*Featured Avaliações Hatches Mercedes Benz

Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

mercedes-benz-a200-fotos-11-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

Com a plataforma modular MFA, a Mercedes-Benz definitivamente entrou no segmento de carros de tração dianteira, já que anteriormente as Classes A e B atuavam em segmentos mais restritos. Além disso, menor custo de produção aliado à possibilidade de desenvolvimento de vários produtos sobre a mesma base reduziram o tempo de criação de novos modelos e isso permitiu explorar mais o segmento de entrada.



Ela começou com a Classe B, modelo que já avaliamos e que continua como uma espécie de minivan esportivinha. Já a Classe A saltou do simpático urbano de dimensões bastante reduzidas para um belo e esportivo hatchback. O anterior foi fabricado em sua primeira geração (W168) em Juiz de Fora/MG, mas não fez sucesso e saiu de linha depois de seis anos. A Mercedes-Benz ainda insistiu com outro modelo, mas a baixa produtividade levou à conversão da planta para produção de caminhões, mais rentáveis.

mercedes-benz-a200-fotos-16-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

Agora, a Classe A tem “A” maiúsculo, atendendo ao público que à época da primeira geração, estava interessado em um outro hatchback fabricado no país. Compartilhando elementos com a Classe B, bem como com o muito atraente CLA e o recente crossover GLA, o modelo tem seu passaporte carimbado para produção em lugares bem distantes da Europa. Brasil? Por enquanto não, já que o anúncio da nova fábrica local indica Classe C e GLA.

Ao desembarcar no Brasil, o Mercedes-Benz Classe A – masculino mesmo por causa de seu estilo e segmento – criou um primeiro impacto que dividiu opiniões. A campanha de lançamento foi em ritmo de funk. A proposta foi ousada, mas não compartilhada por muitos. No entanto, o choque foi benéfico, visto que até então a propaganda do carro seria no mínimo presumível. Sair do lugar comum é muito bom em alguns casos.

Por fora…

O Mercedes-Benz Classe A agora pode ser de fato um rival para Audi A3 e BMW Série 1, algo impossível na geração anterior. Com perfil esportivo e altura contida, o hatch médio – sim, ele até parece compacto, mas não é, já que mede 4,29 m – tem linhas expressivas e corpo dinâmico, mas sem deixar de lado o estilo alemão, conservador, funcional e sem adornos estéticos excessivos.

mercedes-benz-a200-fotos-13-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

Na parte frontal, os faróis se destacam por seu formato diamantado com LEDs diurnos integrados e projetor bi-xenon adaptativo e com lavador. No A200 Urban é item é de série, mas inexistente no Style, mais barato – ou menos caro. Aliás, em relação ao nome da versão, de urbano ele não tem quase nada, embora apresente algo interessante quando usado em meio ao trânsito complicado de nossas cidades. Mas isso falaremos mais adiante. Voltando ao conjunto frontal, o Mercedes-Benz Classe A possui grade com dois frisos cromados horizontais, a famosa estrela de três pontas, acabamento da grelha em preto fosco e para-choque (sem faróis de neblina) com spoiler e linhas bastante aerodinâmicas. O visual agrada muito e não há o que retocar no momento.

A lateral tem dois vincos proeminentes que se destacam no perfil, ausente de protetores e outros apliques. A linha de cintura é alta e oferece espaço para que um dos vincos surja dos faróis e crie uma curvatura suave até desaparecer na porta traseira. Já o vinco inferior é mais protuberante e vai subindo do para-lama dianteiro até a parte superior do para-lama traseiro.

mercedes-benz-a200-fotos-9-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

A base das janelas possui uma leve curvatura no mesmo sentido do vinco superior, mas com um friso cromado junto aos vidros. Os retrovisores possuem LEDs como repetidor de direção e luz de posição. O desenho da lente é agressivo e contrasta com o restante do conjunto.

Os vidros escurecidos dão o toque de esportividade ao Mercedes-Benz A200 Urban, assim como a coluna B pintada de preto e as rodas de liga leve diamantadas com cinco raios duplos e aro 17, calçadas por pneus Run Flat 225/45 R17.

mercedes-benz-a200-fotos-3-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

A traseira do A200 Urban possui grandes lanternas com desenho atraente. O visual geral é bastante limpo e até musculoso. O escapamento tem duas saídas cromadas, integradas em um pequeno difusor na cor preta.

Por dentro…

No interior, o “mercedinho” chama atenção pelo painel frontal achatado e alto, gerando a sensação (real) de um carro mais baixo. O acabamento segue a linha da marca e não poderia ser diferente, pois é exatamente isso que o consumidor vai exigir. Afinal, são R$ 109.900 nesta versão, enquanto a Style sai por R$ 99.900.

mercedes-benz-a200-fotos-20-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

Na parte superior, plástico emborrachado cobre todo o conjunto, que na parte central é revestido em couro sintético trançado ARTICO na cor cinza (no carro testado) ou também preta. A moldura do painel tem visual diamantado, enquanto os cinco difusores de ar em formato de turbina são cromados.

Os pedais são de alumínio e o volante multifuncional (comandos de áudio/telefonia e computador de bordo) é revestido em couro Nappa, apresentando também Paddle Shifts. Outro destaque é o cluster com fundo branco e temática esportiva. O velocímetro até 260 km/h é um convite para acelerar, mas também merece cuidado ao rodar em ruas e avenidas com fiscalização eletrônica. Afinal, ele rapidamente ganha velocidade e sem perceber, você já está acima do permitido. O limitador SPEEDTRONIC é a solução para não ter problemas.

No centro, o display TFT chamado Audio 20 tem 5,8 polegadas e apresenta informações de navegação, telefonia, sistemas do veículo, climatização e multimídia. Ele é fixo e possui belo acabamento em preto brilhante. CD, MP3, WMA, AAC, Bluetooth, auxiliar e USB possuem interface com o sistema de áudio logo abaixo, que possui visual complexo em contraste com o restante do conjunto. Logo abaixo, o ar condicionado automático Thermatic possui comandos intuitivos.

mercedes-benz-a200-fotos-40-700x1050 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

O porta-luvas tem tamanho razoável e o console central possui porta-copos sem tampa, mas com regulador. Logo à frente, o botão para navegação no Audio 20. Um porta-objeto domina o lugar tradicional da alavanca de transmissão e outro menor serve de porta-moedas e possui fonte 12V. Aliás, há fonte 12V também na parte traseira. Mas e a transmissão?

Como se trata da automatizada de dupla embreagem 7G-DCT com sete velocidades, a alavanca fica junto à coluna de direção, no lugar onde tradicionalmente fica o limpador de para-brisa. Este é deslocado para o lado esquerdo e integrado ao indicador de direção (setas). O piloto/limitador automático fica logo abaixo.

Nas versões manuais na Europa, a alavanca fica na posição normal no console central. O botão do farol e iluminação de inverno ficam na parte inferior do painel, pouco acima do freio de estacionamento, que apesar da posição como de picapes, é elétrico. Os comandos dos vidros estão em boa posição e as portas possuem acabamento em plástico emborrachado e couro. As maçanetas são cromadas, assim como um friso na base dos apoios de braço. O teto é revestido em tecido preto, transmitindo a sensação de esportividade que o Mercedes-Benz A200 Urban naturalmente carrega.

mercedes-benz-a200-fotos-44-700x1050 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

Os bancos tem desenho esportivo com laterais proeminentes revestidas em couro, enquanto o centro é de tecido cinza. O apoio de cabeça é integrado e visualmente separado por uma abertura com friso cromado na parte traseira. Como tem um detalhe interessante aqui, vamos adiantar a iluminação interna. Nesse aspecto, o Mercedes-Benz A200 Urban impressiona bela beleza e elegância do ambiente interno durante a noite.

Há iluminação amarela nas aberturas dos apoios de cabeça, bem como nas maçanetas, puxadores, espaço para os pés na frente e sob os bancos traseiros. Em LED branco, duas luzes surgem abaixo do retrovisor interno, além das lentes de leitura dianteiras e traseiras, mais a iluminação atrás. Isso sem contar as soleiras de metal com o nome Mercedes-Benz. A programação de iluminação interna é sem dúvida um bom atrativo.

mercedes-benz-a200-fotos-26-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

mercedes-benz-a200-fotos-23-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

Entre os bancos, apoio de braço regulável em distância e no interior, porta-objetos com conexão USB e Auxiliar. Na parte traseira, porém, não há saída de ar condicionado integrada, tendo abaixo apenas uma fonte de 12V. O banco traseiro é bipartido e com Isofix, tendo os apoios de cabeça laterais integrados e o central ajustável em altura. Não há apoio de braço central. O revestimento dos encostos da frente é em plástico duro e não há porta-revista. O porta-malas possui 341 litros e tem espaço razoável para uma família pequena e sob o assoalho, kit para reparação de pneu.

Por ruas e estradas…

O Mercedes-Benz A200 Urban tem bom espaço interno graças aos 2,69 m de distância entre os eixos. Assim, maior conforto para pessoas altas tanto na frente quanto atrás. Pelo tamanho até poderia ser maior, mas o perfil e proposta do carro acabaram reduzindo na prática o volume interno. Por ser baixo, a posição de dirigir também acompanhou, criando a leve impressão de se estar em um cupê. Para quem vai dirigir esportivamente, é ótima.

Os bancos dianteiros possuem apenas regulagens mecânicas com duas posições ajustáveis para o assento. A visibilidade é razoável na frente e ruim para trás devido às grandes colunas C. Parte da sensação de estar mais baixo é também devido à linha de cintura alta. O volante tem excelente empunhadura e os comandos são fáceis de acessar.

mercedes-benz-a200-fotos-7-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

Para quem não é acostumado com transmissão “no volante”, a falta da alavanca central será sentida durante algum tempo. Os engates das marchas na haste atrás do volante são fáceis e intuitivos, mas a posição P é acionada através de um botão cromado na ponte da alavanca. Para ficar melhor, faltaram alguns itens que poderiam deixar a condução mais segura, sendo sensor de estacionamento traseiro (e pelo preço, dianteiro também), assim como retrovisores com rebatimento elétrico e uma prática câmera de ré.

Controle de cruzeiro adaptativo seria desejável, mas pelo menos há um sensor de fadiga, que dá o sinal de alerta quando o condutor já pensa em fechar os olhos… Sete airbags e freios ADAPTATIVE BRAKE contribuem ainda mais para a proteção dos ocupantes. Outro item desejável é o teto solar. Uma noite quente ou aquele famoso passeio em baixa velocidade na orla da praia ficariam mais agradáveis com o teto aberto.

Mas o A200 Urban quer mesmo é ser acelerado e não está nem aí para certos desejos. O motor 1.6 tem turbocompressor e injeção direta, entregando bons 156 cv e 5.300 rpm e 25,5 kgfm a partir de 1.250 rpm. A força do propulsor, aliada à rapidez da caixa 7G-DCT faz o modelo ser bastante rápido, oferecendo retomadas ágeis, elevando rapidamente o ponteiro do velocímetro. De 0 a 100 km/h em 8,3 segundos e máxima de 224 km/h, de acordo com o fabricante.

mercedes-benz-a200-fotos-12-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

Com controle de tração e estabilidade, entrar nas curvas mais forte não é problema, pois o Mercedes-Benz A200 Urban prende-se bem ao solo. A sensação de domínio surge em poucos quilômetros e o condutor se sente livre para explorar um pouco mais o hatch alemão. Os freios são muito potentes e param com segurança exemplar. A direção é rápida e permite total controle em qualquer situação.

A direção elétrica STEER CONTROL também ajuda o condutor em manobras mais perigosas ou em situações de risco, auxiliando ainda mais na segurança. Ela funciona mesmo com a função ECO ligada e o carro parado. Por que? É nessa situação que o Start&Stop está atuando. O sistema desliga o motor poucos segundos depois que o Mercedes-Benz A200 Urban parou, religando novamente assim que o pedal do freio é aliviado. Portanto, nesse instante é bom o volante estar pronto para ser usado.

mercedes-benz-a200-fotos-42-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

A sensação é interessante com o Start&Stop ligado, visto que em meio ao trânsito parado ou diante daquele semáforo de intermináveis fases, o Mercedes fica em completo silêncio, a menos que se esteja com o Thermatic acionado ou o sistema de som com oito alto-falantes ligado. O dispositivo não só pouca gasolina, mas também ajuda a emitir menos CO2. Fizemos 9,9/14,9 km/litro (cidade/estrada) com ECO e 8,0/12,5 km/litro em modo normal. No entanto, na opção de economia, as respostas ao acelerador são mais lentas, mas nada que prejudique uma condução prazerosa.

Com motor ligado, o ruído interno é muito bom e só se ouve o motor quando se exige mais do acelerador, especialmente se estiver no modo “S”, onde os giros sobem mais rápido e o desempenho apresenta significativa evolução. A suspensão é do tipo conforto e como já relatamos, é bem estável, mas sem ser firme demais e garantindo a absorção de irregularidades do solo menos agressivas. Em cruzeiro, o Mercedes-Benz A200 Urban roda a 2.100 rpm no modo ECO, garantindo conforto ao dirigir.

Por você…

Para quem quer entrar no segmento Premium, mas é jovem e não quer os sedãs maiores, geralmente apreciados por clientes de maior idade, o Mercedes-Benz Classe A é a uma opção considerável no segmento de hatches de luxo. Aliás, uma das quatro opções de modo geral. Tem belo visual, pegada esportiva – mesmo com a suspensão voltada para o conforto – e apresenta ambiente interno sofisticado.

Poderia ser mais barato (R$ 109.900), mas quem sabe no futuro, sendo fabricado no Brasil, seu custo seja reduzido para faixas bem mais abaixo dos R$ 100.000. O Mercedes-Benz A200 Urban oferece muitos atrativos e a tração dianteira não se tornou um demérito, visto que não é novidade em produtos da marca alemã e só faz falta para quem realmente não dispensa uma escapada de traseira. Existem boas diferenças entre o Style (mais conservador e voltado para condução tranquila) e o Urban (esportivo e sofisticado).

Enfim, o modelo tem tudo para enfrentar os rivais conterrâneos com boas armas. E para quem o conheceu melhor esse bom carro, coube uma definição bem ao estilo da campanha que o lançou aos brasileiros: “Classe A!”

mercedes-benz-a200-fotos-33-700x466 Mercedes-Benz Classe A oferece esportividade e requinte, mas cobra por isso

Medidas e números…

Ficha Técnica do Mercedes-Benz Classe A Turbo Urban

Motor/Transmissão
Número de cilindros – 4 em linha, turbocompressor, injeção direta e Start&Stop
Cilindrada – 1595 cm³
Potência – 156 cv a 5.300 rpm
Torque – 25,5 kgfm entre 1.250 e 4.000 rpm
Transmissão – Automatizada 7G-DCT de sete marchas com funções Sport e ECO, mudanças manuais sequenciais através de paddle shifts

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – 8,3 segundos
Velocidade máxima – 224 km/h

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Barra de torção com quatro links.
Eletro-hidráulica variável

Freios
Discos nas quatro rodas com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 17 com pneus 225/45 R17

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 4.292 mm
Largura – 1.780 mm
Altura – 1.434 mm
Entre-eixos – 2.699 mm
Peso em ordem de marcha – 1.395 kg
Tanque – 56 litros
Porta-malas – 341 litros

Cesta de peças

Bico injetor (cada) – R$ 2.450,22
Farol (dir) – R$ 2.940,78
Lanterna (dir) – R$ 2.457,55
Palheta do limp (par) – R$ 452,54
Para-choque (tras) – R$ 3.282,14
Pastilha da Freio dianteiras (par) – R$ 764,19
Roda(cada) – R$ 2.007,15
Sonda Lambda – R$ 992,43
Pneu (cada) – a Mercedes-Benz não fornece pneus.
Amortecedor dianteiro (unidade) – R$ 2.413,53
Amortecedor traseiro (unidade) – R$ 997,24

Fotos Fabio Aro

5.0

  • systechx

    Classe A ou GOLF mais completo?

    • Alfredo

      Vou de GOLF semi completo. Apesar de ser uma Mercedez, vejo o Golf como um carro mais acertado.

      • Eu comprei um Classe A. Excelente carro. Valeu cada centavo! Não dá para comparar com qualquer outro hatch médio de montadoras "nacionais". É outro mundo: acabamento impecável, materiais de primeira qualidade, motor potente e econômico.

        Só faço uma ressalva para o pessoal apaixonado pela VW: quem compra V40, Classe A e Série 1, NÃO COMPRA GOLF!!

        Claro que há exceções, mas nessa faixa de preço "status" e design é um item importante para a grande maioria dos consumidores do segmento "premium".

        • Mas leva em conta que o Golf 7 também tem "acabamento impecável, materiais de primeira qualidade, motor potente e econômico". Até porque, assim como o A200, ele vem da Alemanha.

          Mas infelizmente, é verdade: boa parte das pessoas que compram V40, Classe A e Série 1, geralmente estão atrás do status, e nisso eles são melhores que o Golf.

          • Cristiano_RJ

            Enfim, um A 200 Urban custa cerca de R$ 20 mil a mais que um Glof Highline com o Exclusive pack e não entrega nada a mais que este, a não ser "status e design". Esse é o preço do "status e design": R$ 20 mil. Vale à pena? Para uns sim… Não é o meu caso.

            • Leosena

              Satisfação é o que uma pessoa busca ao comprar um carro. Status em carro de 100K? Bom, isso na minha opinião é coisa de gente que quer se mostrar pro vizinho. Eu não deixaria jamais de andar num carro mais equipado e com qualidade de construção equivalente pagando menos simplesmente por causa de um simples emblema. Mas cada um gasta seu dinheiro da forma que acha melhor e é preciso respeitar isso…

              • dougkmt

                Pois é, penso assim também. Hoje, existem opções melhores, pagando menos, o que é muito melhor, pra mim.

                Especificamente na matéria, percebi que existem possíveis erros:

                "No centro, o display TFT chamado Audio 20 tem 5,8 polegadas e apresenta informações de navegação, telefonia, sistemas do veículo, climatização e multimídia. Ele é fixo e possui belo acabamento em preto brilhante. CD, MP3, WMA, AAC, Bluetooth, auxiliar e USB possuem interface com o sistema de áudio logo abaixo, que possui visual complexo em contraste com o restante do conjunto. Logo abaixo, o ar condicionado automático Thermatic possui comandos intuitivos."

                Quando conheci o carro, o AC Thermatic não era automático, ou seja, não tinha a função AUTO. Assim, vc pode selecionar a temperatura nos botões da esquerda do AC, mas precisa selecionar a intensidade do ventilador nos botões da direita. No meu 308, com o AC automático e digital, já posso selecionar a temperatura com AUTO, e esqueço dele. Isso pra um carro de R$ 50.000 (metade do Classe A).

                Outra coisa é que falou que a CM apresenta informações de navegação?! Eu perguntei pra vendedora e ela afirmou que não tinha navegador GPS pro Classe A. Existe o botão NAVI (Foto 22), mas vc aperta e não faz nada. A justificativa que ela me deu é que a MB padroniza a CM, e nos modelos que tem o navegador GPS, o botão NAVI obviamente funciona.

                • Edson Roberto

                  E para vc ver…. o seu se é digital é ar de duas zonas né? Perceba que nesse Classe A ele é de uma zona….

                • Leosena

                  Eu não sou o tipo de consumidor que frequenta CCS a cada lançamento do mercado. No caso do Classe A fui à revenda da marca aqui em Goiânia depois da insistência de um amigo que havia acabado de se decidir pelo modelo – ele já havia feito teste drive e pago R$ 5K de sinal (60 dias atrás e o carro ainda não chegou). Como na turma sabem que leio muito sobre carros ele meio que quis receber minha "aprovação" por sua escolha.

                  Pois bem, lá fomos nós. Eu nunca havia entrado numa CCS Mercedes-Benz antes. Um sonho aquilo lá. Logo de cara, enquanto aguardávamos a bela vendedora nos atender, ficamos namorando uma C250 branca com interior bege e uma reluzente C63 AMG branca com interior vermelho. Chegada a nossa vez de ser atendido a vendedora foi super atenciosa, não sei se, talvez, por ter sido influenciada pela compra do meu amigo uma semana antes. Ela colheu todos os meus dados e me encaminhou para o teste drive do Classe A, top de linha igual ao modelo da presente matéria.

                  Chegada a hora do teste fui surpreendido pela beleza da funcionária que nos acompanharia, cheguei a ficar desconcertado. Apesar de ser muito simpática e comunicativa a moça não conhecia NADA do carro, acho que ela era novata naquela revenda. Mas algumas ausências puderam ser percebidas: o AC automático que você já mencionou, faróis de neblina (que não vêm no modelo mais completo), sensores de estacionamento, o navegador GPS e um teto solar. Na minha opinião, para um carro premium de R$ 109K estes itens deveriam fazer parte do pacote. Fora isso, gostei do atendimento e do carro, que tem um desempenho interessante, um ótimo acabamento e uma excelente ergonomia. Mas diante do lançamento do Golf GTI eu hoje ficaria com este, adicionando aquele pacote intermediário de opcionais e o teto solar, que o deixaria em torno de R$ 5K mais caro que o A200, mas que na minha opinião, a despeito de não trazer uma estrela na grade, é mais carro.

                  • Leila Maria

                    LeoSena, que carro vc tem ?
                    Pelo que entende de carro, vc deve ser o irmão da Ayrton Senna né ? kkkkkk
                    Mas pelo se gosto tá mais pra Kaká Bueno kkkkkkkkk

          • granrs78

            Sim, se fossemos analizar friamente, o Golf seria a escolha mais lógica frente a A3, Classe A e BMW118. Mas como o amigo disse acima, dificilmente alguém que esteja de olho nesses modelos, iria deixar de comprar qualquer um dos " premium", para comprar um Golf.

        • VAIDUMI

          Bom é ai que mora o X da questão . A sigla GTI sempre foi status . Porém eu nao compro minhas coisas para os outros e sim pra mim . Pra mim usar . Custo benefico . Quem nao andou no novo GTI . nao faz ideia do que carro que é e eu andei nos dois . Nao me importo se no capo terá um logo MB ou BMW . E sim com o conteudo do Pacote . Acho Linda a A200 ,mas é 1.6 sem teto solar com Manutenção carissima e seguro que pra mim ficou em 5.500 reais . a 118i mesma coisa Acho a frente feia , sem teto interior simples e a meu ver nao é um carro bonito . Adoro mercedes e BM , mas gosto da linha premium da volks e pra esse segmento o Golf GTI é sim o melhor custo beneficio e o seguro ficou em 3700.
          Enfim . Gosto é gosto . a hora que comer pueira e na castelo ou na Bandeirantes nao vai chorar . Compro Carro pela Maquina e nao pelo Status .

          • netovski

            Seguro do GTI em 3% do valor do carro que absurdo de barato. Podias enviar com tempo um artigo pra NA sobre isso e dando dica pra quem quer seguro.

            • VAIDUMI

              Detalhe que eu esqueci de mencionar . A fipe do GTI esta em 110K e eu cotei o seguro em 110% da fipe acredito que se fosse 100% seria pelo menos uns 500 reais a menos .

              • Leosena

                Amigo, conseguiu essa cotação em qual seguradora? E o seu perfil, como é? Grato.

                • VAIDUMI

                  Porto , Bonus 6 , 35 anos .

                  • Edson Roberto

                    Que otimo seguro!!!! Pode dizer o estado e regiao onde mora? Isso faz diferença….

          • jao_simonetti

            Prefiro status a ficar tirando racha na estrada.

            Isto é coisa de irresponsável.

            • Edson Roberto

              Eu prefiro conteudo no lugar de status. Ficaria com o mais potente pelos itens de serie.

        • MarcosObs

          Uma pergunta: os apoios de cabeça possuem ajustes verticais e horizontais ? Parecem fixos.

        • Leila Maria

          Quem nasceu pra Golf nunca vai chegar a Mercedes ! ! !
          kkkkkkkk

    • Cristiano_RJ

      Nem um e nem outro. O primeiro, em que pese o status conferido pela marca, comete gafes imperdoáveis para um carro de R$ 110 mil e nessa faixa as ausências do GPS, do teto solar, dos bancos elétricos e de uma câmera de ré são sentidas. Já o segundo eu acredito que não venderá sequer uma única unidade nessa faixa de preço. Na verdade, o Golf completíssimo não poderia ultrapassar os R$ 100 mil, por melhor que ele seja. Se for para morrer em R$ 110 mil ou um pouco mais que isso, ainda prefiro um Golf GTI com o pacote Eclusive ou um Volvo V40 básico.

      • systechx

        Você é o cara mais coerente que vejo por aqui… Se fosse o embaixador da VW então, ia dizer que até o GOLF básico é melhor que o Classe A… Na verdade, os Premium de entrada devem equipamentos mínimos para honrar sua marca, mas se tiver tudo, não tem motivo para existir versões mais caras… Eu mesmo não compro carro sem Xenon, sem teto solar, sem GPS, sem couro, etc… Um Premium assim custa muito caro…

        • Geanmatheus

          Correto, daqui a pouco aparecem os fãs por aqui para exaltar o Golf. Tá certo é um bom produto, mas para sua categoria.

        • Teto solar é um item para dar mais valor de revenda no futuro… Acho bonito e tudo mais, mas não acho um item que não pode faltar no carro!

          GPS é um tem que depende do usuário, se ele usa ou não… Acredito que para o futuro terá atualizações de tráfico, como o Waze! Eu utilizo uma central multimídia da Pioneer que sincroniza apps do iPhone (tem também para Android), assim utilizo o Waze diretamente na central podendo dar toques na tela para realizar as atualizações para outros usuários!

          Xenon é um item de segurança, mas teve … digamos de uma forma mais pacífica … uma fama negativa por causa de alguns motoristas que utilizavam de forma indevida: A) Faróis de milha utilizados a todo o momento; B) Faróis de neblina e faróis baixos desregulados. Assim ofuscavam os outros motoristas que reclamavam e tá aí a proibição!

          Obs.: gosto é igual… cada um tem o seu! =)

          • dougkmt

            Por favor, vc poderia dar mais detalhes da sua CM que sincroniza com o Waze? Esse é o principal motivo para que eu não faça questão de CM com Navegador integrado no carro, visto que a navegação do Waze é muito melhor. Se pudesse colocar fotos, modelos, valor pago, etc, agradeço desde já.

            Quanto aos itens elencados, penso o mesmo e eles não seriam impactantes na minha compra. Se tiver e não cobrar a mais, tudo bem. Se tiver que pagar a mais, prefiro pagar menos e não levar.

          • Edson Roberto

            O problema nesse caso é…. esses xenons citados não são de fabrica e, colocados em farois não feitos para dar o prolongamento (e vantagem) da iluminação do Xenon.

            Além disso, considero que, atualmente os preços desses farois são bem caros e não somente no Brasil. Como hoje está mais difundido, deveriam deixar esse tipo de farol com um preço melhor.

        • MarcosObs

          Compra sim… seu carro possui GPS "paralelo", não lembro da CAOA ter colocado fora de: Vera Cruz, Santa Fé e HB20.

        • Edson Roberto

          Que bom que vc tem essas condições. E eu estou falando sério.

          Queria chegar nivel de exigencia (que leva o lado financeiro junto, motivo da minjha não compra). Mas sem duvida, acredito que se está para ter custo x diversão, eu também iria de Golf GTI. Não se trata de carro por metro e muito menos falarmos de grife, mas na minha opinião eu vou além, se um produto é declarado Premium, o minimo que ele deve ser é superior a qualquer rival não premium.

          Ok, temos a questão de construção, acabamento, entre outros detalhes, nada que sinceramente faria um Golf "não premium" ser desmerito para a escolha desse. Seria a minha também.

      • dudupruvinelli

        E se for o GTI?

        • Cristiano_RJ

          Se for o GTI, é como eu postei anteriormente: "Se for para morrer em R$ 110 mil ou um pouco mais que isso, ainda prefiro um Golf GTI com o pacote Eclusive ou um Volvo V40 básico."

      • thales_sr

        Cá entre nós, eu iria no Golf GTi do que no Classe A básico, caso fossem as duas opções disponíveis.
        Outro motivo: Viajo ao interior, se a manutenção de um VW Premium já seria difícil, de um MB seria mais ainda…

        • Edson Roberto

          Mas vejo muitos motivos para escolher o GTI:
          – BMW tem tração traseira, entretanto, tem menos itens pelo mesmo preço
          – Audi A3, irmão do Golf, só que por esses preços, somente o 1.4 TSI e muito menos completo.
          – Classe A, já citado por ti

          Sinceramente? Não é uma questão de grife ou tamanho. Acho que aqui, se é premium, tem que ter algo mais que os "carros comuns" mesmo tendo conjunto mecanico inferior ao Golf GTI, no minimo deveria ter mais itens de série (conforto ou praticidade) perante qualquer carro não premium. E é então que vemos porque o Golf GTI é cotado como a escolha. Ele tem atributos para não fazer feio, do mercado brasileiro, ele pode ser considerado um carro premium, tanto pela construção, tecnologia, sofisticação e acabamento, como também dessa tecnologia ser pioneira nos médios "comuns".

          Além disso, R$110000 é uma quantia de quem compraria qualquer um desses compactos levando o lado emocional em conta, mais um ponto a favor em minha opinião ao Golf.

    • afonso200

      110mil e bancos manuais,,,,, não, vou de azera ou sonata

      • jao_simonetti

        O Sonata é um belo automóvel, mas deixa a desejar em motor. Enfim, o Azera não dá este tipo de problema.

      • MarcosObs

        Pois é. De uma hora para outra parece que o nosso mercado encolheu. Só falamos de Golf, Focus e da maravilhosa palavra "premium". A galera se "encanta" com motores pequenos e turbinados, lançados com pelo menos 5 anos de atraso. Colocaria até a linha do Fusion neste patamar.

        • Cristiano_RJ

          Marcos, o Golf foi lançado mês passado. O Focus está sendo lançado agora. São dois produtos modernos, que trazem exclusividades pouco comuns em seus segmentos e que estão dando uma "movimentada" especialmente entre os hatches médios, categoria tão negligenciada pelas montadoras e cheia de fãs "órfãos" de bons lançamentos. Você não acha natural que neste momento esses dois modelos sejam tão comentados e que haja tanta expectativa assim?

          Quanto aos "motores pequenos e turbinados", quando penso que há poucos anos atrás as "estrelas" desse segmento eram carros como o Golf 4,5 que com motor 2.0 8V rendia 120 cv, o Stilo com motor GM 1.8 8V de 114 cv e o Chevrolet Astra, também com motor 2.0 8V, é mais do que compreensível que "a galera se encante" com a tendência irreversível do downsizing que finalmente chega ao nosso país. Afinal, antes tarde do que nunca.

          • Edson Roberto

            Sem contar dos não downsizing 2.0 como seu Jetta e o Golf GTI. Que vieram com a proposta de alto desempenho de fato (no caso do Jetta de forma elegante).

            • Cristiano_RJ

              Pois é, antes do Jetta qual era a opção verdadeiramente esportiva (pelo menos em desempenho) abaixo dos R$ 100 mil? Hoje, além dele e do Golf GTI há o Fusca e o DS3. Ainda são pouco acessíveis, é verdade, mas pelo menos estão bem abaixo dos valores cobrados por outros modelos de desempenho esportivo como o Camaro, o 328i, o CC, etc.

  • fpfor

    Essa cor fica maravilhosa nesse carro!

    • cavevolution

      concordo!

    • VININITEROI

      Vi esse AZUL aovivo na versão de 99.000, ficou muito lindo mesmo.

  • fpfor

    Muito mais bonito que o Série 1 em termos de design, mas ainda prefiro o novo Audi A3, mesmo que cobre muito mais pela versão Sportback.
    E o engraçado é que é muito mais fácil encontrar o Novo Audi A3 que foi lançado depois do que o Classe A.(Pelo menos nos arredores da minha casa)

    Pode parecer clichê e chega a ser repetitivo demais, mas esse tablet no painel é péssimo.

    • cavevolution

      O Série 1 deveria ganhar uma nova plataforma. O carro é bacana, mas o visual, na minha opinião já está meio cansado, mesmo com o último facelift. Já o A3 é lindo, principalmente com os leds nos farois e lanternas. Já a presença do A3, nas ruas é bem mais marcante do que o MB. Também concordo que o "tablet" no painel do MB ficou algo polemico. Poderia ser uma tela integrada ao painel do carro e não algo separado do conjunto.

      • eduardoge

        Mudar plataforma, além de ser desnecessário para fazer um carro bastante diferente, exige muito investimento e tempo.

        Um exemplo de como carros podem ser diferentes utilizando a mesma platafaorma: Freelander e o Volvo XC60 usam a mesma do Mondeo.

  • Esse carro é muito bonito, mas muito bonito mesmo!
    Interior sensacional, mas tá de sacanagem essa central multimídia Foston! Custava colocar uma moldura mais compatível? Parece que colaram com araldite…

  • daniel.a.o.

    O carro é bom mesmo, como vocês disseram, mas o preço cobrado é alto demais. Deixando de lado o requinte e ostentação da marca Mercedes, prefiro o custoxbenefício do Golf.

    • jao_simonetti

      O Golf não tem nenhum custo benefício acima do regular.

      É caro, mas é um carrão. Se alguém sair da esfera da regularidade financeira, pode gastar sem medo. Mas se for pai de família e trabalhador, com certeza os 69 mil do Cruze ou do 308 irá satisfazer em muito.

      Quem nunca guiou o Pug 308 THP não pode comentar o bom desempenho do Golf (se também nunca o guiou). Eu já fiz test drive em ambos e o Golf se destaca muito pela qualidade de construção, acabamento e conjunto mecânico. O 308 não tem a qualidade de construção do Golf nem o DSG7, mas satisfaz em muito no desempenho e em equipamentos, a um preço de 72 mil reais. Não vejo custo benefício no Golf de 74 mil com bancos em tecido.

  • Andre

    Na ordem: 1o. Volvo V40 2o. MB Classe A 3o. Audi A3 4o. BMW serie 1. Considerando qualidade, segurança, motorização, conforto e beleza. Palavra de quem já andou nos 4.

    • Acho o V40 lindo, mas a motorização trazida para o Brasil acabou com o carro…

      • Andre

        Da Vinci, concordo contigo. Mas já estão nas lojas o R-Design com 300 e poucos cvs. Na minha humilde opinião, o hatch mais belo do mundo( me desculpe Hyundai). Vem completo com teto, multimidia e airbag pra pedestres. O prob é o preço desta versão: R$160K.

        • Gustavo73

          O carro de 300 cv é o V60 e S60 V6.

          • Andre

            Estão importando o V40 nesta motorização tb….

            • Michel

              O T5 R-Design lá fora usa um 2.5 5 cilindros de 254hp (mesmo motor do c30 porém atualizado). Não existe V40 6 cilindros.

  • ResendeMaster

    Sou mais Golf GTI, que tem mais equipamentos..

    • Cristiano_RJ

      Então somos 2!

      • Gustavo73

        Vc leu a coluna do Jeremy na 4R?
        http://quatrorodas.abril.com.br/blogs/coluna-do-j

        • Marco

          E tu leste a última coluna dele, na QR de outubro/13? Fala sobre o A45 AMG. Fala muito bem, mas diz que ele não é tão superior ao Golf GTI para custar muito mais, na Europa.

        • Cristiano_RJ

          Li sim. Para ele o GTI é "perfeito", a resposta para suas preces… kkkkk… (gosta de uma presepada, o cara)

          E na QR de outubro, você já leu? O subtítulo diz assim: "O [Mercedes] A 45 AMG é rápido, tem personalidade, seus freios são imensos e a dirigibilidade é sublime. Mas não vale mais que o Golf GTI".

          Uma frase dessas aqui no Brasil, onde status é (quase) tudo soaria como heresia. O cara é apaixonado mesmo pelo GTI! kkkkk….

          • rsc_dhc

            Ehh…pro cara compara uma AMG com um Golf….paramos por aki neh!! hahahahahahahahah

          • jao_simonetti

            Para pilotos de plantão, a ressalva do Clarkson é muito direta e inteligível.

            Mas eu me preocupo com outras coisas em um automóvel, como robustez e preço.

            Pra eu dar mais de 100 mil em um, terei de pensar em muitas coisas, não em apenas desempenho. Uma das coisas mais importante é: Tamanho. Jamais penso em dar 100 mil em um hatch médio, não importa a marca.

            No meu discernimento, vejo que um automóvel de 100 mil reais tem que alinhar desempenho bom, conforto, segurança e itens de conforto em demasia. Não vejo nada além de um sedã grande, uma picape ou uma SUV que me atenderiam nesses fatores.

            • Edson Roberto

              Então da mesma forma que não te atenderia em um hatch médio, não atenderia em um hatch médio premium não:?

  • ocduarte

    Pena que usam o couro de nappa, pois o bichinho está em extinção…

    • Thiago

      Espero do fundo do meu coração que você esteja sendo irônico, pois nappa é feito de cabra ou carneiro, e se refere ao processo de produção do couro, com sais de alumínio e cromo, que resulta em um acabamento mais rico.

  • MarceloAmorim

    A MB acertou nesse carro,acho o visual bem mais acertado que o A3.

  • Anderson_sp

    O Sedan derivado dele é lindão, prefiro ele.

    • DiegueteCG

      O Sedan ficou um espetáculo! E olha que eu sou fã de hatch em! Como admirador das SW's, aguardando ansiosamente a versão Shooting Brake :)

    • cavevolution

      Parece um "mini" CLS. Belo carro!

    • Rafael_rec

      E o melhor é que o Classe C e GLA fabricados no Brasil vão contar com a melhor tecnologia em aproveitamento de combustível do mundo, o motor flex.

      • thales_sr

        Era tudo o que eu queria! kkk

  • Gustavo73

    Nesse último fds vi 3 Classe A. Um azul igual o da foto, mas da versão "básica" um prata e um escuro (estava) de noite e o trânsito não deixou que eu me aproximasse. É muito bonito e baixinho O Azul estava parado , mas com insulfilm negro, não deu para ver o interior e conferir a tela no painel. Mas por fotos ela fica estranha.

    • Cristiano_RJ

      Já vi dois desses: um azul e um branco. Realmente em matéria de design, o Classe A não pode ser criticado nem pelo maior dos críticos. O bicho tem presença!

      • Gustavo73

        Verdade é muito bonito. O novo A3 é que eu não vi nenhum ainda.
        E vi um V40 azul claro na Barra, outro que é show de bola.

        • Cristiano_RJ

          O V40 eu vi numa cegonha carregada na época do lançamento na Washington Luiz. Muito bonito mesmo.

          • cavevolution

            O V40 é um bom partido, mas também não é barato.

            • Cristiano_RJ

              Sem dúvida nenhuma. Especialmente quando completíssimo: bate na porta dos R$ 140 mil!!!

              • Gustavo73

                Na verdade passa dos 150 mil…

              • Edson Roberto

                E eu que cheguei a ver esse V40 naquela cor das versoes Polestar? Possivelmente o cara tinha mandado fazer de forma personalizado. Ele ficou simplesmente maravilhoso.

  • mjprio

    Achei interessante o cambio na coluna de direção! porém acho que a Mercedes está perdendo um pouco o estilo e o charme, dando origem a carros com apelo meramente comercial, o mesmo ocorrendo com os BMW. Ainda ontem entrei no site e vi o painel dos antigos 190E muito mais charmoso e bem acabado que esse do Classe A

  • rattrap587

    Takaro!!!

  • O Crítico

    O mais engraçado deste carro é que os motores que usa nos classe A e B são motores de origem Renault, não são maus, até são melhores que os motores de origem Mercedes que esses sim são lixo.
    Comprar antes Renault que é mais barato e motor é o mesmo.

    • Gustavo73

      Só algumas versões a diesel

    • jao_simonetti

      Motor origem mercedes é um lixo? Motores de origem Renault!? auhuhauhahuauha

      O motor 1.6 de origem Renault é um DIESEL que será utilizado ainda (1.6 dCi de 130 cavalos, Energy). Os motores À GASOLINA 1.6 turbo SÃO MERCEDES BENZ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      http://www.smartmotorist.com/motorist-news/merced

      Você não sabe o que diz… Sério. Nunca teve uma MB na vida e faz o pior comentário que este site já viu.

      Já ouviu o ronco de um V8 da mercedes-benz? Já viu a durabilidade dos taxis MB alemães, que ultrapassam 1 milhão de km sem darem 1 problema?

      Enfim, a MB é a melhor fabricante de motores do mundo, especialmente os diesel. Creio que você deveria estudar engenharia mecânica, pegar um diploma nas top 3 do mundo e depois fazer doutorado e pós doutorado. Só depois de tudo isto, vir aqui se retratar para voltar a comentar em um fórum automotivo.

  • Rafael_rec

    Acho que esse câmbio no lugar da alavanca do limpador deve gerar situações interessantes, principalmente em dias de chuva.

    • rsc_dhc

      Eh longe…naum chega nem perto de poder esbarrar sem kerer!!!

    • Edson Roberto

      A alavanca é diferenciada. Não é igual ao do limpador, esse tipo de confusão pode acontecer, mas nõa seria facil mudar assim de posição.

    • Gustavo

      Cara não sei se todas, mas a mercedes do meu irmão já é no lado esquerdo o limpador, quando comprei a minha a200 nem notei isso. Só reclama do carro quem não viu, lindo pessoalmente, acabamento de muito bom gosto, o câmbio é muito econômico além da força do carro.

  • macumba_online

    Exercício de Memória e Imaginação…. Pensa num carro bonito, e numa cor mais bonita ainda…. Agora suba a tela, e olhe novamente as fotos… taí! A Mercedes anda me surpreendendo e muito! Que venha o Belíssimo CLA!

  • VAIDUMI

    Fui num evento da volks domingo agora ; Driving Experience E pude dirigir o Golf GTI e o Golf 1.4 . Posso afirmar com toda certeza que prefiro muito mais o golf GTI do que a A200 ou a Serie 1 . É imprecionante a qualidade e o requinte do carro e cada detalhe . Ja dirigi a 118i e a A200 Urbam . e domingo me convenci . de que nao da pro Golf Gti . E digo mais essa A200 pra mim nao é concorrente do Golf GTi e sim do Golf 1.4 que se vc comprar com algum Pacote ja fica melhor que a mercedes .
    Resumindo Comprei no evento da Volks um Golf Gti e tenho a certeza de que Adiquiri O que a de melhor em desempenho, sofisticação e Tecnologia .

    • MM_

      Eu fui la no Anhembi também. O Golf é excelente mas achar que é melhor que Classe A ou Série 1 é não conhecer nada sobre carros.

      • Edson Roberto

        Orra…. o teste foi em SP???? Não acredito!!!

    • Victor(o legítimo)

      "IMPRECIONANTE", NÃO ! Impressionante, sim ! Também: ADIQUIRI, NÃO ! Adquiri, sim !
      Tem certeza, MESMO, que adquiriu um impressionante GOLF GTI novo ?

  • Eu comprei um. Excelente carro. Valeu cada centavo! Não dá para comparar com qualquer outro hatch médio de montadoras "nacionais". É outro mundo: acabamento impecável, materiais de primeira qualidade, motor potente e econômico.

    Só faço uma ressalva para o pessoal apaixonado pela VW: quem compra V40, Classe A e Série 1, NÃO COMPRA GOLF!!

    Claro que há exceções, mas nessa faixa de preço "status" e design é um item importante para a grande maioria dos consumidores do segmento "premium".

    • Andre

      Verdade da Vinci…. É como comparar Azera ou Passat com série 3, Classe C e afins. Quem compra BM não compra Hyundai nem VW. Sorry.

      • VAIDUMI

        Bom é ai que mora o X da questão . A sigla GTI sempre foi status . Porém eu nao compro minhas coisas para os outros e sim pra mim . Pra mim usar . Custo benefico . Quem nao andou no novo GTI . nao faz ideia do que carro que é e eu andei nos dois . Nao me importo se no capo terá um logo MB ou BMW . E sim com o conteudo do Pacote . Acho Linda a A200 ,mas é 1.6 sem teto solar com Manutenção carissima e seguro que pra mim ficou em 5.500 reais . a 118i mesma coisa Acho a frente feia , sem teto interior simples e a meu ver nao é um carro bonito . Adoro mercedes e BM , mas gosto da linha premium da volks e pra esse segmento o Golf GTI é sim o melhor custo beneficio e o seguro ficou em 3700.
        Enfim . Gosto é gosto . a hora que comer pueira e na castelo ou na Bandeirantes nao vai chorar . Compro Carro pela Maquina e nao pelo Status .

  • Guilherme F.

    O carro é excelente, não me arrependo em nada, faz uma semana que peguei minha MB A200 urban vermelha jupter, meu pai já possui uma classe C 2012. O carro é confortável, muito seguro, e anda bem(mais que a C180), o cambio de dupla embreagem é perfeito, a direção variável é perceptiva nas curvas em alta velocidade, deixando a direção mais pesada, em termos de consumo ela é bem econômica já que o motor é 1.6 e tem o sistema start-stop. O acabamento é Mercedes-Bens, indiscutível, em relação a tela sobreposta no painel, concordo que poderia ser embutido como na C180, mas isso é apenas um detalhe, a alavanca do cambio ausente na parte central, no inicio faz falta, é normal levar a mão até a parte central e não achar nada, mas com o tempo você acostuma e passa a ser mais pratico a alavanca atras do volante, sendo feita a troca rápida apenas com dois toques para cima (R) ou para baixo(D). Na parte exterior, as linhas laterais chamam muita atenção, os faróis com LED dão o charme da parte frontal, onde passa na rua o pessoal olha, chama muito atenção, também por ser novidade e ser a primeira na minha cidade. Por fim gosto não se discute, sempre irá existir carros da mesma faixa de preço oferecendo mais ou menos em determinados itens, eu acabei optando pela A200 por já conhecer a qualidade Mercedes-Benz.

    Abraço

    Foto da minha A200: https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak

    • KenSueth

      Parabéns pelo carro !!!! que cor sensacional

    • MarcosObs

      Parabéns. Só me esclarece uma dúvida: esses apois de cabeça possuem movimentação vertical e horizontal. Parecem fixos. Não incomodam passageiros dealturas diferentes ?

      • Guilherme F.

        Não possuem nenhuma movimentação, apenas o encosto do meio no banco traseiro tem regulagem de altura. Eu tenho 1,90m é fica bem confortavel, já para outras pessoas não sei te dizer se incomoda, pode ser que sim.

  • crisburatto

    Esquereceram da A200 que foi importada entre 2005 e 2007 (foi canibalizada pela B), aquela é a 2ªgeração, essa atual é a 3ª.

  • Carlsson

    gOLF gTI!

  • Diguinh0

    Meu Deus do céu, por isso que o BR não vai a frente, pessoas querendo comparar o golf "normal" com esse classe A! É fod* né!

    • VAIDUMI

      Vou te dizer uma coisa; VC realmente tem razão . devia comprarar esse mercedes a200 com o veloster kkkkkkk que é 1.6 kkkkkkkk e olha que pode perder porque o veloster pelo menos teto solar tem kkkkkkkkkk

      • Guilherme F.

        Rapaz, o golf 1.4 e nem por isso anda menos, o A200 é 1.6 turbo156cv, 25,5 kgf de torque e nem por isso anda menos que o veloster 1.6 128cv.

        • VAIDUMI

          Nao é o motor somente que estamos discutindo aqui . O golf anda muuito perto da mercedes muito mesmo se nao for quase o mesmo . A diferença é o preço que se paga pela brincadeira . teve aumento na linha mercedes segunda feira a style custa agora 105 K . entao vamos la golf 1.4 dsg 75 k . mercedes style 105 sao 30k de diferença de uma pra outra pra vc receber até mais tecnologia no golf . ou entao pegue a a200 urbam que agora custa 115.400 e compare com um golf gti de entrada que é 95k Sao 20k a menos por muito mais . Sendo assim sou franco em dizer . vou de golf em todas as situações .

  • KenSueth

    Quem pega A200 não quer saber de por 200km/h, mesmo que ela possa dar 200km/h…
    Quer saber do status, de ter aquele símbolo da MB a sua frente no volante, a mesma coisa de quem pega uma 118i ou um A3…

    Agora quem quer andar 'voando baixo' ai já olha para o golf gti
    mesmo eu gostando muito do golf gti e do highline eu não pagaria 95.000 igual algumas concessionárias estão pedindo no HIGHLINE, o Gti eu fiquei até sem graça de perguntar o valor, pq iriam falar algo em torno de 120mil

  • cepereira2006

    Acho péssima essa invencionisse de colocar a alavanca de câmbio no lugar do limpador de parabrisa. Se você anda em mais de um carro, acaba não se acostumando NUNCA, pois o local do limpador era uma das poucas coisas que eram padrão na indústria automobilística. Os carros deveriam tentar se aproximar de um padrão e não ficarem cada vez mais diferentes entre si. Já acho péssimo o limpador de para brisas da Honda que é invertido, aumenta para baixo e diminui para cima. Imagina pendurar ele na alavanca de seta e botar o câmbio ali. Eu iria dar um tranco no câmbio a cada garoa.

  • femerald

    "[…] Poderia ser mais barato (R$ 109.900), mas quem sabe no futuro, sendo fabricado no Brasil, seu custo seja reduzido para faixas bem mais abaixo dos R$ 100.000."

    Infelizmente não dá pra ser otimista, vão querer capar o carro e vender pelo mesmo preço ou até mais caro. Ou fazer uma redução insignificante.

    As montadoras não vão perder essa oportunidade. Assim como qualquer multinacional elas vêm buscar lucro em mercados menos exigentes e com menor custo de mão-de-obra, e nós os consumidores somos feitos de bestas em meio a máfia entre o Governo e a Anfavea.

  • paranito

    Mercedes na minha opinião sempre vale cada centavo :D <img src="http://ow.ly/kWJjD&quot; alt="." width="1" height="1">

  • Andre

    Amigos, não é questão de status. Simplesmente não dá pra comparar Mercedes com Volks. Assim como não se compara terno Dolce & Gabbana com Vila Romana. Não é só marca…. Quem tem sabe a diferença…. Tanto em carros, quanto em ternos…

    • André Elias

      Amigo, entre em um Golf, abalize o carro e o acabamento, e nesse A200. Garanto que nesse caso dá para comparar sim. De qualquer jeito, um Passat é um A4 travestido de VW, um é vendido por 90 mil e outro por 130. Mas é tudo a mesma coisa… Estamos acostumados com carros "padrão Brasil", aí Mercedez e BMW estão a anos luz, mas, o Golf é o atual na Europa e referência, neste caso em específico tem como questionar entre os modelos colocando em pé de igualdade a qualidade.

      • dougkmt

        Desculpa, mas o Passat parte de R$ 114.480,00, e o irmão do A4 seria o Jetta, não?

        E sou a favor da comparação, sim! Esse lance de status não entra na minha conta na hora de fechar negócio!

  • dbmsp

    Esse carro tem um defeito gravíssimo: não é meu! :D

  • André Elias

    Tem muita gente falando do Golf, eu tive o prazer de participar do lançamento do carro em Piracicaba, fiquei 4 dias lidando com vários modelos. Digo que o Golf só não perde como, se colocar os pacotes de opcionais, ele é superior ao Classe A. Tem muita gente falando sem nunca ter entrado ou dirigido o Golf. Não sou fã da marca nem do carro, só tive a experiência de ver de perto e dirigir bastante. O 1.4T tem o mesmo torque do A200, e o GTI sai por 94 mil, 15 a menos que o A200. Nisso você coloca um dos pacotes de opcionais e chega ao mesmo valor do Mercedez com 220 cavalos, e muito mais em vários aspectos. É uma mercedez, ok, tem o status, mas um Golf GTI bem equipado não faz feio em lugar nenhum, principalmente na rua, porque vai deixar a ver navios A200/118i e V40.

  • TotForget
  • Andre

    Cansei o meu latim…. Sabe porque no Brasil vende-se VW a preço de Mercedes? Simples! Porque tem mercado, o brasileiro compra e acha que está fazendo o melhor negócio do mundo. Golf GTI na Alemanha é carro de operário alemão! Só no Brasil. Quer outro exemplo: Hyundai é vendida como carro premium no Brasil! O alemão tem um infarte se disser que Hyundai é a mesma coisa que BM, MB, AD, etc….

    • dougkmt

      Eu gostaria de ter o mesmo nível de operário alemão, pra poder pagar "facilmente" 28.765 € (convertidos para R$ 85.738,02). Fonte: http://www.volkswagen.de/de/CC5.html > selecionar der Golf > versão GTI base.

      Pode falar que eles ganham em euro e blablabla, me diga qual o carro que a diferença de preços não é gritante quando comparados o valor de lá com os daqui??

      • Edson Roberto

        Então…. mas a diferença é…. entre 27000 e 30000 euros, a diferença é ENORME para eles. Só no Brasil que "Ah R$1000 de diferença de um para o outro? Não é nada". Sim é sim!

        Eu consigo fazer muitas coisas com R$1000, portanto, eles sabem valorizar isso. Se um carro não premium oferta mais que o premium, porque comprar o premium? Só para esdcolher marca e pagar mais caro para cuidar?

  • Jorge_Armado

    100mil o básico e não tem farol de neblina?

    • dougkmt

      Na verdade a versão Style tem farol de neblina, mas possui faróis baixos com lâmpadas halógenas, convencionais. A versão Urban possui o farol bi-xenon, mas perde o farol de neblina. O motivo? Boa pergunta, mande um email pra MB do Brasil, rs.

  • Henrique Ferreira Lima

    Não sei, mas em uma categoria dessas, onde tem a BMW com sua tração traseira disponível, fica meio difícil decidir pelo A. O Benz ficou absurdamente lindo, com essa nova proposta de abandonar o monovolume e partir pro hatch esportivo, tem o novo A3, que é um Golf usando grife. E apesar de estar mais tempo no mercado, ainda fico com o Serie 1, que conta com a tração traseira e (na minha opinião) é um BMW, do qual sou apaixonado.

    • Henrique, eu quase comprei o 118i Sport, pois gostei muito da dirigibilidade.

      Mas o interior é muito simples para um carro de R$ 120 mil. Optei pelo Classe A e, hoje, não me arrependo.

      O Série 1 vai mudar logo, com nova geração, para poder competir em vendas com o Classe A e A3.

      • Cristiano_RJ

        Esse é o maior problema do 118i na minha opinião. Se na versão Sport de R$ 120 mil ele já é muito simples, o que dizer então da versão de entrada? Ainda mais com aquelas rodinhas 16" que não tem nada a ver com um carro daqueles? Que me desculpem os adeptos, mas não tem tração traseira que me convença a engolir tanto sapo. Entre os dois eu estou com você: Classe A sem dúvida!

        • Edson Roberto

          É isso que não dá para entender. E a propria Audi? Tira o motor 2.0 TSI de jogada, coloca o 1.4 TSI NO MESMO PREÇO, sem melhorar a oferta de itens de série, e para ter a versão equivalente em desempenho custa R$20000 a mais?

          Alias, não é só isso, ele PERDEU os itens opcionais que a versão 2.0 TSI tinha, como o caso dos bancos em couro que no outro, era desde o "de entrada" podendo escolher curiosamente o mesmo tipo de opcional do atual Golf. E mais bizarro ainda, é o Audi que se consagra premium! Como pode isso? É por isso que eu falo, premium por si só não é nada se realmente não agregar diferenciais perante uma linha não premium. No Brasil principalmente, o Golf é sim um carro premium. Não tem "status", mas para quem comprar, será que isso será o ponto mais impactante? Ai ai ai….. eu teria com facilidade um Golf 1.4 TSI DSG (faço na opção, não na compra…rs).

  • Magnus

    Ontem tava entrando aqui no condomínio que moro e tinha uma branca entrando na minha frente sem placas . . . . se nas fotos ela é linda , ao vivo melhora 100%!!!!

    Que carro!!!!!

  • José Vanderson

    Mercedes-Benz , marca Alemã , famosa por fazer carros de qualidade e e confortáveis .
    Muito bem , se é pra seguir a "Tradição Germânica" porque não fazer com que o Classe A faça parte dessa "Tradição" ?
    Nem , vou seguir adiante esse comentário sobre esse "Carro alemão da Mercedes-Benz" ..
    Barato ? Sim ! Vale a pena comprar ?

  • Paulo Roberto Padua

    Uma coisa interessante é que o preço do Golf GTI e o A200 Style na alemanha são quase o mesmo preço, diferença de
    500 euros, Se o A fosse tão superior ao Golf GTI, o golf não venderia lá. O problema que o brasileiro compra status, eu fui ver hoje na concessionaria o novo Golf 1.4, e pessoalmente ele é muito mais bonito que na internet, vi um classe A estacionado na rua e achei o design da traseira do golf muito mais bonito.

  • zeuslinux

    Ontem (sábado dia 05/10/13), no Rio de janeiro, passei numa concessionária Mercedes (AGO da Barra da Tijuca) e simplesmente não havia nenhum carro Classe A e nem Classe B à venda, para test drive ou mesmo para mostrar. TODOS foram vendidos.

    Classe A do modelo básico (de entrada) eles nem estavam recebendo mais. Só havia o top de linha. Preço que me disseram: R$ 120 mil reais, provavelmente sem desconto nenhum e sem brindes…

    • Cristiano_RJ

      Na Ago só tem pilantra. Fuja de lá!

      • zeuslinux

        O vendedor que me atendeu tinha uma tremenda pinta de pilantra, até estranhei porque isso não é comum nem em vendas de 0km de marcas não premium.

        Tinha pinta de vendedor daquelas lojas multimarcas que vendem carros 0 km por preços bem abaixo das concessionárias sabe-se lá como.

        • Cristiano_RJ

          Já tive Peugeot e Hyundai. A AGO trabalha com ambas as marcas e eu tive uma looonga e triste convivência com eles. Vi pilantragem na hora da venda, na manutenção programada e nas emergências também. Isso sem falar no atendimento porco (não sei se nas concessionária MB o atendimento também é ruim).

  • Eder26

    Pode cobrar por oferecer esportividade e requinte, sem problemas, desde que cobrem um preço justo e não exorbitante.

  • Diggo

    É realmente um sonho, principalmente com esse acabamento preto e branco. Agora um detalhe: não existe "couro sintético", couro é couro o resto é outra coisa. Inclusive é ilegal chamar qualquer coisa de couro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend