Esportivos Mercedes Benz

Mercedes-AMG: motor do hipercarro Project One terá durabilidade de 50 mil km

mercedes-amg-project-one-projecao Mercedes-AMG: motor do hipercarro Project One terá durabilidade de 50 mil km







O novo Mercedes-AMG Project One será o grande lançamento da fabricante alemã para este ano. Com estreia prevista para o Salão de Frankfurt, que acontece em setembro, o hipercarro deverá ser oferecido com preço na casa dos US$ 2,4 milhões. No entanto, o bólido não será um automóvel altamente durável, assim como já acontece com outros modelos da categoria.

Durante uma entrevista, o chefe da AMG, Tobias Moers, revelou que o motor 1.6 litro turbo de seis cilindros, derivado da Fórmula 1, que equipará o novo Mercedes-AMG Project One, contará com uma vida útil de apenas 50 mil quilômetros (31 mil milhas).

“Temos uma compreensão de cerca de 50 mil km. Isso é ok para nós. Acho que isso é bom o suficiente. Essa é a vida útil do motor. Então aí nós fazemos algum retrabalho, como em um carro de corrida. Mas você não precisa de uma equipe de Fórmula 1, você não precisa de uma gasolina especial. Basta apertar o botão e ele dispara”, afirmou o executivo. No entanto, é de se esperar que grande parte dos proprietários não atinjam uma quilometragem tão elevada com seus hipercarros.

Por outro lado, o conjunto mecânico do AMG Project One vai entregar números impressionantes. Serão mais de 1.000 cavalos de potência e rotação máxima de cerca de 11.000 km. Haverá ainda dois motores elétricos e uma transmissão automatizada de apenas uma embreagem, já que, ainda segundo Moers, “não há uma caixa de dupla embreagem capaz de trabalhar com um motor que atinja 11.000 rpm”.

O Mercedes-AMG Project One terá produção limitada a apenas 275 exemplares. Outros detalhes serão revelados em breve.

[Fonte: Motoring | Imagem: Peisert Design]




Send this to a friend