Mercedes Benz

Mercedes-Benz terá novo sistema de injeção direta ‘estratificada’ para motores

Mercedes-Benz E 300 Avantgarde Line

O sistema de injeção direta de combustível de motores da Mercedes-Benz vai passar por aprimoramentos em breve. A empresa alemã está preparando uma nova tecnologia chamada injeção direta “estratificada”, que deverá passar a equipar os motores de sua linha ainda neste ano. De acordo com a montadora, esta novidade deverá proporcionar um novo ganho de economia de combustível.

Segundo o gerente geral para desenvolvimento de produto da divisão norte-americana da Mercedes, Bart Herring, o sistema estratificado dá aos profissionais da área um tempo mais preciso do “spray” de combustível. Em comparação com o sistema de injeção direta convencional, que geralmente pulveriza o combustível durante o curso de admissão do motor, este novo sistema vai se diferenciar por permitir que o motor injete combustível durante o curso de compressão, algo equiparável a um bloco a diesel.

Devido a esse aumento na precisão da injeção de combustível, a Mercedes-Benz poderá usar misturas de combustível mais “magros” em situações de baixa carga. No entanto, a desvantagem no uso de mistura “ultra magras” está no aumento das emissões de óxidos de azoto (NOx), considerado um dos principais poluentes. A marca já adiantou que os motores com o novo sistema de injeção terão recursos especiais para ajudar a reduzir as emissões nocivas.

A nova tecnologia vai estrear em um motor V6 da Mercedes, provavelmente no final deste ano. Detalhes técnicos a respeito do propulsor não foram divulgados, mas Herring já adiantou que o sistema não vai alterar os números de potência e torque da atual versão do bloco.

[Fonte: Motor1]





  • Pacheco

    Ué… não entendi.

    Lembro de me falarem que antigamente a VW desativava a função estratificada dos motores FSI. Isso já não existe?

    • Vinicius LMS

      Que eu saiba o motor FSI não usava injeção direta.

      • Romualdo Vieira

        FSI é Fuel Stratified Injection, portanto já era direta e estratificada. O T veio depois para aprimoramento e ganho de potência, mas já era direta.

        • Pacheco

          Tinha o TFSI.
          Na época, os FSI mais famoso era o 2.0 16V de 150cv do Passat e sua versão TFSI 2.0 Turbo de 200cv.

          Esses tinham a função estratificada desabilitada por causa da nossa gasolina com alto teor de enxofre. Já a Audi não desabilitava e recomendava o uso da Podium.

      • Pacheco

        Usava sim, era Direto e Estratificada.

    • Gustavo73

      Desligava aqui pela nossa gasolina na época ter um alto índice de enxofre.

      • Pacheco

        Sim, na gasolina atual não precisava. Mas acontecia somente no VW. O Audi vinha ativo.

        • Gustavo73

          O FSI que era usado no Passat era aspirado. E foi nessa versão que li que o Estratificado estava desligado.

          • Pacheco

            Tanto na Aspirada quanto na Turbo tinham a função Estratificada desativada. A VW alegava o alto teor de enxofre.
            A Turbo era chamada de TFSI, o motor de 200cv. Na Audi, eles mantinham.

            • Gustavo73

              Esse Turbo de 200cv é o 2.0 Tsi presente na Tiguan e Jetta.

              • Pacheco

                Sim, atualmente chamado de TSI em toda a linha 2.0.

    • LSM300C

      Não estão lançando uma nova tecnologia, é um aprimoramento na linha da Mercedes que ainda não contava com este recurso.

      • Pacheco

        Mas ela fala como se fosse um desenvolvimento inédito. Eu lembro do Passat ter no 2.0 FSI de 150cv.

  • Queria entender o que diferencia essa tecnologia da VW.
    TSI = turbocharged stratified injection.

  • Alexandre

    O Grupo VW já não tem isso? O A3 Sedan não usa injeção direta e indireta de combustível?

    • Gustavo73

      O 1.8 Tsi e as novas versões do 2.0Tsi presentes no GTi/A3, Passat e A4 também tem dupla injeção.

      • Alexandre

        Sim… E eu li em um artigo ultimamente que esse motor funcionava como uma maneira de “spray”, como relatado neste artigo do NA. Confirma?

        • Gustavo73

          Não sei se é exatamente como esse da MB. Nesses com dupla injeção dependendo do regime de rotação do motor é usado a direta ou a indireta, cada uma teria um melhor aproveitamento em baixa ou alta rotação. Mas essa nova injeção da MB pode ser do tipo que a VW anunciou para o 1.5T si, que seria um sistema de injeção (Plasma) que seria mais precisa e pulverizada que a atual melhorando a queima do combustível e assim tornando o motor mais econômico e menos poluente( inclusive nos particulados) que seriam um problema nos motores de injeção direta.



Send this to friend