Elétricos Europa Mercedes Benz

Mercedes-Benz confirma o fim do desenvolvimento de motor a combustão

Mercedes-Benz confirma o fim do desenvolvimento de motor a combustão

Para muitos entusiastas da Mercedes-Benz e AMG, a notícia não é nada boa. A Daimler confirmou à revista alemã Auto Motor und Sport o fim do desenvolvimento de motores a combustão. Ou seja, daqui para a frente não haverá mais propulsores a gasolina e diesel de projetos novos.


A informação partiu de Markus Schaefer, chefe de desenvolvimento da Daimler, que enfatizou a importância de se transferir os fundos necessários para o desenvolvimento de carros elétricos, com motores mais possantes e baterias com capacidade ampliada. O passo dado pela Mercedes-Benz não é estranho, visto que Volkswagen e Volvo já o fizeram.

Tanto na rival alemã quanto no fabricante sueco, o desenvolvimento de novos motores a gasolina e diesel parou, sendo os investimentos direcionados para eletrificação. Schaefer revelou também que uma atualização foi feita recentemente nos motores usados atualmente e que o orçamento para pesquisa e desenvolvimento continuará no mesmo nível daqui para frente.

Mercedes-Benz confirma o fim do desenvolvimento de motor a combustão


Schaefer diz que não existem planos para novos motores de ciclos Otto e Diesel, mas não exclui a possibilidade de um dia a Daimler voltar a desenvolver algum propulsor do tipo. Bom, pelo menos isso deverá se manter na linha de veículos comerciais pesados, onde o diesel será mandatório por muito mais tempo que nos automóveis.

O último projeto da Daimler é o novo motor de seis cilindros em linha 3.0 M256, que já foi projetado para ser eletrificado, trabalho com propulsor de energia auxiliar para reduzir emissão e consumo, ganhando até em performance. Ao contrário da Volkswagen, a Mercedes-Benz não datou sua atuação com motores convencionais.

A produção seguirá normalmente nos próximos anos, mas é evidente que o volume deverá ser gradualmente reduzido até converter-se completamente em elétrico. Na VW, a produção deverá se encerrar completamente em 2040, sendo que a última plataforma MQB/MLB deve surgir em 2026. Ou seja, a partir daí, apenas bases de propulsão elétrica serão desenvolvidas.

Mercedes-Benz confirma o fim do desenvolvimento de motor a combustão

Na Volvo, os modelos “D3/4/5” saem do portfólio da marca sueca em 2023, ficando apenas o motor Drive-E a gasolina por mais alguns anos, quando também sairá de cena. A partir daí, só elétricos. Na Alemanha, a resistência vem da BMW, que acredita que os motores diesel terão vida de pelo menos 20 anos, enquanto os com gasolina sobreviverão nos próximos 30 anos.

A BMW confirmou que continuará o desenvolvimento de motores comuns enquanto inicia seu processo de eletrificação, que está bem mais lento que o das rivais VW e Daimler.

[Fonte: Auto Motor und Sport]

Mercedes-Benz confirma o fim do desenvolvimento de motor a combustão
Nota média 3.9 de 19 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Marcus Vinicius

    Mas aqui no Brasil a BMW largou na frente com seu elétrico i8 !

    • i8 é híbrido, 100% elétrico apenas o i3.

  • Piston head

    Isso é o tremendo ”Boom”, mesmo que previsível. Salvo engano a Volvo foi a primeira a cessar com as pesquisas e o desenvolvimento de motores à combustão.

  • Bandit

    A bmw está correta nessa questão, os clientes em sua maioria não desejam ter um eletrico, ainda é caro e tem muita limitação, lembrando que ainda existe a possibilidade de fabricar gasolina sintetica.

  • Hernan Carlos Granda

    quando todos os carros sejam eletricos nao ha capacidade de carregarlos , isso pelo limite das redes de energia. Imagina um predio de apartamentos de 40 andares todos carregando….

    • Maycon Farias

      Por isso que existe cientistas, para encontrar soluções na medida que evoluímos.

      • Hernan Carlos Granda

        sim duvidas, mas acho que em paises como Brasil e Argentina os processos de eletrificação seram mais complicados que no 1 er mundo

        • Cesar

          Tem lugares aqui que energia elétrica ainda é problema.

    • FrankTesl

      Imagine um prédio de 40 andares e quase todas as salas com ar condicionado

      • Alexandre Aleixo Santos

        E mais uns 120 carros sendo carregados ao mesmo tempo… A energia não vai faltar, mas o custo dela vai disparar…

        • Hernan Carlos Granda

          wall box va hasta 7 kw, o seja 3 a/c

    • Cesar

      Bem aí é problema do Engenheiro que dimensionou a carga do prédio errado.

    • carnero

      Uma usina Nuclear decente equivale a umas 3 hidrelétricas produzindo energia na capacidade máxima
      A China está montando em torno de 10 novas usinas dessas por ano para suprir a demanda, e agora está estudando sobre fusão nuclear, vulgo Tokamak, para geração de energia

      • Mr Tony

        Quando a fusão estiver dominada, ADEUS petróleo e energia nuclear. Espero que o planeta sobreviva até lá.

  • Maycon Farias

    Sensatez é primordial para chegar no futuro. Não imaginava que a BMW tinha resistência a aderir o que a maioria já admite ser inevitável. Já chega de combustão.

    • Ducar Carros

      Sensatez da BMW, o mundo não é a Europa, mesmo lá os híbridos ainda precisarão por um bom tempo dos motores a combustão.

      Essas declarações de morte do motor a combustão cheiram a marketing demagógico…

      • SDS SP

        Pressão política está muito forte. A empresa onde trabalho (de origem alemã) está direcionando quase todos os seus recursos para o desenvolvimento de periféricos para propulsão elétrica. Só espero que não quebrem a cara.

  • Lucasss

    Normal, isso já era de se esperar, nada de mais, e pelo menos vai demorar.
    Agora imaginem daqui a 40 anos, quando todos os carros forem elétricos e surgir um V8tão aspirado ou V12 como produto limitadíssimo, será? hahahah

    • carnero

      Sem querer você acabou de descrever algumas cenas do filme “O Demolidor”, Demolition Man em inglês, do Stallone

      Na minha opinião o futuro da locomoção se assemelhará em muito a esse filme e ao Minority Report

  • Jiló Verde

    no caso, o nosso etanol tb surgiu pra reduzir a dependencia do petroleo. Ser limpo foi um bônus. 100% de acordo, o eletrico tem a vantagem de não emitir nos grandes centros urbanos com a qualidade do ar já deteriorada, mas de limpo não tem nada.

  • SDS SP

    Sabemos que o motor à combustão é a máquina térmica mais ineficiente, mas de fato, há uma grande questão geopolítica em toda essa história.

  • Rafael Yashiro

    Realmente, o motor a combustão não vai morrer por demanda de mercado, e sim pela caneta governamental.
    Confio plenamente no motor elétrico, não confio é nas baterias, que desde a extração dos materiais que é extremamente poluente, passando pela geração da energia, chegando até no descarte das baterias.
    Aliás, o carro elétrico é caro em todo o mundo, terão se resolver primeiro o preço, para tornar acessível a todos que precisam de carros.

    • Johnny Boris

      Pelo menos a poluição da bateria pode ser “direcionada” digamos. Você vai pelo menos procurar um lugar pra descartar. Já a fumaça de um carro…

      • Rafael Yashiro

        Direcionada? Então você vai sujar um lugar para nao sujar o seu. O ponto aqui é simples: A poluição causada pela cadeia produtiva do carro elétrico pode até ser maior do que o carro a combustão em alguns casos.
        Inclusive a eletricidade das baterias tem de vir se fontes limpas, do contrário é “cagar e não limpar o traseiro”.

        • Johnny Boris

          Reflita sobre o termo “pelo menos”

      • Pensei nisso também. Seria até mais fácil terceirizar essa poluição para um país de terceiro mundo, enquanto que o estado europeu se vê “livre” da poluição. Isso até conta até como menor custo na saúde publica e contribui para uma imagem positiva do estado europeu.

  • RFC

    A Alemanha tem um excedente grande de energia, que tende a ser maior com o crescimento da geração renovável. Somado a eficiência da propria geração de energia e do conjunto elétrico dos carros…o saldo é bem positivo…sem falar que fica todo mundo amarrado em países loucos que produzem petróleo

    • Ducar Carros

      Excedente grande de energia na Alemanha? A Alemanha está querendo acabar com a energia elétrica gerada a carvão e a nuclear, nesse processo, já está tendo que importar energia elétrica (de origem nuclear) da França.

      • Danilo

        Exatamente e em pleno 2019 estao cogitando construir uma Usina Nuclear aqui perto de onde moro em NRW, na Alemanha. Acho que nao vai pra frente, mais ja foi falado.

        o que nao entendo é que o diesel polui tanto, quem deveria sair fora dessa conta seriam os carros a diesel e aqui na Alemanha as montadoras continuam lançando e vendendo esses carros. Vai entender. Era terminar com os diesel, principalmente caminhoes e carros ficariam com motores gasolina/hybridos.
        Enfim, pra mim isso é mais uma daquelas “vamos fazer do nosso jeito e o povo vai ter que engolir”
        Carro eletrico pra mim polui tanto quanto um de combustao, mais Polui de outras maneiras e o Range deles ainda acho muito fraco pra tanto auê. Tinham que oferecer esses carros ja com minimo de 1000km de autonomia, seja la qual for. Maioria ai eh 400-500km. Carros a gasolina e diesel dependendo do modelo fazem 800-1000km com 1 tanque (aqui na Europa)

        • Usina nuclear é a mair moderna, eficiente e menos poluente matriz energética que existe. As de tecnologia mais atual (que esqueci o nome) geram muito menos lixo atômico que as de antigamente.

        • Macleitiane Ecker

          O que mais polui são as motos.. moto polui 03x mais que um carro, além de ser ineficiente no transporte: leva pouca carga ou pessoas.

      • IRA

        Acredita que os alemães já não fizeram e refizeram essa conta? Acha mesmo que eles se jogariam de forma tão inconsequente assim numa questão tão importante e fundamental para o futuro da Alemanha??

        • Ducar Carros

          A estratégia alemã era a energia nuclear, como a França, mas aí veio Fukushima e estragou os planos. Acredito que eles irão rever, mais adiante, essa estratégia de abandonar a energia nuclear.

  • Johnny Boris

    “A Alemanha tem muito o que aprender sobre meio ambiente com o Brasil”.

    • Cesar

      Nós ainda temos florestas e eles?

      • th!nk.t4nk

        1/3 da Alemanha são reservas. Tem proporcionalmente mais verde na Alemanha do que no sudeste brasileiro.

        • Cesar

          Tem mais verde no Brasil inteiro que na Alemanha. Não adianta você fazer uma falsa comparação.

          • O que importa para a turma é lacrar.

            Os nobres gafanhotos ainda não conhecem os lugares para onde vão as baterias de equipamentos de computação descartados.

            • Dario Lemos

              Em termos de descarte nós, seres humanos, somos um desastre; é mais fácil e menos custoso “empurrar a sujeira para debaixo do tapete”.

          • Dario Lemos

            Um porém, ele disse proporcionalmente. Para tirar todas as dúvidas seria preciso saber, em números percentuais, quanto cada país tem (ainda acho que aqui tem mais florestas mas não sei afirmar o quanto).

            • Cesar

              Ele comparou a região sudeste com um país inteiro. O correto é comparar país com país.

          • th!nk.t4nk

            Lógico, olha o tamanho de cada país.

    • Claro. Logo após, as baterias não usadas pelo povo progressista ambientalista europeu, Irão lindamente para os cemitérios de periféricos como tem sido feito com a computação.

      Dá uma estudada antes nobre gafanhoto.

      • Johnny Boris

        Realmente. Descartar fumaça deve ser mais fácil.

      • th!nk.t4nk

        A Uniao Européia hoje obriga as montadoras a reciclarem 50% das baterias, é lei. Nos próximos anos esse percentual chegará a 100%. Já tem vários centros grande de reciclagem na Europa, e muitos outros tendem a surgir quando a demanda aumentar. E isso sem falar no uso em acumuladores industriais, que já ocorre há bons anos e duplica a vida das baterias.

  • Rogério Scudeler

    Isso vai ser igual grill elétrico p churrasco, da até pra engolir, mas com fogo é muito mais gostoso

  • Paulo Penna

    Queimam fosseis para criar energia elétrica, acumulam em baterias pouco eficientes, caras e poluentes, depois transformam em energia mecânica….. isso não é ecológico.
    Prefiro meu Voitão a gasolina!!!!

    • Cromo

      Mesmo assim, globalmente falando, acaba saindo mais econômico, mesmo que a fonte seja suja.

      • Paulo Penna

        Prove

  • Leonardo

    Apesar de muita da energia elétrica no mundo ser produzida de fontes poluentes, acho que podemos concordar que 100% da energia de um motor a combustão é poluente, certo? Se conseguir diminuir um pouco já saí saí ganh.
    Fora isso, um dos grandes benefícios é a retirada da poluição dos grandes centros, melhorando a qualidade de vida das pessoas e os gastos do governo com saúde.

  • 1945_DE

    Amigo, ninguém está interessado nisso. Cada um só está pensando no seu interesse próprio, como você já citou. Essa de ecologia é uma grande demagogia. O ser humano ainda não evoluiu a este nível para pensar em deixar um planeta melhor para as próximas gerações. Isso é tudo balela. A corrupção instaurada no mundo é prova disso. O ser humano ainda não consegue estender a mão para alguém que precise, como os milhões que passam fome neste mundo. Se eu estou bem, que se dane o resto. Infelizmente, essa ainda é a realidade. E no nosso país Brasil, a situação é ainda mais complicada, pois o povo não discerne no que está recebendo e no que está dando nesta sociedade, estão apenas sobrevivendo. E se alguém se levantar para falar o contrário, morre como muitos já foram eliminados.

    • elioricardoalves

      Concordo com cada palavra o altruísmo da sociedade e bem ruim

    • Nem me fala. Li em um site, que jovens europeus de classe média, estão em países asiáticos pobres, pedindo dinheiro se misturando a moradores de rua, para realizar a vontade de viajar o mundo.

      O pior de tudo, é ler gente defendendo e achando normal esse tipo de coisa.

  • New World

    Futuro está chegando aos poucos… Eletrificação em todo o transporte terrestre

  • Samuel Justus

    Assunto mais chato que esse só aquelas parciais de vendas de carro 0km! Ah, carro autônomo tbm é um porre. Se eu não quisesse mais dirigir usaria transporte público.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Concordo e assino embaixo, é um porre tudo isso!

    • Bruno Alves

      De fato, é o futuro mas tenho direito de achar um saco, sei que tem gente que curte isso, fazer o que.

      • Samuel Justus

        Então vc é um daqueles que gostam do bom e velho automóvel, assim como eu e a grande maioria aqui, certo? Aquele que queima combustível e que vc mesmo tem que dirigir,sabe?

    • Por mim que se dane se franceses morrerão por causa dos gases de V6 e V8s.

  • Felipe Politano

    “Esse negócio de carro elétrico é uma bobagem, tem que manter os V8 rodando é isso que o consumidor quer” resmunga o internauta que não compra presunto no dia que enche o tanque do Agile

    • Parabéns, você lacrou.

      Agora procure no google, cemitério de baterias.

      Veja como é lindo e limpo o descarte das baterias de computadores.

  • Pura demagogia.

  • Danilo

    o começo do fim da graça de ter carro…. chipar, troca filtro, escape, downpipe.
    Feliz serao aqueles colecionadores que possuem Ferraris, Lamborghinis e Porsches na sua garagem.

    • Samuel Justus

      Falou tudo. Mas vão achar que vc é contra o futuro do planeta…

  • Danilo

    Pra nós que temos o Pré-Sal a todo vapor não é uma boa notícia, sem falar no etanol, aí as coisas pioram. Ainda bem que tem os americanos e seus v8 que parecem não agradar muito da ideia de carro elétrico. Precisamos dar um tiro certo, as coisas parecem sempre jogar contra os países pobres. Triste viu!

    • Helder

      Nosso pré sal não esta sendo doado, ops digo esta a venda ?

      • Danilo

        Tinhamos é que doar mesmo, se possível pagar uma graninha pra extraírem. A matriz energética vai mudar e perderemos novamente o trem da prosperidade só por querermos abraçar tudo. Não sei se você já foi em Macaé, más o tanto de emprego e renda que o petróleo aqui em cima gera pra aquela cidade, é impressionante, sem contar os royalties do petróleo pras cidades e pro estado do Rio. Lá em baixo da terra e da água, aquela riqueza não vale nada. Tem que jogar pra cima, e a Petrobrás sozinha não tem estrutura pra tirar aquilo tudo num espaço de uns 20 a 30 anos. Bora chamar reforço pra arrancar aquilo e transformar em $.

        • Helder

          Vai transformar em riqueza pra petroleiras chinesas, americanas ….Não pro povo de Macaé infelizmente

          • Danilo

            Teremos uma invasão de chineses e americanos. Os royaties serão pagos ao povo americano e chinês. A cessão onerosa irá diretamente pros orientais e norte americanos. O cara que vende cachorro quente na porta das empreiteiras serão importados da china pois são mais baratos. Os supermercados da cidade de macaé constarão no pacote de privatização. Todas as empresas que prestam serviços pra essas petroleiras serão importadas e seus trabalhadores também. Essa é sua visão?

    • Cesar

      Nosso Pre-sal para valer a pena a extração, temos que fazer coro com nossos amigos iranianos para tacar fogo no oriente médio. Aí o preço sobe e vale a pena extrair.

      • Danilo

        É só fazermos uma vaquinha e mandar pra lá uma mixaria que os Russos vendem o material pra eles, kkkk.

  • Calatrava

    Vão dar com os burros na água. Esperem e verão!

  • murilo

    Os maiores problemas geralmente tem a ver com a bateria, e nao sei como está este ciclo no momento, só sei que aos poucos novas empresas que reclicam elas estão surgindo. As baterias são o maior problema dos carros elétricos, a partir do momento que ocorrer uma nova descoberta ou revolução na area toda essa conta vai melhorar significativamente, fora que todos os outros utensílios que usam baterias, como celulares e notebooks tbm se tornaram menos poluentes.
    Acho cedo pra parar o desenvolvimento de motores a combustão. Na verdade eles provavelmente vao continuar desenvolvendo para corridas, e caso necessário farão adaptações nestes para criar uma versão de rua que funcione junto a baterias em carros hibridos.

  • Cromo

    No futuro os carros vão ser muito mais seguros (direção autônoma, talvez até seja proibido dirigir), sem poluição (pelo menos proveniente dos carros), o trânsito fluirá muito mais, pois os carros dirigidos por um sistema de computadores andarão em comboio, com capacidade de fluxo muito maior. O futuro será muito melhor, mas teremos saudades destes nossos tempos.

  • Cromo

    As empresas q dizem isso são as que mais investiram na eletrificação. As q investiram menos, dizem q os motores a combustão vão durar mais tempo. Cada uma com seu marketing.

  • elioricardoalves

    O problema e também o auto custo para manter sem falar das baterias descartáveis em seu final de uso ninguém diz o preço do mesmo uma coisa e certa não custará barato e eu concordo que e pura pressão da Europa

    • Pegrande nunes

      As baterias do fusion híbrido custam 32.000,00.

  • Mr Tony

    Há prós e contras. Vamos sair de um motor com 500 peças para um motor com 50 peças, só aí já temos um ganho ambiental. Soma isso a não precisar mais trocar óleo (temos que produzir e dar um destino após o uso), transmissão e várias outras peças. Hoje os carros tem tanta parte elétrica que a “graça” de se mexer num motor acabou faz tempo. Mas com certeza teremos um mercado para entusiastas com motores Flex.

    Mesma coisa pra mim que o câmbio automático: é o melhor, mas o mais LEGAL é o manual, kkkkkk.

    • KOWALSKI

      Me lembrou de um fato interessante; trabalho na área de manutenção. Quase nenhuma oficina faz o descarte correto de filtros, jogam tudo no lixo comum ou reciclável. Jogam querosene e etileno glicol na rede pluvial, é triste. Eu estou torcendo para que a eletrificação chegue rápido.

      • Mr Tony

        Toda vez que paro pra trocar o óleo fico imaginando o quanto de filtros e óleo são produzidos, e se eles tem o destino correto.

  • afonso200

    se nao fosse a Tesla….

  • afonso200

    sou a favor do hibrido

  • Diego

    Essa baboseira de que carros elétricos é melhor para o desenvolvimento sustentável e ajuda nas questões de poluição é mero engano , a longe prazo se duvidar são piores que os carros a motor a combustão.

  • Richard Hbig

    No Brasil cerca de 25% da energia elétrica tem origem em termelétricas, ou seja, a grosso modo um carro elétrico queima 1/4 de combustívelb fóssil.
    Já um carro à álcool utiliza zero de combustível fóssil e não produz monóxido de carbono.
    Se esses valores estiverem corretos um carro movido a álcool é mais ecológico que um elétrico no Brasil ?!
    Encontrei esses números na internet, gostaria de saber se estou certo ou errado.

    • zekinha71

      Etanol só não é, poluente se o canavial não for queimado, se for é pura poluição, quem mora em regiões produtoras sabem muito bem, tem também o problema dos agrotóxicos, desmatamento e monocultura.
      Quem já viajou pela Anhanguera sabe que depois de Limeira até Ribeirão Preto a viagem torna-se cansativa de só ver plantação de cana, e quando tem queimadas torna-se um perigo, conhecia uma família que morreram 4 em uma batida na traseira de um caminhão dos bombeiros que estava apagando uma queimada na beira da rodovia.

  • Zé Mundico

    É o fim de um ciclo e de uma tecnologia que não tem mais para onde ir. Claro que o motor a explosão ainda vai existir em aplicações específicas ( que precisem de grande torque, por exemplo), mas a tendência é essa mesmo. Tecnologia também se esgota.
    Outro ponto é que as grandes potências não podem viver eternamente reféns de meia dúzia de países produtores de petróleo que vivem em pé de guerra e ameaçando fechar a barraca.
    E o lado ambiental também tem lugar nessa conta, embora o motor elétrico também tenha componentes de energia que poluem, mas de uma forma mais controlada e dimensionada.
    Juntando tudo isso, já tem motivo suficiente para acabar com esse ciclo e partir para o próximo. E quem não for junto vai ficar para trás, simples assim..

    • Maycon Farias

      Disse tudo.

  • RicardoVW

    Putz! Preciso viajar logo pra Alemanha antes que acabem com a Autobahn

  • Diego

    Curto pra caramba a ideia do carro elétrico.
    Só de poder ter possibilidade de recarga sem combustível batizado já é uma dádiva.
    Torque instantâneo é outra coisa.
    Redução de peças móveis que requerem manutenção preventiva? Mais uma coisa.

    Mas no final das contas as montadoras só estão aumentando mais o lucro pensando no final da cadeia. Enquanto nos carros a combustão tu alimenta uma indústria terceirizada para abastecer seu veículo, os carros elétricos demandarão uma uma troca das baterias após alguns anos.
    E a quem os consumidores terão que recorrer? As concessionárias… ou seja, voltar a montadora para entregar mais um dinheiro a ela.

    Daqui alguns anos o fluxo de troca de bateria dos carros hoje que estão sendo usados será tão grande, que durante esses anos as montadoras vão se especializar nesse nicho. Vai ser mais um local da onde vão tirar dinheiro xD

  • Thiago Lima

    Na minha opinião carro elétrico só vai ser igual à combustão se padronizarem as baterias e os postos de combustíveis virarem estações de troca automatizados. Esse negócio de recarregar, principalmente em viagem é um saco.

    Segundo ponto nessa questão é a geração de energia. Um quilo de combustível tem muita energia. Imagina toda a frota consumindo energia elétrica, multiplicaria por vezes o consumo de energia elétrica de um país. É uma conta que só fecha se cada um gerar sua própria energia com painéis solares em casa.

  • Diego Germán de Paco

    Exatamente. Mas se não se investe em pesquisa e desenvolvimento nunca surgirão baterias que durem mais, processos de produção das mesmas mais eficientes e que denotem menos dano ambiental no descarte. A questão é: No seu modelo proposto a coisa pode não ser eficiente, mas ninguém sabe o que poderá surgir amanhã. Só não se pode permitir o ostracismo do carro a combustão, principalmente por um sistema que depende de poucos produtores mundiais e que pagamos valores atrelados ao dissabor das decisões tomadas terroristas islâmicos ou governos ditatoriais

  • Creio que o grande segredo para essa transição será o carro híbrido, o novo Toyota Corolla Hybrid 2020 é híbrido, fazendo 20km com 01 litro de combustível na cidade.

    • Fanjos

      Exemplos bobos de Up e Uno que já faziam isso a tempos e lá fora com combustível bom tem carro fazendo muito mais, só considero um carro Hibrido como útil se fizer pelo menos uns 50 km/l.

  • Pegrande nunes

    Acho isso uma jogada de marketing na onda do terrorismo ecológico, iniciado pelo Al Gore , que lá nos anos 2000 , anunciava que até 2010 o mar subiria 1 metro , acho prematuro , se é que seja verdade, talvez uma meia verdade, e pra nós brasileiros , deveríamos apoiar iniciativa como a da Fiat que está desenvolvendo um motor 100% a álcool.

  • Astolfo silva

    uma pena que nao tem petroleo para todos, tem que começar a puxar o freio e pensar na energia eletrica

  • Idmar Boaventura

    A questão não é a redução da poluição em toda a cadeia produtiva, é a redução de poluentes nas grandes cidades e a redução dos gases de efeito estufa.

  • Ewb Vasconcellos

    Exato.

  • elioricardoalves

    Se o custo das baterias for mesmo 32.000 só pessoas com bom dinheiro para sustentar o carro no momento e loucura só para dar uma idéia o Toyota prius custa 180.000 mil reais o pior que e importado as peças são bem caras

  • Toyo_Highlander fan

    Natural! Uma empresa com sede num país progressista tem mais é que andar na velocidade daquela carruagem! Só pergunto uma coisa: de onde virá tanta energia elétrica para impulsionar milhões de veículos com esse tipo de propulsão no Mundo se não querem mais usar petróleo e energia nuclear? Ah, das eólicas e solares! Sei!?!?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email