idéia que tive seria uma Subaru Outback 2006 ou até mesmo uma 2002), sabendo do custo de manutenção, mas já também sabendo do que tenho que me atentar e que, pelo menos aqui em SP, existem boas oficinas especializadas.

        Enfim, muito a se pensar, mas dificilmente compro carro 0km ou próximo disso.

    • José Castro Neto

      Zé até agora ninguém falou em mais outra coisa que alimenta a bolha, o custo estratosférico do 0km. Vai acabar o mercado deixando de comprar na PF e alugando, dando mais munição para as locadoras meteram a faca no pescoço das montadoras.

      Sem condição carro 0 km nos dias atuais.

  • sigma7777777

    E essa bolha “me força” a permanecer com meu usado, mas pouco importa para este desgoverno, pois provavelmente foi financiado por essas locadoras.

    • Elizangela Oliveira

      Esse desgoverno acabou com o país em oito meses, incluindo a floresta amazônica. Esqueçamos os desgovernos anteriores e os saques, assaltos e favores feitos aos amigos do rei com o dinheiro público.

      • Murilo Soares de O. Filho

        Esse novo, nem teve chance ainda de fazer algo concreto, tamanho é a corrupção, herança de governos anteriores.

      • sigma7777777

        Governo tagarela, que nada faz. Cadê os 10 anos de duração da CNH? Fala, fala, e nada cumpre. O país precisa de menos Twitter e mais governo!
        E sobre favores, este não faz para amigos não: faz é para a própria família! Um escândalo com a coisa pública!

        • Dherik

          Teve notícia hoje deste CNH de 10 anos. Acho que logo começa.

        • Gustavo

          O cara acha que é fácil… Existe uma máfia por trás de cada coisa que o governo tenta mudar. Sem contar os alienados que qualquer coisa que se fala torto, começam uma guerra. A corrupção é IMENSA nesse país. O Presidente não consegue fazer nada sem ser aos berros. Lamentável o que governos anteriores fizeram com o país.

        • Murilo Soares de O. Filho

          Para que mundo você vive, prefere o PT?

      • Murilo Soares de O. Filho

        Esquerdinha?

    • SDS SP

      Não que o atual seja digno de elogios, mas os governos anteriores forneceram grandes quantidades de dinheiro a juros bem camaradas (via BNDES) para a maioria das montadoras aqui instaladas. A farra do crédito subsidiado inflou a bolha dos caminhões e implementos rodoviários e foi uma das razões para o estouro da greve do ano passado. Os pagadores de impostos, para variar, ficam sempre com a conta.
      Agora temos essa farra do PCD.

      Pra você ver como governos distorcem o mercado.

    • Francisco Helio

      A Localiza e a Movida financiaram a campanha do Capitão… rsrsrsrs só pode ter sido… rsrsrs

      • sigma7777777

        O dono da Localiza apoiou a campanha de Bolsonaro. Acorda meu filho: o cara é secretário de privatizações! Pesquise!

        • rogeriuslima

          Secretário de privatizações… Deus te ouça

  • heliofig

    Pelo contrário, deve-se buscar a redução geral dos tributos. A regra de descontos está mostrando que é possível a produção aumentar com a redução de impostos.

  • Verdades sobre o mercado

    Novamente informação errada: Não existe redução de impostos de automóveis para venda direta para PJ. Só existe isenção de impostos para PCD e Taxi.

    • TT 230

      Então afinal de onde vem os grandes descontos que as fabricantes/montadoras dão via venda direta? A Toyota dava extra de 10 mil no Corolla XEI para PCD. A VW pegou o T-Cross AT de entrada com tabela de 94,5 mil, começou vendendo só com desconto de IPI pra PCD ficava 80 mil, agora tão fazendo por 71 mil.

      Falei de PCD, mas também de onde vem os descontos para CNPJ que a VW dá de 15 mil para o T-Cross AT de entrada, de 94 mil por 79 mil? Mesmo que o de 94 mil esteja sendo encontrado em concessionária por cerca de 86 mil, ainda são consideráveis 7 mil de diferença.

      A fábrica paga menos imposto por vender diretamente ao consumidor? Não levando em conta o óbvio de o valor da nota ser menor e por isso pagar menos imposto.

      • Verdades sobre o mercado

        VEm da margem dos fabricantes e dos css.
        A alíquota e a base de cálculo do imposto é a mesma se o fabricante vender para css ou para o consumidor final.
        Vamos imaginar que um Corolla de 100 mil seja vendido para a rede de css por 88 mil. Tirando os principais impostos (IPI, ICMS e PIS/Cofins) o valor líquido que fica com a Toyota é de aprox. 58 mil. supondo que a Toyota esteja dando um bônus de 3 mil para seus css venderem o Corolla a um preço mais atrativo, afinal está em mudança de geração, fica 55 mil líquido para Toyota. Agora vamos imaginar que a Toyota esteja vendendo o mesmo Corolla para PCD com 10 mil extra de desconto. O carro vai ficar por aprox. 80 mil que é o que a Toyota vai receber por ele. Vamos imaginar que a css que fez a venda receba aprox, 6.000,00 de comissão pela venda e que a Toyota ainda tenha que pagar os impostos (ICMS e PIS/Confins) no valor aprox, de 17mil, ficando líquido para Toyota o valor de 57 mil, ou seja, a venda PCD foi até um pouco mais lucrativa que a do varejo.
        Se a VW está dando 15 mil de desconto no T-Cross AT de 94.5 mil para PJ ela está recebendo 79,5 mil, pagando 7% de comissão para o css que fez a venda (aprox, 5,5 mil) e mais 22 mil de impostos (IPI, ICMS e PIS/Confins) ficando com o valor líquido de 52 mil. Vendendo para os css revender no varejo ela apura aprox. 84 mil, supondo que esteja pagando um bônus de 6 mil para poder ofertar a um preço atrativo e ser competitivo, mais 25,5 mil de impostos ficando com o valor líquido de 52,5 mil. Perceba que neste caso o valor ficou semelhante devido ao bônus de 6 mil(estimado) que a VW está oferecendo na venda varejo, mas não contamos com eventual despesa adicional com promoção de vendas do tipo taxa subsidiada (que pode ser taxa ZERO ou alguma outra abaixo do normal do mercado).

        • Rafael

          O IOF para PJ é menor nos financiamentos

        • TT 230

          Obrigado pelo seu tempo e esclarecimentos.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Simples, preço igual para todos, acho um absurdo empresa e PCD terem descontos, hoje o cara cortou o dedo do pé vira PCD. Todo dono de Empresa, seja ela grande média ou pequena, compra o carro de uso pessoal pela empresa, eu mesmo faço isso…a verdade é uma só, nosso governo+montadora+lojistas, lucram de mais em cima do consumidor, seja ele pessoa física ou jurídica.

  • Raimundo A.

    Lendo os vários comentários mostrando as trapaças para obter isso, aquilo, falta de fiscalização, suposta legislação fraca, e ontem, matéria de jornal mostrou parte de fraudes bilionárias a Previdências Social, que muitos dizem arrombada, mas com tanta gente roubando e outros com benefícios surreais divergindo da maioria do população, alguém tem orgulho dessa b**** de país? Deve ter, com certeza.

    • danlaradd .

      Onde tem benefícios a uma classe, sempre haverá corrupção. Se acabar com os benefícios, os preços tendem a cair para todos. Isso é valido para cinema, carro, vaga em universidade etc.

  • El Cabron

    Em Santa Catarina um carro somente é elegivel para o PCD se ele tiver o equivalente em tabela abaixo de R$ 70.000,00. Então Renegade, Jeep, Creta aqui não é mais possivel pegar. O racional da fazenda estadual (ICMS) é o seguinte, o caboclo consegue comprar um renegade sem isenções por 69.999,00, tem disponivel? como a resposta é não, então isenção de ICMS negada. Aqui somente carros como onix, Peugeot 2008 e Cactus. Esta regra vale desde novembro/18, pelo que sei. É o unico estado que esta aplicando, Minas também estava, mas parou.

    • Samluzbh

      Aqui em minas já vi outdoor com propaganda do Renegade a 54,900, em baixo tem as letrinhas miúdas “PCD e Produtor Rural”.

  • Herbert Carvalho

    As grandes empresas são o espertas… O é bestao brasileiro pensando que tá saindo na vantagem.
    O maior exemplo de todos é a Fiat strada… Será que existe algum besta PF que paga R$ 65.000 num “palio com rabo” de uma plataforma antiga? O carro é muito bom para o trabalho… Mas valeria 65k?

    • nbj

      É a aberração o que se tornou esses tipos de isenção. Como exemplo: Renegade Sport 1.8 Flex AT6 R$ 89.990. Já o PCD o preço é de R$ 69.990 (preço sem as isenções). Essa diferença de 20kl não convence, já que a retirada de alguns itens não chega a tanto. Assim daria para vender esse de 89k por um preço menor!
      A Strada é uma aberração maior!
      No final das contas, as fabricantes até com essas isenções ganham em cima do consumidor!

  • Freaky Boss

    1. País da meia entrada: quando vários tem isenções , o resto paga mais caro. Parece que estão começando a enxergar isso no BR. Isso é bom.
    2. “Antes, o lucro dessas empresas vinha do aluguel do carro, mas hoje a rentabilidade vem exatamente do mercado de usados.” . Se vc ler o balanço financeiro da localiza não é isso. Maiores margens de lucro vem é das locações e gestão de frota. Venda de usados respondem muito por receita (por volume), mas margem de lucro é baixa. Portanto não acho que a frase tirada do texto está correta. Minha interpretação.
    3. O texto desse economista parece mais um choro do que um troço que vai levar a alguma conclusão.

    • Matthew

      Item 3: típica fala de qualquer economista.

  • invalid_pilot

    PCD is the new Meia Entrada, já vimos isso no mercado de entretenimento.

    Correto mesmo seria o Governo igualar tributação de forma justa a todas as modalidades

    • Verdades sobre o mercado

      A tributação só muda para PCD e taxi. Todos os demais pagam os mesmos impostos.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Eu acho um absurdo, entendo em que há casos graves, mas também tem muita gente querendo ser esperta, acho que se o governo quer beneficiar alguém, cobre então taxas melhores, mas não isentar, direitos iguais para todos!

      • invalid_pilot

        O governo erra em dar subsidio e por ser muito complacente nas regras para dar o benefício.

        Virou máfia

  • RPM

    Eu quero que essa indústria se lasque ….cada um vendo o seu lado,eu vendo o meu….de boa aqui com o meu carro 2006,tratado a pão de ló,que nem pagará mais Ipva daqui a pouco….loucura esses preços de carro zero e custos de Ipva…mas cada um sabe o que faz com o seu dinheiro

  • Samluzbh

    Enquanto carros no Brasil for “Status” só tende a piorar.

  • Jeep só vende tão bem por causa das vendas diretas.

  • Independente, os preços só sobem, e o pobre já não tem mais poder de compra para veiculos 0km. Pessoas de queiram comprar 0km, como exemplo do Onix Joy, com financiamento, podem se dizer as mais sem noção, pois os juros estão altos, e se levando em conta a desvalorização, está praticamente jogando dinheiro fora, pois o carro tem manutenção e contas, como IPVA e seguro. Ao longo dos anos está se torando dificil adquirir veiculos 0km. Vai chegar a um ponto que o povo não poderá mais pagar, vide os suscetivos aumentos de preços e os salários não aumentam na mesma proporção. Eu por exemplo, de 2010 à 2016 tinha um poder de compra bem maior que hoje em dia, onde não pretendo trocar tão cedo de carro.

  • hinotory O

    Hoje o carro está mais barato no Brasil do que nos EUA.

  • Gabriel M. Vieira

    Enquanto isso vou cuidando do meu carro atual até ele esfarelar.

  • Geraldo Xavier

    Fiz um estudo e está muito vantajoso alugar um carro ao invés de comprar. O custo de aluguel de 1 onix zero km por 1 ano sai por 16.000 reais. Se você somar o ipva (2000), emplacamento (500), seguro (3000), revisões (600), desvalorização de 20% (9000) e o rendimento do valor do carro aplicado em fundo de investimento (2500) a soma chega em 17.600 reais.
    isso sem contar em um eventual sinistro você ter que ficar sem carro até que o problema seja resolvido.

    • sigma7777777

      Mas não vence na comparação com a aquisição de um seminovo, pois já depreciou bastante, IPVA reduzido devido o valor do carro ter reduzido, já emplacado e se paga apenas a transferência e “revisões” se faz fora da concessionária, que custa bem menos.

      • Geraldo Xavier

        o cálculo é pra carro zero km

        • e3965

          Quem realmente quer economizar não aluga carro e não compra zero km.

          • Geraldo Xavier

            A pessoa que trabalha com vendas e necessita de carro, empresas, engenheiro de campo etc.

          • T1000

            Quem precisa de um carro para trabalhar ou deixar na mão da filha que vai à faculdade à noite não pode se dar ao luxo de ter um carro usado não confiável.

            • e3965

              Só carro usado de porco que não é confiável.

            • sigma7777777

              Gasta um dinheirinho e faça manutenção preventiva. Simples assim.

      • Murilo Soares de O. Filho

        Só se for semi novo com 10 anos.!

    • SDS SP

      Partindo da premissa de que o carro será um mero meio de transporte, faz sentido. Mas sabemos que tem o viés bem emocional nessa equação.

      • Geraldo Xavier

        Carro foi feito pra usar. Quem compra carro por necessidade não esquenta pra emocional e nem fica em casa lustrando e nem alisando carro. Existe o público que casa com o carro e o público que pensa que carro é só meio de transporte

        • SDS SP

          Mas a maioria não pensa assim. Coloca o emocional à frente de tudo, o tal do bendito status, satisfação pessoal e por aí vai…
          Não há uma verdade absoluta na compra de um carro e isso também vale para outros bens.

          • Geraldo Xavier

            Já não penso que eles sejam “tão” maioria assim. As vendas diretas inclusive para locadoras crescem sem parar e nem só de modelos populares. Pra quem usa carro como meio de trabalho a migração para o aluguel cresce sem parar.

        • Cromo

          Se sai mais barato alugar q comprar, dá pra alugar um carro mais legal e aí o emocional é satisfeito.

          • Geraldo Xavier

            O cálculo que fiz foi em um popular. Dependendo do carro a desvalorização é maior que os 20% do cálculo do popular. Certamente será vantajoso também

    • Cromo

      Essa sua conta aí não bate com os valores q vc mesmo forneceu.

    • Cromo

      Só as despesas de ipva, emplacamento, seguro (tem muita gente q não faz seguro), revisões, desvalorização e o rendimento financeiro mais q pagam o aluguel do carro. Mas isso vale para quem faz seguro e troca de carro todo ano. Como a maioria fica mais tempo com o carro, a partir do segundo ano fica mais caro alugar, principalmente pra quem não faz seguro.

      • Geraldo Xavier

        Comprar carro zero sem seguro é loucura. Na minha opinião deveria ser obrigatório seguro pra terceiros igual ao dpvat que é obrigatório. De repente a conta pra quem vai ficar 2 anos com o carro não deve ser tão prejudicial. Deve ficar elas por elas

  • Eduardo T. Küll

    Aí, em algum momento dá merd@ e as montadoras reclamam, pedem ajuda, etc., por um problema QUE ELAS MESMO CRIARAM.

  • Racer

    Até parece piada a Toyota estar reclamando disto… Quem deveria estar reclamando é o governo (no caso dos PCD), que deixa de arrecadar. Mas não…vai a Toyota reclamar porque está é ficando atrás de quem vende assim. Ela que abocanhe menos lucro, e venda também de forma “direta”….

    • Eduardo Sad

      Verdade. Hipocrisia dessa marca! Tá reclamando pois seus produtos não são público-alvo das isenções. Agora, no Varejo, está marca não só gosta de dar as cartas como ditar a política de preços exorbitantes… Só chora porque não tem a boquinha acolá

  • gustavo

    é um erro o governo suspender os descontos de impostos que ele fornece aos PCD e empresas nas vendas diretas, erro maior é ele cobrar essa despesa dos consumidores comuns, ninguem pode defender que o governo corte as isençoes que ele já fornece, mas devemos cobrar que ele abaixe os impostos para todos os consumidores Brasileiros, essa deve ser a palavra de ordem das empresas, dos PCD, dos consumidores comuns, o governo não deixaria de ganhar, pois com o aumento das vendas de carros novos iria gerar arrecadação igual ou até muito maior do que a atual.

  • RicardoVW

    Por mim esta bolha que ferre com a venda de carros 0km e os que compraram, há muitos usados no mercado, o suficiente para todos!

  • Marcus Vinicius

    Agora gostaria que fizessem uma reportagem explicando porque não acontece Uma Bolha automotiva nos EUA e em países da Europa onde o carro é mais barato do que no Brasil !

    • Guedes

      Renda per capita. Próxima.

  • Cromo

    Após seis meses, elas (as locadoras de carro) estão liberadas para vender sua frota adquirida com 30% de desconto. É mamata demais pras locadoras, o que justifica isso? Elas compram o carro, alocam e depois ainda vendem com lucro. Acho q vou abrir uma locadora só pra vender os carros depois de 6 meses. Se a afirmação da reportagem é correta, é por essas e muitas outras q tudo é tão caro no Brasil.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email