*Destaque Europa Mercedes Benz Peruas Sedãs

Mercedes-Benz Classe C 2019 se aproxima mais do Classe S

mercedes-benz-classe-c-2019-1 Mercedes-Benz Classe C 2019 se aproxima mais do Classe S

Com 415 mil unidades vendidas em 2017, ao redor do mundo, o Mercedes-Benz Classe C 2019 chega antes de Genebra com atualização visual e outras novidades. Cada vez mais próximo do Classe S em estilo, o modelo chega com novo conjunto ótico Multibeam LED com 84 diodos emissões de luz e design similar ao do topo de linha germânico. Além disso, a grade frontal em estilo clássico está maior e mais vistoso, sendo disponibilizada nas versões AMG a grade com elementos que remetem ao diamante.



O para-choque também foi atualizado com detalhes em prata (cromo no Avantgarde e mais filetes no Exclusive), assim como o protetor traseiro. As lanternas traseiras foram repaginadas e possuem iluminação de LED. Rodas de liga leve aro 17 foram atualizadas. Por dentro, o Mercedes-Benz Classe C 2019 adiciona um quadro de instrumentos digital e configurável de 12,3 polegadas com três estilos de apresentação. Além disso, o luxuoso ganhou um novo volante com comandos sensíveis ao toque, mas agora incluindo controlador e limitador de velocidade.

mercedes-benz-classe-c-2019-1 Mercedes-Benz Classe C 2019 se aproxima mais do Classe S

A multimídia agora tem a tela (semelhante a um tablet) com 10,25 polegadas e tem seu controlador em um novo touchpad no console central, além de comando de voz. O acabamento recebeu novos materiais, inclusive um novo tipo de madeira com efeito 3D, bem como novos revestimentos dos bancos e portas. O habitáculo do Mercedes-Benz Classe C 2019 vem ainda com um sistema que integra climatização, odorizador, massagem, aquecimento e refrigeração dos bancos, iluminação e ajuste até o estilo de música preferido do motorista.



mercedes-benz-classe-c-2019-1 Mercedes-Benz Classe C 2019 se aproxima mais do Classe S

Assim como o Classe S, o Mercedes-Benz Classe C 2019 passa a dispor de navegação inteligente com dados de tráfego para aumentar a eficiência, que na condução semiautônoma auxilia na redução de velocidade em curvas, junções e rotatórias sem a interferência do motorista, bem como os demais sistemas já conhecidos, tais como alerta de colisão com frenagem automática de emergência, aviso de invasão de faixa com correção e tráfego lateral e traseiro, entre outros. O radar agora tem alcance de 500 m, ampliando ainda mais a segurança na condução semiautônoma ou no piloto automático adaptativo.

Foram adicionadas as cores Mojave Silver Metallic e Emerald Green Metallic. Na mecânica, nada revelado, mas haverá versões híbridas a gasolina, diesel e plug-in para a Europa. Por aqui, ainda não se sabe se as opções 1.6 Turbo de 156 cv ou 184 cv serão mantidas, assim como a 2.0 Turbo de 211 cv ou 245 cv. Nos EUA, este último entregará 258 cv. Todos com câmbio 9G-Tronic de nove marchas.

Mercedes-Benz Classe C 2019 – Galeria de fotos

COMPARTILHAR:
  • Muscle_V8

    O povo fala que a VW tem o mesmo design para todas as categorias… é porque não viram os MB, que são classificados por tamanho P, M e G.

    • Lucasss

      O que o povo gosta mesmo é de falar, isso de as MB serem iguais já deu. Pessoalmente você percebe claramente a diferença. Na C, nota-se 1 filete de LED nos faróis, na E e S, respectivamente 2 e 3, assim como na lanterna traseira. Além de que cada uma tem um sistema de Multibeam LED diferente, isso sem citar as rodas, para-choques, tamanho e etc…

      • Filipo

        As diferenças não são claramente percebidas pelo “homem médio” (consumidor comum), mas, para mim, nada há de errado nisso. Desde que o desenho (ou identidade de marca) não seja feio, nada de errado vejo, pois, na prática, a diferença principal entre uma Classe C e uma E, por exemplo, é o tamanho.
        Assim, quem quer um sedan mercedes maior, que compre a Classe E ou até a S, se quiser um “latifúndio” em espaço interno.
        Mas o povo que reclama que os carros VW são iguais e se esquecem que várias outras fabricantes fazem o mesmo, inclusive a MB, estes são chatos.

        • Lucasss

          Acontece que a Mercedes foca no seu consumidor, e não no ”homem médio”, pra esse último, dependendo do conhecimento, até entre um Corolla e um Civic pode haver confusão.
          Quem busca uma MB notadamente já vai direto no que quer, e já sabe minimamente o que o carro tem a oferecer. Nem tudo se resume a tamanho.
          E eu também não vejo problema nisso, a marca criou uma identidade visual que aproxima todos os carros, quem vê na rua, independente de qual modela seja, vai saber que é uma Mercedes.

          • Filipo

            Não concordo, vejo que a maioria dos consumidores da marca MB são senhores ou senhoras (as “madames”) que confiam na marca e querem o status que todo MB proporciona. Por isso digo que para mim, a principal (não que não haja outros) diferença seja o tamanho.
            Mas há sim aqueles consumidores de MB que conhece mais sobre o carro, ainda que seja a minoria.

          • Gil de Piento

            Ilusão total isso de achar que quem tem mais dinheiro conhece melhor o que compra. A maioria só conhece a fama da marca e nada mais. Já vi ricaços que não sabiam nem o nome do carro que tinham.

          • Racer

            O “homem médio” alemão também compra MB….e das básicas, já que ela não produz só modelos top.

    • Leandro

      Na MB eu consigo claramente ver diferenças. Na vw falta personalidade msm.

    • th!nk.t4nk

      No Brasil talvez não, mas nos principais mercados deles a gente tá acostumado com cada modelo e identifica fácil, no máximo há um pouco de confusão entre a traseira dos Classes C e E (já que o Classe S tem traseira bem distinta). E de qualquer forma, marca premium é assim, eles valorizam muito a tal “identidade executiva”, pra agregar valor à marca. Quem precisa rebolar pra se diferenciar são as montadoras mais populares, que é o segmento onde tem briga de faca :😊

    • invalid_pilot

      É porque carro de 600k (E) ou de 1MM (como a S) nem faz parte do dia dia de quem reclama dessas besteiras.

      Já o Golzinho e o Jetta são vistos aos montes.

    • Gran RS 78

      A diferença é que os Mercedes Benz são modelos premium e reconhecidos em qualquer lugar que vc vá pelo acabamento perfeito e qualidade construtiva acima da média, e o chato da VW é vc pagar caro por exemplo em um Jetta, e ser confundido com um Voyage.

      • Racer

        Se formos levar em consideração que tem MB de taxi na Europa, então não é tão diferente. Tu compra a TOP e te depara com a básica bem semelhante.

        • Gran RS 78

          Mesmo tendo taxi na Alemanha e motoristas que levam para o aeroporto em Londres, que geralmente usam Classe E,ainda são modelos reconhecidos em qualquer parte do mundo como modelos premium, independente do lugar, diferentemente da VW, que o próprio nome já diz: Carro do povo, que são bons carros, mas a VW já tem uma marca para concorrer com as premium e se chama Audi.

        • th!nk.t4nk

          Entao, táxi geralmente é Classe E. Mesmo assim de fato consumidor privado compra também. Aliás, a Mercedes é a segunda montadora que mais vende na Alemanha (o Classe C é o terceiro carro mais vendido no país, é o “carro-padrão” da classe média). O povo até vê como “premium”, mas nem tanto em luxo, e sim em qualidade construtiva. Pode até ter calotas, mas as pessoas respeitam muito porque entendem mais de carro, não vêm só pelo status sabe. No Brasil a meu ver é o contrário, muita gente acha que Mercedes é puro status e nem faz ideia dos diferenciais mecânicos do carro. Olham só os itens de série, criticam algo do acabamento e ainda soltam pérolas como “ah sou mais o Civic sabe”. Muda demais o mercado.

    • Bruno Nacif

      A intenção da marca é justamente essa, passar requinte e sofisticação sem muito ‘alarde’, se quer aparecer mais é melhor ir de BMW ou de veloster.

  • Leandro

    Ainda bem que não enfiaram aquelas telas imensas e quadradas que estão presentes no A.

  • Filipo

    Não entendi, pensei que a MB fosse utilizar aquele novo e maravilhoso painel da nova Classe A no Classe C, mas tudo o que ela fez foi aumentar o “tablet” Foston da feira.
    Decepcionante (ao menos para mim), este novo interior da nova Classe C 2019!

    • Leonardo

      Tbm esperava mais nesse carro, melhorou internamente, mas n foi o suficiente, mudaram completamente a classe A e tapearam a C

      • th!nk.t4nk

        O Classe C vai ter nova geração no início de 2020. Não valia a pena fazer mudanças grandes agora, mas mesmo assim note que adotaram boa parte do pack tecnológico do Classe S. Pode ser que o visual ainda seja de 2014, mas de equipamentos atualizaram pra caramba nesse período.

    • Lucasss

      É porque é só um facelift, aquele interior vai vir na nova geração, como aconteceu na A, E, como vai vir na nova GLE…

  • Fabão Rocky

    A MB mostrou q pode fazer um carro bonito sem ter q apelar p/ lanternas traseiras bipartidas. Diferentemente daqui da banânia, q qualquer reestilização, tome-lhe lanternas gigantes p/ dar “mais porte” ao carro.

  • OtarioBrasileiro

    O melhor da categoria. Era tão perfeito que não tinha como melhorar mais. Daí as mudanças mínimas…

  • Ricardo

    Finalmente fizeram um painel digital nos moldes que a Audi tem feito… com uma moldura que lembra um painel analógico ao invés daquela prateleira de tablets da S, E e A… apesar de que ainda restou o Foster no meio… mas, menos mal. Se o pack Intelligent Drive vier com um preço decente, vai ser imbatível.

  • Gui

    Uma pequena melhora nuns dos melhores carros que existem no planeta.

  • Humberto Rocha

    EM QUE PESE O FATO INERENTE DOS RICAÇOS NÃO CONHECEREM MARCAS DE CARROS E NÃO SABEREM O NOME, NÃO ME INCLUO NESSE PATAMAR, ESDRUXULO E SEM CONTEÚDO, SOU UM RICO/POBRE ENTÃO… MEU CARRO E-ME CONFORTÁVEL , MACIO, ELEGANTE E POMPOSO, MAS CONFESSO QUE NESSA PARTE QUEM TEM DINHEIRO LEVA GRANDE VANTAGEM, SOMOS CERCADOS DE ASSESSORES, E, QUANDO MANDO COMPRAR, EXIJO O MELHOR E QUIÇÁ O MAIS CONVENIENTE, SEM ME IMPORTAR COM GASTOS. EIS A QUESTÃO DO RICAÇO…

  • marisa lourdes

    nossa de longe o interior mais lindo da Mercedes! gosto é complicado mas esses painéis atuais da Mercedes são horríveis na minha opinião, não consigo gostar mas nesse facelift do C está perfeito, não está poluído e o tal “tablet” está aceitável kkkk

    • th!nk.t4nk

      Creio que foi por isso que lançaram o novo painel com as telas gigantes primeiro no Classe A, porque ele é voltado mais pra pessoas bem jovens, é o descolado da turma. No Classe C provavalmente irão implementar de forma mais elegante, mas de qualquer forma isso só vai acontecer em 2020. Até lá vão ter muito retorno a receber dos clientes :)

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email