Mercedes-Benz lança ônibus elétrico para Brasil e exportação

Mercedes-Benz lança ônibus elétrico para Brasil e exportação

Assim como a BYD, a Mercedes-Benz agora tem um chassi de ônibus elétrico fabricado no Brasil. O produto, chamado eO500U será de aplicação urbana e destinado aos mercados do país, América Latina, Europa e Oceania.

Desenvolvido localmente, o eO500U chama atenção por ser de piso baixo, diferente do chassi usado pela fabricante chinesa. Com autonomia de 250 km, o modelo da Mercedes-Benz pode ser carregado em três horas.

O projeto visa inicialmente vender de 150 a 200 unidades por ano apenas para a cidade de São Paulo, por exemplo, vendo nisso um enorme potencial, dado que as empresas de ônibus urbanos aumentarão cada vez mais suas frotas urbanas eletrificadas.

Mercedes-Benz lança ônibus elétrico para Brasil e exportação

Embora faça ônibus rodoviário e de fretamento, ambos em forma de chassi, a Mercedes-Benz não vai entrar nesse segmento, onde se iniciou recentemente uma linha regular entre Curitiba e Ponta Grossa, no Paraná, com ônibus elétricos da concorrente asiática.

Podendo receber carrocerias de 13,20 m de comprimento, o Mercedes eO500U poderá levar em média 83 pessoas por veículo. Mas, seu preço ainda é bem elevado, custando de três a quatro vezes o valor de um chassi com motor diesel.

Mercedes-Benz lança ônibus elétrico para Brasil e exportação

Segundo a Mercedes-Benz, o investimento será retornado em 13 anos, o que não deixa de chamar atenção, visto que na capital paulista, os veículos urbanos de transporte não podem ter mais que 10 anos de serviço.

A regra, contudo, deve mudar com a eletrificação, dada que a poluição continuará a ser zero até o fim da vida útil do veículo. No final, isso pode até mudar, dobrando o período de vigência.

Para desenvolver o projeto aqui, a Mercedes-Benz gastou R$ 100 milhões de um total de R$ 2,4 bilhões. Dois protótipos foram construídos e testados na Alemanha e logo o produto final será apresentado ao mercado para comercialização.

Com a Mercedes, agora o mercado nacional tem dois players no setor de ônibus e dois em caminhões, todos com produtos elétricos e com potencial de exportação para a região e outros continentes.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.